Judiciário

Mesmo com teste de DNA negativo, Justiça decide que homem é pai de criança e terá que pagar pensão

Foto: Ilustrativa

A 4ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) decidiu que mesmo com o teste de DNA comprovando a ausência de paternidade biológica, um homem que ajuizou uma ação negatória de paternidade continua sendo pai e, por isso, deve pagar pensão alimentícia. O processo tramita em segredo de Justiça.

Após ter sido negado provimento à ação em que solicitou a exclusão de paternidade e exoneração da pensão, o homem entrou com uma apelação cível para que a sentença fosse reformada. Ele alega que teve uma relação com a mulher apenas durante duas semanas e que depois de um mês do término ficou ciente da gravidez. De acordo com ele, o registro da criança ocorreu três meses após seu nascimento, em razão da pressão psicológica e ameaças que sofreu da mãe. Para ele há vício de consentimento, não se aplicando a paternidade socioafetiva, que deveria ser de maneira voluntária e não forçada.

O relator do caso, desembargador Alcides Leopoldo, cita o Recurso Especial nº 878.941, em que a 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entende que “o reconhecimento de paternidade é válido se reflete a existência duradoura do vínculo sócioafetivo entre pais e filhos. A ausência de vínculo biológico é fato que por si só não revela a falsidade da declaração de vontade consubstanciada no ato do reconhecimento”.

O estudo psicológico apontou que o homem possui vínculo afetivo com a criança e reconhece o menino como filho. “A motivação dessa ação judicial é a falta de confiança em [mãe], pois teme que ela, futuramente, ingresse com uma nova ação de alimentos, exigindo um valor de pensão alimentícia que ele não tenha condições de pagar”, conclui o relatório. O filho costumava passar tempo na casa dos avós paternos, que o consideram como neto.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. O judiciário rasgou, Código Civil Brasileiro, Constituição Federal, Código de Processo Civil, Código de Processo Penal, eles fazem o que bem entendem e acabou, manda quem pode e obedece quem tem juízo.
    Só não rasgou ainda porque não tem acesso o
    Código Penal Militar.
    Ditadura a caminho, só falta alinhar com algum governo socialista para fechar o cerco.

  2. Agora LASCOU….
    O DNA da negativo , e a INjustiça diz que o caba e pai e pronto e tem que assumir .
    Se isso não é uma "Ditadura da toga "
    Não sei mais nada

    1. Isso é uma palhaçada, só poderia ser no Brasil uma putaria dessas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Primeiro ano de gestão Fátima Bezerra deixa RN em uma das últimas posições em ranking nacional da Educação via ensino médio

Foto: Reprodução/G1

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019, divulgado nesta terça-feira (15), mostra que o nível de qualidade do ensino médio brasileiro continua abaixo do esperado pelo Ministério da Educação (MEC). Embora tenha havido avanços em relação a 2017, o país não atinge a meta nessa etapa de ensino desde 2013.

O Ideb vai de 0 a 10 e leva em conta dois fatores: quantos alunos passam de ano e qual o desempenho deles em português e em matemática (entenda mais abaixo). Em 2019, a meta nacional a ser cumprida, somando escolas públicas e particulares, era 5 – mas o resultado ficou aquém do esperado. A média foi bem inferior a isso: 4,2.

Ranking de estados

O Inep traça médias individuais para os estados, justamente porque são situações heterogêneas – há regiões com maior índice de pobreza, por exemplo, que terão obstáculos maiores para melhorar a qualidade da educação.

Por isso, ao analisar um ranking nacional do Ideb, é preciso ter em mente que cada estado tem desafios próprios. A listagem é apenas para fins didáticos – o critério ideal de comparação é analisar quanto a região evoluiu nos últimos anos, em seus próprios índices, além de verificar se atingiu a meta definida pelo Inep.

Redes estaduais

Analisando apenas as escolas estaduais, responsáveis por mais de 97% das matrículas da rede pública no ensino médio, o resultado de 2019 foi 0,4 ponto maior que de 2017. Apesar do avanço, a meta estipulada para esses colégios não foi cumprida.

O Ideb nacional das escolas estaduais brasileiras foi de 3,9 – sendo que o objetivo era atingir 4,6. Nas metas individuais, apenas os colégios das redes de Pernambuco e de Goiás ultrapassaram o índice proposto.

O que é Ideb?

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é um indicador de qualidade do ensino fundamental e do ensino médio.

Foi criado em 2005 pelo MEC, que o divulga, desde então, a cada dois anos.

Como o Ideb é calculado?

O Ideb é um índice de 0 a 10, calculado com base em dois fatores:

índices de aprovação/reprovação dos alunos e de abandono dos estudos, medidos no Censo Escolar;

notas em provas de português e de matemática no Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica).

Para ter um bom Ideb, é preciso ter baixas taxas de reprovação e de abandono de estudos, além de resultados satisfatórios no Saeb. Essa avaliação é aplicada sempre no fim de cada etapa escolar: 5º e 9º ano do ensino fundamental, e 3º ano do ensino médio.

Com G1

 

Opinião dos leitores

  1. Analisando apenas as escolas estaduais, responsáveis por mais de 97% das matrículas da rede pública no ensino médio, o resultado de 2019 foi 0,4 ponto maior que de 2017.

  2. Esses partidos se dizem a favor da educação, mas o que se ver é o contrário.
    Estamos nas últimas colocações do PISA, por causa do desastre da esquerda no poder.
    Agora vem a Governadora Fátima, a professora de sindicato que nunca deu aula, e o resultado estamos vendo.
    É um desastre

  3. Não lembro em nenhum momento o RN ter educação de qualidade em se tratando de educação pública.Esse destroço já é histórico.S governadora não poderia resgatar um déficit desse nível.Vamos ter bom senso.partidarismo político a parte.

    1. Quem são os culpados?
      O destroço foi construído pelo o partido a qual você defende, tanto no âmbito federal como no Estadual.
      O PT passou quase 15 anos no poder.
      Aqui no RN vocês foram aliados de Henrique Alves, Garibaldi e Rosalba.
      Inclusive, dois desses foram ministros no Governo do PT.
      Você acabou de entrar em contradição.

      Você precisar estudar mais um pouquinho, não engana mais ninguém.

  4. Ela não consegui explicar onde foi para os 5 milhões. Talvez uma ex professora Bezerra, explique esse resultado na educação,

  5. Fátima incompetente ,mas muito astuta na lábia. Aprendeu com professor Lula.

  6. Fátima muita conversa com pouco resultado. Ela aprendeu com o professor Lula.

  7. O DINHEIRO FO FUNDEB É TODO PARA PAGAR OS PROFESSORES. OQUE SOBRA É UMA MERECA.

  8. Realmente, ainda é um resultado ruim, mas foi o melhor resultado nos últimos 12 anos. Podem pesquisar…fonte: Ideb.inep.gov.br/resultado

  9. E ainda faltam dois longos anos de governo, com RISCO de reeleição para mais quatro. Haja oração (e coração)!

    1. Reeleição????? O povo potiguar errou uma vez elegendo Fátima Bezerra, que vem realizando uma gestão desastrosa, mas não é burro. Não vai cair no"gópi" (é assim que a professora pronuncia a palavra "golpe") outra vez.

  10. Ex professora e dedicação total a educação.
    Kkkkkkkkkkk.
    KD o dinheiro dos respiradores???
    Impeachment Já!!!

  11. E teremos mais dois anos de atraso. Como pode dezenas de gerações de um plano de educação medíocre produzir, sequer, uma alfabetização efetiva, se são décadas de licenciaturas forjadas em TCCs "copie e cole"? Esta pedagoga, que sequer sabe se expressar, está se lixando para uma boa educação das nossas crianças.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Exame do ministro Fábio Faria dá negativo para Covid-19

Foto: Divulgação

Fábio Faria acaba de divulgar que a contraprova de seu exame para Covid-19 deu negativo. O ministro das Comunicações afirmou que, com o resultado, segue trabalhando presencialmente.

Acabo de receber o resultado da contraprova do exame para a Covid-19, o PCR, que deu negativo. Sigo a agenda de trabalho com todos os protocolos de segurança estabelecidos pelo Ministério da Saúde.”

Após Jair Bolsonaro ser diagnosticado com Covid-19 ontem, ministros e auxiliares do presidente se submeteram a testes para confirmar se estão com a doença.

No Planalto, Braga Netto e Luiz Eduardo Ramos tiveram resultado negativo em teste rápido. Mesmo sem terem resultado do exame RT-PCR, que identifica a presença do vírus, eles continuam trabalhando no palácio.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Interessante, todos que tiveram contato direto com o presidente testaram NEGATIVO. Das duas uma, ou o Presidente não está com COVID, ou os que tiveram contato direto com estão sonegando informações.

    1. Há 2 meses o negativo era falso. Agora que é positivo tb é falso

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Após compromissos com Bolsonaro, ministro Rogério Marinho testou negativo para covid-19

Foto: Reprodução/Youtube

Ao menos cinco ministros que tiveram contato com o presidente Jair Bolsonaro começaram a fazer exames para saber se estão com coronavírus. Nesta manhã, os ministros da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira e o da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, fizeram os testes no Palácio do Planalto. Eles se dirigiram ao anexo do prédio, onde funciona o serviço médico e afirmaram não ter sintomas. O resultado de Ramos deu negativo.

O ministro da Casa Civil, general Braga Netto, se submeteu a um teste rápido para a Covid-19 ainda na noite da segunda-feira (6). Segundo auxiliares, o resultado deu negativo. O Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Também testou negativo.

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, foi outro auxiliar que fez o teste, mas ainda aguarda resultados. Ele decidiu verificar se está com coronavírus, pois além dos sintomas apresentados por Bolsonaro, descobriu que um servidor da pasta com quem teve contato também testou positivo para a doença.

O ministro da Defesa está despachando em seu gabinete e, segundo sua assessoria, está adotando “protocolos de distanciamento nos despachos, usando máscara” e outras medidas de precaução.

O vice-presidente Hamilton Mourão, por sua vez, afirmou à CNN que não pretende fazer o exame, pois, segundo ele, seu último contato com Bolsonaro foi na última terça-feira (30), ou seja, há uma semana.

Nesta segunda-feira, mesmo dia em que Bolsonaro sentiu febre e passou por um novo exame de Covid-19, ao menos três funcionários que trabalham diretamente com o presidente também relataram não se sentir bem.

De acordo com Oliveira, o presidente comunicou ontem à noite que estava indisposto mas que irá manter a rotina de trabalho mesmo à distância, caso tenha o diagnóstico confirmado. Há equipamento montado tanto no Alvorada, residência oficial da presidência, quanto no Planalto para videoconferência.

Bolsonaro ainda não ouviu todos os cotados para ministro da Educação. A lista tem quase 10 nomes. As entrevistas devem seguir virtualmente se Bolsonaro estiver com Covid-19.

Também por vídeo, Bolsonaro pretende discutir vetos a projetos que vão ser sancionados nesta semana. Ainda hoje, ele pode sancionar o projeto de lei sobre violência doméstica. Neste caso, não há até aqui sugestão de veto. O texto é de autoria da deputada Maria do Rosário. O Planalto tem até quinta-feira para sancioná-lo.

Opinião dos leitores

  1. Claro q ia atestar negativo se tdo não passa de mais uma armação do Biroliro p não ir depor e promover a cloroquina ?

  2. Se todos que estavam em volta do presidente acusarem negativos…ahhhhhhhh depois veremos o que pode ter acontecido, Realmente esse mito é divino, é tão puro que nem transmite essa doença.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Em meio à pandemia, Banco Central prevê PIB de -6,4% e impacto intenso em comércio e indústria em 2020

O Banco Central (BC) revisou sua projeção para a economia brasileira em 2020 e passou a projetar uma retração de 6,4% no Produto Interno Bruto (PIB). A previsão consta no relatório de inflação, divulgado nesta quinta-feira (25).

A expectativa anterior da instituição, divulgada em março deste ano, era de estabilidade no nível de atividade, ou seja, sem alta nem queda do nível de atividade.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços feitos no país, independentemente da nacionalidade de quem os produz, e serve para medir o comportamento da economia brasileira.

A revisão da estimativa decorre dos impactos da pandemia do coronavírus, que têm interrompido a atividade econômica ao redor do mundo e aumentado o desemprego.

“A projeção para o PIB anual considera que o recuo no segundo trimestre será o maior observado desde 1996, início do atual Sistema de Contas Nacionais Trimestrais [do IBGE]”, informou o Banco Central.

A instituição acrescentou que esperar que essa contração do PIB no segundo trimestre deste ano “seja seguida de recuperação gradual nos dois últimos trimestres do ano, repercutindo diminuição paulatina e heterogênea do distanciamento social e de seus efeitos econômicos”.

Ao detalhar os componentes da estimativa para o PIB de 2020, o BC estimou crescimento de 1,2% da agropecuária, retração de 8,5% no nível de atividade da indústria e recuo de 5,3% no setor de serviços (com o comércio registrando uma contração de 10,8%).

Pelo lado da demanda, a estimativa é de uma queda de 7,4% no consumo das famílias e de 13,8% nos investimentos (formação bruta de capital fixo).

Para o mercado financeiro, o PIB terá uma contração de 6,50% neste ano

O Banco Mundial prevê uma queda de 8% no PIB brasileiro em 2020

O Fundo Monetário Internacional estima uma contração de 9,1% para a economia brasileira

Em 2019, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o PIB cresceu 1,1%. Foi o desempenho mais fraco em três anos. Nos três primeiros meses de 2020, foi registrada uma retração de 1,5% na economia brasileira.

Inflação e taxa de juros

O BC também informou que a sua estimativa de inflação para 2020, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), recuou de 2,6% (em março deste ano) para 2,4%.

Essa previsão considera a trajetória estimada pelo mercado financeiro para a taxa de juros e de câmbio neste ano e no próximo.

Em outro cenário, que considera taxa de juros (Selic) e câmbio estáveis, por sua vez, a previsão do Banco Central para a inflação oficial deste ano recuou de 3% para 1,9%.

As previsões estão abaixo das metas de inflação. Neste ano, a meta central de inflação é de 4% e terá sido oficialmente cumprida se o IPCA oscilar de 2,5% a 5,5%.

Quando as estimativas para a inflação estão em linha ou abaixo das as metas, o BC pode reduzir os juros.

Quando previsões estão acima da trajetória esperada, a taxa Selic é elevada.

Se a meta não é cumprida, o BC tem de escrever uma carta pública explicando as razões.

O mercado prevê que a inflação oficial fique em 1,60% este ano e em 3% em 2021.

Para 2021 e 2022, no cenário de mercado (Selic e câmbio projetados pelos bancos), o Banco Central projetou uma inflação de 3,2% nos dois anos. Em março, no relatório de inflação anterior, as duas projeções estavam em 3,2% e 3,3%, respectivamente.

Sobre a taxa básica de juros, que está na mínima histórica de 2,25% ao ano, o BC informou que o “espaço remanescente para a utilização de política monetária [novo corte nos juros] é incerto e deve ser pequeno”.

“Para as próximas reuniões, o Comitê vê como apropriado avaliar os impactos da pandemia e do conjunto de medidas de incentivo ao crédito e recomposição de renda, e antevê que um eventual ajuste futuro no grau de estímulo monetário será residual”, acrescentou.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. O que vai dificultar é resgatar as empresas falidas nesta pandemia que geraram milhões de desempregados, o governo conseguiu salvar 10 milhões de trabalhadores com medidas de ajuda a micro e pequenas empresas.
    Talvez o que ajude a diminuir a crise é a inflação baixa, juros baixo e superávit positivo, além de estímulo ao trabalho com investimentos do governo tendo como exemplo a lei de saneamento basico que gerará emprego em todo país.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Exame de Toffoli para Covid-19 dá negativo; ministro segue internado

O exame do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, para Covid-19 deu negativo, informou a assessoria da Corte nesta segunda-feira (25).

O boletim médico da equipe que atendeu o ministro divulgado nesta manhã informa que Toffoli vai fazer novos exames para descartar a hipótese de um falso negativo. O ministro está estável, respira sem ajuda de aparelhos e, nas últimas horas, apresentou melhoras nos sintomas respiratórios.

Toffoli foi internado no sábado (23) para passar por uma cirurgia para drenagem de abscesso no sábado (23). Durante a internação, o ministro apresentou sinais que sugeriram possível infecção pelo coronavírus.

Na quarta-feira (20), Toffoli já havia sido submetido a um teste que também deu negativo para coronavírus.

Nesse domingo (24), o STF informou que o ministro ficará de licença médica por 7 dias, podendo ser ampliada dependendo do resultado dos exames. O vice-presidente do STF, ministro Luiz Fux, assumiu a presidência do tribunal no mesmo domingo e comanda a corte até o retorno de Toffoli.

G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Exames de Bolsonaro entregues ao STF deram negativo para coronavírus, atestam laudos

Foto: Adriano Machadfo/Reuters

Laudos recebidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e tornados públicos nesta quarta-feira (13) atestam que o presidente Jair Bolsonaro teve resultado negativo nos exames para o novo coronavírus.

Os documentos só foram divulgados após o jornal “O Estado de S. Paulo” entrar na Justiça pedindo acesso. Os laudos foram registrados com nomes falsos, por questão de segurança. O CPF e a data de nascimento nos papéis são, de fato, de Bolsonaro.

Antes, o presidente já tinha anunciado os resultados negativos em redes sociais, mas se recusava a mostrar os laudos em si.

“Para a realização dos exames foram utilizados no cadastro junto ao laboratório conveniado Sabin os nomes fictícios Airton Guedes e Rafael Augusto Alves da Costa Ferraz, sendo preservados todos dados pessoais de registro civil junto aos órgãos oficiais”, afirma o ofício do Comandante Logístico do Hospital das Forças Armadas, Rui Yutaka Matsuda.

Laudo de um dos exames entregues pelo governo ao STF; presidente usou codinome ao enviar amostra — Foto: STF/Reprodução

O processo chegou ao Supremo Tribunal Federal e, na noite desta terça (13), a Advocacia-Geral da União (AGU) forneceu os laudos ao ministro relator, Ricardo Lewandowski. Os papéis foram mantidos em envelope lacrado e, no início da tarde, Lewandowski determinou a inclusão nos autos, sem sigilo.

“Determino a juntada aos autos eletrônicos de todos os laudos e documentos entregues pela União em meu gabinete, aos quais se dará ampla publicidade”, afirmou o ministro na decisão.

A ação movida pelo “Estadão” foi marcada por idas e vindas. O jornal chegou a receber decisões favoráveis, com a determinação de que o exame fosse entregue em 48 horas, mas o governo conseguiu reverter a ordem no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3).

VEJA MAIS: CODINOMES AIRTON E RAFAEL E O PACIENTE 05 – (FOTOS): Veja os exames negativos de Bolsonaro para Covid-19

O jornal recorreu, então, ao Supremo. Nesta terça, a AGU decidiu entregar os laudos antes mesmo de uma decisão do ministro Lewandowski.

Sequência de testes

O primeiro exame foi feito por Jair Bolsonaro logo após o retorno de uma viagem oficial aos Estados Unidos, em março. Naquele momento, uma TV americana chegou a afirmar que o presidente tinha sido contaminado, sem apresentar documentos.

Ao longo daquele mês, pelo menos 23 pessoas que participaram da viagem oficial testaram positivo para a Covid-19. O primeiro diagnóstico foi do secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, que já voltou ao Brasil isolado no avião e fez o teste após o desembarque.

Dias depois, Bolsonaro repetiu o teste como parte do protocolo de segurança, para evitar um falso negativo motivado pela chamada “janela imunológica”. O presidente voltou a anunciar resultado negativo, sem apresentar qualquer comprovação.

O terceiro exame não foi divulgado pelo presidente em rede social, mas consta na lista de documentos entregues pela AGU.

G1

Opinião dos leitores

  1. 2 coisas :
    1) se deu negativo pra que o imbecil fez esse pantim todo .
    2) porque usa nomes falsos pra fazer os exames ? Porque não queria deixar rastro se desse positivo pra continuar andando em público e trânsito do q doença

  2. O exame era no juízo, que ele não tem. Kkkkkkk
    Esses do covid desmoralizou todos os babacas que estavam lhe perturbando. Isso é particular mesmo, globolixo, folha e os PTralhas se ferraram com essa.

  3. E agora, vão atrás do que?
    Deixem o homem trabalhar, vocês perderam, não falam tanto em democracia, que democracia é essa que só vale pra um lado ?

  4. Outro tapa nas fuças dos idiotas da imprensa aloprada. Qual será o próximo factóide a que estes incompetentes irão se apegar???
    Afinal, o presidente continua firme e forte com seus 60 milhões de apoiadores. Aceita que dói menos…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Mãe do bebê que foi a óbito em Natal-RN em decorrência da COVID-19 testa negativo para a doença

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal, SMS-NATAL, informa que nesta quinta-feira (09), o resultado do exame da mãe do bebê que faleceu com diagnóstico da COVID-19, na capital potiguar, foi liberado pelo LACEN e testou negativo para o novo Coronavírus.

A paciente fará um novo exame chamado sorologia para detecção de anticorpo para COVID-19. A SMS-Natal segue com as investigações epidemiológicas e a sorologia já é um outro passo deste procedimento.

Sorologia é a coleta o sangue do paciente e se refere ao diagnóstico e identificação de anticorpos no soro. A investigação é para saber se a mãe manteve contato com o Coronavírus em algum momento; neste caso terá desenvolvido o anticorpo contra o vírus específico. Após a realização do exame o resultado é liberado em até 24h.

O recém-nascido foi a óbito no dia 07 de abril e o resultado do exame deu positivo para COVID-19. A mãe apresentava quadro de hipertensão, diabetes, obesidade e síndrome respiratória a esclarecer. Ela encontra-se em isolamento domiciliar.

Opinião dos leitores

  1. É lamentável , por essa e outras como a omissão do uip em informar qual medicamento tomou para sua melhora ,que grande parte da população está desconfiada da real contaminação e morte pelo coronavirus.

  2. Como podem fazer esse alarmismo!!!
    Se a mãe ñ tem covid 19, como a criança recém nascido foi testado positivo? E o período de incubação? Foi mega ulta rápido!!!??? Como pode???
    Deveriam fazer todos os exames possíveis antes de divulgar, tirar todas as provas… assim pode evitar questionamentos.
    Fora isso é alarmismo histérico… propagação do caos.

  3. Este governo é uma piada. Fátima bezerra é uma das piores representantes do PT. Muito parecida e talvez gêmea de Dilma. O RN sofre com o desgoverno e falta de administração. Não tem planos, aporte e ainda disseminam o caos com números estapafúdios sobre a epdemia da mesma forma que LuLadrão sempre falou. Deveríamos sim, sair em protesto mesmo que pelas redes sociais contra este governo que quer lacrar os comerciantes e ainda botar a culpa no Governo Federal. Outra coisa, a ajuda de 600,00 foi do Governo Federal e não de Fátima Bezerra. Eita que este partideco de mentirosos e canalhas não perdem a mão. PT=VERGONHA NACIONAL.

  4. Duas causas para esse resultado absurdo:
    1-Incompetencia e má fé do governo estadual através da SESAP. Pessimizar os indicadores exigiria maior empenho e desembolso do gov. federal, já que segundo Fátima o governo estadual está quebrado e ela transfere responsabilidade que também é estadual.
    2-Os exames tem erros fortuitos nos resultado e precisam ser refeitos.

  5. A incompetente da governadora com a palavra cabo Silva, esse secretário está mais perdido que cego em tiroteio.

  6. Toda e qualquer morte agora é, covid-19, e a idosa de Tenente Ananias? Se for a fundo mesmo, nem 40% destas mortes realmente foram covid-19

    1. Acredito que você deveria se aprofundar ao comentar sobre algum assunto. Se a secretária está colocando como COVID, não iriam contabilizar essa morte sem o exame que comprovasse que era mesmo o vírus. Quando se faz registros, tem que ter a prova concreta do fato ocorrido, nada sai apenas de uma suposição.

  7. Isso só pode ser um deboche! Ne, nao? Como é que deixam o GURU CIPRIANO à frente dessa SESAP?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Vereador Ney Lopes Jr. recebe resultado negativo para Covid-19

 

Ver essa foto no Instagram

 

Vereador Ney Lopes Jr. recebe resultado negativo para Coronavírus O Vereador de Natal, Ney Lopes Jr., recebeu, nesta quarta-feira (25), o resultado negativo para o exame de Coronavírus. O diagnóstico confirmado pelos médicos foi de pneumonia, motivo pelo qual o parlamentar procurou o atendimento de saúde. O Vereador deu entrada no Hospital do Coração no último domingo (22). Nesta manhã, ele foi transferido para o apartamento da unidade de saúde, onde permanecerá em tratamento. A internação na UTI foi providência corretíssima recomendada pelo protocolo médico, diante de sintomas que teriam que ser esclarecidos. O diagnóstico negativo do Coronavírus, é recebido pela família e amigos do Vereador como presente de Deus, já que hoje o parlamentar comemora seu aniversário.

Uma publicação compartilhada por Ney Lopes Jr :. (@neylopesjrvereador) em

O Vereador de Natal, Ney Lopes Jr., recebeu, nesta quarta-feira (25), o resultado negativo para o exame de Coronavírus. O diagnóstico confirmado pelos médicos foi de pneumonia, motivo pelo qual o parlamentar procurou o atendimento de saúde. O Vereador deu entrada no Hospital do Coração no último domingo (22).

Nesta manhã, ele foi transferido para o apartamento da unidade de saúde, onde permanecerá em tratamento. A internação na UTI foi providência corretíssima recomendada pelo protocolo médico, diante de sintomas que teriam que ser esclarecidos.

O diagnóstico negativo do Coronavírus, é recebido pela família e amigos do Vereador como presente de Deus, já que hoje o parlamentar comemora seu aniversário.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro confirma oficialmente exame negativo para coronavírus e exibe foto com banana para mídia que publica fake news

 

Ver essa foto no Instagram

 

– HFA/SABIN atestam negativo para o COVID-19 o Sr. Pres. da República Jair Bolsonaro.

Uma publicação compartilhada por Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) em

O presidente Jair Bolsonaro testou negativo para o novo coronavírus, segundo informou o próprio presidente em rede social. Ele começou a ser monitorado desde a manhã de quinta-feira, quando o secretário de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten, foi diagnosticado com a doença.

O presidente Bolsonaro informou o resultado dos exames no Facebook junto de uma foto no qual aparece dando uma banana para jornalistas, em um episódio recente em Brasília.

Opinião dos leitores

  1. UMA ESCOLHA MUITO DIFÍCIL:

    De um lado, o jornalista John Roberts, 63, ex-âncora e correspondente da FOX NEWS na Casa Branca.

    DO OUTRO, Eduardo Bolsonaro, cujo gabinete é suspeito de ajudar na disseminação de fake news.

    EM QUEM devo acreditar?

  2. Tem um jeito do Jair Bolsonaro provar pro Brasil se está infectado ou não de uma vez por todas

    Abre uma live e beija todos os seus filhos na boca de língua e manda um jóia pra câmera

    Duvido
    Prova ae presidente
    Queremos respostas

    1. Acho que você errou de Presidente.
      O presidente e partido que aprova e faz apologia para homem beijar a boca de homem esteve no poder de 2003 a 2016. Perdeu a chance de ficar calado alienado!

  3. Não admiro o destempero do Presidente, mas prefiro um destemperado cuidando da minha casa do que um reconhecido ladrão.
    Verdade que a mídia na ânsia de publicar, publicar e sair a frente, comete injúria, difamação e nunca se redime, isso é verdade. Vamos com calma. Está ficando difícil botar fé no que noticiam….

  4. Em 2022 ele levará banana pq aqueles que nao votaram no PT e votaram nele certamente não votam novamente

    1. Parabéns… Você reproduziu o discurso dos "jornalistas" da Globo com maestria. Papagaio perfeito.

    2. Tenha certeza que votei, e votarei novamente. Só não voto na esquerda. Isso é fato.

    3. Votei e votarei novamente. O jeito dele é esse. Goste quem gostar. Porém não é ladrão como a gangue do PT. E, tenha certeza, continuando assim, a vitória de Bolsonaro será ainda maior. O Partido mais corrupto de nossa história, o PT, está se extinguindo. As viúvas não se consolam. Coitadas!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Queda nas vendas de veículos puxa desempenho do comércio do RN pra baixo

A retração de mais de 5% (exatos 5,2%) nas vendas do setor de automóveis foi determinante para o desempenho negativo do Comércio Varejista potiguar em fevereiro. Segundo dados divulgados nesta sexta-feira, 13.04, pelo IBGE, as vendas no Rio Grande do Norte no segundo mês de 2012 no chamado Comércio Varejista Ampliado registraram queda de 1%.Enquanto isso, no Comércio Varejista Restrito, que exclui os setores de Automóveis e Materiais de Construção, o índice potiguar foi de crescimento de 5,7%. No acumulado do ano, o Varejo Ampliado emplaca alta de 0,9% e o Restrito alta de 2,1%.

Os números ficaram dentro do que era esperado pela Federação do Comércio do Rio Grande do Norte e apontam que de fato os crescimentos registrados em 2012 tendem a ser bem menores que os de 2011. “Já tínhamos dados preliminares de que as vendas do segmento automotivo estavam em queda e que havia uma tendência de estabilidade no setor de Materiais de Construção em fevereiro. Sabíamos que estes dois indicadores iriam pesar muito no dado final. Além disso, com o fraco desempenho do setor turístico, nossas expectativas para o restante do varejo não eram das melhores. Crescer 5,7% neste caso eu até diria que foi uma surpresa positiva para nós”, afirma o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz.

O surpreendente aumento de vendas no varejo restrito teria se dado, segundo Queiroz, sobretudo devido a algumas promoções realizadas pelo varejo e também por questões mais sazonais em alguns segmentos como o de livrarias e supermercados. “Certamente, se tivéssemos conseguido trazer mais turistas para Natal os meses de janeiro e fevereiro teriam registrado números muito melhores”, diz Queiroz. “Basta olharmos para o número de fevereiro de 2011, quando registramos alta de 13,4%”, completa ele.

Para março, a expectativa é de que o percentual de aumento de vendas melhores um pouco na esteira da recuperação dos setores de automóveis e materiais de construção, além dos reflexos dos novos incentivos (redução de IPI) autorizados pelo governo federal (foram incluídos setores como móveis e decoração e prorrogadas as isenções para a chamada linha branca).

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *