Polícia

Alunos são presos após mortes em queda de 4º andar em universidade da Bolívia

Foto: Reprodução

Sete estudantes da Universidade Pública de El Alto em La Paz, Bolívia, foram presos por, supostamente, convocar uma assembleia estudantil que terminou com sete mortos na terça-feira (2), depois que um grupo de pessoas caiu do quarto andar quando uma grade cedeu.

“As investigações realizadas permitiram a identificação de lideranças que incitaram a aglomeração de pessoas e os confrontos que desencadearam os fatos em que 7 estudantes perderam a vida”, informou a polícia no Twitter.

Segundo Agência Boliviana de Informação (ABI), os presos serão acusados de homicídio culposo e lesões graves e gravíssimas. A agência acrescentou que ainda não foram detidas duas pessoas. Não foi especificado se eram alunos.

“A autoridade indicou que a convocação de uma assembleia estudantil violou os regulamentos atuais que proíbem concentrações de massa para evitar a disseminação do Covid-19”, disse a ABI.

Autoridades e professores investigados

O coronel Johnny Aguilera, comandante geral da Polícia, disse que “as autoridades e professores da Universidade Pública de El Alto também estão sendo investigados para estabelecer se há um vínculo com a assembleia estudantil que terminou em tragédia”.

Investigações preliminares indicam que muitos alunos subiram até o local para um curso no Centro de Estudantes da Faculdade de Economia.

Aguilera havia se referido à estrutura afetada pelo incidente na universidade na quarta-feira e disse que faz parte da investigação.

“Consideramos, a priori, que os elementos de fixação que esses guarda-corpos deveriam ter, considerando a altura, são inadequados e insuficientes, pois estão amarrados ao chão, não como uma estrutura, digamos, contundente”, disse o comandante.

Ele também acrescentou que será feita uma análise estrutural.

A Universidade ainda não respondeu ao pedido de comentários da CNN.

O reitor da Universidade, Freddy Medrano, negou nessa quarta-feira que a instituição tenha aprovado a reunião. “De forma alguma permitimos essa aglomeração”, disse Medrano em entrevista coletiva.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO – (IMAGENS FORTES): Sete estudantes morrem após grade de proteção ceder em universidade na Bolívia

Foto: Reprodução/Twitter

Ao menos sete estudantes morreram e outros cinco ficaram gravemente feridos ao despencarem do quarto andar da Universidade de El Alto, na Bolívia, depois que a grade de proteção entre os jovens e o vão livre caiu. Acidente aconteceu nesta última terça-feira (2/3).

O corrimão de metal cedeu por causa da grande pressão causada pelo número de pessoas que tentavam ter acesso a uma assembleia, convocada na manhã da tragédia. A idade das vítimas varia de 20 a 24 anos.

Em vídeos publicados nas redes sociais (veja AQUI em matéria na íntegra) é possível ver o exato momento em que os jovens caem no térreo do prédio, com piso de cimento. Outros, se agarram desesperadamente a colegas, em meio a gritos.

O ministro do Governo (Interior), Eduardo del Castillo, recomendou a abertura de uma investigação sobre o fato.

Correio Braziliense

 

 

Opinião dos leitores

  1. Não feito pra isso. Ficam se aglomerando onde nem em condições normais deveria, aí inventam de aglomerar logo agora, dá é nisso mesmo, morre de COVID, mesmo q indiretamente

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Vírus mortal encontrado na Bolívia é transmissível entre humanos

Foto: Reprodução/Omics

Um vírus encontrado na Bolívia que causa febre hemorrágica com sintomas semelhantes aos do ebola pode ser transmitido entre humanos, afirmam pesquisadores do CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos, em uma publicação divulgada nesta segunda-feira (16).

No documento, que faz parte do relatório anual da ASTMH (Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene), os cientistas detalham evidências de que o mammarenavírus de Chapare se espalhou entre profissionais de saúde no país em 2019.

“Nosso trabalho confirmou que um jovem residente médico, um médico de ambulância e um gastroenterologista contraíram o vírus após encontros com pacientes infectados — e dois desses profissionais de saúde morreram mais tarde”, disse Caitlin Cossaboom, epidemiologista da Divisão de Patógenos e Patologia de Alta Consequência do CDC.

O grupo diz acreditar que fluidos corporais podem carregar o vírus. Ao menos cinco casos da febre hemorrágica causada pelo vírus de Chapare foram registrados no ano passado perto da capital La Paz.

Até então, o único registro desse vírus datava de 2004, justamente na província que lhe deu o nome, a cerca de 600 km a leste de La Paz.

O surto do ano passado deixou autoridades sanitárias locais e regionais em alerta. Pesquisadores do CDC e da Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) imediatamente viajaram à Bolívia atrás de mais informações sobre o vírus mortal.

Eles constataram que o Chapare é da família dos arenavírus, que incluem outros patógenos perigosos, como o vírus Lassa, que mata milhares de pessoas todos os anos na África Ocidental, e o vírus Machupo, que também já atingiu a Bolívia e provocou mortes.

No Brasil, um caso de morte por arenavírus (chamado de Sabiá) foi identificado no ano passado.

Os sintomas da infecção pelo vírus estudado são semelhantes aos do vírus ebola: febre, dores abdominais, vômitos, sangramento nas gengivas, erupção cutânea e dor atrás dos olhos.

Como não há tratamento específico, os pacientes recebem suporte, na esperança de que o corpo consiga se defender do vírus.

Origem

Os pesquisadores tentam agora descobrir qual é o hospedeiro primário do vírus. Algumas provas genéticas compararam o RNA encontrado em humanos com o de roedores, mostrando grande semelhança com a espécie Oligoryzomys microtis.

Esses ratos analisados foram encontrados perto da casa do primeiro paciente do surto de 2019, um trabalhador agrícola que também morreu.

Entretanto, não houve como comprovar, até o momento, que os roedores eram capazes de transmitir o vírus.

Cientistas acreditam que o vírus Chapare esteja circulando na Bolívia há vários anos, mas os pacientes infectados podem ter sido erroneamente diagnosticados como portadores de dengue, uma doença comum na região e que pode produzir sintomas semelhantes.

R7

Opinião dos leitores

    1. Vaqueiro velho, depois que perdeu as tetas da vaquinha estar destilando seu ódio, chora não, ainda faltam 6 anos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

ELIMINATÓRIAS DA COPA: Neymar sente dores na região lombar e pode desfalcar seleção no jogo contra a Bolívia nesta sexta

Foto: © Lucas Figueiredo/CBF/Direitos Reservados

O atacante Neymar não tem presença garantida na estreia do Brasil nas eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, na próxima sexta-feira (9) contra a Bolívia, por conta de dores na região lombar, informou a comissão técnica da seleção brasileira.

O jogador sentiu dores durante treino no centro de treinamento da equipe na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), na última quarta-feira (7), antes da viagem da equipe para São Paulo, local da partida contra os bolivianos.

Neymar iniciou tratamento intensivo, mas a viagem atrapalhou o trabalho da equipe médica. “Ele não conseguiu treinar, relatou dores na região lombar, sem trauma, durante o aquecimento”, disse o médico da seleção brasileira Rodrigo Lasmar.

“Ele teve uma pequena melhora da dor mais intensa. Tivemos deslocamento e isso dificultou um pouco o tratamento”, adicionou.

O técnico Tite deve optar pelo meia Éverton Ribeiro caso Neymar não tenha condições de jogo. “Éverton é um articulador, da construção, um jogador que pensa a última bola, e também um finalizador de média distância”, afirmou Tite.

O treinador surpreendeu ao anunciar a presença do meia Douglas Luiz no possível time titular contra a Bolívia. A expectativa era de que a vaga ficasse com Bruno Guimarães.

O Brasil deve iniciar a partida em São Paulo com a Bolívia com a seguinte escalação: Weverton; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro, Douglas Luiz e Coutinho; Everton Cebolinha, Firmino e Neymar (Éverton Ribeiro).

Na próxima semana o Brasil enfrenta o Peru, em Lima, pela segunda rodada das eliminatórias para a Copa do Catar.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Com contratos de milhões de reais poucos se arriscariam se machucar pela seleção. CERTÍSSIMO!!!!!!! Seleção brasileira é um lixo e a torcida só compra pirataria, muita corrupção e pouco lucro para os patrocinadores.

  2. Esse pipoqueiro não deveria nem ser convocado….Ele não é jogador, é ator e garoto propaganda.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Com três do Flamengo na lista, Tite anuncia convocados para os jogos contra Bolívia e Peru pelas Eliminatórias da Copa

Foto: Pedro Martins / MowaPress

O técnico Tite anunciou nesta sexta-feira a lista dos 24 convocados para os próximos jogos contra Bolívia e Peru, os primeiros da trajetória da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. O treinador chamou o meia Everton Ribeiro e os atacantes Bruno Henrique e Gabigol, do Flamengo.

O atacante Neymar está de volta à lista, depois de ficar fora dos amistosos de novembro do ano passado, contra a Argentina e a Coreia do Sul. O último jogo dele pelo Brasil foi em 13 de outubro, contra a Nigéria (substituído no primeiro tempo, após lesão muscular).

O Brasil enfrentará a Bolívia no dia 27 de março, na Arena Pernambuco, e o Peru, fora de casa, em Lima, no dia 31. A apresentação dos convocados será entre os dias 22 e 23 de março, em Recife.

O goleiro Alisson se machucou durante o treino do Liverpool na manhã desta sexta-feira e ficou fora da convocação. Veja lista:

Goleiros: Ederson (Manchester City), Ivan (Ponte Preta) e Weverton (Palmeiras)

Zagueiros: Marquinhos (Paris Saint-Germain), Thiago Silva (Paris Saint-Germain), Éder Militão (Real Madrid) e Felipe (Atlético de Madrid)

Laterais: Daniel Alves (São Paulo), Danilo (Juventus), Renan Lodi (Atlético de Madrid) e Alex Sandro (Juventus)

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Arthur (Barcelona), Fabinho (Liverpool), Everton Ribeiro (Flamengo), Bruno Guimarães (Lyon) e Philippe Coutinho (Bayern de Munique)

Atacantes: Neymar (Paris Saint-Germain), Roberto Firmino (Liverpool), Richarlison (Everton), Gabriel Barbosa (Flamengo), Bruno Henrique (Flamengo), Gabriel Jesus (Manchester City) e Everton (Grêmio)

Desde os amistosos de novembro até esta sexta-feira, a comissão técnica da Seleção acompanhou 37 jogos, observando 42 possíveis convocados.

Ainda pela punição disciplinar da final da Copa América, Gabriel Jesus está suspenso da primeira partida das Eliminatórias. Só vai poder jogar contra o Peru, em Lima. Justamente o adversário da expulsão no fim da Copa América

Os outros compromissos em 2020 pelas Eliminatórias serão: contra o Uruguai, no dia 8 de setembro; a Colômbia no dia 8 de outubro; a Argentina no dia 13 do mesmo mês; o Equador, no dia 12 de novembro; e Paraguai em 17 de novembro. Confira a relação dos jogos em casa.

Além das Eliminatórias, a Seleção terá neste ano a defesa do título da Copa América. O primeiro jogo pela competição será no dia 14 de junho, contra a Venezuela, em Cali, na Colômbia. O segundo será contra o Peru, no dia 18, em Medellín. O terceiro e o quarto serão em Barranquilla, contra o Catar e a Colômbia, nos dias 23 e 27, respectivamente. O quinto será contra o Equador, no dia 1º de julho, em Bogotá. O Campeonato Brasileiro não vai parar durante a Copa América.

A última vez que o Brasil entrou em campo foi diante da Coréia do Sul, em 19 de novembro, quando venceu por 3 a 0. Desde a Copa do Mundo da Rússia, foram 22 jogos, com 14 vitórias, seis empates e duas derrotas – as duas contra rivais sul-americanos (Peru e Argentina, neste segundo semestre). Neste período, a Seleção conquistou a Copa América.

Globo Esporte

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolívia suspende relações diplomáticas com Cuba

 Foto: Reprodução/Site Cancillería Bolívia

O governo interino da Bolívia suspendeu nesta sexta-feira (24) as relações diplomáticas com Cuba. A decisão foi comunicada pelo chanceler interino do país, Yerko Núñez, que classificou de inadmissíveis as expressões utilizadas pelo chanceler cubano ao referir-se à presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez.

O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, escreveu em sua conta no Twitter, no dia 22, que “a golpista e autoproclamada” presidente interina disse “vulgares mentiras e “deveria explicar ao povo que, após a saída dos médicos cubanos, mais de 454.440 atendimentos médicos deixaram de ser feitos”.

Rodríguez disse ainda que “dois meses sem a brigada médica cubana na Bolívia se traduz em quase 1000 mulheres que não tiveram assistência especializada em seus partos e 5000 intervenções cirúrgicas e mais de 2.700 cirurgias oftalmológicas que não foram realizadas. Não são apenas números, são seres humanos”.

Em coletiva de imprensa hoje, em La Paz, o chanceler boliviano interino afirmou que a decisão de suspender as relações diplomáticas “obedece às recentes e inadmissíveis expressões do chanceler Bruno Rodríguez Parrilla, à permanente hostilidade e constantes queixas de Cuba contra o governo constitucional boliviano e seu processo democrático”.

Agência Brasil

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Brasil estreia contra a Bolívia nas Eliminatórias da Copa 2022; veja sequência de jogos

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil estreia contra a Bolívia nas Eliminatórias da Copa 2022. A definição do confronto foi dada nesta terça-feira em sorteio na Conmebol. O primeiro jogo está previsto para 26 de março.

A CBF levará em conta o adversário do segundo jogo, o Peru, para definir o local da partida de estreia. A ideia é evitar ao máximo deslocamentos grandes na mesma data Fifa.

Era desejo da comissão técnica ter um início de Eliminatórias diante de um adversário mais tranquilo. O sorteio da Bolívia vem a calhar. Na campanha passada, o primeiro jogo do Brasil foi contra o Chile.

No evento desta terça no Paraguai, representaram a CBF o presidente Rogério Caboclo, o coordenador de seleções, Juninho Paulista, e o técnico Tite.

O formato das Eliminatórias segue o mesmo: quatro seleções se classificam diretamente e a quinta colocada disputará a repescagem.

Primeira rodada

Uruguai x Chile

Colômbia x Venezuela

Brasil x Bolívia

Paraguai x Peru

Argentina x Equador

Sequência de jogos do Brasil

Março 2020

Brasil x Bolívia

Peru x Brasil

Setembro 2020

Brasil x Venezuela

Uruguai x Brasil

Outubro 2020

Colômbia x Brasil

Brasil x Argentina

Novembro 2020

Brasil x Equador

Paraguai x Brasil

Março 2021

Chile x Brasil

Bolívia x Brasil

Junho 2021

Brasil x Peru

Venezuela x Brasil

Setembro 2021

Brasil x Uruguai

Brasil x Colômbia

Outubro 2021

Argentina x Brasil

Equador x Brasil

Novembro 2021

Brasil x Paraguai

Brasil x Chile

O Globo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Auditoria da Organização dos Estados Americanos(OEA) comprova fraude na eleição da Bolívia

O pleito fraudado, em 20 de outubro, reelegeu Evo Morales –que, pressionado pelas Forças Armadas após protestos da população, renunciou em 10 de novembro. Foto: Reuters

Quase 45 dias depois de um pleito marcado por idas e vindas e acusação de fraude, a OEA (Organização dos Estados Americanos) concluiu que houve “ações deliberadas para manipular os resultados das eleições” de 20 de outubro na Bolívia, incluindo alteração e queima de atas de votação e falsificação de assinaturas.

As conclusões estão detalhadas no relatório final da entidade, divulgado nesta quarta-feira (4), que afirma que uma série de “ações e omissões” durante o processo eleitoral “impactaram a certeza, a credibilidade e a integridade dos resultados”.

Entre as “ações deliberadas” para interferir no resultado final do pleito, o texto aponta a “paralisação intencional e arbitrária” do sistema eletrônico de divulgação da contagem de votos, o uso de servidores não previstos na infraestrutura tecnológica, aos quais foram desviados dados de “maneira intencional”, e a queima de atas e “mais de 13.100 listas de eleitores” que estavam aptos a votar —o que impede a conferência e a contagem dos votos.

O documento lista ainda uma série de “irregularidades graves”, que os auditores classificam como ações em que “não está claro se houve ou não intenção de manipular” a eleição, mas que certamente causaram “sérias violações” à integridade do processo.

Essas irregularidades incluem a falta de conservação adequada de documentos e o acesso pouco controlado ao sistema eletrônico de dados.

Além desses problemas, os auditores apontam, separadamente, os erros “sem indícios de intencionalidade” e os “indícios” de “comportamentos anormais” que podem também ter comprometido os resultados divulgados.

“As manipulações e irregularidades não permitem ter certeza sobre a margem de vitória [de Evo Morales em relação a Carlos Mesa]. Ao contrário, a partir da esmagadora evidência encontrada, é possível afirmar que houve uma série de operações dolosas destinadas a alterar a vontade expressa nas urnas”, escrevem os auditores.

Pelo Twitter, o ex-presidente Evo Morales, que está asilado na Cidade do México, citou uma análise feita por estatísticos de várias universidades, incluindo as de Harvard e Massachusetts, que, segundo ele, “negam a existência de fraude na Bolívia”, “exigem que a OEA retire suas declarações enganosas” e pedem que a União Europeia “investigue o organismo e rechace o golpe e as violações de direitos humanos” no país.

Na mesma rede social, a autoproclamada presidente interina, Jeanine Añez, escreveu que o relatório final da OEA “comprova as razões pelas quais tivemos que cancelar as eleições e convocar novas”.

O direitista Luis Fernando Camacho, uma das principais lideranças a pressionar pela renúncia de Evo, foi o mais enfático na comemoração: “Confirmado! Hoje foi um dia cheio de bênçãos! Quem disse que seria fácil Mas o que resta é fé!”, publicou também em uma rede social.

Na semana passada, Camacho anunciou formalmente sua intenção de concorrer à Presidência nas próximas eleições, que ainda não foram marcadas pelo governo interino de Añez.

Em novembro, após uma auditoria preliminar, o secretário-geral da OEA, Luis Almagro, já havia pedido a anulação do pleito que deu vitória (e o quarto mandato) a Evo Morales.

Na época, ele instou o governo a convocar novas eleições —mas o então presidente renunciou no dia seguinte, pressionado pelos militares e pelas manifestações nas ruas.

Evo foi substituído pela então senadora Jeanine Añez, que se autodeclarou presidente interina aproveitando o vácuo de poder, mas sem votação formal no Congresso.

Desde as eleições, o país enfrenta uma onda de protestos que deixaram pelo menos 33 mortos e centenas de feridos.

PRINCIPAIS PROBLEMAS APONTADOS PELA OEA

Ações deliberadas de manipulação 
Atos dolosos com objetivo de fraude.
Relatório cita atas de votação queimadas, assim como listas de eleitores habilitados, o que impediu a comparação entre os votos de cada eleitor e o que foi computado na contagem

Irregularidades graves 
Dolo não é claro, mas atos viabilizam fraudes.
Houve desvio de algumas atas no percurso entre a seção e o centro de apuração

Erros 
Equívocos ou negligência que podem ter facilitado a manipulação.
Em ao menos 37 atas, o número de votos era diferente do número de pessoas que votaram

Indícios 
Análises estatísticas que apontam resultados improváveis.
Na apuração dos 5% finais, o número de votos a favor de Evo Morales aumentou de forma ‘massiva e inexplicável’

Folha de São Paulo

 

Opinião dos leitores

  1. Fico imaginando como não foi na Venezuela .O pilantra do Maduro não aceitou auditoria na eleição,pq a mesma estava podre de tanta fraude…

  2. Onde essa esquerdalha está é corrupção, roubo e fraude. Só Aqui que o comandante é o mais honesto do mundo, memo assim os EUA patrocinou, infiltrando Palocci, Delcídio Amaral, Odebrecht, oas, Camargo correia e jbs… E outros que denunciaram o luladrão, mas ele é inocente. Kkkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Gravação mostra Evo Morales organizando conflitos na Bolívia

O ministro de Governo da Bolívia, Arturo Murillo, divulgou na manhã de hoje um vídeo que mostra um sindicalista identificado como Faustino Yucra Yarwui conversando ao celular supostamente com o ex-presidente Evo Morales, que está no México, informa a Crusoé.

Na conversa, Morales dá orientações sobre como cercar a capital La Paz, que está sofrendo com a escassez de combustível e de alimentos.

“Evo Morales está empregando as mesmas técnicas que utilizou antes de se tornar presidente. Ele sempre agiu assim e é muito fácil para um boliviano reconhecer sua voz”, disse à Crusoé o economista e analista político Hugo Marcelo Balderrama, da cidade de Cochabamba. “Morales quer passar a mensagem de que a única maneira de o país poupar o derramamento de sangue e ter estabilidade é com ele no governo.”

Leia:

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. CRITICAM A DITADURA DOS OUTROS E PEDEM A DITADURA AQUI, INCLUSIVE ELOGIANDO A DITADURA DO CHILE E SEU DITADOR SANGUINÁRIO.
    DÁ PRA ENTENDER O NÍVEL DE IGNORÂNCIA E ALIENAÇÃO DE QUEM ELOGIA A DITA DURA DE UNS E CRITICA A DE OUTROS.
    QUER DIZER QUE A DITA DURA DOS OUTROS É RUIM, BOA É A NOSSA?
    ASSIM NÃO CRITIQUE A DITADURA IMBECIS TELEGUIADOS. CRITIQUE APENAS OS OUTROS. DEIXEM DE SER TAPADOS.

  2. Esses pilantras ditadores são assim: covardes que só acham que o mundo gira em torno de si! Pq não foi se refugiar em Cuba? Na Venezuela?

    1. Exatamente, TODOS os ditadores são pilantras : os de esquerda e os de direita. Por essas e outras é que devemos sempre lutar pelas instituições e pela democracia irrestrita, sempre !

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Brasil reconhece nova presidente interina da Bolívia

Foto: REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

O governo brasileiro reconheceu a senadora Jeanine Áñez como nova presidente da Bolívia. Em publicação no Twitter, o Ministério das Relações Exteriores saudou a determinação de Jeanine em trabalhar pela realização de novas eleições e diz que quer aprofundar a “fraterna amizade” entre Brasil e Bolívia.

“O governo brasileiro congratula a senadora Jeanine Áñez por assumir constitucionalmente a Presidência da Bolívia e saúda sua determinação de trabalhar pela pacificação do país e pela pronta realização de eleições gerais. O Brasil deseja aprofundar a fraterna amizade com a Bolívia”, diz a publicação.

A senadora do partido oposicionista Unidad Demócrata declarou-se presidente da Bolívia nesta terça-feira (12). “Assumo imediatamente a Presidência”, disse Jeanine, embora a bancada do MAS, partido liderado pelo ex-presidente Evo Morales, não estivesse presente no Congresso. Morales chegou ontem ao México, país que lhe concedeu asilo político após a renúncia à Presidência da República.

Jeanine Áñez anunciou que decidiu “assumir imediatamente” a presidência da Bolívia, em seu novo status de líder do Senado, depois de considerar que no país havia uma situação de vacância, devido à renúncia do ex-chefe de Estado, Evo Morales, e do vice-presidente Álvaro García Linera.

Também renunciaram aos cargos os presidentes do Senado e da Câmara e o primeiro vice-presidente do Senado. Como segunda vice-presidente da Casa, Jeanine Áñez entendeu que cabia a ela assumir o posto deixado vago por Morales.

Agência Brasil

 

Opinião dos leitores

    1. Juvenal, grandiosismo alienado, o cultivo da folha da coca nessa região é cultura milenar; desde os povos pré-colombianos entendeu!!!!!!!. O seu comentário é travestido de preconceito com um presidente de origem clássica pré-colombiana. Agora, se Evo Morales errou, que PAGUE A CONTA.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Bolívia sofre com o maior incêndio de sua história recente, com 500 mil hectares de vegetação destruídos

Bombeiros combatem o fogo em Robore, na província de Santa Cruz, na Bolívia — Foto: Divulgação/Ministério Defesa Bolívia

A Bolívia sofre com o maior incêndio de sua história recente. Uma área de pelo menos 500 mil hectares já foi consumida pelo fogo. A nuvem de fumaça que sai de Roboré, município do departamento de Santa Cruz, chegou, inclusive, a cidades brasileiras que ficam perto da fronteira boliviana. O presidente Evo Morales, que está em campanha eleitoral, rejeitou o apoio internacional para controlar as chamas, e vem recebendo críticas da oposição.

Os primeiros focos do incêndio foram detectados há 16 dias. O fogo atinge pelo menos dez povoados do município Roboré, no sudeste boliviano, quase na fronteira com o Brasil. A cidade abriga um dos mais emblemáticos parques do país, onde há uma rica fauna e flora. Nas imediações também está a Chiquitanía, como são chamadas as Missões Jesuíticas na Bolívia.

Há suspeitas de que as queimadas, promovidas pelos agricultores com a justificativa de preparar a terra para a lavoura, tenham saído do controle e alastrado o fogo. Dados não-oficiais apontam que o fogo devastou uma área equivalente a 500 mil campos de futebol. O clima seco e os ventos fortes típicos desta época do ano podem ter ajudado a espalhar as chamas.

Até o momento não há perdas humanas por causa do incêndio, mas os animais sofrem com o fogo e o calor. Ainda não foi possível determinar o impacto dos danos materiais.

Em alguns setores os moradores tiveram que ser evacuados. Por causa da péssima qualidade do ar, as aulas foram interrompidas. A fumaça afeta, inclusive, regiões do Brasil e do Paraguai que ficam perto da fronteira boliviana. Não há previsão de quando será possível extinguir o incêndio.

Com informações do G1

 

Opinião dos leitores

  1. Pablo Vittar, junto com médicos guerrilheiros Cubanos, colocou fogo na Amazônia com Coquetel Molotov de Mamadeira de Piroca para espalhar fumaça GLSBT para transformar o Brasil em uma nação Gay!

    O Mito vai nos salvar!

  2. Incêndio de 500 mil hectares na Bolívia e cadê a turma do PT e ONGs ambientalistas pra dizer que a culpa é do Evo Morales?

  3. nao vai demorar muito, os ambientalistas vão colocar a culpa em bolsonaro, pelas queimadas na bolivia

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Bolívia: comunidade ordena que menina de 13 anos se case com seu estuprador

Uma menina boliviana de 13 anos, grávida de oito meses, se casou por ordem das autoridades de uma comunidade camponesa com o homem de 28 anos que a estuprou, denunciou nesta sexta-feira (3) a Defensoria Pública na cidade de Tarija, no sul do país.

A representante da Defensoria em Tarija, Gladys Sandoval, disse à Agência Efe que as autoridades da comunidade de São Jacinto Norte, perto da cidade de Tarija, decidiram que a adolescente deve se casar com seu agressor, após realizar uma reunião com as famílias dos dois.

A menor foi estuprada quando tinha 12 anos, está perto de dar à luz e há duas semanas seu casamento foi celebrado por uma decisão da comunidade, segundo a denúncia de Sandoval.

Os dirigentes do lugar determinaram que fosse realizado o casamento civil e argumentaram à Defensoria que a menina deu consentimento para a relação sexual e que atualmente vive com o homem que a violou na casa dos pais dele.

Sandoval enfatizou que o suposto consentimento para um casamento após o estupro não tem valor legal e é mais grave ainda que uma comunidade possa fazer recomendações para que vivam juntos.

As autoridades das comunidades indígenas e camponesas na Bolívia têm prerrogativas para tomar decisões sobre conflitos internos, mas não podem fazer recomendações para encobrir delitos como este, destacou Sandoval.

A menor disse sentir apego pelo homem e não querer se separar dele, mas esses sentimentos foram condicionados pela agressão que sofreu e pela gravidez, acrescentou Sandoval.

A promotoria de Tarija investiga a denúncia de estupro, qual notário casou os dois e com qual documentação, e também emitirá medidas de proteção para a menor para evitar que tenha mais problemas, quando está prestes a ter seu bebê.

O Código de Família da Bolívia estabelece que a idade mínima para se casar é 18 anos, excepcionalmente aos 16 anos se houver autorização por escrito dos pais ou dos responsáveis legais.

UOL

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Advogado diz que torcedores brasileiros presos na Bolívia já foram libertados

Os cinco torcedores brasileiros detidos na Bolívia desde fevereiro já foram libertados, informou hoje (24) o advogado Davi Gebara Neto, da Gaviões da Fiel, torcida organizada do Corinthians. De acordo com Gebara, os corintianos “já saíram e já estão em procedimento de retorno”. O advogado não soube precisar, no entanto, quando os torcedores chegarão ao Brasil.

Os cinco torcedores fazem parte do grupo de 12 corintianos que foram acusados pela morte do adolescente boliviano Kevin Spada, atingido por um sinalizador, durante um jogo entre o Corinthians e o San José, válido pela Taça Libertadores da América, em Oruro, na Bolívia. Os outros sete acusados foram libertados no início de junho.

Todos os presos negam o envolvimento na morte de Spada. Menos de uma semana depois do incidente, um adolescente, sócio da Gaviões da Fiel, apresentou-se à Justiça brasileira como autor do disparo do sinalizador. Segundo o advogado da torcida, a apuração do caso deve continuar na Justiça brasileira. “Resta à Justiça brasileira fazer o procedimento investigatório”, ressaltou.

O Ministério da Justiça do Brasil informou hoje que a Justiça boliviana em Oruro emitiu um relatório conclusivo sobre uma doação de US$ 50 mil feita pelo Corinthians à família de Kevin. Depois da doação, era esperada a soltura dos cinco torcedores envolvidos no caso. “Esse tipo de composição só tem sucesso após um diálogo cuidadoso, que permite aos envolvidos compreender os benefícios da Justiça Restaurativa”, disse defensor público-geral boliviano, Haman Córdova, conforme nota do Ministério da Justiça.

Por isso, acrescentou Córdova, o Ministério da Justiça atuou como facilitador nesse diálogo, com o apoio da Defensoria Pública da União e da embaixada brasileira na Bolívia. Os representantes do governo brasileiro estiveram na Bolívia nas últimas três semanas para negociar a libertação dos torcedores presos.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Corinthians cogita recorrer à Fifa contra a Conmebol

O Corinthians cogita acionar a Fifa caso a Conmebol mantenha a punição de vetar a entrada de torcedores na Libertadores em sua decisão final, que sairá em até 60 dias. E fez disparos contra a entidade máxima sul-americana.

Roberto de Andrade, diretor de futebol, apresentou um dossiê que o clube fez, acusando a Conmebol de conivência com infrações cometidas por outros clubes.

“O regulamento [da Libertadores] tem validade até a página dois. Depois, as decisões são políticas na Conmebol”, disse o dirigente, contando que o Corinthians havia já apontado à entidade que Oruro não poderia receber o jogo pela falta de estrutura do aeroporto local.

“Recebemos uma resposta muito mal-educada de que teríamos de jogar lá. Quando começa errado, a chance de acabar errado é grande.”

Atrás dele, imagens de outros jogos desta mesma edição da Libertadores mostravam milhares de sinalizadores nas arquibancadas e até o episódio em que um bandeirinha foi atingido por uma pilha em jogo do Millonarios.

“E o que aconteceu com os outros clubes? O Millonarios só seria punido se o bandeirinha morresse? O Corinthians exige que a Conmebol cumpra o regulamento para todos. Até quando vamos suportar essas coisas e ficarmos quietos?”, afirmou Andrade.

Nesta terça-feira, a Conmebol confirmou a decisão preliminar de vetar a entrada dos corintianos. O clube prepara agora a defesa para o julgamento. “É uma possibilidade [recorrer à Fifa], mas vamos aguardar.”

Tite também esbravejou. Afirmou que, a partir de agora, vai denunciar todo e qualquer tipo de hostilidade e violência que vir a sofrer.

“Não podemos deixar que situações iguais aconteçam. Isso eu vou fazer, vou denunciar qualquer situação que seja ruim, como pimenta nos olhos, como já sofremos contra o Emelec [em 2012], ou outras situações. Vou abrir a boca mesmo, não vou aguentar cusparada no pescoço.”

O Corinthians, por nota, pediu que os torcedores não tentem ir ao Pacaembu –a Conmebol prevê punição ao clube em caso de problemas com a torcida mesmo fora do estádio. Também em nota, as principais torcidas organizadas informaram que não pretendem seguir até a arena.

Jogos da Libertadores com portões fechados não são novidade. Em 1989, o Sport Marítimo, de Caracas, recebeu Bahia e Inter sem torcedores. O motivo, porém, foi a turbulência política à época.

Folha

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Direito de mastigar folha de coca na Bolívia é reconhecido pela ONU

A Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceu o direitos dos bolivianos de mastigarem a folha da coca, dentro das fronteiras do país, sob o argumento de que é uma prática cultural. A prática denominada “acullico” é usada para fins medicinais e rituais indígenas. O reconhecimento entra em vigor no próximo dia 10.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, destacou a iniciativa da ONU, ressaltando que é um “reconhecimento internacional da identidade do povo boliviano”. O governo da Bolívia tenta a descriminalização da plantação de coca, argumentando que faz parte da tradição dos povos indígenas da região.

Morales disse que apenas 15 países se opuseram à iniciativa. Mas, segundo ele, 169 votaram a favor da proposta de reconhecimento da comunidade internacional sobre a mastigação da folha de coca. De acordo com ele, pela primeira vez, o governo boliviano conseguiu o reconhecimento. “Não foi uma tarefa fácil”, ressaltou.

O presidente lembrou que, entre 2011 e 2012, o país perdeu uma batalha com a alteração proposta na ONU e que foi rejeitada. A aprovação da iniciativa será comemorada hoje (14) com uma manifestação em Cochabamba.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Dois brasileiros suspeitos de matar três bolivianos são queimados vivos

LA PAZ – Dois cidadãos brasileiros suspeitos de matar a tiros três bolivianos foram queimados vivos por centenas de manifestantes em San Matías, na fronteira com o Brasil, informou o jornal “La Razón” e a rede de televisão Uno.

Os brasileiros Rafael Max Diez e Jefferson Castro Lima foram retirados à força de uma delegacia, por cerca de 300 moradores de San Matías, que jogaram gasolina e atearam fogo para queimá-los vivos, segundo um jornalista da TV Uno.

A dupla era suspeita de matar a tiros, na segunda-feira, os bolivianos Paulino Parabá Ramos, 33 anos, Banderley Costas Parabá, 27, e Edgar Suárez Rojas, 26. Os dois brasileiros foram detidos na tarde de terça-feira, na região de Fátima.

Segundo o chefe policial de San Matías, Edwin Rojas, Rafael teria disparado contra os bolivianos Pablo Parava, Wanderley Costa e Edgar Suárez após uma discussão sobre o preço de duas motocicletas. Jefferson Lima foi preso por suspeita de ser cúmplice do triplo homicídio.

Depois da divulgação da notícia da captura dos supostos autores do crime ocorrido na segunda-feira, centenas de pessoas protestaram nas ruas de San Matías para exigir vingança.

– Quando a população tomou conhecimento do fato, foi até o posto policial, invadiu o local e arrancou os homens à força. Foi impossível controlar tanta gente – disse Grover Ramos, oficial da Força Especial de Luta contra o Narcotráfico (FELCN).

A cidade de San Matías conta com apenas dez policiais.

Fonto: O globo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *