FOTO E VÍDEO: Bombeiro brasileiro que ajudou em resgate de ciclone nadou em rio em Moçambique com crocodilos

Bombeiro trabalhou em Moçambique, na África. Foto: Reprodução / Record TV Minas

Bombeiros que trabalharam nos resgates em Brumadinho, na Grande BH, ficaram mais de um mês em Moçambique, quando o país africano foi devastado por dois ciclones. Estes heróis mineiros ajudaram a população e trouxeram histórias de muito trabalho, mas principalmente da emoção de ajudar um povo, que não tem o básico para sobreviver.

O Sargento Lázaro Rodrigues conta que, em Moçambique, se dispôs a nadar em um rio cheio de crocodilos para salvar a vida de dois homens.

— Eles já estavam a 12 horas na água fria, a casa deles estava debaixo de água. Alguns colegas ficaram preocupados e perguntaram se tinham crocodilos no rio e o pessoal de lá confirmou que tinha.

Quarenta bombeiros foram para Moçambique no dia 29 de março, para ajudar vítimas do ciclone Idai, que deixou mil mortos. Primeiro eles foram para a cidade de Beira onde ajudaram a população a voltar a ter uma vida normal, conforme conta o capitão Kleber Castro.

— Levamos água, comida, montagem de tendas e barracas nos locais isolados.

O grupo ficaria 20 dias no país, mas a Onu (Organização das Nações Unidas) reconheceu o valor do trabalho prestado e solicitou que os militares ficassem mais tempo.

Enquanto isso, um segundo ciclone ainda mais violento, categoria 4, de 250 km/h era esperado na cidade de Pemba. Eles deslocaram para lá e fizeram trabalho de salvamento.

Na volta ao Brasil, os militares foram recebidos no aeroporto como verdadeiros heróis. Para o capitão Castro, o reconhecimento foi maravilhoso.

— Chegar e ver a família, ter a recepção do nosso comandante e do governador, de toda a comunidade. Para nós foi uma honra muito grande.

O sargento Leonardo Costa foi aguardado pela esposa com quem é casado há dois anos. Assim como para os outros bombeiros, para ele foi um alento. O sargento recorda da realidade triste das pessoas daquele país pobre.

— A gente vê pessoas morrendo por coisas básicas, coisa que aqui a gente joga fora, como comida e água. É algo que dói muito porque a nossa realidade aqui é de uma riqueza que não dá pra mensurar.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Barbosa Santos disse:

    Pelo rarefeito grau de inteligência, eu não divulgaria isso para ninguém que nadei num rio com crocodilos.

Seis pessoas integrantes da mesma família são salvas de afogamento na praia de Areia Preta

Por pouco a manhã desta quinta-feira (2) em Natal, não terminou em tragédia para uma família que curtia a praia de Areia Preta. Não ocasião, seis pessoas foram vítimas de afogamento e foram resgatadas por banhistas e surfistas do local.

Segundo informações de populares, os familiares, entre eles um casal, três filhos e a namorada de um deles foi surpreendido por uma correnteza e precisaram da ajuda providencial de heróis anônimos. Após o susto, as vítimas ainda tiveram o auxílio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. naara disse:

    Eu agradeço a Deus, são minha familia, meu irmão sua esposa e seus filhos. Obrigada Senhor pelo livramento..

Sesap e Sesed realizam megaoperação para salvar jovem com pancreatite em Caicó

A Secretaria de Saúde Pública do Estado (Sesap) realiza uma megaoperação na tarde desta sexta-feira (9), para o “resgate” de um jovem identificado como Rafael da Silva Brito, de 23 anos, internado no Hospital Regional de Caicó, com pancreatite aguda, e teve uma piora no quadro nos últimos quatro dias, sendo necessário um atendimento especial na região metropolitana de Natal

Segundo o tenente Christiano Couceiro, do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, um helicóptero da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social(Sesed) partiu de Natal até Caicó no início desta tarde. No aeroporto local estão posicionados bombeiros da cidade e uma equipe da Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)

A previsão é que o paciente chegue à capital por volta das 16h, e seja encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o Hospital Regional Deoclécio Marques, em Parnamirim.

Pai e filho são resgatados após passarem 40 anos na selva

PADRE E HIJO ENCONTRADOS EN LA SELVA TRAS LLEVAR 40 AÑOS DESAPARECIDOSBombeiros resgataram na quarta-feira (7) um vietnamita e seu filho que viviam isolados na selva do centro do país desde uma noite de 1971 em que sua casa foi bombardeada, informam nesta quinta-feira (8) os veículos locais.

No bombardeio, que aconteceu durante a Guerra do Vietnã, a mulher do vietnamita e duas crianças morreram. Desesperado, ele pegou um dos filhos que sobreviveram e fugiu.

Ho Van Thanh e seu filho Ho Van Lang viviam em uma cabana de madeira que construíram em uma árvore e aonde chegaram ontem as autoridades para devolvê-los à civilização, segundo o jornal Thanh Nien.

A equipe de resgate, que precisou entrar 40 km na selva da Província de Quang Ngai, os encontrou usando tangas e portando armas e utensílios que fabricaram com o que encontravam na região.

Perto da casa havia uma pequena horta, com que complementavam os frutos que colhiam e a caça. Também plantavam e fumavam tabaco.

Em um cantinho da cabana, o veterano ainda guardava as calças militares que vestiu durante a Guerra do Vietnã.

Os dois se negavam a voltar

Há 30 anos o paradeiro dos dois foi descoberto, quando outro filho, o caçula, se salvou do bombardeio, cresceu com um parente e, em 1983, conseguiu encontrá-los com a ajuda de um tio.

No entanto, apesar de todas as insistências, ele nunca conseguiu convencê-los a abandonar a selva. Ele voltou várias vezes desde então, inclusive acompanhado por pessoas com maior autoridade, para tentar dissuadi-los e para levar roupas e itens de difícil acesso, como óleo e sal.

Pai e filho chegaram a fugir e se esconder quando tentavam pegá-los à força, e a roupa e utensílios que lhes levavam estavam em uma bolsa, praticamente intactos.

Ontem, Ho Van Thanh, agora com 82 anos e frágil demais para andar, foi finalmente transportado em uma rede de volta à civilização.

R7

Angústia e revolta: Recém-nascido é resgatado de cano de esgoto na China

281114-970x600-1

Bombeiros na China resgataram um bebê recém-nascido preso dentro de um cano de esgoto ligado a uma privada. Moradores de um edifício na cidade de Jinhua, na província chinesa de Zheijang, chamaram equipes de resgate no sábado, assim que ouviram o choro do bebê.

Os bombeiros tentaram puxar o bebê do cano, mas não conseguiram e acabaram serrando um pedaço do cano e levando-o, com o bebê dentro, para um hospital.

Uma vez lá, o cano de dez centímetros de diâmetro foi cuidadosamente desmantelado por médicos e por bombeiros, a fim de que o bebê pudesse ser retirado. Segundo relatos, a criança agora está em condição estável. Há suspeita de que o bebê teria sido jogado na privada.

Segundo o correspondente da BBC em Pequim, Martin Patience, a polícia está tratando o caso como uma tentativa de homicídio e está em busca dos pais.

A agência de notícias Associated Press informou que o bebê foi chamado de Bebê Número 59 –em homenagem ao número da incubadora do hospital para onde foi levado.

INDIGNAÇÃO

Vários visitantes chegaram ao hospital com suas contribuições de fraldas, roupas de bebê e leite em pó.

O caso gerou uma onda de indignação na rede social chinesa weibo, uma espécie de híbrido entre o Twitter e o Facebook.

“Os pais que fizeram isso têm corações ainda mais sujos do que aquele cano de esgoto”, afirmou um dos usuários da rede social, citado pela agência Reuters.

“Será que essas pessoas podem ser chamadas de seres humanos?”, afirmou outro usuário, citado pela agência de notícias France Presse.

A China conta com leis de planejamento familiar rígidas, com a política de um só filho por família em vigor há mais de três décadas.

Existem diversas exceções às regras, mas casais podem sofrer uma série de multas caso não estejam entre os que estão isentos de cumpri-las.

O país também já registrou diversos casos de bebês nascidos fora do casamento e de bebês do sexo feminino abandonados, devido a uma tradicional preferência por bebês do sexo masculino.

Brasileiro é resgatado no Peru; outro continua desaparecido

Foi encontrado com vida, no último sábado, o brasileiro Claudinei Monteiro, 27, que estava desaparecido desde a quinta-feira (10).

Segundo informações da imprensa peruana, Claudinei foi encontrado em uma fenda de 300 metros de profundidade na montanha Churup, no parque nacional de Huascarán, na província peruana de Huaraz.

O brasileiro apresentava lesões pelo corpo e foi levado para um hospital de Huaraz.

O Itamaraty confirmou a informação sobre o resgate e afirmou que a família está sendo contatada.

EXCLUSIVO: Blog do BG revela detalhes do sequestro e resgate de Popó Porcino

Passado o susto, o BLOG do BG revela agora alguns detalhes – parte deles exclusivos –  a cerca do sequestro  e resgate de Porcino Fernandes da Costa Segundo, o Popó Porcino, libertado ontem de um cativeiro na praia de Pitangui, litoral Norte.

As informações foram obtidas a partir de fontes confiáveis e revelam o comportamento da família durante os 37 dias de sequestro e os artifícios usados pelos bandidos para driblar qualquer rastreamento feito pela polícia.

Um primeiro detalhe é que os cinco sequestradores –  um foi morto na operação, outro ferido e os demais presos – utilizaram durante o tempo em que ficaram com o filho do empresário Porcino Júnior 60 chips de celular de várias operadoras.

Ao todo, os sequestradores fizeram nove contatos com a família. O primeiro foi no dia 1º de julho, quase 15 dias depois do sequestro efetuado durante a vaquejada de Ceará-Mirim, no dia 17 do mês anterior.  Os últimos três contatos foram feitos ontem mesmo entre 7h e 10h40.

Em todo o tempo, eram os próprios pais do garoto que negociavam diretamente com os sequestradores. Porém, não estavam desassistidos. Um profissional especialista em momentos críticos foi contratado em São Paulo e auxiliou a família durante o processo.

Um novo contato entre parentes e sequestradores estava agendado para as 18h de ontem. Neste telefonema, seria combinado local e detalhes como seria pago o resgate. Num primeiro momento, havia sido pedido R$ 10 milhões, mas a esta altura o valor exigido em troca da liberdade de Porcino já estava fechado em R$ 1,5 milhão.

A Juíza Valentina Damasceno autorizou escutas no telefone de Popo e rastreamentos na internet. Foram mais de 1000 horas de gravações rastreadas autorizadas pela justiça.

A autorização de rastreamento foi estendida à delegada Sheila Freitas também durante madrugadas e finais de semana para que a investigação tivesse mais chances de rastrear chips suspeitos.   O telefone dos familiares, inclusive, foram todos grampeados.

A polícia acredita que a quadrilha não é formada apenas pelos cinco integrantes identificados ontem. Entre os encontrados na Casa, o que foi alvejado e morto, Cabeça, era o único que fazia ameaças constantes ao garoto. Porcino foi encontrado acorrentado.

É lamentável, mas algumas pessoas ligaram passando trote para a família durante o período de aflição.

Dupla invade hospital em Parnamirim para roubar armas e atira em vigilante

Dois homens, ainda não identificados, trocaram tiros com os vigilantes do hospital Deoclécio Marques, esta madrugada (29), em Parnamirim, e roubaram as armas deles.
De acordo com policiais do 3° BPM, a dupla chegou no hospital perguntando por um paciente, conhecido apenas como “Bracinho”, uma das três vítimas baleadas pela manhã, em uma suposta briga no trânsito. E diante da negativa dos vigilantes, atiraram nas pessoas que estavam na recepção do hospital.
Mesmo assim a polícia afasta a possibilidade de tentativa de resgate de algum preso e trabalha com a hipótese de assalto as armas dos vigilantes.

Segundo o tenente Faria, oficial de operações do 3° BPM, houve troca de tiros, um dos vigilantes foi atingido na perna e os acusados conseguiram fugir levando as armas dos vigilantes.

A polícia ainda não confirma a ligação entre a suposta briga no trânsito pela manhã e a troca de tiros no hospital à noite.

Fonte: Nominuto