Uber deve pagar 13º e férias a motorista, determina Justiça do Trabalho

(Bloomberg/Bloomberg)

A Justiça do Trabalho de São Paulo aceitou parcialmente o pedido que reconhece o vínculo empregatício entre motorista e a Uber. A juíza do Trabalho substituta Raquel Marcos Simões analisou os requisitos para a caracterização do vínculo empregatício entre ambos e decidiu que a empresa deverá pagar ao motorista o aviso-prévio, 13º salário, férias acrescidas de 1/3 e recolhimento do FGTS, acrescido da indenização de 40%, no período compreendido entre junho de 2016 a fevereiro de 2018.

Na decisão, a juíza reforça que a Uber não é apenas uma empresa de tecnologia, uma vez que não se recebe qualquer receita decorrente da licença de uso de seu software, cedido de forma gratuita aos clientes e motoristas. “Considerando que não há no negócio da ré remuneração pela licença de uso do aplicativo, cabe perquirir sobre qual a natureza da receita auferida pela Uber, que é cobrada dos motoristas”, afirma Raquel.

Leia matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juliano bugueiro disse:

    A justiça do trabalho só gera desemprego.

  2. Elissandro Alves disse:

    Esta empresa entrou pela porta dos fundos, infringindo várias leis, colocou taxitas e motoristas de carros particulares em guerra. A população aceitou a entrada pelo preço, mas hoje está vendo que a realidade é outra, Eles abusam do preço nas tarifas dinâmicas e também na questão da segurança dos usuários. Os grandes centros urbanos cada vez mais congestionados de veículos de outros municípios, que só procuram as capitais para trabalhar, causando uma insustentabilidade entre eles mesmo. Eliminando empresas de transportes em massa como os ônibus e vans escolares. O impacto ambiental também é um dos problemas gerado por esses aplicativos de veículos particulares, sem falar no sistema escravocrata que eles operam, levando 25% dos ganhos e só pagam 1% para algumas prefeituras.

    • JL disse:

      O mundo mudou, por isso que esse país não vai pra frente. Justiça do trabalho só atrapalha. 80% dos casos que vão a justiça do trabalho e fraude entre advogados e empregados.

      Tomara que as empresas de aplicativo feche e que o transporte individual seja como antes.

      Ônibus pra pobre e taxi pra rico. Por que antes do Uber quem andava de táxi?

    • Josenilton Martins disse:

      Concordo plenamente com vc Elissandro Alves!👏👏👏

  3. Wilson disse:

    O que vai acontecer é que a UBER vai sair do Brasil. Não é Isso que eles querem? Parece que é melhor ter carteira de trabalho assinada e estar desempregado, do que não ter e estar empregado. Por isso é que trabalhadores do mundo todo vem para o Brasil para usufruir dos nossos direitos trabalhistas.

  4. Luciana Morais Gama disse:

    A Justiça do Trabalho está ultrapassada. O mundo mudou, menos eles.

  5. Manoel disse:

    Essa decisão cai facilmente nas instâncias superiores…

  6. Ivan disse:

    O cara trabalha se quiser, no dia que tem vontade, na hora que quiser…seleciona as viagens que quer fazer, depois entra na justiça do trabalho atrás de vínculo empregatício???? Esse país vive em que século??? Ah atraso sem fim…

  7. mane disse:

    Pronto.. vou processar o Estado, a Uniao ou prefeitura pelo meu 13 salario, afinal trabalho produzindo impostos pra manter esses entes e mereço estabilidade.

  8. paulo disse:

    BG
    O cidadão que gera emprego nesta republiqueta é um tremendo de um OTÁRIO, legislação capenga, direitos totais deveres ZERO.

Uber revela objetos curiosos esquecidos em carros no Brasil

Uber revela objetos curiosos esquecidos por passageiros — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

O Uber revelou, nesta terça-feira (10), os objetos esquecidos com mais frequência por brasileiros em veículos após viagens. Itens como carteira e bolsa, roupas e celular são os mais recorrentes. A cidade “mais esquecida” do Brasil é Petrolina, em Pernambuco. O levantamento também traz os objetos mais curiosos esquecidos em carros, como fita de monitor cardíaco, convite de casamento e aparelho ortodôntico.

O aplicativo de mobilidade, disponível para celulares Android e iPhone (iOS), também divulgou os horários mais recorrentes dos casos de extravio de objetos. O usuário pode entrar em contato com o Uber para reaver quaisquer itens esquecidos, mas vale lembrar que a empresa cobra taxa de devolução.

Segundo levantamento do Uber, passageiros costumam esquecer dinheiro com maior frequência nas segundas-feiras. Fones de ouvido e caixas de som são os objetos mais abandonados em carros nas terças-feiras, e malas e mochilas ficam em primeiro lugar de itens esquecidos nas quartas. Já mais para o final da semana, na sexta, sábado e domingo, são esquecidas garrafas, roupas e celulares, respectivamente.

O ranking de objetos mais esquecidos por brasileiros coincide com o de americanos, exceto pelo último lugar: joia, relógio e maquiagem. Além disso, os itens costumam ser perdidos na parte da noite, no período das 21h às 23h, e ocorrem geralmente às sextas-feiras ou aos sábados.

Para recuperar um objeto esquecido no Uber, é preciso acessar o serviço e informar à empresa o item perdido. O Uber, então, auxiliará no processo para entrar em contato com o motorista da viagem em questão e encontrá-lo para buscar o objeto. Vale lembrar que o Uber cobra uma taxa de devolução para compensar o deslocamento do motorista até o passageiro ao entregar o item de volta.

Itens mais esquecidos:

Carteira e bolsa
Roupas
Celular
Mochilas e malas
Chave
Óculos
Fone de ouvido e caixa de som
Dinheiro
Garrafas
Joia, relógio e maquiagem

De acordo com pesquisa feita pela empresa do aplicativo de mobilidade durante o Carnaval, os foliões chegaram a esquecer até mesmo fantasia e carne para churrasco nos automóveis. Parece que os brasileiros continuam perdendo itens curiosos no Uber mesmo com o fim do feriado, já que, entre os objetos inusitados da vez, estão remédio para cachorro, controle de videogame e quadro de arte.

Itens curiosos esquecidos no Brasil:

Fita de monitor cardíaco
Convite de casamento
Aparelho ortodôntico
Quadro de arte
Remédio para cachorro
Controle de videogame

Cidades mais “esquecidas”:

1 – Petrolina, Pernambuco
2 – Governador Valadares, Minas Gerais
3 – São Paulo, São Paulo
4 – Porto Velho, Rondônia
5 – Santa Maria, Rio Grande do Sul
6 – Itajaí, Santa Catarina
7 – Parauapebas, Pará
8 – Imperatriz, Maranhão
9 – Uberlândia, Minas Gerais
10 – Brasília, Distrito Federal

O Uber também divulgou uma lista com objetos inusitados esquecidos em viagens no Estados Unidos, país natal do aplicativo. Americanos chegaram a esquecer ratos e tanque de oxigênio no carro.

Itens curiosos esquecidos nos Estados Unidos:

Ratos para alimentação de cobra de estimação
Leite materno
Véu de noiva
Cartas de Tarot
Tanque de oxigênio
Pedras

Globo, via Techtudo

Coronavírus: Apps recomendam que motoristas desliguem o ar-condicionado

Imagem: Getty Images

Com o aumento no número de casos de coronavírus no Brasil, alguns moradores de cidades mais quentes podem sofrer com alguns desdobramentos desagradáveis. Aplicativos de transporte têm notificado os motoristas para cumprir uma série de requisitos para evitar a propagação da doença. A cartilha recomenda que os condutores evitem ligar o ar-condicionado e viajem de janelas abertas. Outro pedido envolve evitar contato físico com os passageiros — como cumprimentos ao início ou fim das viagens —, higienizar as mãos e limpar partes do veículo, como o volante, câmbio e maçanetas. As empresas também sugerem que os motoristas mantenham desinfetantes, como álcool em gel, disponíveis nos carros para os clientes.

No rol de sugestões, está a indicação de que os motoristas cubram tosses ou espirros com lenços ou, na impossibilidade disso, usem o antebraço, além da ressalva de que se evite tocar olhos ou nariz. A maioria das orientações é parte da cartilha da própria Organização Mundial da Saúde (OMS).

Contudo, andar com o ar condicionado desligado evita, de fato, a propagação do vírus?

Algumas cidades brasileiras poderão sofrer com as altas temperaturas registradas durante o fim do verão. Em cidades como o Rio de Janeiro, com temperaturas acima dos 30 graus, é recomendável o uso do ar-condicionado — além, é claro, das questões de segurança que implicam no andar de vidros abertos. Especialistas, porém, dizem que, apesar de uma boa ventilação sempre ser uma boa medida, o ar-condicionado não é um fator determinante para a propagação do vírus. “Não há subsídio científico nenhum para isso. Se fosse assim, todos os aparelhos, de casas ou escritórios, deveriam ser desligados”, diz Elie Fliss, pneumologista e pesquisador sênior do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

A principal medida, segundo Fliss, é evitar o contato físico com as pessoas. “A grande recomendação continua sendo lavar bem as mãos e manter álcool em gel nos carros, além de que os motoristas evitem cumprimentar os passageiros com as mãos”, encerra.

VEJA

Uber vai impedir que motorista trabalhe mais de 12 horas por dia pelo app

Foto: Gustavo Azeredo/Agência O Globo

Nesta semana, a Uber vai lançar uma ferramenta que impede os motoristas de trabalharem mais de 12 horas por dia através da plataforma. A medida é uma iniciativa que faz parte da campanha Maio Amarelo, que propõe sensibilizar a população à respeito da segurança no trânsito.

Assim que o parceiro se aproximar do limite de tempo máximo dirigindo, a empresa vai enviar notificações de alerta. Passadas as 12 horas, o motorista praticamente será desconectado do aplicativo, conseguindo fazer o login novamente apenas seis horas depois.

A ferramenta também compara o tempo on-line e o período rodando, para que o condutor possa fazer uma melhor análise de seu uso do app.

O novo recurso, que foi desenvolvido em parceria com organizações globais de segurança no trânsito, já funciona em outros lugares do mundo.

“Estamos investindo cada vez mais em soluções tecnológicas para proporcionar mais recursos de segurança na mobilidade urbana como um todo. Sabemos que a plataforma pode ter um impacto positivo na segurança do trânsito, este é principalmente um trabalho para prevenção”, afirma Marcello Azambuja, diretor do Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Uber no Brasil.

Outra iniciativa da campanha visará a segurança dos ciclistas que dividem as ruas com os carros. Quando o passageiro for embarcar ou desembarcar próximo a uma ciclovia, será alertado para redobrar a atenção antes de abrir a porta do veículo, a fim de evitar colisões.

Além disso, a Uber iniciou o projeto “Como você vê o mundo”, em parceria com o Instituto Ver & Viver, para a realização de exames de visão em motoristas parceiros interessados e descontos para aquisição de óculos fornecidos pelo Instituto.

Na França, a Suprema Corte (Cour de Cassation ) reconheceu o direito de um motorista do Uber para ser considerado empregado da empresa de transporte por aplicativo. A decisão pode afetar o modelo de negócios da Uber e requerer o pagamento de mais taxas e benefícios aos motoristas, como férias.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro Melo disse:

    Sem problema , trabalha período no Uber e outro período em outro APP

PANCADA (VÍDEO): BG afirma que decreto de Álvaro Dias iria inviabilizar Uber em Natal

Bruno Giovanni critica proposta da Prefeitura de Natal e afirma que texto da lei apresentada pelo município iria acabar com o transporte via aplicativo de celular. Confira comentário abaixo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. François Cevert disse:

    Deviam fazer é a licitação do transporte público que financia as campanhas de vários dos políticos dessa cidade.

  2. Vergonha disse:

    Acho justo sim cobrar dessas empresas multimilionárias alguma taxa , os motoristas são explorados sem controle algum pelo governo, um coitado trabalha 12…15 horas por dia , sem garantias alguma , e empresa lucrando HORRORES, NÃO SOU PTRALHA, só não concordo com uma corrida de R$ 10,00 a UBER ficar com 30% LIVRE , enquanto o pobre coitado fica com R$ 7, 00 para custear gasolina , manutenção etc e sobrar para o seu sustento . TEM QUE LIMITAR ESSA PORCENTAGEM ABSURDA DESSES APLICATIVOS EM CIMA DO MOTORISTA

    • Euzim disse:

      Os motoristas não são empregados do Uber. Eles se utilizam, voluntariamente, do aplicativo para prestarem, de forma autônoma, um serviço. A pessoa trabalha o tanto que quiser e tiver disposição. Essa relação tem salvado a pele de inúmeras milhares de famílias num contexto de grave crise econômica em que fomos mergulhados pelo PT.

    • joaozinho disse:

      Meu caro, quem explora é a prefeitura os taxistas. Se os taxistas estao achando que a concorrencia é desleal, que va brigar com a prefeitura, ou procure um serviço justo como o UBER. O fato de uma empresa que gera renda pra 8000 pessoas so em natal ta tendo lucro é muito bem vindo. Pq se houvesse prejuízo, essas pessoas estariam passando fome. Ou seria melhor 8000 familias so em Natal sem trabalho autonomo? Tem pessoas que nao querem ser escravos de dono de taxi (me ajude!) e tem passageiro que gosta de Uber. Se a UBER fica realmente com 30% e o motorista aceita e gosta, porque ele se sentiria explorado? Ora, manifestaram em favor do UBER aos montes. Se juntem e criem um aplicativo, gaste com propaganda e advogado… ou nao reclamem. Falta muita consciencia pra esse povo que reclama de tudo e se acha explorado. Vao pedir pra prefeitura baixar os impostos em vez de gastar com carnaval. O problema é o brasileiro que tem olho gordo pq alguem ta lucrando. Mentalidade retrograda.. vao morar na china…

  3. CURITIBA JÁ disse:

    ISENÇÃO EM NATAL SO PARA BANDA$ DE FORRO

  4. M.D.R. disse:

    Piso na b o l a.

Em decisão inédita, TST diz que motorista não é empregado do Uber

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Por unanimidade, a Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu nesta quarta-feira (5) negar o vínculo empregatício de um motorista com o aplicativo de transporte Uber. Trata-se da primeira decisão da última instância trabalhista sobre o tema.

A medida tem efeito imediato somente para o caso de um motorista específico, mas abre o primeiro precedente do tipo no TST, de onde se espera uma unificação do entendimento sobre o assunto na Justiça do Trabalho. Isso porque, em instâncias inferiores, têm sido proferidas decisões conflitantes a respeito dos aplicativos de transporte nos últimos anos.

Todos os ministros que participaram do julgamento no tribunal seguiram o voto do relator, ministro Breno Medeiros. Para ele, o motorista não é empregado do Uber porque a prestação do serviço é flexível e não é exigida exclusividade pela empresa.

Leia matéria completa no Justiça Potiguar aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mário disse:

    Tinha tanto medo da JT, que só trabalhava com mulher e filhos. Agora vou pensar em oferecer uns dois empregos para estranhos,

  2. Joca disse:

    O cara trabalha no Uber, sem vínculo nenhum, trabalha a hora que quer e coloca a empresa na justiça. Estavam mal acostumados. Acabou a mamata, agora ficou ficou mais difícil tirar as tripas do coitado do empregador. Advogado que vivia disso vai ter que migrar p outra área. Talvez até abrir uma empresa.

Uber muda e aceita boleto e transferência bancária em corridas

Foto: Helito Beggiora/TechTudo

Uber passou a permitir o pagamento de Uber Cash, programa de créditos do aplicativo de mobilidade, por boleto ou transferência bancária nesta quinta-feira (30). A nova forma de pagamento, que está disponível no app para Android e iPhone (iOS), é ideal para quem não possui cartão de crédito e prefere usar o Uber pré-pago a pagar corridas no dinheiro. É possível adicionar créditos de R$ 50, R$ 100 ou R$ 200 com desconto de até 5%, e eles podem ser usados tanto para viagens quanto para pedidos do Uber Eats.

No tutorial AQUI, confira como comprar créditos do Uber por boleto ou transferência bancária. O procedimento foi realizado em um iPhone XR com o iOS 13, mas as dicas também valem para usuários de aparelhos com o sistema do Google.

Globo, via Techtudo

Entrar mudo e sair calado: Uber terá opção de viagem sem conversa

(Getty Images/Reprodução)

Uber anuncia nesta segunda-feira, 7, uma nova categoria de corridas no Brasil, para atender os usuários que gostam de um conforto a mais.

Chamada de Uber Comfort, a modalidade permite que o usuário solicite carros espaçosos, coloque a temperatura do ar-condicionado ao seu gosto e até peça para o motorista conversar ou ficar em silêncio.

Lançada nos EUA em julho, a categoria chegará ao país em novembro.

Estadão

Motorista de Uber não tem vínculo empregatício com aplicativo, diz STJ

Foto: Divulgação

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que os motoristas de Uber não têm vínculo empregatício e, por isso, não podem reivindicar direitos na Justiça trabalhista. A decisão, publicada nesta quarta-feira (4), foi tomada na semana passada, por unanimidade, pelos dez ministros que compõem a Segunda Seção da Corte.

O entendimento foi alcançado no julgamento de um conflito de competência, em que coube ao STJ definir qual ramo da Justiça deveria julgar um pedido de indenização feito por um motorista após o Uber bloqueá-lo por má-conduta.

Veja matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

 

Dez principais golpes no WhatsApp, Uber e outros aplicativos em 2018

Golpe WhatsApp envolvia a marca de cosméticos O Boticário — Foto: Tainah Tavares/TechTudo

O WhatsApp foi um dos alvos preferidos dos criminosos para tentar capturar informações dos usuários por meio de golpes virtuais em 2018. Eles usavam falsas promoções de marcas famosas, como Burger King, O Boticário e Cacau Show, para ludibriar as pessoas a clicarem em links maliciosos e, assim, ficarem vulneráveis a roubo de dados privados. O plano era obter informações para roubar as vítimas e até, em alguns casos, aplicar fraudes em nome delas. De acordo com especialistas de empresas de segurança digital, milhões de pessoas foram afetadas nos últimos meses.

Além do mensageiro, uma falsa promoção prometia um cupom de desconto de R$ 300 do Uber Plus e, segundo a DFNDR Lab, pelo menos 85 mil pessoas foram atingidas. Outros esquemas montados pelos hackers também usavam outras plataformas de rede social como o Facebook e Instagram. Essa era uma forma de diversificar os ataques e atingirem mais usuários, principalmente, por meio de celulares Android e iPhone (iOS). Confira, a seguir, a lista com os principais golpes que envolvem o WhatsApp e outros serviços da web em 2018.

1. Falso cupom da Burger King

Burger King já foi usada para atrair vítimas em golpe no WhatsApp em 2018 — Foto: Divulgação/ESET

A Burger King foi a primeira grande marca a ter seu nome atribuído a uma falsa promoção nas redes sociais neste ano. No início de janeiro, um link com uma pesquisa de satisfação sobre o atendimento prometia descontos em compras no fast food caso o usuário respondesse às perguntas e compartilhasse com os amigos, um uso comum do método de engenharia social. O prêmio seria um cupom de R$ 50 em lanches. Ao clicar no endereço eletrônico, o número do usuário era inscrito em serviços pagos de SMS e era induzido a realizar o download de apps falsos que infectavam o celular.

De acordo com o DFNDR Lab, laboratório de segurança digital da PSafe, pelo menos 350 mil usuários clicaram no link falso. O Burger King confirmou que a ação se tratava de um golpe e reforçou que promoções verdadeiras são divulgadas apenas em seus canais oficiais, como site e redes sociais, além de cupons físicos.

2. Falso desconto no Uber

PSafe detectou golpe que usa nome do Uber em páginas e perfis falsos — Foto: Divulgação/PSafe

Uma falsa promoção espalhada em sites e redes sociais prometia um cupom de desconto de R$ 300 do Uber Plus, programa de fidelidade da Uber que não foi lançado no Brasil. Para ganhar o prêmio, o usuário teria que preencher um formulário com dados pessoais e bancários, que seriam roubados pelos criminosos. Segundo a DFNDR Lab, pelo menos 85 mil pessoas tiveram acesso ao link e se expuseram à infecção de softwares maliciosos capazes de acessar dados pessoais.

A Uber reconheceu que a promoção era uma fraude e orientou os usuários a sempre checarem se links com ofertas e descontos são direcionados para o site oficial da empresa e nunca compartilhar dados de cadastro – uma estratégia para evitar cair em golpes na Internet.

3. Falso processo seletivo da Cacau Show

Golpe no WhatsApp oferece vagas de emprego na Cacau Show — Foto: Divulgação/PSafe

Com o alto índice de desemprego, criminosos espalharam pelo WhatsApp textos e imagens referentes a um suposto processo seletivo da empresa de chocolates Cacau Show, para vagas como vendedor, auxiliar de limpeza e Jovem Aprendiz. Ao clicar no endereço, a vítima teria que informar os dados pessoais para poder participar da falsa seleção. Em apenas 24 horas, mais de um milhão de pessoas já tinham acessado a plataforma maliciosa e estavam em perigo de serem roubados a partir da coleta de informações pelos hackers.

A Cacau Show desmentiu a informação em sua página oficial do Facebook, e explicou que as oportunidades de emprego são divulgadas apenas em seus canais oficiais, como site e redes sociais.

4. Promoção de O Boticário copiada por criminosos

Cibercriminosos imitaram uma promoção verdadeira criada pela empresa de cosméticos O Boticário, na qual os usuários deveriam indicar amigos para ganhar loções hidratantes da linha Nativa SPA. Assim, eles produziram um link falso contendo as mesmas informações da oferta original para divulgar pelo WhatsApp. Ao clicar na farsa, o usuário liberava o smartphone para receber notificações que poderiam conter links maliciosos, com o perigo de ter seus dados roubados.

O que chamou a atenção neste golpe foi o uso do “https:// ” no endereço falso, o que dava ao usuário a impressão de acessar uma página segura, pois esse código é um dos indicativos de seguranças das páginas na web. De acordo com a PSafe, pelo menos 140 mil pessoas foram enganadas. Segundo O Boticário, o link foi retirado do ar.

5. Golpe na Páscoa

No mês de março, período que antecedia a Páscoa, uma propaganda mentirosa oferecia vales-presentes de R$ 800 no WhatsApp. Para isso, os bandidos usavam imagens de coelhinhos e ovos de chocolate, tradicionais para esse período do ano. Apesar de não estar associada a nenhuma marca famosa, o golpe direcionava usuários à página maldosa chamada “Páscoa Premiada”.

Assim como em outras fraudes, a vítima teria que preencher um formulário e, sem saber, autorizava que seu smartphone recebesse notificações de hackers, que poderiam ter acesso a dados bancários do usuário pelo celular. Dessa forma, os responsáveis pelo esquema criminoso poderiam roubar quantias de dinheiro do usuário do telefone. Segundo a PSafe, que descobriu o truque, mais de 300 mil pessoas tentaram acessar o link.

6. Número clonado no WhatsApp

Um novo tipo de golpe chegou ao WhatsApp em dezembro, desta vez “clonando números” sem precisar quebrar a segurança do mensageiro. Criminosos compravam chips novos e ligavam para as operadoras para reativar o número daquele cartão, com a desculpa de terem o celular roubado ou perdido. Com a linha reativada, os bandidos tinham acesso a grupos e contatos do antigo usuário, e, a partir daí, entravam em contato com amigos e familiares fingindo ser a vítima para pedir o depósito de valores. As justificativas mais usadas eram a compra de eletrodomésticos ou a quitação dívidas.

De acordo com informações da Célula de Inteligência Cibernética da Polícia Civil do Ceará, mais de 5 mil pessoas já teriam sido prejudicadas em todo o Brasil. O WhatsApp recomenda a ativação da verificação em duas etapas como medida de prevenção ao golpe. Aos destinatários, a sugestão é telefonar para a pessoa antes de realizar qualquer transação bancária, para confirmar que a conversa é verdadeira.

7. Golpe de cinema

Cerca de 50 mil brasileiros foram impactados no WhatsApp com uma oferta de ingressos para o filme “Vingadores: Guerra Infinita”, da Marvel. De acordo com a PSafe, ao clicar no link, o usuário teria que preencher um formulário com perguntas fake, que sempre “premiavam” a vítima, independente das respostas. Essa era a artimanha usada pelos bandidos para capturar dados dos usuários da plataforma de mensagens.

A Disney afirmou que a promoção e o site não eram válidos. Além disso, ressaltou que toda a comunicação com os fãs brasileiros da Marvel ocorre apenas pelo Facebook, Instagram e Twitter oficiais da empresa.

8. Falsa consulta ao PIS

No mês de junho, uma mensagem mal intencionada circulou pelo WhatsApp e se aproveitava do pagamento do PIS-Pasep para prometer ao trabalhador uma forma fácil de visualizar o saldo do benefício. Cerca de 116 mil pessoas foram lesadas por conta dessa estratégia criminosa. A página exibia um texto com a assinatura da Caixa Econômica Federal e indicativos sobre a liberação dos valores. Assim como em outros golpes, o usuário teria que responder a uma série de perguntas para ter acesso ao conteúdo.

Um indício de que se tratava de um golpe era o endereço utilizado na mensagem. Este apresentava o domínio com final “.top”. Segundo a PSafe, o código já havia sido usado em outras fraudes anteriores e, por isso, servia de alerta para que as pessoas só clicassem em links que direcionem para a página oficial dos serviços. Uma das ações a serem tomadas é a verificação da sequência de elementos responsáveis por levar o usuário a um endereço online.

9. Recarga falsa

Uma falsa promoção oferecia R$ 70 em créditos para celular em troca de compartilhamentos da mensagem no WhatsApp. O link malicioso instalava aplicativos no smartphone das vítimas e, apesar de não serem perigosos, gerava faturamento para os criminosos a cada download. A recarga, obviamente, nunca era concedida. Pelo menos 26 mil usuários foram afetados pela estratégia dos hackers.

A PSafe disse que o golpe era mais sofisticado que os anteriores, pois a página apresentava comentários falsos do Facebook, com o intuito de dar mais credibilidade ao processo e encorajar as vítimas a concluírem o procedimento. Uma forma de aumentar a interação e a disseminação entre os usuários da rede social de mensagens.

10. Falso Ray-Ban no Instagram

Um anúncio falso se espalhou no Instagram com a promessa de oferecer óculos da marca Ray-Ban com até 90% de desconto. Os posts eram publicados sem autorização nas contas dos usuários, que eram pegos de surpresa. A ação possivelmente foi fruto de pishing — roubo de dados, senhas muito fáceis de serem quebradas ou mesmo do uso de apps maliciosos com autorização para acessar login e senha da rede social.

A Ray-Ban se posicionou para alertar os consumidores a desconfiarem de preços muito baixos, além de não comprarem produtos falsos em lojas clandestinas. A empresa afirmou que é necessário sempre conferir os preços dos itens no site oficial antes de realizar qualquer transação.

Globo, via Techtudo

 

Golpe no Uber já atinge milhares no Brasil; saiba tudo

Foto: Divulgação/Uber

“Promoção Uber Plus” é um golpe disseminado nas redes sociais que usa o nome do aplicativo de viagens para atrair pessoas com supostos cupons de desconto de R$ 300. Porém, para ganhar o prêmio, elas precisam preencher um formulário, e é a partir dele que os criminosos roubam informações pessoais e bancárias dos usuários.

O golpe foi detectado pelos especialistas do dfndr lab, da desenvolvedora de apps de segurança PSafe, que identificaram 85 mil tentativas de acesso e compartilhamentos de links maliciosos do esquema desde a última terça-feira (4) no Brasil. A falsa promoção é distribuída de duas formas na Internet: por meio de 155 sites que se passam por páginas autênticas do Uber e por meio de 86 perfis falsos em redes sociais montados com o objetivo de divulgar e compartilhar os links das páginas fraudulentas.

Para convencer mais facilmente as vítimas e dar credibilidade à fraude, os idealizadores do golpe usaram o nome de uma promoção autêntica do Uber — o Uber Plus foi um programa de fidelidade criado pelo aplicativo em 2014 e disponível apenas em algumas cidades dos Estados Unidos. Em 2015, o Uber Plus passou a ser chamado de UberSELECT, que é uma das modalidades de viagem oferecidas hoje em dia no Brasil.

“Esse é um comportamento já conhecido pelo nosso time. Sempre que uma promoção real é lançada, os cibercriminosos se aproveitam e lançam uma promoção falsa. Eles usam desse método para convencer mais vítimas”, afirma o diretor do dfndr lab Emilio Simoni.

PSafe detectou golpe que usa nome do Uber em páginas e perfis falsos — Foto: Divulgação/PSafe

Como não cair em golpes do tipo

Existem maneiras seguras de conseguir descontos em viagens de desconto no aplicativo Uber, inclusive por meio das redes sociais. Entretanto, é preciso ter muito cuidado para identificar se a promoção é verdadeira ou uma fraude.

Para não ser a próxima vítima, é importante ter uma série de cuidados antes de preencher qualquer formulário na Internet. Os especialistas do dfndr lab destacaram alguns pontos úteis para identificar páginas falsas e navegar com mais segurança. Confira:

Fique atento a link recebidos por meio de redes sociais e mensageiros, como WhatsApp;

Verifique com a atenção a URL antes de acessar o site (golpistas costumam usar endereços bem parecidos com os de empresas);

Na dúvida, visite o site oficial da empresa para verificar se a promoção existe de fato;

Utilize um bom antivírus.

Globo, via Tecjtudo e PSafe

 

POLÊMICA: Uber quer que o motorista saiba qual é o destino final da viagem antes de pegar o passageiro; usuários já cismam com a novidade

(Foto: Olhar Digital)

A Uber tem tentado deixar seu sistema mais convidativo para motoristas parceiros. Recentemente, o app passou a exibir qual é o método de pagamento escolhido pelo passageiro antes do início da corrida. E agora a empresa está experimentando mostrar qual é o destino final da viagem para o motorista antecipadamente.

“O objetivo da empresa é ser ainda mais transparente”, disse a Uber em comunicado, acrescentando que esta “era uma demanda recorrente dos motoristas”. Por enquanto, o recurso está em fase de testes apenas em Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS).

Antes mesmo do usuário entrar no veículo e iniciar a viagem, o motorista pode ver no seu aplicativo qual é a região onde ele pretende desembarcar. Este ponto é importante: o app não vai mostrar o endereço exato, mas apenas uma localização aproximada, para preservar a privacidade dos passageiros.

Ao longo dos próximos meses, os testes serão expandidos para outras cidades do Brasil. Além disso, a ferramenta funcionará apenas nos celulares dos motoristas com Android. O sistema sendo usado nos testes é “uma versão inicial e que poderá passar por mudanças” antes de ser implementada para todos, disse a Uber.

Alguns passageiros podem torcer o nariz para a novidade. Afinal, um motorista que sabe de antemão qual é o destino final da viagem pode, em tese, recusar uma corrida quando perceber que ele será curta. Recentemente, a Uber teve que se explicar publicamente porque condutores estavam prolongando algumas viagens para que elas rendessem mais.

No entanto, a Uber diz que pune motoristas que fazem isso e também reduz o alcance de condutores que recusam muitas viagens em sequência. O período de testes da nova funcionalidade serve, justamente, para a empresa conferir se haverá impacto positivo ou negativo na experiência do usuário.

Olhar Digital

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wendell Fernandes disse:

    A única razão pela qual um motorista deverá recusar viagem, é pela segurança, viagens curtas são o sonho deles, se ganha mais gastando menos combustível, o problema não é da Uber e nem dos motoristas e muito menos de um usuário, em morar ou trabalhar em área perigosa da cidadela, infelizmente é na insegurança que tá o problema…

  2. Isabelle disse:

    E já não é assim??
    As poucas vezes em que utilizei o serviço, informo o meu destino e o motorista já sabe para onde vai … Qual é a novidade? Realmente não compreendi.

Motorista do Uber é preso após assaltar loja na Zona Norte de Natal

Um motorista de Uber, identificado como Carlos Felipe de Góis foi preso após assaltar uma loja de rações na zona norte de Natal.

O motorista usou o veículo no qual trabalhava para praticar o asalto, juntamente com outros tres homens.

A polícia conseguiu chegar até o suspeito através da placa do veículo que foi anotada por uma testemunha do crime.

Capturado pela polícia, Carlos levou a polícia até o bairro do Gramoré onde os outros tres suspeitos estavam escondidos.

Eles foram levados para a Delegacia de Plantão da zona norte.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    Se bobear quem fica preso são os PMS. Brazil vei de guerra

  2. CURITIBA JÁ disse:

    E serão soltos imediatamente apos audiencia de custodia

UBER inicia serviço nesta terça em Mossoró

A partir desta-feira, 1º de agosto, às 14h, a Uber vai começar a operar em Mossoró. Conhecida por seus espetáculos culturais, a cidade também é chamada de Capital do Oeste Potiguar por ser uma das principais cidades do interior nordestino. A Uber pretende ser parte da cidade oferecendo à população uma alternativa acessível, moderna e eficiente, para que os mossoroenses vivam ainda mais sua terra. Mossoró é a segunda cidade do Rio Grande do Norte a oferecer o serviço, que já opera em Natal desde agosto de 2016.

Google, Facebook, Uber, Netflix e Nubank estão contratando

size_960_16_9_logo_do_google2Logo do Google (REUTERS/Mark Blinch/)

Para começar, são algumas das primeiras marcas que vêm na memória quando pensamos em inovações disruptivas que mudaram para sempre o mercado em que atuam. Também têm em comum o fato de valerem bilhões – 568 bi de dólares, no caso do Google, a mais valorizada.

Além disso, todas as empresas mencionadas têm escritórios no Brasil e, no momento, estão em busca de novos talentos. Quer fazer parte do time de uma dessas empresas vanguardistas? Leia abaixo sobre as vagas abertas:

Uber

Mesmo com as polêmicas sobre sua regulamentação (ou até impulsionado por elas), o Uber tem expandido rapidamente para grandes cidades brasileiras. Assim, a oferta de vagas também acompanha esse movimento. Hoje, a empresa tem mais de 70 posições abertas para diversos níveis de carreira; embora a maioria das oportunidades seja para o escritório de São Paulo, também existem vagas abertas no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Brasília e Porto Alegre. Veja as vagas aqui!

Google

O Google, uma das empresas mais desejadas pelos jovens do mundo, é assunto praticamente todos os dias: fala-se sobre como passar em seu concorrido processo seletivo, a importância da diversidade e o que é considerado um erro imperdoável no currículo, entre outros temas.

A novidade é que quem quiser conhecê-lo mais de perto pode se inscrever no Google Business Internship, programa de estágio que oferece a universitários brasileiros uma experiência na indústria da tecnologia e no mundo dos negócios. Entre as áreas tipicamente disponíveis para estagiários estão vendas, suporte ao cliente e ao produto e marketing e comunicação – e há chances de efetivação no horizonte.

Também existem vagas efetivas abertas, que vão de analista a gerente e também incluem o programa de contratação de pessoas com deficiências. Confira as vagas aqui.

“Busco brilho no olho antes de mais nada”, disse Fábio Coelho, diretor geral do Google no Brasil, em Bate Papo com o Na Prática. “Busco também liderança, conhecimento, formação acadêmica boa e googliness, que é uma paixão por mudar o mundo e fazer diferente.”

Facebook

Já são 1,6 bilhão de usuários ao redor do mundo na rede social criada por Mark Zuckerberg, sendo 99 milhões o número de brasileiros. Em São Paulo, no bairro do Itaim Bibi, fica o principal escritório da empresa na América Latina. Lá, atualmente são mais de 30 vagas abertas, todas para profissionais formados e em diversos níveis de carreira, em áreas que vão da engenharia de software a vendas. Consulte as vagas aqui.

Netflix

Atualmente com mais de 80 milhões de assinantes e prestes a lançar a sua primeira série original brasileira, ainda não são muitas as vagas abertas no Netflix no país – que mantém um escritório em São Paulo. Há uma oportunidade para trabalhar com estratégias de CDN (Content Delivery Network, ou Rede de Compartilhamento de Conteúdo) e outra para gerente de marketing Latam (ou seja, responsável pela América Latina). Essas vagas, assim como novas que surgirem na empresa, podem ser consultadas aqui.

Nubank

Único brasileira entre as empresas listadas nessa matéria, o Nubank também tem números que impressionam – e não param de crescer. Segundo a empresa, já foram 4,5 milhões de pedido para seu produto principal, o famoso cartão de crédito roxo que não cobra taxas. Em entrevista recente ao Na Prática, o cofundador da empresa David Velez contou que o Nubank conta hoje com 340 funcionários. O escritório – uma sede recém-criada e bastante descolada – fica em São Paulo e as posições abertas atualmente são todas na área de TI (tecnologia da informação). Confira aqui.

*Este artigo foi originalmente publicado pelo Na Prática, portal de carreira da Fundação Estudar

Exame

ABC fecha parceria com a UBER; com desconto, torcedores poderão viajar até de graça no jogo deste domingo

uberPensando na comodidade da torcida abecedista, o Mais Querido fechou uma importante parceria para facilitar a chegada da Frasqueira aos jogos no estádio Frasqueirão. A partir do jogo contra o Guarani/SP, válido pela semifinal do Campeonato Brasileiro da Série C, marcado para o próximo domingo (16), os torcedores abecedistas que chegarem de Uber terão um local exclusivo para embarque e desembarque no Estádio. (Do blog: Dependendo do percurso e seu valor, existe a possibilidade da viagem até de graça).

O ABC é o primeiro clube de futebol do nordeste parceiro da empresa. Além disso, os novos usuários do aplicativo Uber ganharão descontos especiais na sua primeira viagem. Para aproveitar o desconto é só inserir o código promocional OMAISQUERIDO no seu aplicativo e automaticamente você ganhará até R$20 de desconto na primeira viagem. O código é válido até o dia 16 de novembro de 2016.

O Sócio Mais Querido terá um código especial no valor de R$30 que será enviado por e-mail.

Agora, ficou muito mais fácil chegar ao estádio Frasqueirão em dia de jogos do Clube do Povo. Aproveite a facilidade e comodidade que a Uber oferece aos seus usuários e garanta presença nas partidas decisivas do Alvinegro.

E tem mais! A partir da próxima semana (17/10/2016) os torcedores que utilizarem a Uber para ir ao jogo contra o Guarani/SP poderão comparecer a Central de Atendimento ao Sócio, localizada no Espaço Mais Querido, no estádio Frasqueirão, apresentar a comprovação que fez a viagem através do aplicativo, e ganhar uma mensalidade grátis para novas adesões ao Programa Sócio Mais Querido, desde que efetue o pagamento da anuidade à vista ou no cartão de crédito.

Com informações do site do ABC