Servidores , aposentados e pensionistas protestam contra o governo na AL por regularização de salários

Fotos: cedidas

Servidores , aposentados e pensionistas reivindicam na Assembleia Legislativa nesta terça-feira(03) os seus salários atrasados .  De acordo com os reivindicantes, trata-se de um direito líquido e certo negado pelo governo “que se nega a honrar estas obrigações” .

Na AL, os servidores , aposentados e pensionistas também levaram cartazes com frases de protesto. “RN só tem dinheiro para os grandes”, exclama um.

Os reivindicantes reclamam que os “grandes”  recebem em dia e com aumentos salariais para quem já tem salários maiores que 30.000 ,00 . ” Servidores se suicidam , estão com nomes sujos , e vivendo as custas de favores de outrem. Salário é direto sagrado”, desabafam.

Por fim, os servidores , aposentados e pensionistas alertam que salários acumulados de outras gestões devem ser cumpridos pelos gestores empossados .

“A campanha acabou . A promessa de campanha da governadora foi que pagaria os atrasados , e que estava preparada para governar”, encerraram.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Os nobres parlamentares ficarão sensibilizados e vão mandar o executivo pagar!!!!

  2. Gogó disse:

    Com o PT sempre foi assim: atenção com a classe mais baixa (embaixo da asa). Os necessitados como Marcelo Odebrecht, Leo Pinheiro é outros.

  3. Leto disse:

    Façam uma greve. Greve dos aposentados lá no Centro Administrativo

  4. Almir Dionisio disse:

    Os Órgãos de Controle deviam ver tudo isto – o governo anterior embolsou R$ 102 milhões de consignados e até agora ninguém do governo anterior respondeu para onde foi esse dinheiro.
    A atual governadora sabendo o que iria encontrar, ainda concede reajuste para categorias que já recebem altos salários, nada que prometeu em campanha foi feito até agora para os servidores do executivo.
    É realmente uma situação lastimável a do servidor público do RN, servidores endividados, doentes… e quem vai nos ajudar????????????
    Precisamos de uma posição urgente – previsão desses pagamentos atrasados.

  5. Comentando apenas disse:

    Tão achando ruim por que razão cumpanheiros? Vamo votar na cumpanhera Fatima denovo! A mão que votou 13 na urna chega até a tremer rsrsrs.

  6. Francisco S J Filho disse:

    Sem salário, sem direito a fazer empréstimo consignado (o Banco do Brasil não deixa)… somos a VENEZUELA dentro do Brasil? É somente uma pergunta!

  7. isabele araújo disse:

    E o mais interessante é que, se você entrar na justiça (injustiça) eles juízes estão negando nossos direitos. Mas para pagar retroativo de mais de 200.000 a eles mesmos , eles dão causa ganha. Isso é uma tremenda palhaçada. E agora vou recorrer a quem?
    To passando fome e necessidades .

  8. nao tenho memoria curta disse:

    sou aposentado e o meu salario de agosto de 2019, ainda não foi depositado na minha conta

    • Lorena Galvão disse:

      Sério a Governadora não disse, que era para todos, aposentados que conheço todos receberam

Aposentados não precisarão ir às agências do INSS a partir de julho

Ida às agências só será necessária para confirmações. Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

As filas quilométricas em frente às agências do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) estão com os dias contados. A partir do mês de julho, a internet e o telefone serão as únicas formas que aposentados e pensionistas terão para solicitar qualquer um dos 96 serviços do órgão.

A medida faz parte do projeto de transformação digital do INSS, que deu o primeiro passo nesta segunda-feira (13) e estabeleceu que pedidos de recurso, revisões e cópias do processo de aposentadoria sejam realizados exclusivamente pela plataforma Meu INSS ou pelo telefone 135.

“Ao final do mês de junho, o cidadão não precisará ir ao INSS para nenhum pedido novo de serviço”, afirma o diretor de atendimento do INSS, Castro Júnior, que destaca a necessidade do comparecimento a uma agência apenas para receber a informação do resultado de alguns requerimentos.

Com as mudanças programadas para valer nos próximos 45 dias, Castro Júnior estima que as agências do INSS realizarão cerca de 600 mil atendimentos a menos todos os meses.

“O grande objetivo do governo federal é dar mais comodidade ao cidadão para que ele efetivamente não precise mais gasta energia e sair do conforto do lar para ter que se deslocar até uma agência do INSS”, destaca o diretor de atendimento, que observa a necessidade atual de comparecer ao menos duas vezes a uma agência ao solicitar um requerimento.

A mudança também atende aos moradores dos 4.170 municípios brasileiros que não têm agências do INSS. De acordo com Castro Júnior, a modernização servirá para que esses cidadãos não tenham que se deslocar, correr risco de acidente e perda tempo e dinheiro.

Os aposentados e pensionista que não têm acesso à internet poderão recorrer às ligações para o número 135 e conversar diretamente com um atendente para tirar dúvidas e solicitar os requerimentos.

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Gonçalves Barbosa disse:

    O atendimento nas agências do INSS para quem quer informação sobre aposentadoria É LASTIMÁVEL!
    São poucas pessoas disponíveis para o atendimento, uma fila interminável e pior, INFORMAÇÕES IMPRECISAS.
    SEMPRE O SISTEMA ESTÁ COM PROBLEMAS.
    Precisa melhorar em 85% o atendimento e em 100% as informações prestadas.

    • Anti-Político de estimação disse:

      E a tendência é piorar, pois muitos funcionários estão se aposentando ou em vias de se aposentar e não há nenhuma perspectiva de concurso público a vista.

TJ nega liminar para governo usar recursos previdenciários para pagar aposentados e pensionistas

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte rejeitou, liminarmente, em decisão da desembargadora Judite Nunes, pedido do governador Robinson Faria (PSD) para usar cerca de R$ 300 milhões de recursos do Fundo Financeiro da Previdência, que estão aplicados em investimentos da Caixa Econômica Federal (CEF) e Banco do Brasil, no pagamento de aposentados e pensionistas do Estado, informou a Tribunal do Norte.

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) havia impetrado mandado de segurança, com pedido de liminar, no dia 26 de janeiro deste ano, contra decisão Tribunal de Contas do Estado (TCE), que  no ano passado “proibiu novos saques dos recursos do extinto Fundo Previdenciário pelo Governo do Estado”, além de ter terminado às instituições financeiras o bloqueio de qualquer movimentação nos recursos integrantes desse fundo financeiro.

Nos autos, consta que a Procuradoria Geral do Estado justificou que a Assembleia Legislativa havia autorizado o saque dos recursos em 18 de janeiro, “com a obrigação de retorno ao Funfirn até o ano de 2040, mediante a transferência de bens imóveis de propriedade do Estado”.

A Procuradoria Geral do Estado havia arguido que ao concluir pela inconstitucionalidade da lei 620/2018 e impor ao chefe do Executivo e ao Ipern e instituições financeiras obrigações de não fazer, teria o TCE realizado verdadeiro controle abstrato (e não difuso) de constitucionalidade, extrapolando sua esfera de competência, unicamente outorgada ao Poder Judiciário.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. contador disse:

    A imprensa noticiou um acordo no ano passado entre executivo e judiciario, o dinheiro do funfir seria usado para pagar duodecimo. Aí veio aquela estoria das multas, que nao podia, etc. Para pagar duodecimo pode? Para pagar salario não pode? Não to entendendo.

Henrique Alves diz que vai votar propostas de interesse de aposentados

JBA_0756

Brasília (DF) – O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), declarou nesta terça-feira (5) que vai colocar na pauta do Plenário da Casa, em outubro, a proposta de emenda à Constituição que acaba, aos 65 anos, com a contribuição previdenciária dos servidores públicos aposentados e pensionistas (PEC 555/06).

Ele também pretende votar o Projeto de Lei 4434/08, que reestabelece a equivalência das aposentadorias em salários mínimos.

A declaração foi feita durante reunião com representantes dos aposentados que cobraram a votação das propostas. Segundo Alves, é importante que a categoria negocie um acordo com o Executivo para que a votação não sofra a obstrução de partidos da base governista.

Os deputados Cléber Verde (PRB-MA) e Lincoln Portela (PR-MG) também participaram da reunião.

Câmara dos Deputados deverá realizar comissão geral para debater respeito aos direitos humanos

O presidente da Câmara também anunciou, nesta terça-feira (5), que a Casa vai realizar em outubro comissão geral para debater o respeito aos direitos humanos pelo sistema de segurança nacional.

O anúncio foi feito durante reunião com a ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Ideli Salvatti, e representantes do Ministério da Justiça e das ONGs Rede Brasil Criminal e Human Rights Watch.

No fim do mês passado, a Human Rights Watch apresentou relatório indicando pelo menos 64 casos de torturas e violações dos direitos humanos praticados por agentes públicos no Brasil nos últimos quatro anos. A denúncia está em um comunicado enviado pelo grupo de direitos humanos à Presidência, à Câmara e ao Senado.

JBA_0692

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. CHICO disse:

    Pega na mentira…., Sassá Mutema que ser o salvador de tudo.

  2. joana darc disse:

    Essa votação em outubro?? Por que não em setembro antes das eleicoes???

  3. Frasqueirino disse:

    E o famigerado e imoral FATOR PREVIDENCIARIO quando será extinto? Com a palavra o presidente da camara dos Deputados e o ministro da previdebcia Garibaldi Alves Filho.

Governo reconhece erro técnico e tenta realizar pagamento dos Aposentados e Pensionistas ainda nesta segunda

A Assessoria de Comunicação do Governo do Estado, através de nota, informa que os técnicos da Secretaria Estadual de Planejamento e Finanças junto com o Ipern – Instituto de Previdência do RN – estão reunidos desde o início da manhã desta segunda-feira (2), para identificar a origem do problema e dar uma solução o mais rápido possível. A expectativa é que o pagamento seja feito ainda hoje.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria Joana Alves de Albuquerque disse:

    -O que eu tenho é a Absoluta Certeza e plena Convicção é da INCOMPETÊNCIA ADMINISTRATIVA e a ausência de PLANEJAMENTO desse (DES)governo do nosso Já Combalido e Sofrido Estado do Rio Grande do (Norte)??? – (SEM SORTE), sob a Irresponsabilidade da nossa EXECELENTÍSSIMA (DES)governadora – Dra. ROSALBA CIARLINI. Em Todos os finais dos Meses, são aqueles(as) Sacrifícios, Choradeiras, Falácias, Lenga-Lengas, Murmúrias e Reclamações da EQUIPE GOVERNAMENTAL e aliando-se a isto: – A Incompetência Administrativa da mesma, para Efetuar o Pagamento dos Barnabés do Estado (RN).
    -No dia 29/08/2013 – A mesma Equipe Financeira do Executivo – Já foi Rapidamente antecipando-se em avisar aos Barnabés e a População do nosso Estado (RN) que, devido ao Apagão (falta de Energia Elétrica) por aproximadamente (01 hr e 40 min),nos Estados Nordestinos (incluindo aí o nosso Sofrido RN) – Informando que, – O Centro de Processamento de Dados – (C.P.D.) do Estado do RN, NÃO havia Transmitido completamente em tempo hábil os Dados Informativos para os "Servidores dos Computadores" do BANCO DO BRASIL, em face do APAGÃO.
    -Hoje (02/09/2013) – A mesma Equipe (DES)governamental já vem com outra Mentira: – Segundo eles: UM PROBLEMA TÉCNICO ADMINISTRATIVO. O que mais Revolta-se é que, só Sobra (como sempre), para os(as) mais Sofredores(as) , Humildes e, POBRES dos(as) – APOSENTADOS(as) e PENSIONISTAS do Estado do RN.
    -Tenho Dito.
    Muito Obrigada / Genial Blogueiro – Bruno.

  2. Jeremias José disse:

    Calote agora mudou de nome foi? Erro técnico, sei… me engana que eu gosto

  3. Claus disse:

    O governo ta pior do que a NNEX Pra pagar, to esperando pagamento do dia 19/08 foi quando solicitei.

Aposentados e pensionistas poderão descontar gastos com remédios do IR

Um projeto aprovado nesta terça-feira (4) pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado estabelece que gastos com medicamentos de aposentados e pensionistas, para uso próprio ou por dependentes, sejam deduzidos do Imposto de Renda.

Pela proposta, o benefício será concedido mediante apresentação de receita médica e nota fiscal pelos que têm renda mensal inferior a seis salários mínimos. Hoje o desconto deste tipo de despesa só é permitido quando o medicamento é utilizado em ambiente hospitalar, e não quando o uso ocorre antes ou depois da internação.

Na avaliação do autor da proposta, senador Paulo Paim (PT-RS), a regra atual é uma incoerência da legislação tributária, em razão da tendência de se privilegiar os tratamentos domiciliares e deixar a internação hospitalar para os casos mais graves.

Como foi votado em caráter terminativo pela CAE, se não houver recurso ao plenário do Senado, o projeto segue direto para apreciação da Câmara dos Deputados.

Da Agência Brasil

Servidores aposentados do RN que não fizerem censo terão pagamentos bloqueados

Os servidores aposentados do Estado do Rio Grande do Norte que fizeram aniversário no mês de agosto e ainda não responderam ao censo previdenciário, terão que fazê-lo até a próxima segunda-feira, dia 10 setembro, caso não o façam, o pagamento das aposentadorias será bloqueado.

O censo previdenciário é obrigatório e deve ser realizado anualmente, no mês de aniversário do beneficiário, para a atualização dos dados cadastrais. No Rio Grande do Norte o censo dos servidores aposentados foi instituído no ano passado e amplamente divulgado.

Para atualização dos dados cadastrais junto à previdência estadual é necessário comparecer a uma das unidades do IPERN, munido dos seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPF e comprovante de residência (boletos de água, luz, telefone, etc.). Na impossibilidade de comparecer por problemas de saúde ou dificuldades de locomoção, poderá nomear um representante legal, através de procuração pública.

O censo previdenciário poderá ser feito nas seguintes unidades do IPERN: Na sede do Instituto, Rua Jundiaí, 410, bairro Tirol, em Natal; nas agências em Mossoró, Rua Quintino Bocaiúva, 325, Centro; em Caicó, Rua Zeco Diniz, S/N, Centro; em Currais Novos, Rua Dix-Sept-Rosado, 122; e nas unidades que funcionam nas Centrais do Cidadão instaladas no interior do estado.

 

O horário de atendimento do Instituto é das 07h45 às 13h30.