Política

Carlos Bolsonaro ironiza foto de Lula: “Deve ser aglomeração do bem”


O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) usou as redes sociais neste domingo (13/6) para criticar uma foto postada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na imagem, Lula aparece ao centro de uma aglomeração, cercado por políticos e apoiadores.

Em tom de ironia, o filho “02” de Jair Bolsonaro (sem partido) disse que “a turma do ex-presidiário que está na foto está cometendo genocídio. Mas deve ser aglomeração do bem, então não tem problema”.

Carlos se refere ao fato de que a oposição critica a conduta do presidente no combate à pandemia de coronavírus e o acusa de genocídio em função das mais de 487 mil mortes no país devido à doença.

A foto foi registrada no sábado (12/6), durante encontro de Lula com líderes de favelas e movimentos sociais no Rio de Janeiro.

O evento contou com a presença do deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ), pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro, e das deputadas Benedita da Silva (PT-RJ) e Gleisi Hoffmann (PT-RS), presidente nacional do Partido dos Trabalhadores.

Metrópoles

Opinião dos leitores

  1. Quando você olha uma foto dessas ai que você entende que a humanidade está perdida. É um bando de imundos hipócritas.

  2. Covid do bem. Ai não há possibilidade de contaminação. E o menos perigoso e o vírus. Hipocritas do bem.

  3. Desse ter reunido esses bestas para provar uma nova cachaça, ou planejar como vai fazer para deixar o grupo que pagou propina ao PT roubar novamente o país.
    Prefiro o Doidinho que o Ladrão.

  4. Em outubro de 2022 Lula e essa turma da foto vão estar todos tristes e chorando vai haver segundo turno mais com o nosso jumento batizado da igreja evangélica Jair Bolsonaro que se consagrará victorioso nas urnas electrónicas com ou sem impressão do turno.

  5. O USO DA MÁSCARA NESSA FOTO NÃO É POR CAUSA DA COVID , É PORQUE A MÁSCARA FAZ PARTE DO TRAJE DE QUEM É LADRÃO

    1. Comentário perfeito e equilibrado o seu. Infelizmente vamos perder de qualquer maneira.

  6. Todos de máscara.O país desse cidadão é que faz todo estardalhaço.Familia sem categoria essa viu.

    1. *Roger, vocalista do Ultraje à Rigor, escreveu em seu Twitter hoje… “Eu não entendo uma coisa. Bolsonaro é o responsável por 470 mil mortes no Brasil. Quem é o responsável pelas mortes na Índia, China, Reino Unido, Itália, Alemanha, Espanha, Chile, Argentina, Rússia, etc… Tem genocida lá ou somente aqui ? Lá quem mata é o vírus e aqui é o Bolsonaro. É isso ?” Aqui quem mata é a mídia militante e os idiotas que querem Lula de volta !*
      COMPARTILHE A VERDADE

    2. Cáca ..
      Diga a Roger, esse bicho de chifres, q nesses países os presidentes não deixaram de comprar vacinas quando foram oferecidas a eles e nem promoveram o negacionismo. Simples assim, bicho de chifres.

    1. Amigo para dizer besteira e asneira é melhor ficar calado, ninguém engole essas babaquices, foto com máscara não justifica a aglomeração, a máscara não oferece proteção total, na hora da fotografia para os imundos”todo mundo de máscara” agora sim Kkkklk pode tirar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Carlos Bolsonaro exibe fala de Renan Filho e a cloroquina “à disposição do uso médico”

Através de suas redes sociais, o vereador no Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro, exibiu nesta terça-feira(08) trecho de um vídeo em que Renan Filho aparece falando sobre o uso da cloroquina.

“Não pode o remédio da ema, só quem pode versar sobre é o filho do relator da CPI, Renan Calheiros”, destaca.

O filho do presidente Bolsonaro ainda emenda:

“Curioso, Renan Calheiros (relator da CPI) utiliza perfil falso de rede social para atacar Jair Bolsonaro durante CPI. E aí, vai ter alguma investigação ou matéria ou narrativa ou seja lá o que for?”, questiona.

Opinião dos leitores

  1. O que esse parasita fala é irrelevante. O que assusta é ver gente defendendo essas milacrias.
    Cômico, senão fosse trágico…

  2. O vídeo que Carlixo postou é de abril do ano passado, na época, muita gente acreditava em cloroquina em decorrência daquele estudo do francês que depois se mostrou um engodo… Mas o MINTO e a família das rachadinhas até hoje defende o uso de cloroquina!

    1. Eita doutor mané, sai da privada homem, tudo que sai de vc não presta, o filho do presidente falou em datas? Falou que Renan filho defendeu a cloroquina, só isso. Dra. Nise e grande numero de profissionais médicos acreditam e prescrevem, para vc diarreico constante não adiantaria, outros medicos como a Especialista (Doutor diferente de especialista) prescreve, prefira os amigos da Dra. Luana, vc apesar de lesado, pode escolher. O que não pode é um bando de marginais, que não sabem o que é Medicina, ficar dando pitaco em tratamento, coisa que nem o CFM FEZ.

  3. O menino é bom, o menino é espetacular.
    Show de bola Garoto. Mostre que você é um Naro legítimo.

    1. Certeza que é um “NARO” legítimo! A família é toda na rachadinha!

  4. Os Naros são MITOS mesmo, Futuro Prefeito da Cidade Maravilhosa, depous Governador do Estado do RJ e Futuro Presidente do Brasil.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Justiça suspende investigação feita a pedido de Carlos Bolsonaro contra Felipe Neto, por ter chamado o presidente de genocida

Foto: Divulgação

A juíza Gisele Guida acaba de suspender a investigação, da 38ª Vara Criminal do Rio, feita a pedido de Carlos Bolsonaro contra Felipe Neto, youtuber representado pelo advogado André Perecmanis. A magistrada reconheceu a ilegalidade da instauração do procedimento criminal e determinou a imediata suspensão da investigação.

Como se sabe, Felipe Neto chamou o presidente Jair Bolsonaro de “genocida” pela quantidade de mortes em consequência da Covid-19 e da falta de gestão em relação à doença do governo federal. Carlos Bolsonaro registrou queixa alegando crime contra a segurança nacional. Felipe Neto foi acordado com a polícia civil em sua porta. Nas redes, Felipe disse: “Carlos Bolsonaro foi no mesmo delegado que me indiciou por “corrupção de menores”. Sim, é isso mesmo”.

Ancelmo Gois – O Globo

Opinião dos leitores

  1. Esse sujeito, assim como tantos outros da esquerdalha, comemorou TODAS as prisões ilegais de pessoas ditas conservadoras, incluindo a absurda prisão do deputado Daniel Silveira. Agora, será que deu ao menos para perceber sua incoerência, sua evidente hipocrisia? Duvido muito. Essa gente não tem jeito.

  2. Estamos morrendo numa verdadeira roleta russa e o causador disso tudo não quer ser apontado como tal. A Carluxa ficou braba.

  3. ahahhahaha
    O mesmo juíz!
    Fale mais sobre o fim da corrupção…
    De genocídio essa familícia entende!
    GENOCIDAS.

    1. Simples, os genocidas todos os políticos que não permitiram adotar a hidroxocloroquina, azitromicina, ivermectina e o zinco como medicação preventiva ao covid.
      Porquê vocês não chamam os presidentes esquerdistas da França, Itália e Alemanha que estão com o processo de vacina parado e tem, proporcionalmente muito mais mortes que o Brasil de genocidas?
      Genocida são os políticos que receberam recursos e não viabilizaram mais leitos para população.
      Genocida é quem constrói campo de futebol super faturado no lugar de hospitais.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Quebra de sigilos do caso Flávio revela suposta ‘rachadinha’ em gabinetes de Jair, quando deputado, e Carlos Bolsonaro

A quebra dos sigilos bancário e fiscal de pessoas e empresas ligadas ao senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) revela indícios de que o suposto esquema da “rachadinha” também ocorria nos gabinetes do pai, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), quando este era deputado federal, e do irmão Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), vereador no Rio de Janeiro.

Os dados apontam ainda a existência de transações financeiras suspeitas realizadas pela segunda mulher do presidente, Ana Cristina Siqueira Valle.

Flávio, filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, é acusado de liderar um esquema de “rachadinha” em seu antigo gabinete na Assembleia Legislativa, levado a cabo por meio de 12 funcionários fantasmas de 2007 a 2018, período em que exerceu o mandato de deputado estadual.

O hoje senador foi denunciado em novembro de 2020 pela Promotoria fluminense sob a acusação dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Ele nega as acusações.

Em fevereiro passado, porém, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) anulou as quebras de sigilo relacionadas ao caso Flávio. Por maioria dos votos, os ministros da Quinta Turma, colegiado encarregado de analisar a matéria, identificaram problemas de fundamentação na decisão judicial.

O futuro do caso ainda depende de outros recursos que devem ser julgados nesta semana no STJ, incluindo a análise sobre a legalidade de compartilhamento de dados do Coaf (órgão federal de inteligência financeira) com o Ministério Público do Rio.

Em setembro de 2020, portanto antes dessa decisão do STJ, o UOL teve acesso às quebras de sigilo e, desde então, analisou as 607.552 operações bancárias distribuídas em 100 planilhas —uma para cada um dos suspeitos.

A partir disso, a reportagem detalhou uma série de operações suspeitas de assessores da família Bolsonaro, caracterizadas pelo uso de grandes volumes de dinheiro em espécie. O UOL avalia que há interesse público evidente na divulgação dessas informações.

Procurados desde quarta-feira (10) por email, telefone e mensagem de WhatsApp, Jair, Flávio e Carlos Bolsonaro não responderam aos questionamentos da reportagem.

EX-MULHER DE BOLSONARO FICOU COM R$ 54 MIL DE CONTA DE ASSESSORA

O então deputado federal Jair Bolsonaro empregou em seu gabinete por oito anos Andrea Siqueira Valle, a irmã de sua segunda mulher, Ana Cristina Siqueira Valle. Um ano e dois meses depois que a irmã deixou de trabalhar para Jair, Ana Cristina ficou com todo o dinheiro acumulado da conta em que Andrea aparecia como titular e recebia o salário: saldo de R$ 54 mil —quantia equivalente a R$ 110 mil, em valores de hoje.

EX-CHEFE DE GABINETE DE FLÁVIO BOLSONARO PAGAVA ALUGUEL DE LÉO ÍNDIO

Mariana Mota, ex-chefe de gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio, costumava fazer pagamentos de despesas locatárias de uma quitinete no centro do Rio, onde morava Leonardo Rodrigues de Jesus, o Léo Índio, primo do senador. O dinheiro provinha da conta da então chefe de gabinete e as transferências ocorreram ao longo do ano 2007.

ASSESSORES DE JAIR BOLSONARO SACARAM R$ 551 MIL EM DINHEIRO VIVO

Quatro funcionários que trabalharam para Jair Bolsonaro (sem partido) na Câmara dos Deputados retiraram 72% de seus salários em dinheiro vivo. Eles receberam R$ 764 mil líquidos, entre salários e benefícios, e sacaram um total de R$ 551 mil em espécie.

QUATRO ASSESSORES DE CARLOS RETIRARAM R$ 570 MIL EM DINHEIRO VIVO

Ao menos quatro funcionários do gabinete do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) sacaram 87% de seus salários. Juntos, eles retiraram um total de R$ 570 mil, também em dinheiro vivo. O Ministério Público do Rio de Janeiro apura se o vereador contratou “funcionários fantasmas” e foi beneficiado por um esquema de “rachadinha”.

A análise realizada pelo UOL mostra que o intenso volume de saques dos assessores de Jair e Carlos é bastante semelhante aos dos funcionários de Flávio.

Esse padrão chama atenção porque foi identificado pelos investigadores do MP-RJ como parte do método usado durante a “rachadinha” na Assembleia do Rio. Além disso, o uso constante de quantias em espécie dificulta o rastreamento pelos órgãos de controle.

No caso de Flávio, a partir dos saques, os salários eram transformados em dinheiro vivo para entregas a operadores da “rachadinha”: nome pelo qual é conhecido o esquema ilegal de devolução de vencimentos de assessores de um político.

Em julho de 2020, reportagem da Folha revelou que a análise dos documentos relativos aos 28 anos em que Jair Bolsonaro foi deputado federal, de 1991 a 2018, mostra uma intensa e incomum rotatividade salarial de seus assessores, atingindo cerca de um terço das mais de cem pessoas que passaram por seu gabinete nesse período.

O modelo de gestão incluiu ainda exonerações de auxiliares que eram recontratados no mesmo dia, prática que acabou proibida pela Câmara dos Deputados sob o argumento de ser lesiva aos cofres públicos.

A Folha se debruçou por meses sobre os boletins administrativos da Casa, identificando uma ação contínua. De um dia para o outro, assessores chegavam a ter os salários dobrados, triplicados, quadruplicados, o que não impedia que pouco tempo depois tivessem as remunerações reduzidas a menos de metade.

Mesmo assim, dois deles disseram à reportagem nem mesmo se lembrar dessas variações formalizadas pelo gabinete de Jair Bolsonaro.

Nove assessores de Flávio Bolsonaro que tiveram o sigilo quebrado pela Justiça na investigação sobre “rachadinha” (desvio de dinheiro público por meio da apropriação de parte do salários de funcionários) na Assembleia Legislativa do Rio foram lotados, antes, no gabinete do pai na Câmara dos Deputados.

Ao menos seis deles estão na lista dos que tiveram intensa movimentação salarial promovida por Jair Bolsonaro quando era deputado federal.

Folha de São Paulo, com UOL

 

Opinião dos leitores

  1. Kkkkkkkkkk
    Elegeram um Severino Cavalcanti p.presidente ….
    Baixo clero não pode fazer muita coisa

  2. Quando a globo falava das falcatruas do PT todos a aplaudiam,o folhs e o estadão eram elogiados e repetiam qua A Verdade os liberterás,conheciam a verdafeira "verdade"
    Quando começou a expor os podres da Familia,virou globolixo.
    CONHECERÁS A VERDADE E ESTA VOS LIBERTARÁ
    SEPULCROS CAIADOS.

    1. Não existe a menor possibilidade de comparação entre as famílias.
      Só nas narrativas torpes da mídia com abstenção de recursos públicos nos bolsos que tentaram culpar Bolsonaro da morte de Marielle, agora tentam incriminar a família criando mentiras e ligações inexistentes. Mas como já disse um leitor, antes tem que mostrar e exclarecer a fortuna de outra família cujos filhos nunca tiveram emprego e renda, mas são ricos e cuja esposa nunca trabalhou e deixou R$ 70 milhões de herança.

  3. Essa família é cheia de coisas erradas! Ainda ficam uns coitados defendendo políticos. Vai ser cadeia na familícia!

    1. Se for Tem que responder.
      Antes disso tem outras famílias que precisam responder por suas fortunas que surgiram do acaso.
      Como uma senhora que nunca trabalhou, deixou uma herança de R$ 72 milhões? Vendendo Avon?

  4. A foia de Sum Palo está quebrando por falta de dinheiro público, estão com saudades da fartura do Governo do PT, que derramará dinheiro. A abstinência do dinheiro fácil faz os canalhas inventarem qualquer coisa.
    O Véio Bolsonaro é duro e quem não quiser cair que se deite.
    O pau do Véio Bolsonaro é duro e desce no lombo da imprensa canalha.

  5. TODO MUNDO SABE

    LADRÃO é LADRÃO e mané é mané

    O governo booooooom de roubar rachadinha

    Acabei papai

    Acaboua mamata kkkkkkkkk kkkk kkkkkk

  6. Mais da metade dos deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) está na mira do Ministério Público. Segundo apurou VEJA com exclusividade, 42 dos 70 parlamentares, dos mais diversos partidos, são investigados pela prática da rachadinha – quando um político fica com parte do salário do funcionário ilegalmente. O número é bem superior do divulgado no relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

  7. Eh novidade pra alguém que esse tempo todo o MINTOmaníaco não estava movendo instituições pra defender o filho chocolateiro e sim pq o esquema eh dele!

  8. Vamos fazer arminhas com as mãos. B
    Bem que ele disse que ia defender a família… só que era a "famiglia" dele.
    Já estão chamando de irmãos metralha.
    Basta de MI MI MI:
    Mi litar
    Mi lícia
    Mi to

    1. Enquanto isso, Lula do petrolao e do mensalão está solto.
      A turma de Maduro quer voltar…
      A turma que estava acostumada a roubar bilhões posa de inocente…
      Querem comparar rachadinhas com esquemas bilionários envolvendo Odebrecht, JBS, etc…
      O povo não é bobo.
      BG ainda fica reproduzindo isso.
      O comunismo é um caminho sem volta.
      No comunismo não tem corrupção, pois dinheiro público a cúpula comunista faz o que quer e não existe imprensa…

    2. É isso aí Paulo.
      BG, só coloque notícias desfavoráveis ao PT.
      O comunismo é um perigo atual. Rachadinha não existe. Bolsonaro é honesto…

  9. Rapaz, que coisa. Só falta a imprensa descobrir que 150% dos deputados e vereadores fazem rachadinha. Tem partido (PT) com a oficialização da prática no regimento. É muito canalha a imprensa que se presta a esse jornalismo orientado a interesses econômicos e ideologizado.

    1. Estou gostando de ver a nova narrativa: a família Bolsonaro eh corrupta TAMBÉM, mas os petistas são mais corruptos: concordo plenamente!

  10. Adorando ver os comentários dos seguidores do " mito " , rindo até 2022 da cara do Gado, estão com vergonha de assumir a cagada ou é falta de caráter mesmo ? ???

  11. Notícia com toda credibilidade da Folha, desesperada pela abstinência de recursos públicos.
    Se por acaso isso existisse, durante a campanha de 2018, que investigaram tudo de Bolsonaro, até tentaram matar, isso não teria vindo a público? Mais uma FAKE NEWS produzida que o STF não coloca no processo das fakes.

    1. A vaca do Bozo não aceita a relidade…..
      Fake news é o Covarde do Bozo dizer que quem tomava coronavac virava comunista ou jacaré, pra no fim a mãe dele tomar a mesma vacina ou então quando a pandemia chegou ao Brasil o Bozo disse que ia morrer no maximo mil pessoas……ou entao dizer que teve fraude na eleição e nunca provar.
      Esse gado do Bozo são uma piada.
      Muuuuuu

  12. Quatro assessores. Doze anos. Treze salários por sno. Saque de 883 reais poe mês. Arranjem outra.

  13. Bota pra descer, agora deixar a gente se livrar da esquerda, cair em boas mãos e bola pra frente. Quem errou q pague, seja o filho ou o próprio PR JB. E que assim sendo, que julguem os demais por crimes maiores, na ordem.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Carlos Bolsonaro abre queixa-crime contra Bruna Marquezine e Felipe Neto por calúnia em supostos ataques ao presidente

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) anunciou nas redes sociais que vai processar a atriz Bruna Marquezine e o youtuber Felipe Neto por “calúnia”.

No Twitter, o filho do presidente escreveu o artigo 138 do Código Penal, que diz: “Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime: Pena – detenção, de seis meses a dois anos, e multa. § 1º – Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga.”

O vereador ainda diz:

“Encaminhamos queixa-crime contra Bruna Marquezine e o youtuber Felipe Neto por supostos crimes contra o presidente da República.”

Opinião dos leitores

  1. Isso daí, tem que ter respeito pelo presidente, os contra Bolsonaro pode este parecer milhões, mas na verdade e pq são todos histéricos e insanos.

  2. Louco desvairado igualzinho ao pai SATÂNICO
    OH FAMÍLIA DEBILOIDE
    JOGA SAL..JOGA SAL NESSS PRAGAS
    NAHHHHHH
    NOJO
    BOLSOTRALHAS

  3. O que quer o Carlito? Como chamar alguém que negligência uma pandemia? Que debocha de métodos de prevenir o mal, como o uso de máscaras e de vacinas? Que desrespeita os mais de 269 mil mortos e seus milhões de familiares e amigos? Que negligência a compra de vacinas quando o mundo todo indica que é a única maneira de combater a doença, prevenindo? Que diz ser mimimi e frescuras chorar a morte de milhares de pessoas? Quer que chame de mito? Aí só com gramínea estragada.

  4. Mais uma grande contribuição do nobre vereador a cidade que o elegeu. Próximo projeto de lei será para legalizar o casamento entre primos do mesmo sexo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Moro diz à PF que foi alvo de ataques do ‘gabinete do ódio’ e cita ligação de Carlos Bolsonaro com o grupo

Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro afirmou em depoimento à Polícia Federal que ouviu de ministros do Palácio do Planalto que o filho do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), é ligado ao chamado “gabinete do ódio”, grupo de assessores bolsonaristas que usa as redes sociais para atacar adversários do presidente, e disse ainda que foi alvo de ataques desse grupo após ter deixado o cargo de ministro.

No depoimento prestado no último dia 12 no inquérito sobre a organização de atos antidemocráticos, Moro afirmou que a ligação de Carlos Bolsonaro com o “gabinete do ódio” é comentada por ministros do Palácio do Planalto e afirmou que esses ministros poderiam dar maiores esclarecimentos à PF.

“Indagado se tem conhecimento do envolvimento de Eduardo Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, Tercio Arnaud, José Matheus, Mateus Matos em quaisquer dos fatos ora mencionados, respondeu que os nomes de Carlos Bolsonaro e Tercio Arnaud eram normalmente relacionadas ao denominado ‘Gabinete do Ódio’; indagado sobre como tomou conhecimento da relação de tais pessoas com o denominado ‘Gabinete do Ódio’, respondeu que tomou conhecimento por comentários entre ministros do governo; indagado sobre quais ministros citavam a participação de Carlos Bolsonaro e Tercio Arnaud no ‘Gabinete do Ódio’ respondeu que eram ministros palacianos”, diz o depoimento.

Novamente questionado sobre quais ministros seriam esses, Moro preferiu não citá-los nominalmente. “Indagado se o depoente poderia nominar tais ministros, respondeu que reforça que era um comentário corrente entre os Ministros que atuavam dentro do Palácio do Planalto”, afirma no depoimento.

Moro disse não ter conhecimento se servidores públicos são usados nessas atividades de ataque às autoridades, mas afirmou à PF que era necessário apurar isso. Sobre os ataques que sofreu, o ministro afirmou no depoimento: “Esclareceu que quando de sua saída do Ministério de Justiça ocorreram diversos ataques contra sua pessoa em redes sociais; que chegou ao seu conhecimento que tais ataques eram oriundos do denominado ‘Gabinete do ódio’; Indagado se pode nominar as pessoas responsáveis pela a prática de tais condutas, direta ou indiretamente, respondeu que não sabe denominar”.

‘Animosidade’ com Rodrigo Maia

A PF questionou Moro se, durante seu período como ministro da Justiça, ele tomou conhecimento da existência de uma estrutura dentro do governo federal montada para atacar autoridades públicas dos outros Poderes, como parlamentares e ministros do Supremo Tribunal Federal.

Apesar de dizer que só tomou conhecimento desses ataques por meio das próprias redes sociais, Moro citou que existia uma “animosidade” entre Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e que sabia dos ataques ao parlamentar.

“Tinha conhecimento de uma animosidade entre o Presidente da República e o Presidente da Câmara dos Deputados; que tinha conhecimento que o Presidente da Câmara dos Deputados sofria ataques por meio de publicações em redes sociais; que não sabe precisar se tais ataques eram advindos de dentro do governo ou de pessoas ligadas ao governo federal”, afirmou no depoimento.

Após essa declaração, Moro recomendou à PF tomar os depoimentos dos ministros palacianos. “Acredita que melhores esclarecimento possam ser prestados por ministros que atuavam dentro do Palácio do Planalto; Indagado sobre quem seriam os ministros, respondeu que seria possível obter melhores esclarecimento, por exemplo com o Secretário de Governo, o Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, e o Secretário de Comunicação, uma vez que o depoente trabalhava fora do Palácio do Planalto”.

Em depoimento prestado anteriormente no mesmo inquérito, Carlos Bolsonaro negou que orquestrasse ataques a autoridades nas redes sociais por meio de terceiros. Nesta sexta, o vereador comentou o depoimento de Moro após a revelação pelo GLOBO: “Não há qualificação para mais essa tentativa boçal. Saudades de viver em um mundo onde homens eram homens!”.

Desde que deixou o governo, esse é o segundo depoimento prestado por Moro em uma investigação. O primeiro foi no inquérito aberto para apurar as acusações de interferência do presidente Bolsonaro na Polícia Federal, feitas por ele ao pedir demissão.

O inquérito sobre atos antidemocráticos foi aberto a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para investigar a realização, financiamento e organização de atos com ataques aos Poderes. O relator da investigação no Supremo Tribunal Federal (STF) é o ministro Alexandre de Moraes.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. O melhor que Moro fez foi ter acabado com Luladrão politicamentre, com a quadrilha do PT !!!!!!

  2. Desculpem os discordantes, mas Sergio Moro foi o melhor presente que o Criador deu ao Brasil desde 1500. De grande preparo intelectual, de incomparável envergadura moral e ética, deixou um grande legado ao povo brasileiro por ocasião da Lava Jato. Poderá, no futuro, fazer muito pelo Brasil. Não reconhecer o mérito de Sérgio Moro é um atestado de ingratidão ou de ignorância.

    1. Uuauu!! Que texto lindo.

      Só a título de informação.

      1 – o Juiz ou ex ou sei la o quer.. envolvido no ESCÂNDALO da Privatização TUCANA,

      2- envolvido no ESCÂNDALO do Banestado.

      3 – Ser teve um político ou algum do tipo chamou Dr. ENÉAS CARNEIRO.

  3. Interessante, todo mundo, exceto o gado que não tem massa na cabeça, sabia que a família Bozo era fake e que vive do ódio do povo. Quando esse ódio era direcionado ao PT e outros inimigo de conveniência, Moro se aliou a família "quem disse que ele era família foi a Sra. Moro" ele achava bom e não reclamava. Agora diz que não sabia, que é vítima… Acredita quem quer. Não só Moro como vários outros provaram do próprio veneno com a família Bozo. Mais que merecido. Mas não para por aí, Deus vê tudo e quem planta colhe. QUEM FAZ MAL AOS OUTROS OU VÊ E NADA FAZ PARA PARÁ-LO, LOGO VIRA VÍTIMA DESSE MAL.

    1. É, o trabalho do moro parece que só lhe fez bem, mesmo sem ter cargo público tem aprovação da maioria do povo brasileiro, seus trabalhos rendem muito dinheiro, e a lava jato continua a todo vapor, ontem mesmo estava na rua enquadrando mal feitores petralhas. Pelo que se comenta, o trabalho desenvolvido pelo nosso herói, pelo andar da carruagem, irá perdurar ainda por uma década adiante. Será se os petralhas tem bons trato com a coisa pública? E se essa operação colherá bons frutos para brasileiros e o ex-juíz Sérgio Moro?

  4. Outra decepção nacional, pagou pela vaidade de ser chamado de ministro. Se achou quando exercia o cargo; toda moral desse cidadão foi pra lata do lixo.

  5. é SÓ AGUARDAR o fim DE moro com a delação de TACLA DURAN . e PENSAR QUE FUI para Midway para defende-lo.

  6. O marreco tá cercado pelo Celso três, tá querendo inventar coisas. A tucanada tá ferrada! Povo que ele sempre defendeu.
    Chora, marreco!! Vai defender Zé Serra e mais uma meia dúzia dos seus amigos! Dispensa os 750 mil!

  7. Ele quer sempre ser lembrado na mídia, se não, só lembranças de barto Galeno, esse judas.

  8. Depois do papelão que fez na saída com cargo de Ministro, tudo que esse senhor fala, parecer ser discurso previamente programado, estudado e pronto para criar versões.
    A necessidade em culpar alguém na família Bolsonaro é tão grande que foge a normalidade.
    Ele tem tanto foco em acusar a família Bolsonaro que nunca fez, não disse uma palavra contra aqueles que realmente atuaram contra ele, como o famoso caso do roubo de sua mensagens pelo intercept e seus atores que agiram contra membros da República e nunca foram sequer, acusados formalmente.
    Moro desfigurou-se aos poucos, juiz implacável contra alguns políticos, nunca processou ninguém do PSDB, pelo contrário, engavetou as investigações contra Aécio , a irmã dele e seus emissários.
    Sabe o que faz e o faz de forma planejada, calculada, fria, afinal, ninguém joga fora 20 anos de magistério para ficar sem nada nas mãos.
    Na realidade tanto faz votar em Moro, Aécio, FHC e demais figurinhas carimbadas do PSDB, são todos filhos do mesmo ninho.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Reeleito para o 6º mandato como vereador no Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro ignora menos votos, e agradece pela “consideração”

Filho “zero dois” do presidente Jair Bolsonaro, o vereador carioca Carlos Bolsonaro (Republicanos) foi reeleito para o sexto mandato na Câmara do Rio de Janeiro, mas perdeu cerca de 36 mil votos em quatro anos e o posto de mais votado da cidade, que passou para Tarcísio Motta (PSOL). Carlos teve 70 mil votos. Em 2016, ele conseguiu 106 mil eleitores e foi o líder. 4

Mãe de Carlos e primeira ex-mulher do presidente, Rogéria Bolsonaro (Republicanos) fez pouco mais de 2 mil votos e não será eleita, apesar de ter feito campanha com forte presença nas ruas – ao contrário do filho. Essa foi a segunda vez na história que Carlos “derrotou” a mãe. Eles concorreram um contra o outro, por determinação de Bolsonaro, em 2000.

Neste ano, contudo, o clima não era de competição, mas de união. Vereador mais jovem a ser eleito na história do País, o “zero dois”’ assumiu o cargo e lá está até hoje, apesar das andanças por Brasília. Tem atuação discreta na Câmara. No último ano, filiou-se ao partido do prefeito Marcelo Crivella e foi um defensor dele nas duas votações que poderiam lhe render um processo de impeachment.”

Com informações de Gazeta do Povo

Opinião dos leitores

  1. PT lidera em número de disputas no 2º turno
    O Partido dos Trabalhadores (PT) será a legenda com a maior presença no 2º turno na eleição municipal de 2020 . A legenda disputará em 15 das 57 cidades que ainda não fecharam votação no primeiro turno.

  2. Teve menos votos que o Tarcísio do PSOL.
    Espero que esse moço aproveite o seu QUINTO mandato para fazer algo de útil pela população carioca.

  3. Isso mesmo Manoel Mané, o povo brasileiro passou 14 anos nesse misere de só votar no que desce pelo bojo, está mais do que na hora, do povo fechar os olhos, empurrar o dedo e mandar um bocado de petistas para o esgoto, vc viu? Isso aconteceu mesmo……kkkkklll

  4. O Rip de Janeiro é um caso à parte!
    Como diz a música:
    "Cidade sangue quente do melhor e do pior do Brazil. "
    Está aí um exemplar do pior.

  5. Diante da enorme preocupação em minimizar a eleição de uns, vamos aos FATOA QUE A MÍDIA ESTÁ OCULTANDO:
    VEM SENDO NEGLIGENCIADO pela mídia que o PT PERDEU 133 municípios (caiu de 257 para 124). O PT NÃO FICOU COM NENHUMA CAPITAL.
    EM 04 (quatro) Estados da Federação o PT NÃO TEM PREFEITOS.
    Em termos de população, o PT hoje governa 3,64% dos brasileiros.
    O resultado de queda do PCdoB é ainda mais drástico: perdeu 51 municípios e governa apenas 31 (0,42% dos brasileiros).
    O PDT perdeu 133 municipios, ficando com 201.
    O PSOL, queridinho da mídia, puxadinho do PT, tem três municípios (0,69% do eleitorado).
    Os outros pseudo-partidos de esquerda (PCO, PSTU etc) NÃO aparecem nas estatísticas com prefeitos eleitos.

    1. O PT mau nas urnas nessa eleição já era esperado. A grande novidade foi o desempenho pífio do bolsonarismo. Achavam que iam deitar e rolar nas eleições municipais. O recado foi dado !

    1. Concordo.
      Votaram em Lindberg condenado por corrupção e Eduardo Paes que faz parte da trupe do Rio de políticos corruptos.

    1. É verdade! Veja o que acontece pra prefeito. Sai um malandro e entra outro.

    1. Me mostra um político que não seja parasita, fico satisfeito em você me apresentar apenas um nome.

    2. É igual a luladrão? A única diferença é que só um conseguiu roubar mais de um trilhão de reais, e justamente esse tem um lote de jumentos petralhas que o defendem, mesmo tendo provas robustas, prisões e condenações dele e comparsas, ainda devolução de bilhões de reais. Qual dos dois foi mais maléfico ao país? Pelo menos boa parte dos brasileiros estão reagindo contra ações desses pilantras.

    3. Rapaz, ver eleitores defendendo esses caras com unhas e dentes chega a ser hilário. Homi, quem paga esse pessoal somos nós, kkkkkkk.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Carlos Bolsonaro critica sanção do Dia da Visibilidade Lésbica no RN: “Ninguém deve ser valorizado por sua opção sexual, mas por seu caráter e competência”

(Foto: Reprodução/Twitter)

O vereador Carlos Bolsonaro, através do microblog Twitter, destacou a publicação do Diário Oficial do Estado desta terça-feira(22). Em tom de crítica, relembrou que o Dia da Visibilidade Lésbica, rejeitado na Câmara do Rio (19×17), em trabalho junto a outros vereadores, foi sancionado no RN.

“Agenda de esquerda que descaradamente divide para conquistar. Ninguém deve ser valorizado por sua opção sexual, mas por seu caráter e competência!”, disse.

 

Opinião dos leitores

  1. Carlos Bolsonaro uma das reservas Morais deste país e os milicianos do grupo Antifacista da governador (a) continuam aprontando contra os verdadeiros policiais.

  2. "Lindos" os comentários dos "lacradores" por aqui. Esquecem que o RN está "quebrado", que as empresas estão indo embora do estado (e levando consigo empregos e arrecadação de impostos) e que a governadora do PT NADA faz para reverter essa situação. Ao invés disso, perde seu tempo com ações esdrúxulas e sem a menor importância como a edição dessa lei. Como essa "homenagem" só se aplica às lésbicas, devemos aguardar também a criação de dias para todos os outros tipos da comunidade LGBT? Porque segundo o "site" inglês The Gay UK, LGBTQQICAPF2K+ é a nova sigla da comunidade LGBT. E o sinal "+" no final parece demonstrar que a sigla não terá fim. Portanto… Será que a governadora vai criar todos eles e decretar feriados no estado? Francamente!

    1. A REFORMA DA PREVIDÊNCIA do ESTADO, é verdadeiro G O L P I , tudo que dizia no SENADO ñ passa de um faz de conta. Comer até QUENTINHA" por que era contra a REFORMA DA PREVIDÊNCIA , que destruía os direitos dos trabalhadores / trabalhadoras principalmente os mais prejudicados estão APOSENTADOS E PENSIONISTAS. GOVERNADORA será que é G O L P I.
      O silêncio dos PELEGAS, ñ vei de graça , cai na conta do SINDICATO, aproximadamente R$ 6 MILHÕES de REAIS.

    1. O sinal + é para incluir a direita que se diz honesta.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Vereador Leonel Brizola Neto (Psol) protocola pedido de cassação de Carlos Bolsonaro na Câmara de Vereadores do Rio: “palavrões nível quinta série”

Veja/Reprodução

O vereador Leonel Brizola Neto (Psol) deu entrada nessa segunda-feira (8) no pedido de cassação de Carlos Bolsonaro (Republicanos). Ele protocolou o documento no Conselho de Ética da Câmara, e alegou quebra de decoro e agressão verbal por parte de Carlos em suas manifestações. Em entrevista a VEJA RIO, Leonel afirma que o filho do presidente Jair Bolsonaro agride verbalmente os colegas em sessões virtuais, e que usa o grupo de WhatsApp dos vereadores para xingar seus opositores.

“É tudo muito baixo, com palavrões nível quinta série, com o claro intuito de tumultuar”, diz. Segundo o vereador, Carlos usa xingamentos e expressões chulas sempre que entram em pauta assuntos relacionados à defesa do isolamento social durante a pandemia da Covid-19 (que a família Bolsonaro combate), ou quando o governo federal é criticado. “Na mesma hora vem xingamento atrás de xingamento, uma baixaria terrível, com expressões tipo ‘queima a rosca’ e ‘maconheiro’”, afirma.

O pedido de cassação ainda vai ser avaliado pelo presidente da Câmara, Jorge Felippe (MDB), e pelo presidente do Conselho de Ética da Casa, Fernando William (PDT).

Veja

Opinião dos leitores

  1. E comentários do se ex presidente tipo “ você que é mulher do grelo duro”, é de nível universitário? Não vi ninguém querer tirar o presidente por palavras chulas ou porque ficou urinado em público por alcoolismo….

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

‘Inquérito político e ideológico’, diz Carlos Bolsonaro após operação da PF, em que não foi alvo

Foto: Dida Sampaio / AE

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) se manifestou logo após a operação da Polícia Federal deflagrada na manhã de hoje para cumprir 29 mandados de busca e apreensão no inquérito das fake news que investiga ataques a ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). Carlos criticou o inquérito e a investigação.

“O que está acontecendo é algo que qualquer um desconfie que seja proposital. Querem incentivar rachaduras diante de inquérito inconstitucional, político e ideológico sobre o pretexto de uma palavra politicamente correta? Você que ri disso não entendo o quão em perigo está!”, escreveu o vereador carioca no Twitter.

UOL

Opinião dos leitores

  1. Incrível como o STF deixa de trabalhar em seus longos processos que alguns a décadas esperam ser apreciados……mais o desvio de suas funções para fazer política e um nojo…..vão trabalhar….bando de abutres….

  2. Jogaram a carapuça pra cima, igual a um bouquet de flores, ele tratou de pegá-la e vesti-la imediatamente. Como diria um famoso comediante… 'Aí mente'…

  3. O manicômio amanheceu fervendo hoje! Adeus investimentos estrangeiros nesse país de milicianos e loucos!

  4. Ontem o Presidende Bostanaro elogiou PF contra Witzel, será q hoje o presidente vai continuar elogiando?

    1. Mostra o quão você desconhece como realmente funcionam os processos. No caso do RJ, a polícia federal abriu inquérito por indícios, investigou o caso e requisitou diligências e medidas juntamente como o MP. Essas, por sua vez, foram aceitas e determinadas pelo poder judiciário. Veja se encontram os mesmos elementos no caso das fake news, conforme determina nosso ordenamento jurídico.

  5. Isso é tudo fake do gabinete do amor. A culpa é de Lula e do PT. Tá ok??? O que importa é que Queiroz é inocente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Carlos Bolsonaro, sobre apreensão de celular: “Que crime teria cometido para tamanha velocidade e abuso?”

Foto: Reprodução

Carlos Bolsonaro comentou há pouco o fato de Celso de Mello enviar três notícias-crimes para a PGR. A apreensão do celular do filho de Bolsonaro é uma das medidas solicitadas.

“Meu celular? Enquanto isso os do ex-piçóu Adélio protegidos há mais de um ano, processos contra Botafogo, Calheiros e outros sentados em cima há anos. Que crime teria cometido para tamanha velocidade e abuso? Nenhum. A narrativa do sistema continua em pleno vapor!”

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. O decano do STF, quem dia, vai deixar seu nome inscrito na calçada da fama desta terra brasilis. Deu um senhor puxão de orelhas nos milicos saudosistas da ditadura, e agora encosta no para-choque da familícia.

    1. Eu vejo muito abuso por esse ministro de merda
      Tem que dar voz de prisão para esse canalha

  2. "…..a narrativa do sistema….." . Quem é o sistema ?? quem faz parte do sistema ??? será que a família Bolsonaro não faz parte desse mesmo sistema ??????.
    Ô menino inocente, kkkkk.

  3. O maior argumento desses bandidos é a comparação com os bandidos do governo anterior. Crime é crime é um erro não justifica outros. Bota pra torar Celso de Melo.

  4. É próprio do DNA de todo GADO não saber ler e cair em fake news do seu líder supremo. Ministro do STF não pediu ou determinou nada sobre celular de ninguém. Ele recebeu pedido de parte autora e encaminhou para parecer do MPF (PGR). Isso acontece com qualquer processo.

  5. Para mim esse filho do presidente é um
    Bos.., mas nessa vez ele está certo. O ministro q pediu sai em novembro e tenta desestabilizar a república como sua grande obra antes de sair

    1. Concordo com suas palavras, por mais bost@ e qualquer crime e etc que tenha cometeido, foi muito rápido o pedido e como o 02 falou, gente com mais rabo preso não tem o pedido tão rápido assim.

    2. Tá reclamando por quê? Sem entrar no mérito, aplaudiram quando aceleraram o processo de Lula com a finalidade de exclui-lo das eleições. Já esqueceram? Pimenta no dos outros é refresco!

    3. E outra coisa: O Ministro não decidiu nada. Ele recebeu uma ação e nela há o pedido de busca e apreensão do celular. Essa ação foi enviada à PGR que dará um parecer e só então haverá uma decisão!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Gabinete de Carlos Bolsonaro recebeu ex-assessores investigados em ‘rachadinha’, destaca O Globo

Foto: Editoria de Arte/O Globo

Imagens da portaria e documentos da Câmara Municipal do Rio obtidos pelo GLOBO via Lei de Acesso à Informação revelam que quatro ex-assessores do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) investigados pelo Ministério Público do Rio (MP-RJ) estiveram no gabinete do parlamentar no Palácio Pedro Ernesto, em 30 de outubro do ano passado. Esses ex-funcionários prestaram, no mesmo período, depoimentos no âmbito do procedimento de investigação sobre as suspeitas de “rachadinha” ligadas ao gabinete de Carlos, que estava na Câmara no dia das visitas. Um ex-auxiliar do hoje senador e ex-deputado estadual Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), também investigado, esteve no gabinete de Carlos no mesmo dia. Nenhum deles frequentava mais a Câmara regularmente.

Flávio, Carlos e os ex-assessores são alvos do MP-RJ em procedimentos sobre suspeitas de uso de funcionários fantasmas para devolução de salários, a prática conhecida como “rachadinha”. As visitas desses ex-auxiliares do vereador, filho do presidente Jair Bolsonaro, são incomuns. Dois deles, que são irmãos, constaram como assessores de Carlos entre 2001 e 2008, e a Câmara não tem registro de visita dos dois ao gabinete desde 2015.

Entre os assessores estão três integrantes da família Góes, com vínculo com os Bolsonaro. Rafael de Carvalho Góes, Rodrigo de Carvalho Góes e Neula de Carvalho Góes, mãe dos dois.

– A gente não dá informação nenhuma porque o gabinete é o responsável — afirmou Rodrigo Góes ao GLOBO.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Esperando os comentários daqueles que não tem "bandidos de estimação".
    VAMOS lá gado defensor de milicianos achocolatados.
    Bandido bom não é bandido morto?

    1. Só coincidência.

      Esse Flávio é um gênio do crime. Kkkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Após ira de Carlos Bolsonaro com manchete desmentida, Veja se “retrata”, comunicando que “se não corresponde à verdade, vamos tirar a matéria do ar”

Fotos: Reprodução

O xingamento de Carlos Bolsonaro nessa terça-feira(21) sobre uma matéria da Veja sobre rejeição sobre a atriz Regina Duarte na “Cultura” ganhou disputa acirrada, após o veículo de comunicação discutir com o filho do presidente pelas redes sociais.

Após xingar a Veja, disse que a matéria se tratava de uma “mentira descarada”. O veículo, então, resolveu perguntar se ele é a favor da artista na secretaria, o que acabou viralizando nas redes sociais, com xingamento reafirmado por Carlos. “Agora vão conferir se é verdade de novo?”, questionou.

A Veja, então, reclamou que Carlos Bolsonaro não atende o telefone, e finalizou sua pérola: “Mas, se não corresponde à verdade, vamos tirar a matéria do ar”, reconhecimento que ocorreu tempos depois conforme destaque.

Fotos: Reprodução

Opinião dos leitores

  1. Sim Lucio, mas essa é uma fofoquinha de revista veja. Agora o mensalão, petrolão, lava-jato foram coisas sérias. Alias nãoesquece que não foi só pt preso na lava jato, foi mdb, foi pp, foi doleiro, foi empresario…

  2. Os meus colegas Minions repetem até hoje às reportagens da veja contra a esquerda em geral, mas contra a família não pode.

  3. Independente dos nomes, o jornalismo brasileiro sofre de uma irresponsabilidade incontida, cuja defesa ideológica ultrapassa os limites e beira a criminalidade.
    Quantas notas ou matérias são publicadas sem qualquer preocupação com a verdade, soltam as publicações e quem se sentir atingido que corra atrás para se defender, senão fica a difamação ou calúnia ou injúria como real.
    Isso nunca foi liberdade de imprensa, é flagrante desrespeito aos leitores, é a desconstrução da informação a serviço da ideologia, é a manipulação dos fatos, distorção dos acontecimentos em favor da falácia irresponsável, vestida pela falta de profissionalismo e mau caratismo.
    Graças a liberdade das comunicações, conseguimos ver que as aberrações publicadas vão de encontro aos fatos, deixando os mentirosos sem credibilidade e o povo sabendo quem são.

    1. Porém, qia6ndo era contra Lula, Dilma ou qualquer um do PT ou da esquerda, podia.
      Agora não pode mais
      Ou será que vcs começaram a perceber essa parcialidade e perseguições agora?

  4. Realmente é revoltante quando se é perseguido por mentiras de quem tem a liberdade de imprensa e faz mau uso dessa ferramenta de democracia. Gera revolta e termina envolvendo ate o tal de Teucu, que ate agora nao sei se este tem haver com a novela roque santeiro ou com a esquerda ou com o centro..

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Irritado”, Carlos Bolsonaro sai das redes sociais por pelo menos um mês, diz colunista de O Globo

Foto: Gabriel Monteiro

Carlos Bolsonaro sumiu das redes sociais. O 02, o pitbull de Jair Bolsonaro, apagou suas contas de todas as redes sociais na manhã desta terça-feira(12). Suas páginas no Twitter, Facebook e no Instagram estão fora do ar.

Carlos não deu explicações. Uma pessoa muito próxima do filho do presidente ,e que falou com ele, diz que Carlos Bolsonaro “vai dar um tempo”, pois está “irritado com muita coisa que anda acontecendo e vai se afastar das redes ao menos por um mês”. Esse interlocutor não quis detalhar o motivo da irritação.

Lauro Jardim – O Globo

Opinião dos leitores

  1. Isso é destruição de provas. O Carluxo está se blindando contra algo. Alguma merda grande vai sair por esses dias, vamos aguardar.

  2. Tá bom demais pra ser verdade, talvez o pai comece a entrar nos trilhos.
    Mais ainda ficaram dois para atazanar.

    Que Deus nos proteja.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Carlos Bolsonaro, sobre soltura de Lula: “Paciência e inteligência! Sei que o jogo virará rapidamente!”

Foto: Reprodução]

Enquanto Jair Bolsonaro se cala sobre a decisão de ontem do STF e a soltura de Lula, seus filhos se incumbem de tratar do assunto em suas redes sociais.

Depois de Eduardo –que não citou o petista diretamente–, foi a vez de Carlos abordar o caso no Twitter:

“Presidente @jairbolsonaro enaltece @SF_Moro após decisão do STF que liberta LULA. Não tenho dúvidas que esse jogo virará! O Brasil não aceita mais o show dos bandidos do PT, PCdoB, Piçóu etc! Paciência e inteligência! Sei que o jogo virará rapidamente!”, escreveu o vereador, mencionando as contas do pai e de Sergio Moro na rede social.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Esse miliciano falando em "inteligência" chega a ser engraçado! Um piadista. No que depender da "inteligência" desse bandidagem, a democracia vai prevalecer. Felizmente.

  2. O Tonho da Lua não sabe fazer política, quanto mais se sentir incomodado , mais eleva o poder do Lula, oh homem forte.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Carlos Bolsonaro divulga áudio que rebate depoimento do porteiro

Carlos Bolsonaro postou no Twitter um vídeo com aqueles que, segundo ele, são os registros de entrada do Condomínio Vivendas da Barra, onde Jair Bolsonaro tem casa.

No vídeo, o vereador divulga um áudio que seria do porteiro do condomínio solicitando a entrada de Élcio de Queiroz, acusado pela polícia de ser o motorista do carro usado pelos criminosos que mataram Marielle Franco.

O telefonema, segundo Carlos, foi feito às 17h13 do dia 14 de março de 2018 para a casa 65. Jair Bolsonaro morava na casa 58 e Ronnie Lessa –apontado como autor dos disparos contra Marielle–, na casa 65/66.

“Um simples acesso aos registros internos do condomínio mostra que no dia 14/03/2018 nenhuma solicitação de entrada foi feita para a casa 58.”

O Antagonista

Opinião dos leitores

    1. Cuidado com esse pensamento para não alimentar um monstro chamado DITADURA. Os próprios venezuelanos, por exemplo, sabem muito bem o resultado disso. Tudo começou com o populismo de Chavez e seu ódio pela imprensa livre e pelas instituições.

    1. Acho que você quiz dizer o dedo do Lula no assassinato de Celso Daniel né? A falta de mortadela as vezes provoca confusão mental nos dependentes.

    2. Acho que esse desejo petista pelo dedo de bolsonoro tem a culpa de lula-presidiario… uma especie de fetiche. como lula nao tem um dedo, porque foi incompetente no primeiro e unico trabalho da vida que teve com carteira assinada, agora desejam o dedo de um ex-militar como culpa… coisas de petistas.

  1. É a Globolixo, mas às 21h lá estamos nós, assistindo ao JN e aguardando ansiosos pela Dona do Pedaço, né não?. O problema está aí.

  2. Mais uma vez a Globolixo é desmascarada na tentativa de prejudicar o Governo Bolsonaro!O presidente tem que tomar medidas drásticas contra esta emissora que há muito tempo vem conluiada com a esquerda e o PT em troca dos privilégios e dos bilhões de reais que arrecadou nestes últimos anos!A mamata acabou ! Conformem-se

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *