Carlos Bolsonaro chama de “canalhas” jornalistas que “interpretaram” sua frase com defesa de ditadura

Carlos Bolsonaro, nas redes sociais, soltou o verba com matérias na imprensa em que sugeriram defesa de algum movimento fora da democracia. O filho do presidente Jair Bolsonaro esbravejou que a frase ” por vias democráticas as coisas não mudam rapidamente” simplesmente foi uma resposta “aos que cobram mudanças urgentes”.

Chamando os jornalistas que induziram tal interpretação de “canalhas”, Carlos Bolsonaro condenou menção a ditadura.

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Justus disse:

    Quem é contra os comentários dele também é contra os comentários de José Dirceu (só pelo voto não se chega ao poder) e Benedita (tem que pegar em armas e ter banho de sangue)?

  2. Azevedo disse:

    Esse é doido até a bosta, fala merda e depois quer se explicar.

  3. Vitor Silva disse:

    Esse covardes falam/escrevem coisas e qto a pressão vem eles se peidam. A declaração do Carlos Bolsonaro é repugnante. Um ponto dela, no entanto, me chama mais atenção: é a referência à "transformação que o Brasil quer". Isso reflete um discurso típico da ala camisa de força do Governo: a de que eles conhecem exatamente o que o Brasil quer e deseja.

  4. Robson Levy disse:

    ERA SEGREDO, AGORA NÃO É MAIS:
    A esquerda domina a quase totalidade das universidades;
    A esquerda domina grande parte do jornalismo;
    A esquerda domina o ensino público;
    A esquerda domina todos os diretórios acadêmicos;
    A esquerda domina os sindicatos;
    A esquerda trabalhou por 20 anos se apropriando dos cargos e funções do Estado;
    O que estamos testemunhando são as forças da esquerda, os remanescentes dominadores nas categorias atuarem de forma dissimulada, invertida, raivosa e irresponsavelmente contra o governo. Quem acha que a direita ter chegado a presidência resolveu tudo, começam a perceber que não, existe muito a ser feito, pois tem muitas instituições tomadas pela ideologia da esquerda.

    • Henrique disse:

      Excelente definição… show…. assim mesmo….

    • Esquerdista Gozador disse:

      Pega o doido…
      A esquerda é a responsável pela existência do mal, na sua concepção.
      Um comentário desse é de quem tem muito amor guardado dentro do peito e que não foi retribuído, viu.
      Faça uma terapia pq a esquerda está lhe consumindo.

  5. Eduardo disse:

    Concordo integralmente com o Carlos Bolsonaro. A forma como parte da imprensa está a se comportar, não há outra adjetivo para classificar esses jornalistas: CANALHAS.

“Tudo culpa de Bolsonaro”, reclama Carlos Bolsonaro, citando episódio em Mossoró noticiado e corrigido pela imprensa nacional; vereador fala em “modus operandi de esquerda” na mídia

  Foto: Reprodução/Instagram

Carlos Bolsonaro, filho presidente Jair Bolsonaro,usou as redes sociais nesta segunda-feira(02) para “alertar” o “modus operandi do grande agente de esquerda que se tornou boa parte da mídia tradicional brasileira”.

Conforme post em destaque, o vereador carioca se refere a manchete do UOL sobre o episódio de um trabalhador que invadiu o palco do show de Nando Reis, em Mossoró, na sexta(30) de agosto. Anteriormente, com chamada induzindo como simpatizante do presidente, supostamente enfurecido com crítica do músico ao governo, tempos depois traduzido para um fã, inclusive, revelado admirador do ex-presidente Lula, preso no Paraná.

As chamadas distintas no portal UOL resultam na “atualização” com esclarecimentos do fato. “Tudo culpa de Bolsonaro. Meu Deus!’, reclamou,

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bel disse:

    Engraçado, pois só o que Bolsonaro e os filhos fazem é acusar os outros sem provas, discriminar o ódio por onde passam e ridicularizar os outros quando são contra eles, só eles que podem? Se acham acima de tudo e de todos. Façam o que eu digo mas não façam o que eu faço.

  2. Arthur disse:

    PIB crescendo? Desemprego caindo? Em que país esse homem vive?

    • Justus disse:

      Caro Artur, sem entrar em discussão política, é o que está em todos os jornais e noticiários de TV.

  3. Lourdes Siqueira disse:

    Sr. Rinaldo, no caso de Dilma o avião estava sem piloto. Foi preciso abrir um paraquedas . Quantos anos do partido e o Brasil falido como ficou. No caso de Bolsonaro, vamos dar-lhe um tempo. A economia, a violência já estão mudando….acreditar. Ter esperanças. Caso contrário a vaga se abre para outro…e outro..e outro….

  4. Rinaldo disse:

    Não era isso que se fazia com o governo de Dilma Senhora Lourdes?
    Só agora vocês perceberam isso?

  5. Lourdes Siqueira disse:

    Concordo senhor Rui.
    A imprensa esquece que se o Brasil melhorar, sair desse buraco no qual foi colocado é bom pra todo mundo.
    A imprensa torce contra o governo só pra ver o fracasso do homem Bolsonaro e esquece das consequências de um eventual fracasso. É a mesma coisa de torcer para o avião cair só porque não gostou do piloto.

  6. Véio de Rui disse:

    Carlos está certíssimo, a imprensa da fazendo de tudo pra ridicularizar o governo Bolsonaro, tudo tem seus limetes!

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Quem faz de tudo para ridicularizar o governo Bolsonaro é o próprio Bolsonaro, seus filhos e seus puxa-sacos. A pressão da mídia sempre existiu e sempre existirá, faz parte do jogo democrático.

Carlos Bolsonaro, seus enigmas e reações: “O que está por vir pode derrubar o Capitão. O que querem, é claro”

Carlos Bolsonaro, o ser mais inquieto das redes sociais neste mundo, através do microblog Twitter, “alerta” para algo que “está por vir” e que pode “derrubar o Capitão”.

Na sequência do seu twitter, repercussão do contingenciamento na educação.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sérgio disse:

    Esse Carlos é um completo imbecil não conheço ninguém mais tapado

  2. Escritor disse:

    O pai dele ate o ano passado tambem nao queria reforma da previdencia. Seu irmão idem. Tem varios videos na net.

Carlos Bolsonaro não se controla e volta a criticar Mourão após curtida oficial do vice em twitter de jornalista

Vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro Foto: Caio César / Divulgação

Dois dias após compartilhar um vídeo do ideológo de direita Olavo de Carvalho com críticas a militares publicado no canal do Youtube do presidente Jair Bolsonaro – e mais tarde apagado -, o vereador Carlos Bolsonaro partiu para o ataque frontal contra o vice-presidente Hamilton Mourão em suas redes sociais na noite desta segunda-feira.

Defensor de Olavo, Carlos deixou as indiretas de lado e passou a acusar Mourão de estar contra seu pai. O embate coincide com a escalada verborrágica na crise entre o ideólogo e Mourão, que envolveu ainda outros integrantes da ala militar do governo. A temperatura se elevou a ponto de o presidente Bolsonaro, também seguidor de Olavo, divulgar nota dizendo que declarações recentes de Olavo não contribuem para os objetivos do governo .

Ao postar a reprodução de uma curtida do perfil oficial de Mourão no Twitter a uma postagem da jornalista Rachel Sherehazade em que ela o elogiava e criticava Bolsonaro, Carlos pediu que seus seguidores se atentassem a quem curtiu. “Um é o vinho, o outro vinagre”, escreveu a âncora do SBT Brasil. A mesma curtida embasou um pedido de impeachment apresentado na semana passada contra o vice-presidente pelo deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP).

Nos comentários, uma usuária perguntou se Mourão estava contra “JB”, iniciais do presidente. “Será ou com certeza?”, respondeu Carlos. Ao ser repreendido por outro pelo risco de “acabar ferrando” o governo do pai com suas manifestações nas redes sociais, ele sugeriu que o interlocutor cheirasse uma virilha.

Mais cedo, Carlos postou um elogio a Olavo, a quem se referiu como “gigantesca referência do que vem acontecendo há tempos no Brasil” e quem despreza isso “acha que o mundo gira em torno de seu umbigo por motivos que prefiro que reflitam”.

Vídeo polêmico

Outro elemento da crise foi a publicação de um vídeo do ideólogo com críticas a militares ter sido publicado no canal do YouTube do próprio presidente, no sábado – e deletado quase 24 horas depois. A gravação foi replicada por Carlos, que logo após a exclusão havia publicado uma mensagem cifrada:

“Começo uma nova fase em minha vida. Longe de todos que de perto nada fazem a não ser para si mesmos. O que me importou jamais foi o poder. Quem sou eu neste monte de gente estrelada?”, escreveu.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Vagner disse:

    Esse Carluxo gosta Rodar a Baiana.

  2. Ceará-Mundão disse:

    Parece que deram uma reforçada na "mortadela" da petezada. Estão ouriçadíssimos hoje. Mas, o Brasil segue em frente, apesar dessa cambada. Kkkkkkkkk

  3. Beto Dal disse:

    E é porque a oposição, até agora, só se manifestou em defesa dos trabalhadores na reforma da previdência… Quanto a atacar o governo, me parece que não vão precisar de esforço nenhum…

  4. Dilmanta disse:

    ô Zero-dois, pipoca esquentada…. o povo que desperdiçou o voto em seu nome gostaria de ver alguma produção sua na Assembléia Legislativa de seu estado…. afinal vc é vereador, e não guarda-costas de seu pai…. deixa fazer o trabalho dele sozinho…. e sem babá…

  5. Marcelo disse:

    Será que vão passar 4 anos desse jeito? Esse governo parece ser pior do que o PT! Que Deus abençoe o nosso país!

  6. Ceará-Mundão disse:

    Os verdadeiros brasileiros torcem para que o novo governo dê certo e o Brasil deslanche. São aqueles que apoiam a ética, a moralidade, a decência, os valores familiares e o progresso do país. Aqueles que condenam veementemente a roubalheira perpetrada nos governos do PT e defendem (de verdade) a democracia, a livre iniciativa e o mérito. E o governo Bolsonaro está totalmente condizente com tais valores. O atual presidente é um dos pouquíssimos (quiçá o único) políticos nacionais detentor de "atestado de honestidade", conferido pela própria justiça, por instituições investigativas e até pelos próprios corruptos (conforme gravações e delações tornadas públicas). Por isso está matando seus opositores de raiva. Na falta de algo concreto contra ele, seus opositores apelam para futricas, fofocas e mimimis. Coisa de gente sem caráter.

    • Keyla disse:

      Bebê, vire o disco.
      Nós já sabemos que todas as possíveis cagadas do governo serão ignoradas por você. Aliás, você também agia dessa forma com o Aécio.
      Comenta aí sobre a redução vertiginosa das exportações de origem animal no RS, graças aos futricos, fofocas e mimis do Bolsonario.

    • Ceará-Mundão disse:

      Poxa! "Cumpanhera", vc é minha fã? Kkkkkk. Futricas e fofocas não são levadas em conta por pessoas sérias. E NENHUM negócio será desmanchado por isso. Agora, a obstrução da Reforma da Previdência, levada a cabo pela "bancada do barulho" (antiga "bancada da chupeta"), essa sim, atrapalha MUITO o nosso país. E em fazer o mal ao Brasil vcs, esquerdopatas, são doutores.

  7. otavio disse:

    Faço parte destes q o Sergio citou.Graças a Deus não tenho estes pesos na consciência.Nunca votei no em candidado PT,e agora também no Bozo.

    • Atento disse:

      Votou em Ciro Louco de Pedra. Abre a boca e agride, abre a boca e fede!

  8. Sérgio disse:

    Os verdadeiros brasileiros, que têm amor à pátria, não votaram nessa quadrilha familiar que aí está. Nem na que saiu. Preferiram anular o voto ou não comparecer às urnas. Quase 30%, que viram que o Brasil ia afundar de qualquer jeito. Parabéns para os que têm bandidos de estimação…

    • Ceará-Mundão disse:

      Se for verdade (duvido), vc se omitiu. Talvez tenha votado no Ciro doido, o que terá sido uma sandice, um desserviço ao Brasil. Temos que "endireitar" o nosso país. Só isso poderá nos tirar do atraso em que sucessivos governos de esquerda nos enfiaram. Olhe ao redor do mundo e veja aonde o socialismo/comunismo levou as nações. A análise da coisa é facílima.

  9. sergio disse:

    Volta Temer!!!!!!!!!!

  10. José Dantas disse:

    Que nova fase é essa que já começa assim? Dê um tempo e deixe o pai governar.

Carlos Bolsonaro empregou assessor ligado a Queiroz

Imagem: Divulgação/Câmara Municipal do Rio de Janeiro

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC) empregou em seu gabinete na Câmara Municipal do Rio um funcionário ligado ao ex-policial militar Fabrício Queiroz, pivô da crise envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) por suspeita de captação ilícita de salário de servidores no período em que foi assessor do ex-deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Trata-se de Márcio da Silva Gerbatim, ex-marido da atual mulher de Queiroz e pai da sua enteada. Ele esteve lotado como motorista no gabinete do vereador por dois anos, entre abril de 2008 e abril de 2010, quando foi exonerado por Carlos, o filho do meio do presidente Jair Bolsonaro, para ser nomeado no gabinete de Flávio na Alerj. Lá, ganhou o cargo de assessor-adjunto, no qual ficou até 9 maio de 2011.

No mesmo dia em que Gerbatim trocou a Câmara Municipal pela Assembleia, Carlos Bolsonaro nomeou um ex-assessor do irmão, Claudionor Gerbatim de Lima, que acabara de ser exonerado do gabinete de Flávio. As informações foram obtidas pelo jornal O Estado de S. Paulo por meio da Lei de Acesso à Informação e consultas no Diário Oficial da Assembleia do Rio.

Assim como Queiroz, Márcio Gerbatim também integrou a Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército e teve uma filha, Evelyn Mayara de Aguiar Gerbatim, que é enteada de Queiroz, empregada no gabinete de Flávio na Alerj, de agosto de 2017 até fevereiro deste ano.

Queiroz também teve sua família empregada no gabinete de Flávio: a mulher, Márcia Oliveira de Aguiar, e suas filhas, Evelyn Melo de Queiroz e Nathália Queiroz. Nathália também esteve lotada no gabinete de Jair Bolsonaro em Brasília, de dezembro de 2016 a 15 de outubro de 2018.

Influência

Procurado pelo jornal, Carlos Bolsonaro negou, por meio da assessoria, que Queiroz tenha tido influência em seu gabinete na Câmara Municipal, onde é vereador desde 2001. Segundo ele, Márcio Gerbatim foi nomeado no gabinete “face sua experiência na função de motorista e não por indicações” e que “nunca nenhum parente de Fabrício Queiroz foi nomeado neste gabinete”.

A assessoria também respondeu que o vereador não sabia que Gerbatim era ex-marido da mulher de Queiroz. Afirmou ainda que Carlos Bolsonaro só tomou conhecimento desta informação em 2018, por meio da mídia. “Ressalto que em época de campanha várias pessoas são contratadas, algumas se destacam e são posteriormente aproveitadas no gabinete. Foi o caso”, afirmou por e-mail.

Questionada sobre quanto Gerbatim recebia de salário no gabinete da Câmara, a assessoria de Carlos respondeu que não tinha essa informação. “Sugiro utilizar as vias naturais, sugiro inclusive a observância da lei neste sentido, por tratar-se de quebra de sigilo fiscal dos envolvidos.” Diferentemente da Câmara do Rio, a Assembleia divulga a folha de pagamento de seus funcionários no Portal da Transparência da Casa.

Em entrevista ao jornal O Globo em dezembro, Gerbatim disse que exercia a função de motorista no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj e que não sabia que a filha também estava lotada no local. Ele contou que Evelyn Gerbatim cursava psicologia em uma universidade na zona oeste do Rio pela manhã e trabalhava à tarde em uma farmácia na mesma região. Também afirmou que tanto ele quanto sua ex-mulher foram indicados por Queiroz para trabalhar no gabinete de Flávio.

Em nota, a defesa de Queiroz respondeu que não vê nenhuma irregularidade na indicação de pessoas de sua relação para assessoria de gabinete de qualquer político “e que uma vez mais esta questão tem como único objetivo requentar um assunto já esclarecido”. Procurada, a defesa de Flávio não respondeu.

Com informações do Estadão

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bolsonaro Junior disse:

    O cara é ex-marido da mulher do Queiroz e o jornalzinho já coloca uma manchete tendenciosa que rendi dizer que eles são amigos.

    Mídia covarde.

  2. Getro disse:

    Lulinha agora é assessor de Zeca Dirceu(Dep.)….filho do LADRÃO Zé Dirceu…..esses ESQUERDOPATAS são uns doentes.
    Tem dois caminhos para os ESQUERDOPATAS, procurar um psiquiatra ou um advogado!!!!!

  3. Alex disse:

    Alguém aqui lúcido e capaz o suficiente para criticar a notícia sem recorrer às mesmas comparações?!
    Vamos seguir até 2022 na mesma ladainha: se Bolsonaro & Cia. fazem suas bobagens, logo vem um e o compara à Lula/Dilma e vice-versa.
    A capacidade de análise e crítica fugiu do brasileiro médio, que se furta de fazer as ponderações como elas devem ser, para ficar nesse "mimimi".

    • Ceará-Mundão disse:

      Criticar o quê, rapaz? Que é que tem se o cara empregou um parente meu ou teu ou do Queiroz ou do capeta de chifre? Qual a importância disso para o Brasil e seu atual governo, "cumpanhero"? Deixem de forçar a barra procurando chifre em cabeça de cavalo. Deixem de torcer contra o governo Bolsonaro, contra o Brasil. Quando é que vcs vão aceitar a perda da eleição? Que troço chato, ômi!

    • Ceará-Mundão disse:

      Vai se preocupar com o governo petista do RN. E torça pro Brasil dar certo. Se der errado, o RN e toda essa ruma de estados pobres governados pela esquerda tão f… Um estado como SP tem como se virar por um tempo. E o RN? O que foi que foi feito por aqui até agora? No Brasil, muito já foi feito e muitas propostas já foram lançadas, outras estão em fase final de elaboração. E no RN? Quanta demência, rapaz. Cria juízo.

  4. André Fortes disse:

    e Lula? rsrs

VÍDEO: Jornalista Leda Nagle exibe entrevista com Carlos Bolsonaro, e destaca que o “pitbull não morde”; filho do presidente chora, fala de todas as polêmicas e quase morte do pai

Carlos: pela quantidade de “pancadas” que ele leva, poderia ser considerado um “anjo” Foto: Reprodução/Canal Leda Nagle

Esqueça o rapaz brigão, que fala coisas truncadas e de difícil compreensão nas redes sociais. A jornalista Leda Nagle acaba de publicar em seu canal de YouTube uma entrevista de uma hora que fez ontem, no Rio de Janeiro, com o vereador Carlos Bolsonaro, o zero dois, em que Carlos se emociona ao falar da tentativa de homicídio contra seu pai.

“Eu vi meu pai indo embora duas vezes. Vi tirarem dois litros de sangue de dentro do velho. Vi tirarem os órgãos dele para fora. Tem canalha que olha para a gente e fala que a facada foi fake”, contou, com a voz embargada e emocionado.

Carlos também falou sobre como foi o momento exato da facada e como ele encontrou Jair, caído no chão.

“As pessoas foram abrindo caminho e encontrei meu pai caído no chão do bar. A gente vinha conversando com ele dentro do carro: ‘Zero a dez, capitão, como é que você está?’. E ele conversava com a gente: ‘Cinco, mas está doendo”.

Perguntado por Leda por que briga tanto na internet, Carlos disse que, pela quantidade de “pancadas” que ele leva, poderia ser considerado um “anjo”, e que é encarado de um jeito “totalmente diferente” quando conversa com qualquer pessoa.

“Toda vez que eu converso com uma pessoa, toda vez que eu converso com algum grupo as pessoas olham pra mim de um jeito totalmente diferente”, disse.

Guilherme Amado – Época

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria Helena disse:

    Que diferença, heim Leda! Com o Eduardo Moreira você interrompia o tempo todo e chegou a ser grossera.

  2. Fagner disse:

    Desajustado!!!!

  3. Lúcia disse:

    Amei! Mudei meu conceito e chorei na narrativa sobre o crime contra o pai

  4. Jdantas disse:

    Não morde? Tem dentes não?

  5. Ilo Jose aranha disse:

    O bichinho chorou? Que pena !

  6. Nevaldo disse:

    Carlos Bolsonaro???
    Bom mesmo era ver Dilma falar com todo seu português primário e lógica anormal.
    Bom mesmo era ver os ex ministros da casa civil discursar uma coisa e praticar outra (todos presos);
    Bom mesmo foi ver todos os ex tesoureiros de um determinado partido usar o microfone para anunciar recursos e agora estão presos por desvios;
    Bom era escutar os ministros, presidentes e diretores das estatais escolhidos a dedo dizer que estavam a serviço do crescimento das empresas e para diminuir a desigualdade social e agora estão sendo investigados ou foram condenados por corrupção.
    Todo o resto não presta, não merece confiança, quem era bom, sábio e digno está foi condenado, está preso ou responde a vários processos criminais

  7. paulo martins disse:

    É o Recruta Zero… Quanto mesmo?

  8. joaquim disse:

    Pessoal, vamos parar com comentários que desqualifica as pessoas

  9. Potiguar disse:

    Vulgo tonho da lua.

  10. André Fortes disse:

    Grande Carluxo!

Filho de Bolsonaro se revolta e fala em “fake news” sobre foto com menção ao pai Jair como torturador: “novamente inventam como se eu tivesse divulgado”

Reprodução: Twitter Carlos Bolsonaro

Em seu Twitter, o filho do presidenciável se posicionou oficialmente no início da tarde: “Novamente inventam como se eu tivesse divulgado uma foto dizendo que quem escreve a hashtag #elenao mereceria alguma maldade. Não, canalhas! Foi apenas a replicação da foto de alguém que considera isso uma arte. Me agradeçam por divulgar e não mintam como sempre”, disse.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    Esse PT há muito deixou de ser um simples partido político. Mais parece com uma seita macabra. Mas, segundo o MP e a justiça do nosso país, trata-se de uma ORCRIM. E agora escancarou essa situação, depois de passar a ser comandado de dentro da prisão, por um presidiário condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, que ainda responde a uma penca de outros processos semelhantes. E essa gente tem a mentira correndo no sangue. São incapazes de agir de forma respeitosa, com ética e dentro da legalidade. Estão sempre envolvidos com algum tipo de crime ou fraude. É fantástico como isso é verdade. E imaginem o tipo de sujeito que compõe essa falange. A nossa última esperança chama-se Bolsonaro. É Jair ou já era. A Venezuela está logo ali. Vejam as pesquisas feitas em Roraima. Mesmo manipuladas, dá prá ver o que o povo de lá acha do bolivarianismo que o PT quer implantar por aqui.

  2. Leo disse:

    Um dos filhos do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), o vereador Carlos Bolsonaro, publicou em suas redes sociais uma imagem de uma publicação contrária ao movimento #Elenão, criado por mulheres contrárias ao presidenciável, com uma imagem de uma simulação de tortura. A foto foi publicada nos stories do vereador no Instagram na noite de terça-feira, 25.
    A “brincadeira” mostra um homem amarrado, com o rosto ensanguentado e a cabeça dentro de um saco plástico, e no peito está escrito #EleNão. A imagem tem ainda uma frase “sobre pais que choram no banheiro”, em uma referência de pais que sentem vergonha de seus filhos por serem homossexuais. Na sequência, a foto publicada é uma de seu pai com a hashtag #EleSim.

    Precisa desenhar fascista?
    #EleNão
    #EleNunca

  3. Luciano disse:

    O Capetão tem sua candidatura turbinada pelas fake News, que tem invadido massivamente a internet. Ele continua hospitalizado, mas sua indústria de fake news prossegue trabalhando livremente a pleno vapor, fazendo novos adeptos da sua candidatura, sem o prometido combate feito pelo TSE. Na verdade, a Corte Eleitoral, seguindo o exemplo de outras instâncias do Judiciário, só se preocupou em impedir Lula de concorrer, porque candidatos condenados e presos, como Celso Jacob, do Rio de Janeiro, foram liberados não apenas para disputar o pleito mas, também, para a campanha eleitoral. O ex-presidente foi proibido, inclusive, de dar entrevistas, enquanto o agressor de Bolsonaro, Adélio Bispo, vai ser entrevistado pelo SBT. Ninguém mais se surpreende com nada, porque contra Lula vale tudo, pois o que importa é mantê-lo longe do Palácio do Planalto, de onde poderia acabar com essa farra entreguista do governo Temer, sob os olhares complacentes dos militares, e devolver ao povo os benefícios e direitos que lhe foram retirados pelos golpistas.

    • Casillo P Aquino disse:

      O amigo acima ainda quer defender Lula… foi quem mais entregou nossas divisas aos paises socialistas!
      O cara dispensou tudo que foi dívida das Ditaduras Africanas!
      Vá entender esse pessoal do PT!

  4. Marília disse:

    Esses vampiros do dinheiro público fazem e dizem o que querem contra as pessoas , depois vem posar de vítimas e santinhos, vão trabalhar vagabundos.

"ChuUuuupa Viadada"

Vereador na cidade do Rio, Carlos Bolsonaro (PP), filho de Jair Bolsonaro (PP-RJ), festejou no twitter o arquivamento do processo contra o pai, na Câmara.

Bolsonarinho anotou: “CHuUuuupa Viadada. Bolsonaro absolvido!!!! Viva a Liberdade de Expressão. Parabéns Brasil!”

O processo em que Bolsonaro-pai era acusado de propagar o preconceito contra negros e gays foi arquivado no Conselho de Ética da Câmara.

Daí a alegria festiva de Bolsonaro-filho. Diante da reação adversa que sua primeira nota despertou, Bolsonarinho repisou no microblog:

“Disse e repito: “ChuuuuUUUupa Viadada. A ditadura gay não representa a maioria do Brasil! A luta continua!!!!”.

Jactou-se: “Tenho orgulho de ser igual ao meu pai em todos os sentidos e um deles é colocar sua competência acima de sua sexualidade”.

Vangloriou-se: É “o início da queda da ditadura do homossexualismo. Podem me ameaçar e me xingar, nada do que vocês têm a oferecer me interessa”.

Espicaçou: “Desejar minha morte é o menor dos elogios que tenho lido no twitter. Rs! Pregam a liberdade de expressão, só a deles, a minha não. Ditadura gay!”

Avisou: “Atenção boiolas, para infelicidade de vocês, eu sou hétero!”

Grande coisa, poder-se-ia dizer. O homem foi criado no sexto dia. Antes dele, vieram as baratas, os mosquitos, os carrapatos…

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. okra disse:

    Ser gay!
    Isso quer dizer o que? alguem que quer assumir uma opção sexual.
    Pois não pode deixar de ser homem!

    Só existe Homens e mulheres,e direitos são dados aos dois pela constituição.
    quem tem um comportamento diferente seja inerente ao genero sexual ou não,tem direitos iquais.
    Eu não gostaria de vre pornografia em area publica independente de quem seja.
    por isso respeito os homens e mulheres gay,mas cada um dentro do seu limite.
    não tem como enfiar em nossas crianças um comportamento sexual deturbado,fora do normal,como opção.
    Gays ainda bem que seus pais eram normais,ai vcs nasceram!

  2. Getúlio Soares definiu maravilhosamente essa chatíssima discussão: "Não vou mais ser gay. É muito chato ser maioria." kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk