Maranhão insere novo protocolo de cloroquina para o tratamento da Covid-19 com sintomas leves e disponibiliza kit de medicamentos

O estado do Maranhão disponibiliza, a partir desta segunda-feira (17), cloroquina para tratamento de pacientes leves com Covid-19. O kit de fármacos é composto de hidroxocloroquina, azitromicina, corticoide, vitaminas C e D – além de paracetamol e dipirona.
Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Maranhão inseriu, neste domingo (17), um novo protocolo de medicamentos para o tratamento da Covid-19 com sintomas leves. A medida preza pessoas que têm comorbidades, com exceção de doença cardíaca, no período de 1º até o quinto dia de infecção.

O protocolo consiste em um kit de fármacos que combinam hidroxocloroquina, azitromicina, um corticoide, vitaminas C e D, além de remédios para febre e dores, como paracetamol e dipirona.

O médico Rodrigo Lopes, assessor especial da Secretaria de Saúde do Estado, ressalta que estudos recentes mostraram que o uso combinado dos fármacos hidroxicloroquina + azitromicina na fase mais grave e moderada da doença não possuía comprovação de sua eficácia. “Hoje as discussões são entorno do uso precoce dessa medicação para pacientes com sintomas leves e na fase inicial da doença, por isso o Maranhão, assim como outros estados, vem adotando o uso desse kit, na fase inicial da doença – principalmente nos grupos de risco, desde que com criteriosa avaliação do paciente e aceitação do mesmo em tomar a medicação”, explicou Rodrigo em declaração publicada no comunicado.

No site do estado, o governo Flávio Dino (PCdoB) publicou neste domingo (17):

“Recebi estranhos documentos pedindo que eu diga aos médicos que a cloroquina é eficaz contra o coronavírus, o que agride um princípio que cultivo com rigor: o da legalidade. Lamento que ainda existam pessoas que embarquem em delírios ideológicos e cheguem a esse ponto, aumentando o caos sanitário como estamos vendo em nível nacional. Como repito há várias semanas, a cloroquina está disponível na rede pública estadual, mas não é o governador quem decide a prescrição, e sim os médicos, e não serei eu a violar a lei e determinar a prescrição em massa deste ou de qualquer outro medicamento, como se eu fosse médico. Quanto ao tratamento nas redes municipais, também não detenho competência legal para interferir nisso, pois somos uma Federação e os municípios têm seus próprios governos, seus orçamentos e equipes de saúde”.

No dia 23 de abril, o Conselho Federal de Medicina (CFM) permitiu o uso de cloroquina e a hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19, com a ressalva de que o médico tenha o consentimento do paciente e de que não há evidências sólidas de que essas drogas tenha efeito confirmado na prevenção e combate ao vírus.

Foram indicados três cenários para a intervenção dos medicamentos: pacientes com sintomas leves e com início de quadro clínico; com sintomas importantes, mas ainda sem necessidade de cuidados intensivos; e pessoas em estado crítico recebendo cuidados intensivos, incluindo ventilação mecânica. Porém, ressalta o parecer, é “difícil imaginar que, em pacientes com lesão pulmonar grave estabelecida e, na maioria das vezes, com resposta inflamatória sistêmica e outras insuficiências orgânicas; a hidroxicloroquina ou a cloroquina possam ter um efeito clinicamente importante”.

Na última sexta-feira (15) o ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu demissão da pasta e, entre os motivos do afastamento, está atribuída a opinião do médico quanto ao uso da cloroquina. O oncologia condena uso de medicamentos sem comprovação científica, conduta que ocorre com frequência em tratamentos de pacientes com câncer.]

Teich assumiu a pasta em 16 de abril após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) demitir Luiz Henrique Mandetta, enfrentou críticas de apoiadores bolsonaristas nas redes sociais, além de políticos alinhados com o presidente.

Bolsonaro, assim como presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se mostra favorável ao uso de hidroxocloroquina no tratamento da Covid-19. Opinião que é rebatida por aqueles com posicionamentos pautados em pesquisas médicas, como o ex-ministro Teich e o governador do Maranhão Flávio Dino, que indica o seu tratamento a partir das ressalvas de responsabilidade.

Em sua conta no Twitter, Dino afirmou, no dia 14 de abril, que, “Se não sabe o que fazer [Bolsonaro], que renuncie”. O governador também já avaliou publicamente o governo de Bolsonaro sobre posturas antidemocráticas e irresponsáveias do presidente, deixando evidente o atrito político entre eles.

Foto: Reprodução/Twitter

Fim do lockdown

Neste domingo (17), Dino decretou o fim do lockdown na Ilha de São Luís, após completar 13 dias de isolamento total. A capital foi o primeiro caso do bloqueio no país por conta da pandemia da Covid-19. O objetivo foi reduzir o número de novos casos no novo coronavírus e atingir cerca de 70% a 80% de isolamento social.

Entre as medidas adotadas, estavam a declaração de autorização de trânsito para funcionários de serviços essenciais, rodízio de veículo e controle de acesso a farmácias e supermercados.

No entanto, medidas de restrições sociais prevalecem. Shoppings, cinemas e academias ainda não podem funcionar. O uso máscara segue sendo obrigatório e as aulas continuam suspensas. No entanto, já não há mais rodízio de veículos, as pessoas não precisam carregar uma autorização para circular em vias públicas e a entrada e saída da Grande Ilha de São Luís está liberada. As regras são válidas até 20 de maio.

“Finalizamos hoje o lockdown na Ilha de São Luís. Medida acertada, por isso, agradeço a colaboração de todos. Juntos, estamos salvando centenas de vidas”, escreveu o governador em sua conta no Twitter neste domingo (17).

Em artigo, o governo Flávio Dino (PCdoB) escreveu no site do estado, também neste domingo (17):

“O objetivo é que a população permaneça em casa ao máximo possível, mantendo-se funcionamento apenas de atividades e serviços essenciais. Com isso, menos pessoas são expostas ao contato com outras, evita-se formação de aglomerações, são reduzidas as chances de contaminação e a necessidade de atendimentos hospitalares. Se realizado adequadamente, com grande adesão, como o que temos registrado na Ilha de São Luís, o resultado é o tão desejado achatamento da curva, isto é, menos pessoas precisando de leitos hospitalares ao mesmo tempo, de modo que o Sistema de Saúde consiga atender toda a demanda, permitindo atendimento a todos os pacientes que precisem”.

O estado do Maranhão tem 13 238 casos registados, 3 280 suspeitos e 576 óbitos, de acordo com a última atualização do estado, em 17.mai.2020, às 22h25. Até o momento, o Maranhão contabiliza 25 338 testes para o diagnóstico do novo coronavírus. Dados do último senso de pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IGBGE) indicam uma população estimada de 7 milhões pessoas no estado.

Já em todo o país, dados do governo federal atualizados neste domingo (17) indicam 241 080 casos confirmados de Covid-19, ultrapassando Itália e a Espanha no número de casos confirmados do novo coronavírus. Segundo a Johns Hopkins, a Itália registrou 225 435, enquanto a Espanha, 230 698 casos confirmados.

O Brasil segue como o 4º país no número de casos e 6º no número de mortes no mundo, com 16 198 mortos registrados pela pandemia. Só nas últimas 24 horas foram contablizados 7 938 novos casos em todo o país.

CNN Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Menino, é um verdadeiro coquetel de remédios e só a Cloroquina faz efeito.
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Justus disse:

    Não sou fã de Bolsonaro, nem participo dessa briga idiota esquerdista-direitista, mas parece que o pessoal que aplaudiu o relatório publicado ontem (pra variar a Folha não explicou em que condição, por que será?) ficou sem ação. Mudinhos.

  3. Antenado disse:

    Pelo jeito não deu certo o lockdown e Bolsonaro tem razão quanto ao hidroxicloroquina. O que eu vou dizer em casa!?

  4. Chicó disse:

    Já ouvi comentários que estão usando a cloroquina aqui em Natal para tratamento do Covid-19, mas a politicagem fala mais alto.

  5. Chico disse:

    Vão usar a bolsoquina e dizer que foi o lockdown que surtiu efeito.
    Bando de canalhas!!!!

  6. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Esse bosta desse governador faz meia hora de conversa fiada pra dizer o que todos que tem mais de 2 neurónios já sabem: que ele não é médico, que o uso do medicamento depende da indicação do médico e da autorização do paciente, que o medicamento só tem chance de ser eficaz se for aplicado no início e blá blá. Só pra não admitir que deixou pessoas morrerem sem tentar o tratamento.

  7. Ivan disse:

    O REMÉDIO DO BOLSONARO vai salvar o mundo!!!!! kkkkkkk #bolsonaotinharazão

    • Carlão disse:

      Como assim remédio de Bolsonaro, se ele vive a atacar a ciência? Se fosse jejum o remédio dele eu até acreditaria…

  8. Carlúcio disse:

    No meu entender a questão está acima do uso desse medicamento, vai apenas matar mais um pouco ou salvar mais um pouco de pessoas. Fica o país inteiro discutindo esse assunto e não tomam as decisões corretas. Se tivéssemos feito o isolamento vertical por uns dois meses talvez estivéssemos voltando várias atividades, como não fizeram o problema ainda está começando.

    • Ricardo disse:

      Há dous meses o vírus já tava circulando. Já seria uma medida inútil, pra dizer o mínimo. E o que vc queria que fechasse e que ficou aberto?

    • Ricardo disse:

      Mas vc tá certo sobre o isolamento vertical.

  9. Paulo disse:

    BG
    Já estão dando a mão a palmatoria, canalhas comunistas, querendo desestabilzar a Nação Brasileira com objetivos os mais baixos possíveis junto com o outro sem escrúpulo de São Paulo.

  10. CIDADAO55 disse:

    Quebrou as pernas do Bolsonaro que queria ser o primeiro a estabelecer esse protocolo. Agora, corre o risco de levar a pecha de CTRL+C / CTRL+V do governo do Flávio Dino (PCdoB).
    A vida do MITO não tá fácil!

Ônibus de transporte clandestino do RN é apreendido com 40 passageiros no Maranhão

Foto: Divulgação/ANTT

Um ônibus que fazia transporte clandestino foi apreendido no município de Araioses, a 409 km de São Luís. De acordo com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que teve apoio da Polícia Militar, o veículo interceptado transportava 40 passageiros, entre eles, idosos e crianças, alguns usando máscaras.

De acordo com a ANTT, o ônibus transportava 40 passageiros vindos de Upanema, no Rio Grande do Norte, com destino a São Luís. Foram flagradas diversas irregularidades como pneus carecas, para-brisa trincado, extintores vencidos, entre outras.

Por conta das medidas preventivas contra a pandemia do novo coronavírus, a ANTT tem monitorado os fluxos de chegadas e saídas de possíveis veículos clandestinos nos estados do Maranhão, Piauí e Ceará.

Desde março, a agência mobilizou equipes especializadas no combate ao transporte clandestino de passageiros. Já foram abordados centenas de veículos e apreendidos cerca de 40 deles realizando transporte não autorizado, transportando cerca de 1.500 passageiros.

Pandemia no Maranhão

O Maranhão chegou neste domingo (19) a 1320 pacientes com o novo coronavírus em 40 municípios. O número de mortes também cresceu de 48 para 54 nas últimas 24h, sendo três registros em São Luís e um registro em Anajatuba, Imperatriz e Cururupu. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) no início da noite deste domingo (19).

Com G1 – MA

Planejamento estratégico da AL do RN é referência para o legislativo do Maranhão

Foto: Assessoria de Comunicação

O planejamento estratégico da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte se tornou referência para o legislativo do Maranhão e de outros estados do país. O modelo foi repassado para a equipe maranhense, na tarde desta terça-feira (21), durante uma videoconferência que contou com a participação da equipe de planejamento estratégico potiguar que esclareceu como foi desenvolvido o planejamento estratégico da Casa legislativa do RN.

“Nossa Assembleia, hoje é exemplo para as demais Assembleias. Neste caso, o Maranhão nos procurou e solicitou uma reunião para que eles tivessem acesso às informações e metodologia de como o nosso planejamento foi desenvolvido”, disse a diretora administrativa e financeira da Assembleia Legislativa do RN, Dulcinea Brandão, destacando o apoio do presidente da Casa, o deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB).

“A nossa visão e a nossa operacionalização de planejamento se deve a partir da gestão de Ezequiel Ferreira. Quando ele chegou na presidência em 2015 já implantou o planejamento estratégico, fundamental para o desenvolvimento da Casa e para a valorização dos servidores”, destaca Dulcinea Brandão.

O atual planejamento foi elaborado para o ano de 2020 até 2023, por uma comissão da diretoria-geral. A coordenadora da comissão, Luciana Targino, falou sobre o resultado do trabalho. “É extremamente gratificante, ver que o resultado do trabalho integrado com a equipe de servidores da Casa já está trazendo resultados positivos, em que as Assembleias de outros estados já estão nos procurando para saber como foi feito, buscando informações como base para desenvolver os seus. Com isso já estamos mostrando uma imagem positiva de um trabalho desenvolvido pela Casa”, comenta Luciana.

A reunião contou com a participação da comissão de planejamento da Assembleia do Maranhão; além da equipe de planejamento da Assembleia do Rio Grande do Norte; do diretor de gestão Tecnológica, Mário Sergio; do diretor de Recursos Humanos, Thyago Cortez e da professora de planejamento e gestão de projetos da Escola da Assembleia, Paulinea Araujo que contribuiu na elaboração do Planejamento Estratégico de 2020 a 2023.

ALRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Tem caroço nesse angu.
    Atrair a atenção de um estado governado por um comunista.

  2. Tales disse:

    A Assembléia sendo exemplo kkkkk, só pode ser brincadeira. Cadê a demissão dos servidores fantasmas? Maria das Mercês? É os Deputados ladrões?

  3. Issoaquiaí disse:

    Kkkkk, que piada.

  4. Francisco disse:

    Estratégia pra se arrumar e o resto que se explodam, só se for.

  5. Milton disse:

    Vcs só podem está de brincadeira.
    Isso não tem cabimento.
    Mais de três mil servidores.
    Kkkkkk

  6. Paul disse:

    Copia e cola.

  7. Bento disse:

    É pra quê mesmo esse planejamento estratégico?

  8. Gil disse:

    Assembléia Legislativa sendo exemplo só pode ser piada kkkk já resolveram o escândalo dos fantasmas, já resolveram o escândalo das nomeações escabrosas e secretas, já resolveram como colocar todos os funcionários dentro do prédio, já resolveram o escândalo dos gafanhotos, das ambulâncias, já esclareceram como uma rima de ex-depurados terminaram com funcionários da casa sem o devido concurso público, etc, etc, etc….

  9. Ana Paula Vasconcelos disse:

    Um exemplo a ser sevuido por todos os órgãos públicos, nas três esferas… e conhecendo a professora Paulinea sei não poderia ser diferente. Por onde ela passa deixa a sua marca de profissionalismo, ética e boas práticas.

Por decreto, prefeito no interior do Maranhão põe quilo da carne com osso a R$12 e sem a R$15

Foto: Reprodução

O prefeito Francisco Clidenor (Cidadania), de Lago Verde, no interior do Maranhão, baixou decreto para fixar o preço da carne bovina nos açougues de sua cidade de cerca de 16 mil habitantes. Na canetada ele decidiu que a carne com osso não pode ser vendida acima de R$ 12 o quilo, enquanto a maciça não pode ultrapassar R$ 15.

O secretário de Fazenda do município Geyson Aragão explicou ao Estado que é uma ‘questão cultural’ somente dois preços para a carne bovina. E que todos os açougues do município – cerca de oito – cobram o mesmo preço.

“Nós sempre temos reuniões para definir a questão do preço”, disse Aragão. “Mas por meio de reunião, nunca de decreto”.

Ele se espantou quando soube da decisão, e afirma que está ausente do município por problemas de saúde. Por isso, não deu seu consentimento para a assinatura da medida. “Eu falei que ele (prefeito) não poderia ter feito isso por decreto.”

Geyson irá se reunir com o alcaide para sugerir a revogação da medida. “Até porque está sendo repercutido no Maranhão todo, mas ninguém está cumprindo no município.”

O secretário nega que os motivos para o aumento no preço da carne na cidade sejam os mesmos do restante do País. Isso porque Lago Verde se encontra numa região de fazendas com grandes rebanhos.

Geyson contou. “Conversei com os donos de açougue, e não está tendo boi. Os criadores não vendem a carne. E quando vendem, é com um preço alto. Por isso os açougueiros não conseguem baixar o preço.”

O decreto existe, afirma o secretário, mas o prefeito não tem poder para mandar fiscais aos açougues verificar se ele está sendo cumprido. “A população fala: ‘Vocês não têm moral, ninguém está cumprindo’. Só que não temos como.”

Fausto Macedo – Estadão

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Parabéns ao prefeito pois assim ele conseguirá duas coisas: aplausos da população incauta e que todos os munícipes de lá não comam carne, pois a carne será vendida fora daquele município…

  2. Anti-Político de Estimação disse:

    Mais uma da série : "Sucupira perde".
    Kkkkkkk

Manchas de óleo atingem reserva extrativista no Maranhão; já são 12 as unidades de conservação poluídas no Nordeste

Peixe-boi marinho, espécie que é encontrada na área da Reserva Extrativista de Cururupu. — Foto: Instituto Bicho D’água.

O óleo que polui as praias do Nordeste atingiu mais uma área de conservação da natureza: a Reserva Extrativista (Resex) Cururupu, no Maranhão, a 157 km de São Luis.

Com isso, já são 12 as unidades federais de conservação atingidas pela poluição (veja lista abaixo) e 150 os pontos do litoral do Brasil com registros do petróleo.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) registrou a área pela primeira vez na noite desta quinta-feira (10), no mais recente levantamento sobre o óleo nas praias.

Mas, de acordo com relatos dos moradores, as primeiras manchas começaram a aparecer ainda no dia 4 deste mês.

“Eram manchas pequenas, nada como tem aparecido por aí. Mas o clima é de apreensão. Quando acompanhamos os gráficos de correntes marinhas que mostram como as manchas se espalharam pelo litoral, a gente fica com medo de que chegue mais aqui”, afirma a chefe da Resex Cururupu, Mary Jane de Fonseca, em entrevista ao G1.

A poluição ameaça a pesca de mais de 4 mil pessoas que vivem na região e podem afetar a vida de animais marinhos, como o peixe-boi (Trichechus manatus), que está na lista de espécies ameaçadas.

O peixe-boi marinho foi, durante muito tempo, apenas uma lembrança na vida dos moradores mais antigos da região, conta Fonseca. Mas, do ano passado para cá, já houve dois relatos destes animais na região: primeiro, dois espécimes foram vistos em uma parte da reserva; depois, um casal e um filhote em outra área.

A reserva é formada por 15 ilhas, tem 185 mil hectares e foi delimitada em 2004 para preservar os modos de vida da população tradicional e garantir o uso sustentável dos recursos.

Mais de 90% dos manguezais de Cururupu estão preservados. A presença do óleo representa um risco à biodiversidade deste ambiente, já que é praticamente impossível remover o óleo do mangue, de acordo com Maria Christina Araújo, oceanógrafa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Unidades de conservação atingidas pelo óleo

A Resex de Cururupu é a 12° unidade de conservação federal atingida pela poluição, de acordo com o Instituto Brasileiro de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Confira quais são as áreas, de acordo com levantamento desta sexta (11):

Área de Proteção Ambiental Barra do Rio Mamanguape (PB)

Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais (PE)

Área de Proteção Ambiental Delta do Parnaíba (PI)

Área de Proteção Ambiental Piaçabuçu (AL)

Área de Relevante Interesse Ecológico manguezais da Foz do Rio Mamanguape (PB)

Parque Nacional Jericoacoara (CE)

Parque Nacional Lençóis Maranhenses (MA)

Reserva Biológica Santa Isabel (SE)

Reserva Extrativista Acaú-goiana (PB)

Reserva Extrativista Marinha Lagoa do Jequiá (AL)

Reserva Extrativista Prainha Canto Verde (CE)

A Reserva Biológica de Santa Isabel, no Sergipe, abriga a área prioritária de desova de tartarugas marinhas. De acordo com o ICBMbio, os ninhos foram e estão sendo protegidos. Desde o início de outubro, a soltura das tartarugas está suspensa em Sergipe.

Biólogos estão identificando os ninhos nas areias e recolhendo os filhotes logo após o nascimento, transferindo-os para tanques para, depois, liberá-los no mar, em locais com ausência de petróleo, informou o ICMBio.

A ação de preservação e resgate destas tartarugas envolve cerca de 50 pessoas: 30 do ICMBio, 20 da Fundação Pró-Tamar de preservação da espécie e 9 brigadistas voluntários – 5 do Parque Nacional de Brasília (DF) e 4 da Estação Ecológica Raso da Catarina (PB).

Na Bahia, o Projeto Tamar também suspendeu a soltura de filhotes de tartarugas na praia por conta da contaminação que atingiu os municípios de Conde e Jandaíra, no Litoral Norte da Bahia.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Getro disse:

    Cadê a ONU??????

  2. Antenado disse:

    Absurdo. Mas até agora esperando os ambientalistas aparecerem para protestar etc e tal, como fizeram com as queimadas da Amazônia. Bando de hipócritas.

Missão do RN visitará complexo de energia no Maranhão

Missão empresarial do Rio Grande do Norte na área de petróleo e gás realizará visita técnica ao Complexo Parnaíba, um dos maiores parques térmicos de geração de energia a gás natural do país, quinta-feira (12), em Santo Antônio dos Lopes (MA).

Organizada pela Associação Redepetro RN e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a caravana partirá de Mossoró e oferecerá serviços ao Complexo Parnaíba, primeiro empreendimento reservoir-to-wire (R2W) do Brasil.

Potencial

Esse modelo consiste na geração térmica nas proximidades dos campos produtores onshore (em terra) de gás natural. O Complexo Parnaíba é operado pela Eneva e representa 11% da capacidade de geração térmica a gás do Brasil, com 1,4 GW de capacidade instalada.

“Prospectaremos negócios no modelo pioneiro R2W do Complexo Parnaíba, onde quatro usinas térmicas geram energia a partir do gás produzido pela companhia nos campos que possui na Bacia do Parnaíba, no Maranhão”, diz o presidente da Redepetro, Gutemberg Dias.

ABC volta ao G4 da Copa do Nordeste após vitória sobre o Sampaio Corrêa no MA

Foto: Andrei Torres/ABC F.C.

O ABC está novamente na zona de classificação do seu grupo na Copa do Nordeste. Jogando na noite dessa quinta-feira (14), no Estádio Castelão, em São Luis (MA), o alvinegro enfrentou o Sampaio Corrêa/MA, atual campeão da competição, e venceu o adversário por 1 a 0.

A partida começou equilibrada e com boas chances para os dois lados. Em uma delas, o meia Valdemir, que atuou na lateral-direita, acertou um chutaço no travessão. A bola ainda bateu na trave e voltou para a área. O gol do triunfo abecedista saiu aos 28 minutos do primeiro tempo. Joílson deu belo lançamento na esquerda para Evandro, o lateral dominou e cruzou rasteiro. Rodrigo Rodrigues apareceu no meio e tocou no canto. ABC 1 a 0.

Na volta do intervalo, os donos da casa passaram a dominar as ações e pressionar em busca do empate. O Clube do Povo, bem postado, se defendia e tentava sair nos contra-ataques. Algumas tentativas foram criadas, mas o placar permaneceu inalterado.

Com a vitória, o alvinegro chegou aos 11 pontos conquistados e assumiu a vice-liderança do Grupo B. A rodada ainda não foi concluída, mas o máximo que o ABC pode cair é para a terceira colocação, permanecendo no G-4.

O próximo compromisso na competição está marcado para o dia 23 (sábado), contra o Vitória/BA, às 16h, no Estádio Frasqueirão. Antes disso, avinegro volta a atuar pelo Campeonato Potiguar e enfrentará o Santa Cruz de Natal, domingo (17), às 16h, na Arena das Dunas.

Ficha Técnica

Sampaio Corrêa/MA 0 x 1 ABC
Copa do Nordeste 2019 – 6º Rodada
Data: 14/03/2019 (Quinta-feira)
Local: Estádio Castelão – São Luis (MA)
Público: 671 torcedores
Renda: R$ 4.830,00

Arbitragem:
Árbitro: Michael Vinicius Santos Freitas (SE)
Assistentes: Rodrigo Guimarães Pereira (SE) e Thiago Emanuel Reis de Albuquerque (SE)
4º árbitro: Ranilton Oliveira de Sousa (MA)

Sampaio Corrêa/MA: Andrey, Tom Abreu (Christian), Wanderson, Vitor Salvador e Lucas Gabriel, Patrick Mota, Talisson (Yann), Medina e Salatiel (Eloir), Edgar e Maxuell Samurai. Técnico: Julinho Camargo

ABC: Edson, Valdemir (Yan), Maurício, Henrique e Evandro, Anderson Pedra, Joílson (Adrian) e Felipe Guedes, Anderson, Eder (Boris Sagredo) e Rodrigo Rodrigues. Técnico: Ranielle Ribeiro

Cartões:

Sampaio Corrêa/MA: Vitor Salvador e Eloir (amarelo)
ABC: Joílson, Mauricio, Henrique e Adrian (amarelo)

Com informações do site do ABC

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. J. Fernandes disse:

    Rumo a classificação ABC!

FOTO: Lutadora de jiu-jítsu e MMA domina bandido em assalto no Maranhão

CN5m0wSWwAA1a8i JJUm homem acusado por assalto em Açailândia (MA), no oeste do Estado, teve uma surpresa na noite dessa terça-feira (1º). Acompanhado de outro suspeito – ainda não localizado –, Wesley Sousa de Araújo, de 18 anos, anunciou o assalto a uma mulher na rua Benjamim Constant, no bairro do Jacu. O que ele não esperava é que a vítima fosse faixa azul de jiu-jítsu e lutadora de artes marciais mistas, o MMA.

Usando um golpe de jiu-jítsu conhecido como ‘triângulo’, a lutadora Monique Bastos derrubou e imobilizou o ladrão, que pretendia levar seu celular. Sem chance de escapar, ele, desesperado, clamava por socorro: “Chama a polícia, chama a polícia. Socorro!”, gritava.

Com a cabeça ensanguentada, ele garantia que era a primeira vez no mundo do crime. “Socorro, Jesus! Foi a primeira vez que eu fiz isso, senhor. Foi a primeira vez que eu fiz isso”, dizia, procurando pela mãe.

O caso ganhou repercussão nas redes sociais, com um vídeo propagado pelos internautas e publicado no YouTube. Ao G1, Monique Bastos relatou como aconteceu o assalto.

“Estava indo para a academia, treinar. Eles chegaram de moto, tomando logo meu celular. Eu pensei que eram amigos, mas logo que percebi que não eram, dei um puxão neles e derrubei a moto. O comparsa acabou levando meu celular”, conta. Segundo a lutadora, populares queriam bater, amarrar e esfaquear o criminoso, opções que logo rechaçou.

Questionada sobre o risco de reagir a um assalto, ela explica o que a levou à ação. “De início, os bandidos já mostram o que tem. Eles não estavam armados”, afirma.

Durante 15 minutos, Monique manteve a força para seguir com o criminoso imobilizado em suas pernas. Após a chegada de uma equipe da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), Wesley Araújo foi levado à 9ª Delegacia Regional de Açailândia, onde foi autuado e preso em flagrante. O segundo criminoso não foi localizado.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Omar Salgado disse:

    Este sim é um Wesley SAFADÃO

  2. Incrédulo da Silva disse:

    Todo BANDIDO quando é pego, fica com essa cara – INOCENTE, COITADINHO DA HORA, ABATIDO, SOFRIDO. Qualquer semelhança com as caras vistas na operação LAVA JATO pode não ser mera coincidência. Antes de ser pego com a mão no roubo (desvio) é valente, mandão, senhor da razão. Com algema nos pulsos, dá um giro total na imagem, querendo enganar e comover os menos avisados.
    Essa cena tem se repetido com frequência nos últimos meses, graças as ações da JUSTIÇA FEDERAL.

MAIS UM ABSURDO: Escrivã é assassinada a facadas dentro de delegacia da Mulher no Maranhão

A escrivã de Polícia Civil Loane Maranhão Silva Thé, de 28 anos, foi assassinada no início da tarde de quinta-feira dentro da Delegacia da Mulher, na cidade maranhense de Caxias (a 368 quilômetros de São Luís), durante o depoimento de um acusado de estupro.

Francisco Alves Costa, 43, suspeito por estupro de vulnerável, prestava depoimento à escrivã quando, de repente, sacou uma faca de mesa e aplicou vários golpes no peito de Loane, que morreu a caminho do hospital. Uma investigadora, Marilene Santos Almeida, ainda interveio, tentando ajudar a escrivã, mas também foi atingida. Ela foi hospitalizada e não corre risco de morte.

O delegado Celso Rocha, titular da Delegacia Regional de Caxias, disse ao GLOBO que Francisco Costa prestava depoimento sobre a acusação de ter abusado sexualmente de suas duas filhas (uma de 15 e outra de 17 anos).

Após praticar o assassinato, Francisco fugiu, mas foi localizado e preso dentro de casa, no bairro Volta Redonda, que fica a 2 quilômetros da Delegacia da Mulher. Loane – natural de Teresina (PI), cidade próxima a Caxias – atuava na Delegacia da Mulher caxiense há cinco anos. Já Marilene trabalha há nove anos no local. O acusado foi autuado em flagrante por homicídio qualificado e tentativa de homicídio, ambos por motivo torpe. À polícia, Francisco disse apenas que “de repente, deu vontade de esfaquear as mulheres”.

O Globo

VÍDEO: Maré sobe, atinge e danifica 100 carros em praia no MA

 

maranhao_binemorais2Confira vídeo clicando aqui

Para cerca de 100 motoristas que resolveram passar o reveillon na Praia do Araçagy, em São José de Ribamar (MA) o ano não começou bem. Eles não perceberam a subida da maré, ficaram atolados na faixa da areia da praia e foram literalmente engolidos pelo mar. O incidente aconteceu na tarde de 1º de janeiro, quando cerca de 100 carros, entre ele uma carreta, tentaram sair da faixa de areia quase ao mesmo tempo pela única saída da praia do Araçagy, uma das únicas da ilha de São Luís onde o acesso de veículos a faixa de areia é permitido.

Alguns banhistas ainda tentaram sair pelas dunas, mas acabaram ficando atolados e alguns destes veículos se juntaram aos que ainda estavam na faixa de areia, sendo literalmente tragados pelo mar. Os banhistas apontaram desatenção com variação da maré e falta de estrutura da praia do Araçagy como causas do incidente. “A falta de estrutura na praia do Araçagi é gritante, mais gritante ainda é o descaso das autoridades que não respeitam os banhistas e muito menos a natureza” disse Jaciara Luzo.

A maior parte dos veículos envolvidos no incidente era do tipo passeio e muitos deles eram novos. Não houve registro de mortos ou feridos, mas as primeiras estimativas dão conta de que pelo menos 15 carros foram completamente destruídos pela força das ondas do mar e outros 75 foram atingidos ou ficaram impossibilitados de deixar a praia.

A praia do Araçagy está localizada na Baía de São Marcos, onde há uma das maiores variações de maré do mundo. Na região, o mar chega a subir 8 metros em algumas épocas do ano e é esta variação de maré que permite que supergraneleiros como o Vale Brasil, de 400 mil toneladas, operarem nos terminais portuário de São luís sem a necessidade de dragagem, como ocorre em Santos.

Estadão

Mossoroense preso em operação da Polícia Civil na cidade é encontrado morto em presídio do Maranhão

O detento Peterson Robson de Araújo foi encontrado morto em uma das celas da CCPJ do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, nesse domingo (27). Segundo as primeiras informações, o preso foi encontrado enforcado. Até o momento, a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) ainda não se pronunciou oficialmente sobre a morte.

Preso no dia 18, em Mossoró, Peterson Robson de Araújo, 23 anos, era conhecido como “Mossoró”, e apontado como autor de vários assaltos no Estado do Maranhão. Ele foi detido após um trabalho de investigação desencadeado por equipes da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) e investigadores da cidade de Bacabal.

Na ação ainda foram detidos Erivaldo Santos Sousa, conhecido como Val, e Reginaldo Carvalho Salgueiro, o “Johnny”, que também são apontados por envolvimento em vários crimes no estado.

Em posse de informações do paradeiro do foragido, equipes da Polícia Civil do Maranhão deflagraram a Operação a fim de efetuar a prisão. A ação contou com o apoio de policiais civis do Rio Grande do Norte. Ao todo foram três alvos deflagrados durante a ação, todos na cidade de Mossoró.

Com informações de O Câmera e o Imparcial

Governo do Maranhão confirma ao menos nove mortos e 20 feridos em rebelião

Ao menos nove presos morreram e 20 ficaram feridos nessa quarta-feira (9), durante rebelião no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (MA). O saldo foi divulgado na manhã de hoje (10) pela Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap). A imprensa local, contudo, informa que o número de mortos pode ser maior. Três detentos já haviam sido mortos durante rebelião na mesma penitenciária, no começo do mês.

A Sejap informa que a Polícia Civil e a corregedoria da própria secretaria estão investigando as causas do motim. A Secretaria Estadual de Direitos Humanos, Assistência Social e Cidadania (Sedihc) também está acompanhando o caso. A situação, hoje, está sob controle.

Em nota divulgada há pouco, a Sejap diz que, de acordo com informações preliminares, a última rebelião teria sido causada pela guerra de facções no presídio e o desmonte do bando conhecido como Bonde dos 40, um dos maiores do estado, com a prisão de 16 integrantes nesta semana, em ação da polícia em São Luís.

Ainda segundo a imprensa maranhense, o conflito na Casa de Detenção coincidiu com atos de vandalismo nas ruas de São Luís. Nas últimas horas, pelo menos dois ônibus foram incendiados e quatro veículos foram alvo de vandalismo.

A procuradora-geral de Justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, reuniu-se na segunda-feira (2), com a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Minc, na sede do Ministério da Justiça, em Brasília, para debater a situação do sistema de segurança pública estadual. A representante do Ministério Público pediu o investimento do governo federal em ações que previnam a violência e combatam a impunidade.

No mês passado, o governo maranhense pediu o apoio do governo federal para combater a violência. Solicitou que, em caráter emergencial, o Maranhão fosse incluído no Programa Brasil Mais Seguro, que integra o Plano Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça. O programa visa, entre outras coisas, a combater as organizações criminosas e a melhoria do sistema prisional. Segundo o ministério, a solicitação ainda não foi atendida, o que deve ocorrer em breve.

Agência Brasil

Avião que ia para Piauí pousa no Maranhão por engano

Deu na Folha

Um avião da Azul que fazia o trajeto entre Fortaleza (CE) e Teresina (PI), neste domingo (30), pousou em um aeroporto no Maranhão por engano, segundo a companhia.

O avião fazia o voo 9136 e deveria pousar no aeroporto Senador Petrônio Portella. Entretanto, acabou parando no aeroporto privado Domingos Rêgo, em Timon (MA), a 6 km de distância do local correto.

A Azul afirma que, quando percebeu o erro, a tripulação decolou novamente e pousou em Teresina às 13h05. Segundo a companhia, o equívoco causou atraso de 20 minutos.

A empresa aérea informou que, depois do engano, o voo seguiu sua programação e decolou com destino a São Luiz do Maranhão, Belo Horizonte e Campinas.

As causas do erro estão sendo apuradas, segundo a companhia.

O Desempenho "extraordinário" do Ministro do Turismo

Ganha um bilhete só de ida para o Maranhão, terra do Sarney, quem for capaz de responder: como chama o ministro do Turismo?

Quem souber dizer o que faz o ministro do Turismo acrescentará ao prêmio uma viagem sem volta para o Amapá, a segunda terra do Sarney.

Não sabe responder? Calma, não se desespere. Nem Dilma Rousseff deve lembrar que entregou a pasta do Turismo para o senhor octagenário da foto lá do alto.

Decorridos seis meses de governo, a presidente da República não se dignou a conceder uma mísera audiência ao pseudoauxiliar.

Considerando-se a inatividade do ministério, fica-se com a impressão de que o próprio ministro deve ter esquecido o que é que lhe cabe mesmo fazer.

Assinou dois escassos convênios. Ambos com o Estado do Maranhão, governado por Roseana Sarney, a filha do Sarney. Coisa de R$ 22,6 milhões.

De resto, liberou 65 repasses de verbas para prefeituras gastarem nos festejos de São João. No total, R$ 8,9 milhões.

Ou seja: tomado pelo que já fez, melhor será que o ministro do Turismo seja acometido de um irreversível ataque de amnésia.

Ah, sim! Antes que o repórter esqueça, aqui vai o nome do ministro: Pedro Novais. É apadrinhado do Sarney. Indicou-o o PMDB.

Deputado federal maranhense, a experiência turística mais célebre do ministro foi uma incursão ao caixa das verbas de gabinete da Câmara.

Pedro Novais, que fará 81 anos em julho, pediu o ressarcimento de uma despesa de pouco mais de R$ 2 mil feita num motel.

Do Blog de Josias de Souza