PMDB define Edinólia Melo para disputar as eleições em Ceará-Mirim

O PMDB bateu o martelo agora há pouco na escolha do nome que vai disputar a sucessão em Ceará Mirim. Se trata da ex-prefeita Edinólia Melo.

A informação está no blog da jornalista Laurita Arruda.

De acordo com o post, o acordo foi fechado durante reunião da ex-prefeita com o deputado federal Henrique Alves, presidente estadual do partido, na casa do ex-governador Geraldo Melo.

Para o PMDB em Ceará-Mirim a manhã foi só de boas notícias.  O prefeito de Cruzeta José Sally (PSB) chegou a ser cotado para assumir a oposiçao de Ceará-Mirim, mas garantiu apoio à candidatura do PMDB.

Agora só falta a chapa adversária, já que não é certa a candidatura do prefeito Antônio Peixoto, do PR.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Karlapatriciai disse:

    edinolia sera muito melhor para cara-mirim

PR anuncia hoje apoio a Candidatuta de Hermano Morais

Como o Blog do BG já havia adiantado desde o início de abril, o Partido da República (PR) anunciará hoje o apoio à chapa de Hermano Moraes para o pleito municipal de Natal.

Uma coletiva de imprensa será realizada na sede do partido, no Hotel Maine às 10:00h pelo presidente do PR, João Maia, para oficializar o anúncio.

Lembrando que o PR nesse momento não tem presidente municipal, sexta-feira o advogado Fábio Holanda renunciou a missão.

A união dos dois partidos também vai ser oficializada em São Gonçalo e em outros municípios.

Resta saber se o PR vai indicar o vice de Hermano.

Fábio Hollanda se desliga do PR após indicação de Renato Fernandes para o Turismo

Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Norte

O PR tem neste sábado uma grande baixa. O advogado Fábio Hollanda, ex-secretário de Justiça e Cidadania (Sejuc), entregou a carta de renúncia do diretório municipal em Natal da legenda e de desligamento do partido.

Na carta, Fábio Hollanda deixa claro que não gostou nada de ter visto a indicação do PR para a Secretaria Estadual de Turismo (Setur) após seu pedido exoneração do cargo de secretário em virtude do falta de apoio.

“Fui boicotado durante os sessenta dias em que estive como secretário pelo Governo a que Vossa Excelência serve na condição de conselheiro. Cada boicote e cada dificuldade foi comunicada a Vossa Excelência em tempo real sem nenhuma reação política e nenhum gesto de solidariedade a mim. Este mesmo Governo recebe agora a vossa indicação para a Secretaria de Turismo, o que demostra que Vossa Excelência acredita no Governo e, certamente, dá ensejo para que se diga que o equivocado fui eu”, diz Fábio em um trecho da carta.

No final, Fábio diz que vai se dedicar a função de advogado, a qual nunca deixou de lado. Grande perda para o PR, principalmente, para o diretório municipal em Natal.

Vivaldo se prepara para assinar ficha de filiação junto ao DEM

O deputado estadual Vivaldo Costa está se preparando para assinar a ficha de filiação junto ao DEM. Desde a semana passada que ele já havia informado que estava preparando sua saída do PR. A informação do seu destino foi dada em entrevista a Rádio Rural nesta terça-feira (23).

Durante a entrevista, ele disse que vai, através da Justiça, pleitear sua saída do PR para que não seja enquadrado na infidelidade partidária e, assim, mantenha o mandato de deputado estadual.

Nos próximos dias ele adiantou que vai conversar com a governadora Rosalba Ciarlini, com o ex-deputado Carlos Augusto Rosado e com o senador José Agripino sobre o ingresso no DEM.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ferreira disse:

    O Papa Vivaldo Costa quase era rebaixado a Bispo na política Potiguar onde graças ao Dep. Fed. João Maia conseguiu sobreviver politicamente e reconquistado o mandato de Deputado Estadual e agora vem com essa ingratidão,é de lacar…

Vivaldo Costa: Vítima ou vilão?

Vivaldo Costa disse em entrevista ontem que estava deixando o PR porque estava se sentindo expulso por João Maia, presidente estadual do partido. Seria estratégia do Papa Jerimum está se fazendo de vítima?  O BG foi pesquisar e encontrou o próprio Vivaldo anunciando no ano passado que deixaria o PR para ingressar no PSD de Robinson. Se não, vejamos:

Em abril de 2011, Vivaldo, certo de que iria para o PSD, disse que o partido era um milagre. Seu pedido foi oficializado no início daquele mês. Tudo está arquivado no Blog Panorama Político , da Tribuna do Norte.

Vivaldo também já não acompanhava as decisões do partido desde 2010, quando apoiou Rosalba enquanto todo o PR estava do lado de Iberê. E seguiu nesta linha também no início do atual governo. O Partido Republicano como oposição e ele, como situação.

As declarações recentes do deputado estadual  incomodaram o deputado federal João Maia, que atirou pelo twitter.

Nos posts de Maia há duras críticas à Vivaldo. João afirma que ele está querendo produzir provas que o ajudem em sua desfiliação.

 

Deputado Vivaldo Costa anuncia que deixará o PR

O deputado estadual Vivaldo Costa, conhecido como o Papa Jerimum, anunciou hoje que deixará o Partido da República (PR). Em entrevista na rádio Rural, o parlamentar declarou que está incomodado em permanecer dentro partido.

Na capital do Seridó, o PR apoiará o candidato Roberto Germano, do PMDB. Já o deputado Vivaldo Costa deverá indicar outro postulando a Prefeitura, cujo nome ainda não foi anunciado.

Na entrevista, Costa informou ainda que foi praticamente expulso pelo presidente estadual do PR, o deputado federal João Maia. “João Maia praticamente me expulsou do partido, eu estou incomodado com esta situação. Os incomodados é que se retiram, então eu estou querendo me retirar. No entanto, preciso fazer consultas jurídicas para vê se posso deixar o partido sem ser atingido pela lei de fidelidade partidária”, declarou Vivaldo.

Por outro lado, ele informou que ainda não sabe em qual partido irá ingressar. Antes da decisão, consultará autoridades políticas, como a governado Rosalba Ciarlini, a ex Wilma de Faria, Ricardo Motta e a prefeito Bibi.

Temendo a punição por infidelidade partidária, o parlamentar afirmou que a Assessoria Jurídica está estudando como poderá proceder a desfiliação.

Na verdade, todos sabem que há muito tempo o Papa Jerimum não é do PR. Ele estava no PR.

Com informações: Robson Pires

PR anuncia oficialmente apoio a pré-candidatura de Roberto Germano em Caicó

Em evento realizado em Caicó na manhã de hoje, o presidente municipal do Partido da República (PR), Oriel Segundo de Oliveira, anunciou o apoio da legenda ao pré-candidato a prefeito Roberto Germano (PMDB).

“O Partido da República, por unanimidade, com a decisiva participação do deputado federal João Maia, torna público que resolveu iniciar as tratativas formais para firmar aliança com o PMDB e seu pré-candidato a prefeito Roberto Germano considerando as eleições municipais de 2012”, afirmou.

Com a aliança, a tendência é que o PR indique o vice na chapa de Germano. Nesse caso, o nome mais cotado é o de Fernanda Maia, esposa do deputado federal João Maia.

O deputado federal João Maia, também no encontro em Caicó, confirmou o apoio e disse ainda que o DEM, do deputado José Agripino, seguirá o mesmo caminho.

PR e PMDB vão se coligar em Natal

A reunião realizada no último domingo, 1º, entre os Deputados João Maia (PR) e Henrique Eduardo Alves (PMDB) com a presença do Presidente do PR em Natal, o advogado Fabio Holanda, trouxe mudanças para as eleições deste ano. O blog apurou que ficou decidida a parceria entre os dois partidos em vários municípios do Rio Grande do Norte, incluindo a capital. Em Natal, o Partido da República deverá indicar o vice na chapa de Hermano Moraes (PMDB).

Até dia 14/04 deverá ser anunciada a parceria entre os dois partidos para as eleiçoes em Natal e alguns interiores.

Almoço traça caminhos para aliança entre PR e PSDB em Natal

Como o blog adiantou em postagem realizada ontem, o PR deve mesmo caminhar ao lado do PSDB na candidatura de Rogério Marinho para a Prefeitura de Natal.

Um almoço realizado hoje entre o vereadores Assis Oliveira e Adão Eridan com o presidente municipal da legenda Fábio Hollanda traçou algumas estratégias e praticamente definiu a aliança. Só falta mesmo o deputado federal João Maia, presidente estadual do partido, dar a palavra final.

Se a aliança PSBD/DEM/PR/PSC ficar toda confirmada, Rogério Marinho despontará como um dos que mais terá tempo de televisão. Sete minutos e 25 segundos.

PR vai entregar secretaria e Fábio Holanda deixa a Sejuc apenas 60 dias depois que assumiu

A Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania é, em tese, responsável pela administração do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte. Mas, a julgar pelos problemas que ocorrem nos presídios, principalmente no de Alcaçuz, um verdadeiro queijo suíço tantos são os túneis cavados por detentos em fuga, somente em tese a Sejuc cumpre sua função legal.

Alegando falta de apoio, falta de estrutura e, creiam-me os senhores, falta de salário, o advogado Fábio Holanda vai pedir o boné agora há tarde depois que abriu o verbo narrando a esculhambação… Dois meses depois de assumir, o advogado descobriu o porquê da saída do seu antecessor, Thiago Cortez. Entre os dois, apenas uma diferença: Cortez saiu calado e não quis explicitar os motivos de sua saída.

Nem precisava.

Agora, sai Fábio Holanda. Resta saber o que fará o PR, seu partido, que acabara de chegar ao governo. O mosquito do BG continua voando e pescando informação no encontro do PR mulher para saber se teremos mais novidades.

E resta saber o que fará o governo Rosalba Ciarlini para administrar o queijo suíço de presídios que tem túneis por ontem vazam presos e engolem secretários.

Vale ressaltar que Holanda vinha fazendo um bom trabalho a frente da Sejuc.

Parece que a crise não tem fim no governo Rosalba.

Atualizado às 17:20: A assessoria do Governo divulgou que Fábio Hollanda comunicou que não ficaria mais na Secretaria. “A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, designou o Secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, (Sesed-RN), Aldair da Rocha, para acumular, interinamente, o cargo de Secretário de Estado da Justiça e da Cidadania, (Sejuc-RN), com o titular da Sesed-RN”, informou a nota publicada no portal do Governo.

“A determinação da governadora foi imediatamente após o ex-titular da pasta, o advogado Fábio Hollanda, ter entregue pedido de  exoneração do cargo de Secretário de Estado da Justiça e da Cidadania, Sejuc-RN, na tarde deste sábado (17)”, acrescentou a nota.

João Maia se diz surpreso com revelações de Fábio Hollanda

O deputado federal João Maia, presidente estadual do PR, disse que ficou surpreso com o fato do secretário estadual de Justiça e Cidadania, Fábio Hollanda, ter exposto os problemas da pasta em entrevista publicada hoje na TRIBUNA DO NORTE.

“O que ele disse na entrevista não é surpresa para mim, mas a surpresa é o fato dele ter tornado público”, disse o deputado, que foi responsável pela indicação de Fábio Hollanda ao cargo de primeiro escalão no Governo Rosalba Ciarlini.

João Maia afirmou que o secretário já havia exposto para ele toda problemática da Secretaria de Justiça e Cidadania. “Fábio (Fábio Hollanda) conversou muito comigo e externou a situação dizendo da precariedade do sistema, da situação das Centrais do Cidadão e dizendo que é preciso implementar outro modelo de gestão”, destacou João Maia. Ele embarcará no início da tarde de hoje para Natal e ainda nesta sexta-feira conversará pessoalmente com o secretário Fábio Hollanda.

Em entrevista a TN, o titular da SEJUC disse que a fuga no presídio de Alcaçuz ocorreu por falta de cuidado e negligência. Hollanda também afirmou que não teria qualquer problema em deixar a Secretaria. “Eu não terei nenhum constrangimento em deixar a Secretaria. Eu terei constrangimento em ficar na Secretaria e não conseguir desenvolver um bom trabalho com o dinheiro do contribuinte do Rio Grande do Norte. Se dependesse de mim, na condição de presidente do PR em Natal, o partido entregaria a Secretaria e manteria uma posição independente do ponto de vista administrativo do Governo Rosalba Ciarlini”, disse.

Fonte: Panorama Político

Senadores do PR rompem com Dilma

Os senadores do PR decidiram nesta quarta-feira encerrar as negociações com o Planalto para indicar o ministro dos Transportes e, imediatamente, romperam com o governo passando a ser oposição.

O PR tem 7 dos 81 senadores e, desde que a presidente Dilma Rousseff assumiu, no ano pasasdo, votou alinhado com o Planalto.

A crise entre o partido e Dilma começou com a queda de Alfredo Nascimento no Ministério dos Transportes, em julho passado. A presidente decidiu manter o secretário-executivo, Paulo Passos, na titularidade da pasta e delegou à ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) a negociação com o PR sobre a indicação de um novo nome do partido.

Durante este período de negociações, o líder do PR, senador Blairo Maggi (MT), reuniu-se dezenas de vezes nos últimos meses com Dilma e Ideli para tentar buscar entendimento. Chegou a ser convidado para o cargo, mas não aceitou.

“Fui lá [Palácio do Planalto] hoje. Não tinha definição. Eu não quero mais negociar porque o negócio não desenvolve. Então. resolvemos que estamos fora da discussão [senadores do PR] e isso significa que estamos na oposição”, disse Maggi no fim da tarde desta quarta-feira.

CÂMARA

O líder do PR na Câmara, Lincoln Portela (MG), disse que a bancada de 43 deputados se manterá independente e não seguirá a decisão dos senadores do partido de migrarem para a oposição.

Portela disse que caberá à presidente Dilma Rousseff decidir se tirará do partido cargos no governo. Apesar de o PR dizer que Paulo Passos não representa o partido no comando do Ministério dos Transportes, ele foi indicado pelo PR como secretário-executivo de Alfredo Nascimento.

“Nossas questões com o governo não passam pelos cargos, mas pela necessidade de diálogo”, disse Portela.

BASE ALIADA

A saída do PR, primeiro do governo e, agora, da linha independente que vinha seguindo desde a queda de Nascimento, piora a situação de Dilma no Congresso. A presidente enfrenta descontentamentos generalizados nas bancadas aliadas.

O rompimento do PR com Dilma acontece um dia após o governo oficializar a troca dos líderes da Câmara e do Senado. Arlindo Chinaglia (PT-SP) assumiu a liderança na Câmara no lugar de Cândido Vaccarezza (PT-SP) e, no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM) entrou no lugar de Romero Jucá (PMDB-RR).

As trocas ocorreram após uma rebelião na base aliada no Senado, na semana passada, quando os senadores rejeitaram o nome de Bernardo Figueiredo para diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), indicação pessoal de Dilma.

Oficialmente, o Planalto argumenta que a mudança dos líderes foram motivadas por um sistema de rodízio que a presidente quer implementar.

Fonte: Folha.com

Caicó: Toinho Santiago ainda não comunicou desejo de disputar Prefeitura à cúpula do PR

Nos últimos dias uma provável pré-candidatura do empresário Toinho da Graciosa (PR), voltou a freqüentar setores da mídia especializada na cobertura política de Caicó. Na comissão provisória do partido, do qual Toinho faz parte, o assunto nunca foi discutido por ele.

Toinho também não conversou ainda com o presidente do seu partido, o deputado federal João Maia, sobre seu desejo de disputar a prefeitura.

“Ele nunca colocou isso nas nossas reuniões. Se ele deseja disputar a prefeitura precisa vir à público, reunir os demais integrantes da nossa comissão e expor seu desejo, pra que o PR possa criar as condições favoráveis. Até agora ele não nos comunicou nada e nem ao nosso presidente João Maia”, disse Almir Filho, na entrevista concedida à Rádio Caicó AM.

Fonte: Marcos Dantas

PR/Natal tem contas novamente desaprovadas pela Justiça e terá dinheiro de fundo partidário suspenso

O TRE RN desaprovou pela segunda vez a prestação de contas do diretório de Natal do Partido da República (PR), referente ao ano de 2008.

A desaprovação se deu em razão da não abertura da conta bancária específica para movimentação financeira da legenda.

Por causa da irregularidade, o repasse de cotas do Fundo Partidário do partido do deputado federal João Maia será suspenso pelo período de um ano.

Para o relator do processo, desembargador Vivaldo Pinheiro, a ausência de abertura de conta bancária específica é uma irregularidade insanável, mesmo não havendo movimentação financeira.

A corte votou pelo conhecimento e provimento parcial do recurso, apenas para reduzir o prazo de suspensão para 02 (dois) meses.

PR desembarca no governo Rosa sem consultar os Vereadores da Capital

Chega ao fim hoje a novela da adesão do Partido da República (PR) ao governo Rosalba Ciarlini (DEM), com a nomeação do presidente do partido em Natal, o ex-juiz eleitoral Fábio Holanda, para a Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc). De acordo com a assessoria de imprensa do governo, o ex-secretário Tiago Cortez pediu demissão alegando motivos de ordem pessoal. A exoneração de Cortez e a nomeação de Holanda serão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) de hoje. A posse do novo secretário será na segunda-feira, às 16h.

A participação da legenda no governo do DEM foi fechada na última terça-feira, em reunião do deputado federal João Maia (PR) com o senador José Agripino (DEM), a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (DEM). A adesão vinha sendo costurada desde o segundo semestre do ano passado por Agripino. Faltava o convite oficial de Rosalba e o espaço que o novo aliado iria ocupar na gestão, o que foi resolvido nos entendimentos firmados nesta semana.

A aliança dos republicanos com os democratas não ficará somente no âmbito estadual. A intenção dos dois partidos é formar junto com o PMDB um bloco para disputar as eleições do próximo ano na maioria dos municípios do Rio Grande do Norte. Os lideres das três siglas já frisaram que respeitarão a realidade da política local de cada cidade. No entanto, confirmaram que farão um esforço para unir as siglas sempre onde for possível.

Embora haja a intenção de formar um bloco governista nos principais municípios do estado, DEM, PR e PMDB enfrentarão dificuldades para unir suas bases. Em Natal, o vereador Adão Eridan (PR), que é cotado até para ser indicado como vice pelo partido para a majoritária, se posiciona contra o alinhamento político da sigla com o DEM. Ele defende uma aliança da sigla com a ex-governadora Wilma de Faria (PSB) ou o ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT). Em Mossoró, o presidente interino do partido, Genivan Vale, defende uma composição com a deputada estadual Larissa Rosado (PSB).

Com a adesãooficial do PR ao governo, Rosalba Ciarlini ganhará o reforço do deputado estadual George Soares (PR). O parlamentar apoiou a candidatura do ex-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB) nas eleições de 2010, por orientação de João Maia, presidente estadual do partido. Ele aguardava a definição do seu líder para mudar de posição. O deputado estadual Vivaldo Costa (PR), que apoiou a candidatura democrata, já faz parte da base do governo. A adesão uniu novamente a legenda, que estava divida desde a última eleição. (Allan Darlyson) para o Diário de Natal

Do Blog: Esse blogueiro teve a informação que os dois Vereadores do PR na capital não foram consultados pela direção do Partido, nem muito menos comunicado pelo atual presidente na sigla em Natal, o advogado Fábio Holanda que vai assumir a Secretária.

Contatado por esse blogueiro os Vereadores Adão Eridão e Assis Oliveira não se mostraram satisfeitos pela forma que as demandas vem sendo gerenciadas no Partido. Sem escutá-los.

Heráclito Noé, a metamorfose partidária

Como o blog havia antecipado, o vereador Heráclito Noé é o mais novo auxiliar da prefeita Micarla de Souza. Noé já anunciara que não seria candidato nas eleições de outubro. Não tentaria renovar o mandato de vereador.

Eleito pelo PPS, passou bom tempo numa briga com o presidente estadual do partido, o ex-deputado Wober Junior. Chegou a anunciar que iria para o PSD do vice-governador Robinson Faria. E terminou desembarcando no PR de João Maia, que já fez parte da administração municipal e que agora faz oposição à prefeita.

A pergunta que se faz agora é: como é que um vereador de um partido da Oposição vira chefe da Casa Civil, responsável por toda a articulação, tanto interna quanto externa, de uma administração?

Quem souber a resposta, por favor, envie para o Blog do BG.