Atriz Fernanda Nobre diz que busca ‘equidade sexual’, e detalha seu relacionamento aberto: ‘Nunca repetimos os parceiros’

Fernanda Nobre e o marido, José Roberto Jardim (Fotos: Reprodução)

Fernanda Nobre comentou sobre os vídeos que tem feito no período de isolamento para o seu IGTV. A atriz de 37 anos grava, de frente para a câmera do celular, conteúdos sobre relacionamentos, tabus, sexo e feminismo. Além deste tema, a artista falou ainda sobre sua relação não-monogâmica com o marido, José Roberto Jardim.

— O José tem essa generosidade, esse amor (de olhar para o companheiro e sentir felicidade de ele poder viver outras coisas). Eu, menos. Sou de um lugar mais egoísta. Ano passado li um livro que tem uma frase que me tocou: “Quando você namora um cara, encontra um sapo que vai transformar em príncipe”. E os homens olham para a gente do jeito que a gente é, e eles odeiam que a gente mude o nosso jeito. E eles se apaixonam pelo jeito como a gente é, e depois eles ficam ressentidos conforme a gente vai mudando durante os anos. O Zé fala muito isso. Quando a gente se conheceu, eu estava transando com dois amigos dele ao mesmo tempo. E ele falava: “Cara, não vou namorar você. Você está no auge da sua potência, no auge da sua liberdade sexual, e eu acho lindo isso”. E eu não entendia. “Estou transando com todo mundo, ó. Você não está namorando comigo”. E ele “Tá! Tudo bem”. Porque ele é um cara mais seguro e tem essa generosidade. Eu achava difícil de compreender isso, como se fosse uma falta de amor. Mas eu me apaixonei — disse ela, no podcast “Calcinha larga”.

A atriz conta, ainda, que demonstrou que queria entrar num relacionamento sério:

— Eu falei: “Cara, estou a fim de ter um namoro. Se não for com você, vai ser com outro cara”. A gente saía com outras pessoas, mas vivia essa relação que era aberta, não tinha rótulos (…) A gente ficou um tempo na monogamia, certinha, nananã… E eu insegura, coisa que eu não tinha quando estava sem o rótulo. Eu não vivia em insegurança.

Fernanda conta o motivo de ter optado pela relação não-monogâmica:

— O que eu busco com o relacionamento aberto é equidade sexual, equidade de liberdade.

Ela revelou o que ainda não aconteceu na relação não-monogâmica do casal:

— Eu nunca vivi (a situação de) ele transar com uma pessoa mais de uma vez. A gente nunca viveu isso. Não tem essa regra, só não vivemos até hoje isso.

A atriz comentou ainda que não acredita que após a maternidade seja possível levar este tipo de relação:

— Quando você é mãe, essa equidade já não existe, por mais que você tenha um marido muito maneiro, muito parceiro, um pai muito presente (…) Imagina a culpa de se afastar do filho para transar?

No tema feminismo, Fernanda comentou sobre padrões de beleza e de comportamento. Ela lembrou que era comum que colocassem rótulos devido à sua aparência física:

— Comecei a ser atriz com 8 anos de idade. E eu, loira, pequenininha, mignon, de olhos azuis, ainda mais na década de 90, fui colocada neste lugar de princesa, de menina. E eu sempre fui uma criança muito doente porque tenho uma asma muito grave. Aí fui colocada nesse lugar. E sempre fui muito doce, frágil e cuidada por causa da doença. Quando você faz televisão, entra num rótulo muito rápido. Aí esse rótulo da doçura foi colocado em mim e quando eu fui para a adolescência eu detestava. Eu era arisca. Odiava que as pessoas falassem que eu era fofa. Era como se estivessem me xingando. Com a maturidade encontrei esse equilíbrio.

Patrícia Kogut – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mari disse:

    Sê tá de brincadeira mulher!
    E o fruto dessa raparigagem como deve se chamar e como deve agir no rala e rola???
    Torcida do Flamengo ??
    Ô louco meu!

  2. Jk disse:

    Na minha terra o nome disso é rapariga e corno.

  3. Lampião disse:

    Moça doente. Séria candidata a portadora de depressão daqui a uns anos. É só passar a febre do rato…

  4. Pamela da Pampa disse:

    Ei nega, meu marido tbm adora um chifre, tá fia? Né só o seu não, gata!

  5. Calígula disse:

    Grande notícia.
    BG tá igual Léo Áquila kkkkk.
    E os 5milhões de reais que foram utilizados para compra dos respiradores ninguém fala mais nada.
    Eu aumento mas não invento

  6. aof disse:

    Triste. Só podia sair no O Globo mesmo.

Bolsonaro diz que está aberto a sugestões para recuperação da economia

Foto: Carolina Antunes/PR

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (29) que o governo está aberto a sugestões dos líderes partidários para propostas que visem à recuperação da economia e ao enfrentamento dos problemas sociais que podem surgir a partir do próximo ano. O estado de emergência em razão da pandemia da covid-19 acaba em 31 de dezembro, assim como o pagamento do auxílio emergencial aos cidadãos mais vulneráveis.

“O meu governo busca se antecipar aos graves problemas sociais que podem surgir em 2021, caso nada se faça para atender a essa massa que tudo, ou quase tudo, perdeu. A responsabilidade fiscal e o respeito ao teto são os trilhos da economia. Estamos abertos a sugestões juntamente com os líderes partidários”, escreveu em publicação nas redes sociais.

Ontem (28), Bolsonaro anunciou o Renda Cidadã, novo programa de transferência de renda do governo, que substituirá o auxílio emergencial e o Bolsa Família, e será financiado com parte dos recursos de pagamento de precatórios e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A proposta foi acordada entre o governo e líderes da base e deverá ser apresentada na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Pacto Federativo e na PEC Emergencial, que tratam da desindexação dos gastos públicos.

Por outro lado, o governo ainda não alcançou o entendimento sobre o texto da reforma tributária, que deve tratar sobre a desoneração da folha de pagamento das empresas. Em declarações recentes, o ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu a criação de “tributos alternativos” para compensar a desoneração da folha, que, para ele, é necessária para a criação de empregos e renda para a população.

A primeira parte da proposta de reforma tributária do governo já está em tramitação e trata apenas da unificação de impostos federais e estaduais em um futuro Imposto sobre Valor Agregado (IVA). A segunda parte, sobre a desoneração da folha, ainda depende de um acordo.

Foto: Reprodução

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dilson disse:

    Pedir ajuda já é um bom começo, pq só saiu intriga até agora. Projeto de país, ZERO!

  2. Pedro disse:

    Vixe ! Notícias quentes do Diário do Centro do Mundo, dão a notícia que Nove dedos da Silva, foi pego chupando o dedo, de fraldas, usando babador, na rua chamando pela Anta, queria saber onde está o seu dinheiro. Provavelmente o alemão Alzheimer está fazendo ninho na cabeça dele.

  3. Santos disse:

    Se em 28 anos não deu um prego numa barra de sabão, está aí o resultado tá mais perdido que cego em tiroteio.
    O brasileiro está num grande avião chamado Brasil sem comandante e caindo.

    • GCF disse:

      Luladrão quase não trabalhou como metalúrgico. Perdeu um dedo e se encostou num sindicato, vendendo a MENTIRA que SE TORNOU. É realmente um LIDER DO MAU, ENGANANDO quase todos com um discursinho de FALSA MORAL e propaganda de democracia. Deve ter se baseado na cartilha do Fidel "paredon" Castro e do sanguinário médico argentino Tche Guevara…
      PASSOU uns 50 ANOS enganando (fake) e roubando…
      Dilmanta "Guerrilheira" trabalhou sim…como guerrilheira no Araguaia e na região sudeste, organizando e executando sequestros, roubo a bancos, ataques a quarteis…etc
      Luladrão e Dilmanta recebem "aposentadoria" por terem sofrido tortura no governo militar. Esta lei de aposentadoria a guerrilheiros e agitadores comunistas deve ter sido aprovada na época do mensalão, ou seja, foi comprada pelos pilantras…
      Tem outros nomes e informações, mas fica para a próxima…

  4. Rômulo Arantes disse:

    NÃO ERA SÓ TIRAR A DILMA, DEPOIS APROVAR A REFORMA TRABALHISTA, DEPOIS A REFORMA PREVIDENCIÁRIA…
    …QUE O BRASIL IA DESLANCHAR?
    OU SERIA… RELINCHAR?

  5. Sergio disse:

    Cada um aqui, defendendo seu ladrão preferido. Oh povinho pra gostar de corrupção!

  6. Anti corrupção disse:

    Se deixar a barba crescer e corta um dedo, Bolsonaro vira um Lula de direita, cada dia mais parecidos.

  7. Chico 100 disse:

    Pede pra cagar e sai. Teu lugar é pastando jumento ķkkkllk. Bando de incompetentes. Esse governo é uma piada de mau gosto. "Aceitando sugestão "….. Não acredito que um desvairado desses é presidente

    • GCF disse:

      Bolsonaro se elegeu pela INCOMPETÊNCIA E CORRUPÇÃO DA ESQUERDA. Pelo que sei, não existe nenhum país comunista que permite liberdade de ir e vir, liberdade de expressão, lib. religiosa…etc.
      Mas, a jovem democracia brasileira permite tudo isso. Permite também que qualquer um vá para Cuba, Coréia do Norte (se conseguir entrar lá), China, entre outros…

  8. Observando disse:

    Escute Paulo Guedes.

  9. Pedro disse:

    Anderson o que dizer de nove dedos e a anta que quase quebraram o Brasil? 13 milhões de desempregados; Petrobras na lama; investimentos no exterior para angariar propina e deixar mais ricos os ditadores de plantão; vc é daqueles que come um elefante e se engasga com um mosquito. Ainda bem que está próximo de vcs desaparecerem do mapa, a Anta ninguém nem sabe, a turma do lambe-lambe chorando, as notícias das pesquisas desfavoráveis, fazer o que?

  10. Carlos Henrique Chal disse:

    Basta acabar com os penduricalhos dos senadores, deputados e pessoal do judiciário, com certeza vai sobrar muito dinheiro, para fazer melhor partilha.
    Para completar, vem a proposta de fazer politicagem barata em cima do renda cidadão, comprometendo os pagamentos dos precatórios e das verbas do FUNDEB.
    Isto é porque, esse Bolsolouco, criticavam o PT, quando criou o bolsa família.

  11. Cabo Silva disse:

    RENUNCIE!!!!

  12. Entregador De 🍕 disse:

    Minha sugestão: renuncie!

    • Francisco disse:

      Como deixou claro o guru petralha dirceu, a esquerdalha está atordoada e não sabe o que fazer. Kkkkkkk. Só não vale violar os lacres das pizzas. Corruptos desonestos

    • Alguém disse:

      Pois é, renuncia e chama a DilmANTA e o presidiario de 9 dedos que eles vão resolver o pobRema né.

    • Silva disse:

      O caba ta reeleito vai muito renunciar!!
      Kkkkkkkkk
      Kkkkkkkkk
      Aceita babaca, doí menos.
      Kkkkķkkkk
      Mito e Michelle até 2026.
      O choro é livre!!
      75% de aceitação.
      O véi Bolsonaro ta estourado!!!!
      Em todo Brasil sil sil sil, viu???
      Inclusive no terreiro do maior ladrão do mundo.
      Kkkkkkkk
      Kkkkkkkk
      Kkkkkkkkk
      Kkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Chupa entregador de pizza de embutido.
      Chupa Luiz Inácio.
      Kkkkjk
      Tchau corruptos ladrões.
      Até nunca mais.
      Kkkkkkkk

    • Anderson disse:

      Honesto é o Queiroz. 89 mil na conta da micheque

    • Marcelo Dantas disse:

      Anderson isso tudo ???! Kkkkkkk vai quebrar o Bradil

    • João disse:

      Anderson, trilhões que Luladrao roubou não quebrou, será que quebra com essa mereca. Kkk

    • Berg disse:

      uero lá saber de porra de Queiroz, meu negócio é com o véi.
      O véi Bolsonaro é duro é duro é duro é.
      Kkkkkkkm
      Aceita cambada de derrotados.
      Doí menos.
      Kkkkkkkkk
      Kkkkkkkk

Escola de Natal lança espaço na internet aberto ao público com dicas de lazer e cultura para toda a família

Fotos: Divulgação

Há pelo menos dois meses as famílias viram a rotina mudar radicalmente. Estão todos em casa, desfrutando de mais tempo juntos. Mais tempo para brincadeiras, para conversar, para preparar o lanche da tarde, para assistir a um bom filme, para se distrair com um jogo. São várias as possibilidades. Pensando nisso, a Maple Bear Natal reservou um espaço dentro da sua página na internet com várias opções de lazer, entretenimento e dicas culturais.

O “Maple Bear At Home” reúne indicações de diversas atividades para várias faixas etárias e é aberto ao público. No espaço, serão disponibilizados links para canais do Youtube que tenham contação de histórias infantis, rodas de cantigas, dicas de leitura, tour virtual por museus, indicação de concertos on-line, sites de culinária, atividades em inglês, aplicativos para exercícios físicos, entre outras coisas. A página já está no ar e será atualizada toda semana.

“O espaço é mais um canal para dar suporte às famílias nesse período de isolamento social. É uma forma de ajudar nossos alunos e outras crianças a desenvolveram suas habilidades, com dicas educativas. O mais interessante é que essa página vai proporcionar momentos de lazer individual e em conjunto, com toda família. Eles vão podem socializar mais, estar mais juntos um dos outros”, explicou a diretora da unidade de Educação Infantil da Maple Bear Natal, Julyana Freitas. Para acessar todas essas possibilidades, basta entrar na página maplebearnatal.com.br/at-home

Covid-19: Cosern lança portal de negociação para pagamento e parcelamento das contas de energia em aberto com condições especiais

A Cosern lançou nesta quinta-feira (21) um portal de negociação para pagamentos e parcelamento de débitos para clientes residenciais com mais de duas contas de energia em aberto. O portal é mais uma iniciativa da distribuidora para minimizar o impacto econômico provocado pela pandemia da COVID-19 no orçamento doméstico dos potiguares.

Batizado de “Fique em Dia Cosern”, o portal de negociação on line está disponível no site (www.cosern.com.br) e vai ficar no ar por tempo limitado. Nele o cliente tem acesso a uma série de vantagens no pagamento de faturas em aberto, tais como quitação à vista, pagamento integral no débito com o cartão virtual Caixa Elo (Auxílio Emergencial) ou parcelamento em até 12 vezes no cartão de crédito (nesses dois últimos casos por meio da Flexpag). Na negociação, são aceitos os cartões das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex.

Para Gilmar Mikeias, Gerente de Recuperação da Receita da Cosern, o portal de negociação on line é mais uma ferramenta digital planejada pela concessionária para estar ao lado dos clientes nesse momento delicado da economia.

“Trabalhamos de forma rápida para disponibilizar essa solução digital como forma de minimizar o impacto econômico provocado pela pandemia no orçamento doméstico”, explica Gilmar. “Com o portal, o processo de negociação ficou acessível e seguro, pois nele o cliente pode negociar seus débitos de casa, a um clique de mouse, como exige esse período de isolamento social”, finaliza.

Para utilizar os serviços do portal “Fique em Dia Cosern” e ter acesso às opções de negociação, é necessário realizar um cadastro informando o CPF e a conta contrato do cliente. Depois desse primeiro passo, é possível visualizar o débito e as condições especiais de pagamento disponíveis planejadas pelas Cosern.

O portal de negociação on line da Cosern está integrado ao processo de transformação digital pelo qual a distribuidora vem passando. Desde o dia 20 de março, a Cosern disponibiliza atendimento digital também por meio do WhatsApp (084-3215-6001). No novo canal, é possível ter acesso a mais de 50 serviços oferecidos pela Cosern de forma prática e segura.

Bolsonaro e o filho, Eduardo, não estão entre alvos de inquérito aberto pelo STF para apurar a organização de atos contra a democracia

Foto: Paladinum2/Wikimedia Commons

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou ontem abertura de inquérito para apurar a organização de atos contra a democracia no país. Ele atendeu a um pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras. As manifestações ocorreram no último domingo em várias cidades. Entre as palavras de ordem, estava o fechamento do Congresso Nacional e do STF, além da intervenção militar e instituição do AI-5, a norma de 1968 que endureceu a ditadura militar no Brasil.

O presidente Jair Bolsonaro participou do protesto em Brasília e fez discurso contra a “velha política”, em frente ao Quartel-General do Exército. O inquérito no STF está sob sigilo e foca na organização dos atos, e não em quem participou deles. Portanto, Bolsonaro não está entre os alvos da apuração. O EXTRA apurou que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, também não é investigado.

O próximo passo do inquérito será Moraes determinar diligências — que podem ser o depoimento de testemunhas, ou a quebra de sigilos bancários e telefônicos de suspeitos.

Ontem, o ministro Gilmar Mendes defendeu que a Polícia Federal peça a quebra de sigilos telefônico e bancário de pessoas que tenham participado da promoção de manifestações com a defesa de medidas contrárias à democracia.

No pedido de abertura de inquérito, Aras não aponta suspeitos. Quer apenas que seja apurada a organização dos atos. Ele menciona, no entanto, o possível envolvimento de deputados federais. Por isso o caso está no STF — que, pela Constituição Federal, é o foro indicado para investigar e julgar os parlamentares. A PGR também quer saber quem mais participou da organização dos atos, e se houve o financiamento de empresários.

Em sua decisão, o ministro salientou que o fato é “gravíssimo”, pois atenta contra o Estado Democrático de Direito e suas instituições. Moraes ressaltou que a Constituição Federal não permite o financiamento e a propagação de ideias contrárias à ordem constitucional e ao Estado Democrático, nem a realização de manifestações visando ao rompimento do Estado de Direito.

Moraes escreveu que é imprescindível a verificação da existência de organizações e esquemas de financiamento de manifestações contra a democracia e a divulgação em massa de mensagens atentatórias ao regime republicano, bem como as suas formas de gerenciamento, liderança, organização e propagação que visam lesar ou expor a perigo de lesão os direitos fundamentais e a independência dos Poderes instituídos.

Extra – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Braulio Pinto disse:

    A investigação e eventual punição deveria envolver quem cometeu e também os mandantes. Está claro que essas manifestações são orquestradas a partir do palácio do planalto. E o que é pior, com a anuência velada das forças armadas. Os militares serão investigados pelo STF?

  2. Rômulo © disse:

    Que os organizadores sejam punidos com todos os rigores da Lei!

    • Lobinha disse:

      Prende quem se organiza contra o povo ou quem se organiza contra a orcrim da alta patente da administração pública?

  3. Medeiros Costa disse:

    Sério? Não vão atribuir a eles o que o povo, pacifica e ordeiramente clamam nas manifestações e carreatas? Não vão colocar na conta de Bolsonaro o que a câmara e o senado não fazem pelo povo?
    Não é possível isso.
    Ainda não conseguiram atribuir a Bolsonado toda corrupção existente nos governos anteriores, mas vão tentar, afinal tudo de ruim que acontece é culpa dele, mesmo sem provas, por mais forjadas que sejam. É só olhar o caso Marielle onde tentaram a todo custo culpar quem não tem absolutamente nada haver com o crime.

  4. Francisco disse:

    Quer dizer que soltar CORRUPTOS bandidos, arquitetar contra poderes do presidente eleito, receber propina, auto conceder aumento salarial e manter estruturas de cargos comissionados e mordomias ilimitadas com país em crise financeiro é patriótico? já protestar contra essas aberrações é atentado contra a pátria? O que é canalhas salafrários pra esses patifes?

    • Sérgio disse:

      E o Queiroz????????

    • Curiosa disse:

      Mudou em que ate agora? Permanece tudo do mesmo jeitinnho só que com um agravante, estão querendo dar um golpe e voltar os tempos de ditadura. A população tem que parar de passar pano pra politico e ser fiscalizador.

FOTOS E EDITORIAL: Centro Cultural Trampolim da Vitória: prova de competência e demonstração de respeito à nossa historia

A cidade de Parnamirm conta, a partir desta terça-feira, com um equipamento cultural que faz jus à sua história. O Centro Cultural Trampolim da Vitória é o que se pode chamar de gol de placa. Com a iniciativa, a Prefeitura de Parnamirim não só revitalizou o local onde, em um passado muito recente, funcionou a estação de passageiros do aeroporto Augusto Severo, como também possibilitou o resgate de uma parte importante da nossa história.

Com o Centro Trampolim da Vitória, a Prefeitura de Parnamirim possibilita às atuais e futuras gerações a oportunidade de conhecer a história da participação brasileira – e potiguar em particular – na aviação mundial.

Mais do que isso: o Centro Cultural Trampolim da Vitória permite o resgate dos anos em que Parnamirim foi fundamental para o combate às tropas nazistas no norte da África e por todo o continente europeu.

Do campo de aviação de Parnamirim, partiram aviões e tropas que foram decisivos para a derrota dos planos genocidas do ditador alemão Adolf Hitler e dos seus aliados italianos e japoneses. Sem o Parnamirim Field – cuja instalação foi acertada em um encontro histórico entre os presidentes Franklin Delano Roosevelt e Getúlio às margens do rio Potengi em 1943 – a segunda guerra mundial teria produzido ainda mais estragos.

Desse modo, o Centro Cultural Trampolim da Vitória, cujo nome honra a nossa história, é mais do que um equipamento cultural. Mostra o respeito ao resgaste do nosso patrimônio histórico que andou faltando ao longo de muitos anos. A prova disso é o Museu da Rampa, construido no local do encontro dos presidente dos EUA e do Brasil e ainda não concluído e sequer mobiliado.

Estão de parabéns a Prefeitura de Parnamirim e o prefeito Rosano Taveira. Com a instalação do Centro Cultural Trampolim da Vitória fica a prova de que quando gestores e poderes públicos tem sensibilidade e determinação o discurso vira prática. E o que era promessa se torna realidade. Agora é tratar de manter e fazer funcionar para que o povo potiguar e nossos visitantes possam conhecer parte da nossa história.

Fotos:Pedro Vitorino

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria Gizelda disse:

    Parabéns ao prefeito de Parnamirim, pela iniciativa de resgatar nossa história, principalmente na segunda guerra mundial. Tenho muito orgulho, pois meu pai foi pra 2° guerra, também tenho um acervo em casa, que guardo com muito carinho.
    Com certeza vou visitar pra resgatar a memória do meu pai que era extremamente patriota. Parabéns!

  2. Diogo disse:

    Gastaram 16,4 milhões para logo em seguida desativar. Brasil, um país de tolos!

  3. MAURICIO disse:

    estou aguardando os defensores da historia perguntarem ao governo de plantão porque o forte dos reis magos está fechado na alta estação, quanto ao antigo aeroporto vou explicar mais uma vez: o local pertence ao ministerio da aeronaltica, com o crescimento de natal um novo aeroporto seria construido, para os desavisados: o projeto de construção do novo aeroporto foi elaborado e formatado a cerca de 25 anos

    • Pato disse:

      O aeroporto de Parnamirim estava capacitado para suportar a demanda por décadas ainda. Quanto a propriedade, como vc mesmo disse é da União, portanto o uso poderia ser mantido sem problemas. Desastre grande a transferência para aquele aeroporto fantasma em um local ermo é perigoso. Mas vai falir e fechar, pois ninguém aguenta operar aquele monumento à corrupção.

  4. Francisco Lima disse:

    Parabéns pelo esforço e conquista deste equipamento público. A Prefeitura de Parnamirim e o Comando da Aeronáutica estão resgatando, para o Estado do RN, as histórias vividas durante a 2ª Guerra Mundial, além de ressuscitar um espaço que estava abandonado.

  5. Potiguar disse:

    Bela homenagem. Todavia, faltou alguém representar Maria Boa, a velha Mary God. Registre-se a importância daquele recinto nos esforços de guerra. Assim como em Pattaya na Tailândia, os americanos contribuíram com o aumento da prostituição em Natal vide os antigos cabarés da ribeira. Naquele tempo um ônibus levava as jovens de Natal para o baile "for all", as más línguas da cidade chamavam o ônibus de marmita.

  6. Gabriel Fernandes disse:

    Parabéns, ao Prefeito Taveira, sempre se falou tanto em destinar aquela área para a população e nada melhor, do que resgatar a história, história é cultura, cultura é educação. Precisamos disso para a população brasileira. Principalmente os jovens.

  7. Thiago Lopes disse:

    O prefeito Taveira me surpreendeu e está de parabéns realmente. Demonstra grande sensibilidade e compromisso com a memória do seu município, dando uma aula aos gestores de Natal e do Estado. Outro que merece parabéns é Augusto Maranhão, grande mecenas potiguar e apaixonado pela história da Guerra. É de dar orgulho!

  8. Mario de Lucas disse:

    EXEMPLAR e MARAVILHA iniciativa da Prefeitura de Parnamirim, com absoluta certeza um grande impulso para cidade, seio da aviacao Brasileira e porque não mundial !!!
    Enquanto Prof da USP, devo registrar o início, os primeiros passos deste VALIOSO projeto, hoje concretizada,
    Aqueles que no início (ainda nos anos 90), tiveram está visão futurística ou seja deram os primeiros passos para hoje ser concretizado, digo Srs AUGISTO MARANHAO, SENDIN, LEONARDO e MARINHO NETO, hoje esquecidos por todos nós!!!

  9. Amaro Nicolau da Silva disse:

    Muito pertinente o resgate da nossa história, principalmente para a nova geração e para aqueles que vivenciaram o passado despertar o sentimento de patriotismo elevando o nome da Cidade de Parnamirim de Trampolim da Vitória, que de fato foi muito importante para defesa da nossa Pátria.
    Parabéns o Prefeito de Parnamirim

  10. Sisínio de Araújo Dantas disse:

    Meus parabéns à Prefeitura de Parnamirim, por resgatar a memória da segunda guerra mundial, onde Natal e Parnamirim, tiveram papéis importantes, ns vitória contra o nazismo!

  11. EudeNovo disse:

    Até parece Natal que colocou uma parte da sua história na área do turismo demolindo uma obra de uma engenharia moderna que foi o hotel Reis magos.

  12. Silva disse:

    Onde estão os demais políticos do RN ? Onde está a governadora ? Foram convidados ? Um projeto como este deveria ter o apoio de todos, independente de corrente ideológica, pois projeto o RN para o mundo.

    • Silva disse:

      "projeta"

    • joaozinho da escola disse:

      Meu caro, a governadora esta tentando vender queijo artesanal de manteiga pra França, o maior produtor de queijo da Europa e o mais protecionista. Convidar pra que?? Nem o Forte que deveria ser responsabilidade do Estado ta aberto. E o unico projeto visto em jornais era preservar uma ruina de hotel que nada tem de historico…. e so servia pra uma cracolandia. Mas o povo gosta…

  13. Luciana Morais Gama disse:

    Bruno sei que vc não vai publicar. Vou testar. O melhor pra Parnamirim e para o RN era o Aeroporto Augusto Severo. Nada substitui ele para a economia de Parnamirim.

    • bruno disse:

      Não entendi, não iria publicar porque?

    • Ceará-Mundão disse:

      Realmente, Luciana, o novo aeroporto foi um tiro no pé. Aliás, até sabemos porque foi construído naquele local. Os interesses particulares de certos políticos mais uma vez prejudicando a coletividade. E o RN vai seguindo sua triste sina.

    • Diogo disse:

      A Sra. tem mais de 1000 comentários publicados aqui, e nesse em específico acertou profundamente, aquele aeroporto era uma benção, próximo de ponta negra e litoral sul.

    • Calixto Silva disse:

      O aeroporto agora está em São Gonçalo do Amarante, dentro da grande Natal, levando o desenvolvimento para a região Norte da cidade de Natal, que até então era esquecida, com a construção da ponte Newton Navarro e a construção do aeroporto, a zona norte de Natal está crescendo e recebendo investimentos, o partage shopping está aumentando as suas instalações gerando empregos diretos e indiretos para a região Norte da nossa cidade e beneficiando as cidades de São Gonçalo do Amarante, Extremoz, Ceará Mirim e as demais praias da região, deixem de ser besta, que Parnamirim já é uma cidade grande uma cidade polo, onde a maioria dos condomínios de luxo estão localizados, as maiores redes de supermercados estão em Parnamirim, agora é a vez da região Norte da capital e do estado se desenvolverem. Se houve algum interesse pessoal de alguns gestores em construir o aeroporto em São Gonçalo do Amarante, eles que paguem pelo erro deles não é a população da zona norte e cidades vizinhas que tem que pagar por este erro.

Primeiro posto sem gasolina para veículos elétricos é aberto nos EUA

A operação das estações de carregamento é parecida com a das bombas de combustível, mas leva entre 15 e 30 minutos Foto: Chris Helgren / REUTERS

Com o aumento no número de carros elétricos em circulação pelas cidades, a infraestrutura se torna uma questão crítica: como oferecer serviços para essa frota crescente? O posto RS Automotive, em Takoma Park, Maryland, pode ser parte dessa resposta. Após mais de seis décadas em funcionamento, oferecendo combustíveis para seus clientes, o posto de gasolina trocou suas tradicionais bombas por estações de carregamento, o primeiro do tipo nos EUA.

— Maryland é orgulhoso por ser um líder nacional em energia limpa e renovável, mudança climática e a promoção de veículos e infraestrutura elétricos — afirmou o governador, Larry Hogan. — Esta estação de carregamento totalmente convertida de gasolina para eletricidade é um grande exemplo do compromisso da nossa administração com o meio ambiente e os transportes.

As obras foram financiadas em parte pelo governo estadual e pelo Electric Vehicle Institute, que investiram US$ 786 mil na aquisição de 16 estações de carregamento. Quatro delas foram instaladas no negócio mantido há mais de duas décadas por Depeswar Doley. Mas enquanto as autoridades celebram, o proprietário do posto ainda não sabe como será o retorno financeiro.

— O volume das nossas vendas de gasolina era baixo, especialmente depois das 20h — afirmou Doley, em entrevista ao “Washington Post”. — Eu não espero ficar super rico com isso, mas é bom para o meio ambiente, então eu quero assumir o risco.

O empresário viu na substituição da gasolina pelo carregamento elétrico uma forma de se livrar das distribuidoras de combustíveis, que oferecem contratos longos com cláusulas de renovação caso as vendas não atinjam metas. Mas o maior peso para sua decisão foi o entusiasmo de sua filha de 17 anos.

— Minha filha disse: “Pai, nós temos que fazer isso! — contou o empresário. — Ela é muito apaixonada pela Tesla e pelo meio ambiente, então eu dei ouvidos, porque ela é da geração mais jovem.

A renovação chamou atenção da vizinhança, que param no posto para tirar dúvidas ou fotografias, mas nem todos se empolgaram com a novidade.

— É uma tristeza não ter gasolina aqui — lamentou Andy Kelemen, de 86 anos, que abastecia no posto há mais de três décadas.

Existe uma demanda crescente para serviços do tipo. Hoje, existem em Maryland cerca de 21 mil veículos elétricos. A previsão é que em 2020 sejam 60 mil veículos e, em 2025, 300 mil.

Quando os primeiros carros surgiram, os motoristas americanos compravam gasolina em latas em comércios como farmácias e lojas de ferreiros. Segundo o Instituto Smithsonian, as primeira bombas de combustível surgiram em 1905, e o primeiro posto foi aberto na Pennsylvania em dezembro de 1913. O segmento de veículos elétricos vive esse momento.

— Ninguém realmente sabe o que vai acontecer — comentou Matthew Wade, diretor executivo do Electric Vehicle Institute. — Nós entramos num novo território, o que é, de certa forma, muito emocionante.

Em tese, o funcionamento das estações de carregamento é bastante similar com o das bombas de combustível: o plugue é retirado da estação e encaixado no carro. Mas o abastecimento é demorado. Em média, para carregar a maioria dos carros elétricos até 80% da capacidade leva de 15 a 30 minutos. A partir desse ponto, as taxas de carregamento são desaceleradas para proteger as baterias. O custo médio para 80% de carga é de US$ 5,10.

— A parte final do carregamento, os últimos 5%, pode demorar uma hora — disse Wade. — Nós sugerimos a carga de 80% para maximizar as sessões de carregamento.

O Globo

 

Novo governo: fusão e extinção de pastas deixam R$ 121 bilhões em aberto no Orçamento Federal

Ministério do Trabalho tem maior montante previsto no orçamento. Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Os programas governamentais de ministérios que serão alvo de fusão ou extinção no governo de Jair Bolsonaro têm cerca de R$ 121 bilhões previstos no Orçamento de 2019. Mesmo ao desconsiderar iniciativas que devem ser mantidas, como o Bolsa Família e o Minha Casa Minha Vida, há pelo menos 25 programas com valores aprovados que mudarão de lugar na nova estrutura de governo, e podem ser relegados.

A lista inclui ações como a instalação de cisternas no Nordeste, o gerenciamento de riscos contra desastres naturais, o financiamento de projetos de planejamento urbano, obras de saneamento básico, programas de incentivo ao desenvolvimento da indústria e de proteção à segurança alimentar.

O atual Ministério do Trabalho, que será dividido entre as novas pastas da Economia e Justiça e Segurança Pública, tem o maior montante previsto no Orçamento, com um total de quase R$ 80 bilhões que têm destino incerto. Entre as ações com os maiores valores está a capacitação de trabalhadores.

Os programas estão discriminados na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019, aprovada no plenário do Congresso há duas semanas.

O valor de R$ 121 bilhões se refere a programas de investimento das 11 pastas que sofrerão mudanças – ou seja, desconsidera itens como a Previdência de servidores, manutenção dos ministérios e reservas de contingência. A lei aguarda a sanção presidencial, mas os valores não devem mudar substancialmente.

Bolsonaro deve ter bastante liberdade para decidir o futuro dos projetos, mesmo com os valores já aprovados. O Planalto poderá remanejar os programas de uma pasta para outra ou mesmo travar o repasse de recursos sem consultar o Legislativo. O Executivo não tem a prerrogativa de extinguir nenhum item do Orçamento sem permissão mas, segundo analistas, na prática a descrição dos programas é genérica e o governo pode gastar menos do que o previsto sem ter de dar explicações ao Congresso.

Flexibilidade

“Eu não diria que o governo vai ficar engessado”, disse o senador Waldemir Moka (MDB-MS), relator da LOA no Congresso, sobre a previsão de valores para pastas que devem ser aglutinadas. “Ele (governo) tem condição de remanejar e transferir. Tem algumas coisas que, se quiser alterar, vai precisar da autorização do Congresso Nacional, e quem vai fazer isso é o próximo Congresso. Na maioria, são novos deputados e novos senadores.”

Segundo Moka, a equipe de transição optou por fazer pedidos de alterações pontuais no Orçamento. Nenhuma mudança estrutural nos programas foi feita. A LOA foi aprovada, inclusive, com mais de R$ 2 bilhões em investimentos previstos para o Ministério da Segurança Pública, criado pelo presidente Michel Temer em caráter extraordinário, com prazo de validade.

A expectativa é de que o governo faça a reforma ministerial por meio de Medida Provisória, que tem força de lei a partir da publicação no Diário Oficial, nos primeiros dias após a posse. Depois, os programas já podem passar para novos ministérios.

Na avaliação do economista Raul Velloso, que foi secretário de Assuntos Econômicos do Ministério do Planejamento no governo José Sarney, a nova gestão pode optar por desidratar programas sem alterar a lei orçamentária e com pouca resistência no Congresso.

“Orçamento, no Brasil, não é impositivo. Ele é apenas um limite, o que quer dizer que você pode gastar menos do que tudo que está ali sem dar satisfação”, disse Velloso. “O Orçamento é muito genérico e, sendo genérico, cabe tudo ali. Você não precisa mexer muito para fazer uma ou outra coisa.”

Questionada, a assessoria do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que não tem uma posição sobre a continuidade de programas dos ministérios que serão remanejados para a sua pasta como é o caso do Trabalho.

Vitrine. Ao longo de 2018, os programas das 11 pastas que agora perderão o status de ministério representaram investimento de R$ 183 bilhões. Algumas das ações dessas pastas tiveram recursos repassados, inclusive, por emendas parlamentares, que muitas vezes servem como “moeda de troca” por apoio de deputados e senadores a propostas do governo. Foi o caso de um programa de ampliação de espaços culturais (como museus, bibliotecas e cinemas) do Ministério da Cultura – que deve ser incorporado ao novo Ministério da Cidadania. Segundo o balanço do governo, mais de R$ 20 milhões foram repassados por meio de emendas nesse tipo de ação.

Balanço oficial de Temer faz alerta

Em documento elaborado pelo governo federal para prestar contas da gestão Michel Temer, um alerta sobre o efeito de cortes orçamentários nas políticas públicas foi incluído. O texto cita diminuição “aguda” de recursos do programa Água Para Todos, que apoia famílias com dificuldade de acesso a água potável.

“Tal situação coloca em risco sua atuação e a continuidade das intervenções de combate à seca e à estiagem, o que tem preocupado os responsáveis pela execução das tecnologias de acesso à água e atendimento à população”, diz o documento. “A cada ano os períodos de seca têm se prolongado e a dificuldade de acesso à água tem se tornado uma realidade, inclusive, da população urbana”, completa.

O texto foi publicado no site oficial do governo, com o nome Valeu Brasil, e foi usado pela equipe de transição. Os programas das áreas de segurança hídrica e alimentar estão entre as iniciativas que serão transferidas para novas pastas com a reforma ministerial – devem passar para o superministério de Desenvolvimento Regional.

Entre programas que serviram de vitrine para a última gestão, a maior parte está em alocada em pastas que perderão o status de ministério. Inaugurado no governo Temer, oCartão Reforma, do Ministério das Cidades, teve mais de R$ 135 milhões investidos neste ano, segundo o governo.

Já o Avançar, que substituiu o PAC da gestão Dilma Rousseff no incentivo à infraestrutura, tem investimentos totais da ordem de R$ 42 bilhões. A coordenação deve ser transferida do Ministério do Planejamento para a nova pasta da Economia.

Estadão

 

Kimura reúne potiguares do UFC em treino aberto a jornalistas

A Kimura Nova União, em Natal, vai aproveitar a presença do lutador Jussier Formiga em Natal para reunir também Ronny Markes e Renan Barão, os três potiguares no UFC, e fazer um treino aberto com os jornalistas na sede da academia, localizada no Centro de Natal (próxima a Catedral Nova), neste sábado (1), a partir das 10h. A intenção do evento é colocar os jornalistas para conhecer, na prática, um pouco mais sobre o mundo do MMA, explicando, inclusive, tipos de postura na luta, formas de atacar e de se defender, além de exercícios para melhorar o condicionamento físico.

Tudo isso, claro, acompanhado de perto pelos lutadores e pelo mestre Jair Lourenço, líder da Kimura Nova União.

“Essa já é uma ação que o UFC costuma organizar em cidades que vão receber o evento, para que o jornalista possa conhecer mais do esporte. Os jornalistas poderão sair sabendo alguns nomes de golpes e o porque de certas atitudes tomadas pelo lutadores durante a luta”, explica o lutador Ronny Markes.

O treino é aberto aos jornalistas, que devem vestir roupas confortáveis para a prática de atividade física. As assessorias de imprensa dos lutadores solicita que as presenças sejam confirmadas com antecedência para ter melhor controle sobre o evento.