Senado: CCJ aprova cumulação de honorários para advogados e sindicatos

A CCJ do Senado aprovou nesta quarta-feira, 7, o PLC 139/17. A proposta, de autoria do deputado Federal Rogério Rosso (PSD/DF), permite que advogados de sindicatos e associações recebam, cumulativamente, honorários contratados com a entidade que representam e os honorários de sucumbência assistenciais devidos pela parte vencida na causa.

O projeto altera o Estatuto da Advocacia e revoga dispositivo da lei 5.584/70, trata de normas referentes ao Direito Processual do Trabalho. De acordo com a relatora do PLC, senadora Simone Tebet (PMDB/MS), a proposta “elimina controvérsia ainda existente e persistente” sobre o assunto.

A senadora afirmou que a matéria harmoniza a legislação do Direito Processual do Trabalho com a lei 13.467/17 – reforma trabalhista. “Seu único propósito é reafirmar que o advogado é o titular dos honorários assistenciais fixados em ações coletivas propostas por entidades de classe, diferenciando duas espécies de verbas honorárias (sucumbencial assistencial e contratual)”, argumenta a senadora em seu relatório.

Após a aprovação na comissão, a matéria segue agora para apreciação no plenário do Senado.

Migalhas, com informações do Senado

 

Agaciel manda lembranças para a turma do MDB de Garibaldi, Sarney e Calheiros

por Dinarte Assunção

O Tribunal de Contas da União vai arrastando há cinco anos o julgamento que apura superfaturamento de R$ 14 milhões em contratos firmados quando Agaciel Maia e o deputado  federal e ex-senadoe Efraim Morais cuidavam do gerenciamento da casa.

Auditoria do TCU concluiu que os valores foram exorbitantes para contratação de serviços de informática terceirizados na época em que Renan Calheiros, Garibaldi Filho e José Sarney se alternaram no comando da Casa.

Nenhum dos três é requerido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. carlos disse:

    E O R.N-COM SUA POPULAÇÃO ZEBU-VAI COMEÇAR MAIS UMA VEZ-REELEIÇÃO PARA TODOS-

  2. Ferreira disse:

    Rapidez só contra Lula e o PT.
    E muitos ainda acreditam que a Justiça é igual para todos…
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Dollynho disse:

      Cunha e Cabral presos e Lula solto.
      E a rapidez é contra Lula (faz aí um malabarismo para refutar isso, faz).
      Faz sentido sim, abiguinho.

    • Braga disse:

      O que dizer de Paulo Preto, o super-Geddel do PSDB?

      "Finalmente começa aparecer parte da dinheirama de corrupção dos 20 anos de predomínio absoluto dos governos do PSDB em SP", diz o colunista Jeferson Miola ao comentar a informação de que o ex-presidente da Dersa Paulo Preto, operador do PSDB, tinha R$ 113 milhões escondidos, mas não em um apartamento como Geddel Vieira Lima, mas em contas transferidas da Suíça para as Bahamas; "Paulo Preto, 'amigo de longa data do ministro Aloysio Nunes Ferreira [Relações Exteriores] e diretor da Dersa nos governos Alckmin, em 2005 e 2006, e Serra, de 2007 a 2010'. Com os 113 milhões que tinha escondido nas Bahamas, Paulo Preto vale mais que o dobro do Geddel. Paulo Preto é o super-Geddel do PSDB".

  3. André Luiz disse:

    Escancara ainda mais a parcialidade do TCU em seus julgamentos..

Dilma Rousseff no Senado

Dilma Rousseff deve se candidatar ao Senado. Gleisi Hoffmann disse ao Poder 360:

“Eu acho que seria muito bom para o partido tê-la como senadora”.

A própria Gleisi Hoffmann, porém, vai buscar o foro privilegiado na Câmara:

“Eu devo ir para deputada federal. É a discussão que a gente está fazendo, nós estamos priorizando a chapa para deputados federais”.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. CHICO-CHIC disse:

    CHAMEM DE TUDO, MENOS DE DESONESTA! QUANTOS PROCESSOS TEM CONTRA ELA? LAVA JATO? SUPREMO? CADÊ???

  2. Ossoduro disse:

    Dilma como senadora, ô azar da peste, vai instituir o dia da mandioca… e ainda vai estocar vento nos celeiros dessa budega esculhambada… depois vai chamar a amiguinha Gleise pra dançar ciranda-cirandinha…. ô país sem futuro…

  3. Ferreira disse:

    Pelo menos Dilma é honesta, e isso ninguém pode negar.
    Repare quantos processos ela responde ou de que é acusada.
    Não é a honestidade a qualidade mais rara e valorizada no Mercado da política?
    Não dá pra entender vcs, quando falam do Bolsonaro, sua única e exclusiva vantagem sobre os outros é a honestidade, que agora ninguém acredita mais depois de descobertos os seus podres e revelados os seus esquemas imorais de enriquecimento veloz na política e recebimento de auxílio moradia tendo residência na cidade. Além de nomeações de esposa e pessoa do açaí para cargos em que nem dão expediente. Etc, etc, etc…
    Vamos deixar de ser hipócritas gente. Deixem Dilma ser candidata e quem quiser votar nela vote. Pois tem muita gente muito pior que não vejo ninguém criticando tanto. O que é isso?

  4. joao disse:

    Vai instituir o dia da mulher sapiens e da figura oculta atras de uma criança. E quem sabe o dia do condenado.

  5. Waldemir disse:

    Candidatar pode quero ver ser eleita

  6. Ricardo Carvalho disse:

    Quem sabe ela não apresenta o projeto para estocar vento, né! kkkkkkkkkk

  7. Patricia disse:

    Ainda irao reconhecer a injustica que fizeram com essa mulher .

  8. Jorjão disse:

    Será o resgate da injustiça pelo impeachment.

  9. Limão disse:

    Pelo menos ouviremos belos discursos!

  10. Ana disse:

    Por isso que o Brasil não evolui!

  11. Nilo disse:

    Ela tá é com medo, sabe que não se reelege senadora, vai sair pra deputada e o certo seria levar uma lamborada boa, essa sem futuro! E a doida, era bom que não se elegesse senadora…Anta!

    • xeroque rolmes mim acher disse:

      Tu nunca te elegestes nada, mesmo comprando os votos dos lisos de Candelária e dos babões da CPRE com a ajuda da pirada da tua irmã. Vai bater tua continência pra teus superiores, asinino!!!

Para o Senado, Garibaldi e Zenaide seriam eleitos

Para o Senado, na pergunta estimulada da pesquisa Consult/Fiern, primeiro voto, Garibaldi Alves Filho tem 15,76%, Zenaide Maia, 12,12%, José Agripino, 6,94%, Magnólia Figueiredo, 2,41% e Tião Couto, 1,41%. A preferência, segundo voto, ficou assim: José Agripino, 6,18%, Garibaldi Alves Filho, 3,12%, Zenaide Maia, 3,12%, Magnólia Figueiredo, 2,59% e Tião Couto, 1,12%.
Quando se consolidam os dois resultados, se a eleição fosse, pelo cenário da Consult, Garibaldi Filho e Zenaide Maia seriam os senadores do Rio Grande do Norte.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lorena Galvão disse:

    deus me livre, vou justificar para não dar cabimento

  2. Frasqueirino disse:

    Reeleger Garibaldi Alves Filho que votou a favor da reforma trabalhista e vai votar a favor da reforma da previdência é um.retrocesso.. Temos que mudar.

  3. Edu disse:

    Gagá e Zenaide? Vamos continuar nas mesas bostas.

  4. Silvio disse:

    Grande mudança essa. É o mesmo que trocar seis por meia-dúzia. Basta de castas, oligarquias, grupos políticos corrompidos…Fora! Chega! Soltem o osso!

Senado avaliará proposta que impede julgamento de militares pela Justiça comum

Parado há exatamente um ano no Senado, o Projeto de Lei da Câmara (PLC 44/16) que impede o julgamento comum de militares das Forças Armadas envolvidos em crimes contra civis pela Justiça comum deve entrar na pauta do Senado nas próximas semanas. Segundo fontes da Agência Brasil o assunto foi um dos temas tratados ontem (10) na reunião entre o ministro da Defesa, Raul Jungmann, e o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Oficialmente, o ministro disse que esteve no Senado apenas para convidar o presidente da Casa para participar da cerimônia que marca o início do encerramento das atividades da Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (Minustah), no dia 31 de agosto, naquele país caribenho. Mas, além do convite, Jungmann pediu apoio de Eunício para que a proposta, aprovada na Câmara em 2016, avance no Senado.

O pedido foi feito na mesma semana em que o comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, valeu-se de sua conta no Twitter para fazer uma cobrança: “A Op GLO [Operação de Garantia da Lei e da Ordem] no RJ exige segurança jurídica aos militares envolvidos. Como Cmt [comandante] tenho o dever de protegê-los. A legislação precisa ser revista”, disse.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antônio freire disse:

    Isso não é privilégio? A legislação deve ser uma para todos …Qual o problema de serem julgados pela justiça comum?

    • Aderdon frança disse:

      As ffaa nao sao contituidas para esse fim. O seu emprego é guerra. Militar em operação nao dialoga ela aniquila, destroe. Entendeu aí amigo pq não deve ser julgado por civis. Ideologia socialista apela para esses meios visando desmoralizar, intimidar uma instituição permanente do país.

RENAN ESCAPOU

renan-calheiros

A maioria do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na tarde de hoje (7) manter o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) no cargo. Seis ministros votaram para derrubar a decisão individual do ministro Marco Aurélio, que determinou o afastamento, na última segunda-feira.

Votaram pelo afastamento de Renan os ministros Marco Aurélio, Edson Fachin e Rosa Weber. Celso de Mello, Dias Toffoli e Teori Zavascki, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski e Cármen Lúcia foram contra.

Dois ministros não participaram do julgamento. O ministro Gilmar Mendes está em viagem oficial à Suécia e Luís Roberto Barroso está impedido de julgar a questão porque trabalhou com os advogados da Rede antes de chegar ao Supremo.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pauta disse:

    Sem Renan, não há pauta da sangria. Acabando o ano, acaba a possibidade de novas eleições. Próximo ano, até março, acabam os mandatos de Renan e Michel com possíveis eleições indiretas. Diga ao STF que Fico!

  2. Carlos Junior disse:

    Esse Brasil é uma grande bandalheira…………… O cara com DOZE processos em andamento e o STF chancela essa bandido no comando do senado.

  3. Vitor disse:

    Enfim coxinhas e mortadelas unidos.
    #SomosTodosOtarios

  4. Maria Lúcia Ferreira disse:

    Pense num bandido poderoso! Até o stf, baixou a guarda. Tem gente com rabo preso.

  5. Augusto Filho disse:

    Cadê as forças pra prender os três poderes
    Não vai sobrar nada desse negócio chamado Brasil que pena

  6. Fernando Antonio Ribeiro Bastos disse:

    A essa altura ninguém tem dúvida que a famigerada quadrilha politica, usurpou todos os poderes da nação. VERGONHA ABSOLUTA. o Pai da ladroagem Luleco, tinha razão, um judiciário acovardado.

  7. Rogério disse:

    Recebo com frustração e desânimo o julgamento político em que mudam entendimentos de acordo com a ocasião ou oportunidade.

  8. Eli disse:

    Esse Renan é cabra macho das Alagoas…
    Entra, pra cair o cabelo…kkkk

  9. Danilo disse:

    Detesto Renan. Mas quando imagino Jorge Viana (PT) na presidência do Senado, celebro a decisão do STF (legitimado por LULA na posse de Carmen Lúcia). O país precisa de reformas importantíssimas, que não interessam a quem criou esse caos em que estamos.

  10. Trouxinha disse:

    Vamos pra rua e bater panelas! A culpa é só do PT!

  11. Eterno Vascaino disse:

    Vamos bater as panelas mais alto seus otários eu acho é pouco o caixão agora fechou stf acovardado de merd…….

    • Eterno Vascaino disse:

      AINDA ACHAM RUIM QUANDO SÃO CHAMADOS DE JUÍZECOS …….kkkkkkkkk todos ratos !!!!!!!!!!

  12. suelene. disse:

    Poxa…e tudo não era culpa dos petistas STF acovardado comprado e negociado por FHC,SARNEI QUE DEVERIA ESTÁ USANDO TORNUZELEIRA E PELO DUEDI TEMER…ESSE E O BRASIL QUE TERMOS LITERALMENTE APORCALHADO.

  13. FBM disse:

    Cadê o povo que não bate panela nem vai pra rua……????????????Vamos…….!!!!!!!

  14. Inara disse:

    Ministro marco Aurélio não foi só Renan que desmoralizou o senhor não.foram também os seis ministros que lhe trocaram por um Bandido.o país não merece ter um judiciário covarde , e tudo isso porquê um ministro chamado tofoli pediu vistas do processo pra segurar Renan. Militares não fiquem desmoralizados também fechem senado, camara, e supremo.

  15. Mello disse:

    Pergunto para a Presidente do STF: se eu tratar um oficial de justiça da mesma forma que o Renan, eu também não serei punido? LAMENTÁVEL, O STF ERA A ULTIMA CIDADELA NA QUAL O POVO AINDA ACREDITAVA! AGORA NÃO TEMOS MAIS NADA…

  16. francisco de assis disse:

    vergonha nacional em quem devemos acreditar,se um senador com 11 processos faz o stf se ajuelhar e humilhar uma nacao em que ponto nos estamos,emagine a que pe esta a corupcao neste pais,nao se salva nenhun todos tem rabo preso ou de um lado ou de outro,desmoralisou o stf e rasgou a constituicao,e nao compriu a ordem judicial,e rasgou a liminar alem de humilhar o oficial de justica,ainda tinha um crenca na ministra carmen mais e do mesmo jeito todos tem os seus.vergonhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.

  17. EVARISTO disse:

    Fecha o supremo. Solta uma nota do rato mais poderoso do mundo

  18. Marcelo disse:

    Definitivamente a classe política brasileira mostra que o interesse maior é o deles, sendo assim farelo de pão pra calar a boca dos bestas, e o filé é deles, acórdão sempre a favor deles. Acreditar de que ainda tem algum deles ? Militares no poder, prisão seria pouco pra essa corja.

  19. Jack disse:

    O STF FICOU COM MEDO DE PERDER OS SALARIOS ABSURDOS.

  20. ERALDO disse:

    Acabou….Brasil já era….Sem saída…

  21. Jv disse:

    O ministro Marco Aurélio, foi desmoralizado pelos pares

  22. Jv disse:

    Com Cunha, não teve essa de afastar apenas da linha sucessória, proibiram ele de entrar na Câmara, acho que eles com medo de serem desmoralizado, pois Renan tinha sinalizado, que não iria obedecer

  23. observator disse:

    OVERPUTARIA sem fim!

  24. Lauro Martins disse:

    Tudo como o combinado.

  25. Jv disse:

    " Um supremo totalmente acovardado "

  26. Guilhermina Alecrim disse:

    Desmoralização do judiciário

  27. Jv disse:

    " Um presidente do senado, fundido"

  28. Paulo Cardoso disse:

    Faltam palavras para expressar a indignação com este sistema falsário interpretado pelos poderes constituídos deste nosso país e embora eu não veja lugar na minha vida para criminalidade toda encenação que temos assistido é um incentivo à tal prática

  29. beto costa disse:

    oh incautos, o golpe era exatamente tirar o gangster do renan e colocar o gangster do pt! incautos! O doidivanas do stf marcos aurelio, primo do Collor, pensou em acelerar algo no sentido de pressionar contra a pec 55.. incautos! leiam antes de emitir opiniões de cabaré..

  30. Rafael disse:

    E viva o coronelismo. Renan representa todo o atraso que vivenciamos no Nordeste. Botou moral no STF e abaixaram a cabeça. Alguns meses de militarismo para a limpeza dessa cambada seria uma opção. Deus me perdoe!!! O Pais precisa de ordem!

  31. Ems disse:

    Pense numa novela mexicana !!!

  32. Chincana disse:

    Que cousa feia [email protected] Não esturam direito na casa da tia tetéa?

  33. Fonseca disse:

    Brasil….país, quero dizer…colonia sem futuro e estamos todos lascados..

  34. moreira disse:

    O país esta mudando. Só não vê quem não quer.

  35. Edvaldo disse:

    O STF está de joelhos para o dono do Brasil,renan calheiros. O homem q desobedeceu uma ordem judicial,ironizou O ministro, humilhou a corte w ainda assim 5 ministros votaram a favor do senador. VERGONHA PARA A NAÇÃO BRASILEIRA. PARA AFASTAR CUNHA O STF TEVE PULSO, MAS PARA AFASTAR O DONO DO BRASIL,O STF TEM MEDO.

  36. Frederico Cornelio dos Santos disse:

    Para o STF Eduardo Cunha não podia mais o RENAN sim pode ficar deitar e rolar

  37. Josivan disse:

    E vergonha esses ministros

  38. Robeson Araujo disse:

    Ure!
    Vamos pra rua arruar
    A ruaça dos roedores
    Ruídos por Roma
    Em ruínas a rosnar
    Romperemos rios ricassos
    Rindos aos risos risonhos

  39. Cleber LIMA disse:

    Lula 2018.

  40. Brasileiro disse:

    País de MERDA

  41. reno carlos de sousa disse:

    Viva Renan, abaixo mas uma vez o Brasil, e nós somos uma ruma de bosta!

  42. MB disse:

    Milicos, cadê vocês?

    • Júnior disse:

      Povo indeciso, primeiro pedem a saída do PT, agora querem militar, quando se arrependerem do golpe militar vão querer quem? Ah, vão querer que os EUA invadam o Brasil.

  43. Jean disse:

    Militarismo já!!!

  44. Rômulo disse:

    Viva a Banânia!

  45. BELE disse:

    NOSSO SUPREMO É UMA MER…

  46. Lobo disse:

    Canalhas!!

    • Fora temer disse:

      O culpado de tudo isso é o povo que vota nesses bandidos, pra vc ter uma ideia ainda tem gente que quer votar em lula. Kkkkkkk

    • Frederico Cornelio dos Santos disse:

      Tem que ser muito Imbecil pra fazer isso

    • Eterno Vascaino disse:

      Lula foi o primeiro a dizer que o STF tava acovardado, e pelo jeito ele não mentiu seu coxinha vá bater sua panela !

  47. Vicente disse:

    Militarismo já.país de merda

  48. Henriques Bittencourt disse:

    Uma vergonha, Renan Calheiros descomprir uma decisão judicial e ficar por isso mesmo! .Eita Brasil veio de guerra.

  49. Sérgio Montenegro disse:

    Eita Brasil!!!!!país em que o crime compensa. Chegamos ao fundo do poço e dele jamais sairemos. Um bandido como Renan Calheiros já deveria estar preso a muito tempo.

  50. Beto disse:

    O judiciário está pondo os pés no chão pois estavam se achando deuses , e até que enfim alguém teve peito de enfrentar,e eles saberem que não se pode tudo pois também são gente de carne e osso.

  51. Dalton Carvalho disse:

    Eu já sabia…

  52. olivia disse:

    Vergonha de ser brasileira!

  53. Sérgio Montenegro disse:

    Esse é um país de bandidos mesmo!!!!!vergonha!!!!O crime no Brasil é sempre premiado, enquanto o povo honesto é quem sempre paga a conta. Nojo dos políticos e nojo do judiciário.

    • Fátima Oliveira disse:

      Concordo. Definitivamente: o crime compensa. Coitados de nós pobres e honestos mortais. E viva a corrupção.

  54. Rogério Rocha disse:

    O Brasil dos coronéis, o último coronel…..

  55. Jose disse:

    Vergonha total esse nosso ratos

  56. Dr. Veneno disse:

    Vergonha. País sem rumo, em manter um canalha desse no poder.

  57. Elvecio disse:

    Ridículo! Vergonha!

  58. Amélia disse:

    Tomara que ele continue com o estudo dos supersalários do judiciário após essa camaradem do STF.

  59. Curioso disse:

    #Renan2018/presidente…
    Esse tem moral…
    Esse sabe trambicar; digo, trabalhar…

  60. renato disse:

    Militares no poder já!!!!!

IMPEACHMENT: Para relator, Dilma cometeu ilegalidade e deve ir a julgamento final

O relator da comissão especial do impeachment, Antonio Anastasia (PSDB-MG), concluiu no seu parecer que a denúncia contra a presidente afastada Dilma Rousseff é procedente e que a petista deve ser levada a julgamento final pelo Senado. O relatório ainda não foi lido no colegiado, mas já foi disponibilizado pela internet.

Para Anastasia, Dilma cometeu um “atentado à Constituição” ao praticar as chamadas “pedaladas fiscais” (atraso de pagamentos da União a bancos públicos para execução de despesas) e ao editar decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso Nacional.

A comissão especial do impeachment abriu no início da tarde desta terça-feira (2) a sessão destinada à leitura do relatório do senador. O documento tem 440 páginas.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Brasil, Meu país NÃO será dos fascistas (Original) disse:

    Um relator do PSDB
    Kkkkkkkk

  2. Val Lima disse:

    Nada de novo…
    Ou seja, mais do mesmo…..

  3. Marcelo disse:

    Pense em um enterro demorado é esse do PT. Esse defunto já fedia e agora que entrou em estado de decomposição não tem quem aguente.

  4. Curioso disse:

    Defunto bom é defunto enterrado…

Senadores do PMDB estarão livre para votar no impeachment, diz líder

Foto: Pedro França / Agência Senado
Foto: Pedro França / Agência Senado

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), disse hoje (25) que o partido não vai fechar questão a respeito da votação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. De acordo com Oliveira, no dia da votação, tanto na comissão como no plenário, haverá orientação de voto da legenda, mas os peemedebistas estarão livres para votar.

“Na bancada do PMDB não fecharei questão. Não vou engessar cabeça, nem pensamento de senador. Agora, eu terei uma posição e o partido terá uma posição de encaminhando no momento oportuno”, disse o senador cearense.

O posicionamento do PMDB no Senado é igual ao adotado pelo líder do partido na Câmara, deputado Leonardo Picciani (RJ). Com a bancada dividida, mas com a maioria favorável ao afastamento de Dilma, Picciani orientou os correligionários a votarem favoravelmente ao impeachment, mas ele declarou voto contrário à denúncia.

Com 18 senadores, o partido tem a maior bancada no Senado e ficará com presidência da comissão especial eleita hoje para analisar a admissibilidade da denúncia de crime de responsabilidade contra Dilma, já aprovado pela Câmara dos Deputados.

Amanhã (26), a comissão especial será instalada e haverá a eleição do presidente, do vice e do relator. Após a instalação da comissão especial, começa a contar o prazo de dez dias úteis para que o relator apresente seu parecer sobre a admissibilidade da abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Nesta fase não há previsão de defesa da presidenta. O parecer precisa ser votado pelos integrantes do colegiado e a aprovação se dá por maioria simples.

Qualquer que seja o resultado da votação na comissão, a decisão final cabe ao plenário do Senado, que é soberano. No plenário, o parecer da comissão será lido e, após 48 horas, votado nominalmente pelos senadores. Para ser aprovado é necessária a metade mais um dos votos dos senadores presentes, desde que votem pelo menos 41 dos 81 senadores da Casa.

Se o parecer da comissão for pela admissibilidade do processo de impeachment e o texto for aprovado pelo plenário do Senado, o processo contra a presidenta é instaurado e Dilma será notificada e afastada do cargo por 180 dias. Com isso, o vice-presidente Michel Temer assume o governo. Se o parecer da comissão pela admissibilidade for rejeitado no plenário, a denúncia contra a presidenta será arquivada.

Fonte: Agência Brasil

Apenas 14 dos 65 membros da comissão do impeachment de Temer foram indicados

temer-ailton_de_freitas-oglobo_2Apenas 14 dos 65 membros da comissão especial do impeachment do vice-presidente Michel Temer foram indicados pelos partidos da Câmara até esta segunda-feira (25).

O pedido foi feito há cerca de 20 dias pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), mas sem a estipulação de um prazo, após acordo entre o peemedebista e membros da oposição para atrasar o processo. O tema foi destaque nas discussões do Senado, como prerrogativa para a continuidade do pedido de afastamento a presidente Dilma Rousseff.

Antes do início da eleição em plenário da comissão do impeachment da presidente Dilma no Senado, João Capiberibe (PSB-AP) apresentou uma questão de ordem ao presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), para que suspenda o julgamento de Dilma até que a Câmara aprecie o processo contra o vice.

Outros seis parlamentares apresentaram questões semelhantes para que o impeachment de Dilma e Temer sejam analisados conjuntamente, porém Renan negou os requerimentos afirmando que os atos são “autônomos”.

Até o momento, PT, REDE, PCdoB, PEN, PMB, PSOL e PTdoB fizeram indicações para analisar o impeachment de Temer na Câmara – restam 51 nomeações.

No caso de Dilma, todas as sugestões foram feitas em menos de um dia. Contrariado, Cunha só aceitou a denúncia contra Temer no início do mês após determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello. Ele recorreu à decisão de Marco Aurélio e alguns líderes justificam que querem aguardar o recurso de Cunha ser analisado no STF para fazer as indicações.

Fonte: UOL / Estadão Conteúdo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Felicio Honório disse:

    Atenção!
    Repercuto um alerta sobre o golpe comandado por Eduado Cunha, presidente da Câmara:
    "Quem quer que tenha escapado do bombardeio diário de veneno midiático com dois neurônios intactos não deixará de estranhar o mundo que ajudou a criar: um mundo comandado por um sindicato de ladrões na política, uma justiça de "justiceiros" que os protege, uma elite de vampiros e uma sociedade condenada à miséria material e à pobreza espiritual. Esse golpe precisa ser compreendido por todos. Ele é o espelho do que nos tornamos".

    • Ceará Mundão disse:

      Golpe foi o que a Dilma e o PT fizeram na eleição de 2014: mentiram, espalharam o medo, usaram dinheiro de corrupção e cometeram crimes de responsabilidades para conseguir reeleger o poste do molusco. Golpe é desrespeitar as instituições nacionais a ponto de tentar obstruir a Justiça, como está sendo provado. Golpe é tentar manchar o nome do nosso país no exterior espalhando essa falácia de "golpe" para um procedimento previsto na Constituição e na legislação nacional, chancelado pelo STF. Golpe é tentar nomear um ministro para livrá-lo da Justiça. Golpe é instalar esse mesmo canalha num hotel 5 estrelas, pago não se sabe como, para "comprar" votos de parlamentares, num explípicito ataque à democracia. Golpe é implantar no país o maior esquema de corrupção já visto no mundo, envolvendo a elite da elite do empresariado nacional. Enfim, golpe é a destruição do nosso Brasil, perpetrada pelo PT há mais de 13 anos.

STF vai enviar ao Senado proposta de rito do impeachment

stf_1O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, decidiu que vai enviar ao Senado uma proposta para o roteiro do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. De acordo com o presidente, o Senado deverá seguir as regras utilizadas no procedimento do ex-presidente Collor. A comunicação oficial do STF ainda não foi enviada ao Senado, que deverá ser discutida entre os parlamentares e ser publicada no Diário Oficial do Senado.

A única mudança em relação a 1992 é sobre o interrogatório da presidenta, que deverá ser feito após a coleta de provas, devido a uma mudança na legislação penal.

Na segunda-feira (18), Lewandowski e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-RJ), informaram que iriam decidir em conjunto o rito do processo de impeachment da presidenta e que as regras serão divulgadas em breve, após serem confirmadas pelos demais ministros da Corte após sessão administrativa do tribunal. O fato não ocorreu porque ministros da Corte criticaram a medida nos bastidores.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João disse:

    E o STF continua fingindo que é imparcial enquanto marcha ombro a ombro com o projeto de devolução do Poder aos herdeiros da CASA GRANDE: Coronéis do Leite (MG) e Barões do Café (SP), sob o comando do Consenço de Washington numa nova e recalchutada versão de Golpe: sem armas e sangue, apenas com MÍDIA, SETORES DO JUDICIÁRIO, MINISTÉRIO PÚBLICO E POLÍCIA FEDERAL, com o apoio em forma disfarçada de OMISSÃO, do egrégio STF.
    NÃO CONSEGUIRAM E NEM CONSEGUEM MAIS SE SUSTENTAR COM IDEIAS RETROGRADAS NEOLIBERAIS, NUM CONFRONTO ELEITORAL E USAM DE SUBTERFÚRGIO USANDO A MESMA DESCULPA, O MESMO PRETEXTO DE TODOS OS GOLPISTAS, FASCISTAS E NAZISTAS: O COMBATE A CORRUPÇÃO.
    Mas como convencer a sociedade que o combateé contra a Corrupção se o show é comandado por Corruptos conhecidos e declarados publicamente?

    • João disse:

      Ué, e o Fidel Castro, (Finado) Che guevara e Hugo Chávez, adorados, exaltados e canonizados por um certo partido foram exemplos de democracia em seus países? Sabe porque nunca convencerão a sociedade brasileira? Porque o MAL jamais vencerá o BEM…

Grupo de senadores defende novas eleições para presidente e vice

dilma e temerCom a aprovação pelo plenário da Câmara dos Deputados da continuidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, um grupo de senadores pretende apresentar esta semana uma proposta de emenda constitucional para a realização de novas eleições para presidente e vice-presidente.

O grupo de parlamentares é contrário à eventual assunção do vice Michel Temer por acreditar que ele não tem as condições de “reunificar o país” em caso de impeachment da presidente Dilma. Fazem parte deste grupo os senadores João Capiberibe (PSB-AP), Walter Pinheiro (ex-PT-BA), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Lídice da Mata (PSB-BA), Paulo Paim (PT-RS) e Cristovam Buarque (PPS-DF).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Augusto Ribeiro disse:

    o golpe no golpe! Dez!!!!

  2. Estefânia Romano disse:

    Não pode. Isto é golpe branco! Kkkkkk

  3. Val Lima disse:

    Ei "meninos",ninguém mexe com a regra do jg com a partida em andamento….

[FOTO] Manifestantes projetam “Tchau Querida” na fachada do Congresso Nacional

tchau querida

Manifestantes a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff projetaram na noite desta quarta-feira (13), através de projetores de lazer, a frase “Tchau Querida” na fachada do Congresso Nacional.

A mensagem é uma alusão à despedida da presidente, caso seja aprovado o relatório que pede o impedimento do mandato da presidente na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. antonio pereira disse:

    eu quero ver o choro depois que a direita reassumir esse país. Servidores públicos que hoje apoiam o golpe vão se arrepender drasticamente. Igualmente os funcionários privados quando a terceirização bater à sua porta e precarizar ainda mais sua mão de obra.

    • Marco Bueno disse:

      É extremamente necessário após o "impeachment" entrar com um processo contra o PT por violação da lei dos partidos políticos ao se relacionar com o Fóro comunista de São Paulo, desde 1990. Este relacionamento com organização internacional, inclusive de narcotraficantes e terroristas como FARC (Colombia) e Movimento da Esquerda revolucionária (Chile)é proibido por essa lei. Deve haver também um processo para impedir tal Fóro do Brasil pois ele atenta contra a soberania de todos os países da América.

  2. Brasil, Meu país NÃO será dos fascistas! disse:

    Quero ver gente chorando depois de perderem o pouco q conquistaram nesses últimos 13 anos.

    • Xandi disse:

      Chora não Bebê, Chora não Bebê….???????

    • Nosdliw disse:

      Ainda bem que essas lágrimas não derramarei. Afinal, são mais de 09 anos sem recomposição salarial.

  3. Val Lima disse:

    O povo brasileiro é muito espirituoso…..rs

  4. Xandi disse:

    Chora não Bebê, Chora não Bebê….???

Renan sobre impeachment no Senado: ‘Tudo tem seu tempo’

RenanLulaMarquesFolha11Apontado como um dos últimos aliados do governo no PMDB, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta quarta-feira que o voto no processo do impeachment é uma “questão de consciência” e criticou a postura de partidos que deixaram recentemente a base do governo e passaram a apoiar o processo que pode levar à derrubada da presidente Dilma Rousseff do poder. Segundo o senador, as legendas não deveriam exigir que suas bancadas votassem unidas a favor ou contra a queda da petista. Até o momento, fecharam questão pró-impeachment o PRB e as siglas de oposição, enquanto o governista PR e os recém-desembarcados PP e PMDB vão liberar as bancadas.

“Esse fechamento de questão nos partidos é uma forçação de barra, porque o que vamos ter é um julgamento do impeachment, que, mais que uma questão partidária, é, sobretudo, uma questão de consciência”, disse. O presidente do Senado evitou fazer projeções sobre a celeridade do processo de impeachment na Casa caso a Câmara dos Deputados aprove, no domingo, a admissibilidade do pedido contra a presidente Dilma. No caso de Fernando Collor de Mello, em 1992, o Senado acelerou a tramitação do processo, recebeu a documentação do impeachment no dia 30 de setembro e afastou o então presidente já no dia 2 de outubro.

“Eu não sou cartomante ou quiromante para fazer previsões. Tudo tem o seu tempo. O impedimento também tem seu tempo. É importante que se observem os prazos e que o presidente seja isento. Se o presidente da Casa não for isento, não guardar independência e responsabilidade que deve ter no cargo, ele acabará desequilibrando o processo, e esse não é o meu propósito”, afirmou, em um recado velado ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aliado do vice-presidente Michel Temer e um dos principais artífices do impeachment de Dilma.

“Não vai, o Senado, ter um presidente que vai desequilibrar o processo”, completou.

Fonte: Veja

Renan arquiva pedido de afastamento de ministro Marco Aurélio Mello

MarcoAuréliodeMelloO presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou em plenário nesta quarta-feira (6) que arquivou o pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello. O pedido foi elaborado pelo grupo Movimento Brasil Livre (MBL).

Nesta quarta-feira, o coordenador nacional do MBL, Rubens Nunes, foi até o Senado para protocolar o pedido de impedimento do magistrado por crime de responsabilidade.

Para Nunes, Marco Aurélio “feriu o princípio da independência dos Poderes” ao determinar que a Câmara dos Deputados desse andamento ao pedido de impeachment do vice-presidente Michel Temer. Para Renan Calheiros, o ministro não incorreu em crime de responsabilidade no ato.

De acordo com a Constituição Federal, cabe ao Senado “processar e julgar os ministros do Supremo Tribunal Federal, os membros do Conselho Nacional de Justiça e do Conselho Nacional do Ministério Público, o procurador-geral da República e o advogado-geral da União nos crimes de responsabilidade”. Nunes já havia adiantado que, caso o Senado arquivasse o pedido, iria recorrer.

Mais cedo, antes da decisão de Renan de arquivar o pedido, o ministro foi questionado sobre o pedido e afirmou que busca, com a atividade jurídica, “servir” o país. “Que as instituições funcionem com muita tranquilidade. Sou juiz há 37 anos e eu apenas busco servir e servir com pureza da alma, e a partir da minha ciência e consciência e nada mais. Processo, para mim, não tem capa, tem conteúdo”, declarou Marco Aurélio.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. 1 Berto disse:

    MARCO AURÉLIO O LÍDER DO PT NO STF.
    GILMAR MENDES LÍDER DO PSDB NO STF

    ISSO É UMA VERGONHA.

  2. Charles disse:

    Esse país é literalmente uma putaria generalizada.

  3. paulo disse:

    BG
    Esse renam não merece nem o comer que come, é um VAGABUNDO com mais de dez processos no STF, tem que bajular os "homi" de lá para ver se escapa. ou CAMBADA.

  4. Sandro Alves disse:

    Esse Marcos Aurélio não deveria sofrer impecheamet, ele deveria ser PRESO por defender os PTRALHAS!

  5. Val Lima disse:

    Renan com nove..nove …nove..nove…no STF era doido de aceitar!!!.. Esse menino de Alagoasvai esperar reciprocidade não tenha dúvida!!! Quem viver verá!!!….

  6. Jeronimo disse:

    GILMAR MENDES SEMPRE NOS ENSINANDO,,,

    Segundo o jornal Valor, o ministro Gilmar Mendes, em palestra no 7º Congresso de Pesquisa de Mercado e Opinião Pública, realizado em São Paulo, disse que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, estaria habilitado a comandar provisoriamente o Brasil caso Dilma Rousseff e Michel Temer viessem a ser depostos. O deputado federal é réu no Supremo Tribunal Federal por corrupção e lavagem de dinheiro.

    Mendes afirmou a respeito: “Enquanto denunciado, não há esse impedimento. Se condenado, claro. Inclusive porque há perda de funções”.

    Interessante: o réu Cunha pode virar presidente do Brasil, o investigado Lula, que nem denunciado foi, não pode assumir um ministério no governo de Dilma Rousseff. “Estamos sempre aprendendo com Gilmar Mendes”, poderia afirmar o ministro Marco Aurélio Mello, recentemente alvo de ironias do colega de Corte.

    • AntiPT disse:

      À frente de Lula, Cunha é um ladrão de galinha. Dar para entender, ou quer que desenhe?
      Parece-me que vocês petralhas tem uma paixão platônica por Cunha, ou será tara?

Dunga e Gilmar acionam Justiça e Conselho de Ética do Senado contra Romário

romario-no-poderO técnico Dunga e o coordenador da seleção brasileira Gilmar Rinaldi cumpriram a promessa e acionaram a Justiça contra o senador Romário (PSB-RJ). Também representaram contra o parlamentar no Conselho de Ética do Senado. Eles reclamam que tiveram a honra atacada em entrevista dada por Romário para o jornal italiano “Gazzetta dello Sport” em 22 de setembro de 2015. Na ocasião, o senador disse que há outros motivos além do bom futebol por trás das convocações de jogadores para a seleção.

Os advogados Ricardo Carvalho Braga dos Santos e Andréa Gonçalves Ferry apresentaram em 23 de março deste ano no Supremo Tribunal Federal (STF) duas petições, uma no nome de Dunga e outra no de Rinaldi. As duas representações no Conselho de Ética são mais recentes: foram feitas na última terça-feira. Os advogados pedem que Romário seja condenado pelos crimes de difamação e injúria, agravados pelo fato de terem sido feitos por meio de um veículo de comunicação, o que facilita a divulgação das ofensas. Nesse caso, a pena por difamação é de até um ano e quatro meses, além de multa. A de injúria alcança no máximo oito meses, mais multa.

A entrevista, que foi repercutida por vários outros meios de comunicação, inclusive do Brasil, é marcada por ataques de Romário a vários nomes do futebol, entre eles Rinaldi e Dunga. Por tabela, os advogados dizem que Romário compromete também a imagem da seleção.

“Os problemas extra-esportivos se refletem nas convocações. Dunga é meu amigo, mas não é mais o seu momento. Ele não convoca mais os melhores, há interesses por trás. O coordenador geral é Gilmar Rinaldi que, até um dia antes de ser nomeado, era agente dos jogadores. É brincadeira! Você viu os convocados? Todos pertencem a procuradores que se enriquecem com as convocações. Está na cara de todo mundo”, disse Romário em trecho da entrevista reproduzido nas petições.

Fonte: O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nosdliw disse:

    Falar a verdade é perigoso no Brasil.

  2. Val Lima disse:

    Tudo farinha da mesma safra…..

  3. paulo disse:

    Força Romário para enfrentar esse espertalhões.

  4. Dj Manynho disse:

    Romário falou exatamente o que muitos Brasileiros acham, Jefferson do Botafogo é o melhor goleiro do Brasil, o tal Dunga ignorou e chamou um la do time de suas raízes, isso é o que? To com Romário!