Após negar acesso, MP recomenda que SAM’S Club cumpra legislação para entrada de pessoas com deficiência e acompanhantes

Foto: Reprodução

Após veiculação de matéria no Blog do BG do impedimento de um portador de síndrome de down entrar no SAM’S Club, o Ministério Público do RN emitiu recomendação para o responsável legal da empresa garanta as condições de acesso a pessoas com deficiência, incluindo acompanhante conforme prevê a legislação.

A recomendação assinada pela promotora Rebecca Nunes prevê que o SAMS Club : “considere, de imediato, as questões individuais relativas às pessoas (consumidores) com deficiência por ocasião do acesso ao seu estabelecimento comercial, conferindo interpretação aos dispositivos legais referentes ao ingresso individual em estabelecimentos comerciais por causa da pandemia pelo COVID- 19 em sintonia com os dispositivos constitucionais e legais relativos aos direitos das pessoas com deficiência, inclusive no tocante à possibilidade de ingresso daqueles com acompanhante/atendente pessoal, sem que isso configure desrespeito aos cuidados a serem dispensados em tempo de pandemia, conferindo-lhes, inclusive, o devido atendimento prioritário. Assim, devido à urgência que o caso necessita, fica estabelecido o prazo de 10 (dez) dias para que o Sam´s Club Natal encaminhe a esta 9ª Promotoria de Justiça, de modo comprovado, as medidas adotada para o cumprimento a presente recomendação”.

Confira a peça AQUI no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcia disse:

    Ao menos aqui, no blog, comentários sensatos!

  2. Cidadão disse:

    Não cabe a estabelecimentos comerciais estender interpretações, cabe cumprir. Quem estende interpretação é Juiz. Se a norma foi mal redigida, que se corrija. Ipses Litteris.

  3. Zanoni disse:

    E o senhor que estava com o filho portador de deficiência precisava mesmo levá-lo ao mercado? A deficiência está acompanhada de comorbidades? Preservou o filho ao expô-lo ao risco de infecção? Se for pessoa carente de recursos materiais, retiro minhas palavras, mas se não for carente não cumpriu as regras, pois certamente teria com quem deixar o filho.

  4. Cabo Silva disse:

    Queria entender o quão essencial é um deficiente ir passear no SAMS!

  5. Antonio Turci disse:

    Nesses tempos de Pandemia aparecem ditadores de todas as qualidades. Governadores, Prefeitos, Vereadores, Fiscais de Tributos e até servidores de supermercados. Cada um querendo mostrar seus "poderes". O ser humano é, realmente, desprezível.

    • Manoel disse:

      Pois é, e um na presidência querendo q tdo mundo morra.
      Triste tempo vivemos.

  6. Cidadão Indignado disse:

    Vai simplesmente colocar em risco, em face de possível não distanciamento, o condutor e a própria pessoa com deficiência. Lamentável! A lei maior que deve ser respeitada é a da vida, simples assim! Estamos numa PANDEMIA e não em férias.

Shopping de Botucatu (SP) suspende entrada de carros em corredores

Foto: Reprodução / Record TV

O shopping de Botucatu, no interior de São Paulo, que havia liberado o acesso de carros pelos corredores para retirada de mercadorias, teve de suspender a medida. O governo paulista informou que o esquema drive-thru só é permitido na área externa do estabelecimento, ou seja, no estacionamento. As informações são da Record TV.

A medida, inédita no país, havia sido adotada em meio à pandemia do novo coronavírus. O Ministério Público também já tinha enviado um ofício à direção do shopping solicitando um esclarecimento sobre o novo serviço.

Os responsáveis pelo shopping afirmaram que a ação tinha caráter experimental e que não foram notificados em nenhum momento quanto à necessidade de paralisação da iniciativa. Mas agora os serviços de drive-thru e delivery voltam para a parte externa do empreendimento.

Drive-thru nos corredores

Até então, o motorista fazia a encomenda na loja com antecedência e podia buscar a mercadoria no shopping sem sair do veículo das 11h às 20h. Ele deveria estar de máscara e teria a temperatura medida já na entrada.

Para os carros, havia algumas regras: estar limpo e higienizado, sem muita fumaça saindo do escapamento e não podia ter vazamento de óleo. A velocidade máxima permitida nos corredores era de 5 km/h. Manobras eram proibidas.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. George disse:

    O governo sempre tentando ajudar os empreendedores! Tá de parabéns!

É ‘impensável’ restringir entrada de brasileiros, diz ministra da Saúde de Portugal

Pessoas caminham em Lisboa, no primeiro dia de relaxamento das medidas de isolamento social Foto: RAFAEL MARCHANTE / REUTERS

À frente do combate à pandemia em Portugal, a ministra da Saúde, Marta Temido, está preocupada com uma possível segunda onda da Covid-19. Com pouco mais de mil mortes desde a confirmação do primeiro caso, em 2 de março, e taxa de transmissão abaixo de 1 — quando cada infectado contamina mais uma pessoa —, o país inicia nesta segunda-feira o processo de afrouxamento do isolamento social.

Serão três etapas, até o dia 1º de junho. Temido não descarta a retomada do estado de emergência, se o número de casos voltar a subir. A ministra, que tem parentes no Brasil, diz que os brasileiros deveriam aprender com a experiência de outros países no combate ao coronavírus.

A que a senhora atribui o baixo número proporcional de mortos por Covid-19 em Portugal?

Penso que este resultado decorre de um conjunto de fatores. Portugal beneficiou-se de ter registrado o primeiro caso numa fase em que outros países europeus já lidavam com a situação. Também temos um sistema de saúde que tem um modelo de serviço nacional, que ajuda a dar uma resposta integral e mais abrangente. Toda a nossa população está coberta, independentemente de sua capacidade de pagar. Tivemos a sorte de poder contar com profissionais de saúde muito empenhados. E, em termos do apoio da população portuguesa e de todas as forças sociais e políticas, tem havido um grande alinhamento. É um momento de união para encontrar esse resultado mais positivo possível para todo o povo português.

De que forma a flexibilização do isolamento será feita?

A adesão da população portuguesa ao apelo por isolamento teve uma resposta muito positiva, mas, neste momento, eu tenho alguma preocupação que, com o cansaço acumulado do confinamento e da situação econômica, possa haver um menor cumprimento das regras de distanciamento. Tem que se ter sempre muita atenção, muito cuidado, insistir muito na mensagem de que o sucesso da luta contra a pandemia não depende só do governo, mas de cada um de nós. E cada um de nós tem que ter muita disciplina e muito rigor. Não dá para facilitar.

Mas como será o passo a passo? Existe a possibilidade de voltar atrás no afrouxamento?

Nós sabemos que, ao longo da pandemia, vamos ter que adaptar estratégias aos resultados epidemiológicos. As pessoas têm que estar preparadas para uma estratégia que pode ter avanços e recuos. Não podemos dizer que estamos livres que isso aconteça. Para isso, existem os vigilantes epidemiológicos, que nos permitem acompanhar a evolução do número de novos casos, a ocupação do sistema de saúde, a capacidade laboratorial. Nós temos uma vantagem em comparação com o Brasil: nós somos 10 milhões de habitantes. Nossa realidade é bastante mais simples, mais fácil de gerir.

O que vamos procurar fazer é ter boas práticas, regras específicas a partir de propostas dos vários setores – por exemplo, indústria e comércio – para o alívio de medidas em cada uma dessas áreas. Essas normas vão sendo discutidas até haver um consenso que esteja de acordo com as regras sanitárias. Quando entendemos que temos condições para aliviar um pouco, em função da evolução epidemiológica, então nós fazemos esse passo, mas temos que estar sempre atentos. Por isso vamos fazer esses alívios por medidas sucessivas de 15 em 15 dias. Temos um plano até o final de maio, mas vamos ter que ir acompanhando.

No Brasil, um dos grandes problemas é a falta de testes. Como Portugal tem lidado com isso?

A estratégia de testes que Portugal seguiu é aquela recomendada pela Organização Mundial da Saúde: tentar testar o mais possível. Além da aplicação de testes nos casos suspeitos e em seus contatos, procuramos testar as pessoas com risco especial de contrair a doença. Testamos profissionais de saúde e tivemos a mesma estratégia para estruturas residenciais de idosos e para profissionais de determinadas áreas, como guardas prisionais. Agora, vamos tentar fazer o mesmo para a reabertura dos jardins de infância. São todos locais onde vamos ter população especialmente vulnerável.

Mas nós sabemos que os testes são só uma fotografia daquilo que pode ser a infecção num determinado momento. Testagem é importante, mas não podemos esquecer que o teste é apenas um instrumento de diagnóstico. Não se pode sobrevalorizar o poder do teste. É muito importante que ele seja acompanhado por medidas de prevenção. Sem isto, não serve de nada.

Diante do crescimento do número de casos de Covid-19 no Brasil, o presidente americano Donald Trump chegou a falar em suspender voos vindos do Brasil para os EUA. A senhora acha que Portugal, que recebe tantos brasileiros, deve adotar medida semelhante?

Não. O Brasil é, para os portugueses, um país irmão. Mesmo no nosso pior cenário, sempre mantivemos voos regulares para o Brasil. Muitos portugueses têm família no Brasil. Eu própria tenho família no Brasil. Isso é impensável num contexto como aquele que nós temos em termos de relação entre os nossos países. Desejamos, sobretudo, que a situação no Brasil seja controlada o mais depressa possível, sabendo que é uma situação complicada. Desejamos a maior sorte ao povo do Brasil e aos que trabalham no SUS na luta contra esta pandemia, porque é possível vencê-la.

Como têm sido tratados os imigrantes no sistema de saúde português durante a pandemia? Os ilegais também têm direito a atendimento?

O que fizemos, durante este período, foi dizer que mesmo a população que está à espera de uma decisão quanto a sua legalização no país, neste momento tem acesso ao serviço nacional de saúde sem qualquer custo. É a melhor forma de proteger essas pessoas e também o país todo.

Na sua avaliação, qual é a perspectiva de volta à normalidade?

Até a doença ser erradicada, até encontrarmos uma cura ou vacina, não podemos imaginar o regresso à normalidade. Vamos ter que nos habituar a viver com doença, até para ir aumentando a imunidade de grupo, mas não dá para voltar à vida como ela era. Não sei se isso vai voltar a acontecer, tenho esperança que sim, claro. Mas, neste momento, é preciso continuar a realizar um conjunto de atividades que são essenciais para a vida de toda a comunidade. Não podemos deixar a economia parar. É preciso continuar a produzir pão, a recolher o lixo, os profissionais de saúde precisam continuar a trabalhar, mas tem que ser de uma forma diferente. É importante que todos entendam que o melhor que nós conseguimos fazer neste momento é regressar a uma normalidade diferente. Não há a normalidade de antigamente para voltar mais.

O Brasil está alguma semanas antes de Portugal na evolução da pandemia. Que conselho a senhora daria ao Brasil neste momento?

Para tentarem aprender com os erros dos outros e não os repetir, e tentar seguir as boas lições que alguns países também têm na forma como lutaram contra pandemia. Isto é um processo muito longo e desgastante. Aqui em Portugal, podemos estar numa fase à frente, mas podemos ter uma segunda onda e quem sabe mais. Portanto, isto não se vence com uma corrida curta. Não é um sprint, é uma maratona. Temos que ter noção de que é um processo longo e que exige muita resistência. Então, tem que se preparar psicologicamente para o embate, que é duro, mas é melhor estar preparado.

A melhor sugestão que eu poderia dar é estar sempre bastante atualizado em relação àquilo que vai aparecendo, à recomendação técnica da OMS, e tentar aplicar e adaptar para aquilo que é a maneira de ser de cada sistema de saúde e de cada população.

O Globo

 

Brasil amplia por 30 dias proibição de entrada de estrangeiros

FOTO: MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDO

O governo federal editou nova portaria com restrições para entrada de estrangeiros no Brasil provenientes de alguns países. A Portaria nº 203, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (28), proíbe por 30 dias a entrada, por via aérea, de estrangeiros provenientes da China, União Europeia, Islândia, Noruega, Suíça, Grã-Bretanha, Irlanda do Norte, Austrália, Irã, Japão, Malásia e Coreia.

A restrição leva em conta recomendação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) por motivos sanitários relacionados aos riscos de contaminação e disseminação do novo coronavírus.

A restrição não se aplica a:

– brasileiro, nato ou naturalizado;

– imigrante com residência de caráter definitivo, por prazo determinado ou indeterminado, no território brasileiro;

– profissional estrangeiro em missão a serviço de organismo internacional, desde que devidamente identificado;

– funcionário estrangeiro acreditado junto ao Governo brasileiro;

– estrangeiro: cônjuge, companheiro, filho, pai ou curador de brasileiro; cujo ingresso seja autorizado especificamente pelo Governo brasileiro em vista do interesse público; e portador de Registro Nacional Migratório;

– transporte de cargas;

– passageiro em trânsito internacional, procedente ou não dos países a que se refere o artigo 2º, desde que não saia da área internacional do aeroporto;

– pouso técnico para reabastecer, quando não houver necessidade de desembarque de passageiros das nacionalidades com restrição; e

– passageiro com destino à República Federativa do Brasil que tenha realizado conexão nos países a que se refere o art. 2º da Portaria

A proibição não impede o ingresso e a permanência da tripulação e dos funcionários das empresas aéreas no país para fins operacionais, ainda que estrangeira. Além disso, excepcionalmente, o estrangeiro que estiver em um dos países de fronteira terrestre e precisar atravessá-la para embarcar em voo de retorno a seu país de residência poderá ingressar no Brasil com autorização da Polícia Federal, desde que se dirija diretamente ao aeroporto, haja demanda oficial da embaixada ou do consulado desses países e sejam apresentados os bilhetes aéreos correspondentes.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jorge disse:

    Não entendo o porquê dos EUA não figurar na lista com tantos infectados.
    Isso chega a ser burrice

    • De olho👀 disse:

      Enquanto o Bozo abre as pernas Trump vai suspender os voos entre USA e Brasil. Mas com a crise da covid acho que ninguém de lá quer vir por aqui.

Teleperformancer impede entrada de equipe de fiscalização da Sesap na empresa, destaca reportagem

Foto Ilustrativa  – Denúncia

A Agência de Reportagem Saiba Mais destaca nesta sexta-feira(03) que uma equipe de fiscalização da secretaria estadual de Saúde Pública foi barrada na quinta-feira (2), quando tentava entrar em uma das unidades da empresa de Call Center Teleperformance. O objetivo da visita era verificar se as medidas e condições determinadas pelo Ministério Público do Trabalho e pelo Governo do Estado para a prevenção de contágio pela Covid-19 estavam sendo cumpridas. O episódio aconteceu na Teleperformance de São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal, e a tentativa de acompanhamento presencial da situação se deu pelo recebimento diário de reclamações e denúncias de funcionários da empresa, que continuam trabalhando diante situação de pandemia.

Segundo o Saiba Mais, a vistoria foi executada por equipe do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador da SESAP. A assessoria da pasta informou que após a resposta negativa da empresa, o órgão encaminhou um relatório para o Ministério Público do Trabalho explicando a situação e solicitando providências.

A subcoordenadora do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador da SESAP, Kelly Barros, explicou que as medidas a serem fiscalizadas devem ser cumpridas como forma de cuidado com cada pessoa que circula dentro da empresa.

“Para todas as empresas que estamos fiscalizando é necessário o cumprimento de medidas como a diminuição do efetivo de trabalho dando férias coletivas ou instituindo teletrabalho, medida possível para a empresa Teleperformance. Também é recomendado a afastamento a pessoas que apresentem sintomas de gripe por 14 dias, sem qualquer prejuízo aos salários. Além disso, indicamos que haja a conscientização desses funcionários quanto a importância dos cuidados de prevenção, bem como deve a empresa disponibilizar produtos de higiene de forma ininterrupta”, esclarece a subcoordenadora.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do RN (Sinttel/RN), Iara Martins, a empresa não permite qualquer diálogo conclusivo sobre a situação dos trabalhadores.

“Nós temos recebido reclamações e denúncias diárias e tentamos tratativas com a empresa, que sempre nos dá respostas genéricas, inconclusivas dificultando a resolução desses problemas. Não recebemos qualquer informação sobre o número de funcionários liberados ou que estão cumprindo regime de banco de horas”, relata Iara.

Alguns funcionários de Call Centers do RN denunciaram à Agência Saiba Mais a situação vivida nas empresas.

Veja matéria completa aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. TRABALHO DIGNIFICA O SER disse:

    Quem "manda" é a Teleperformance,, quero ver alguém para-lá!

    MPT?!
    Sindicato?!
    TRT?!
    SUVAG?!
    INSS?!

    Mas há esperança: POLÍCIA FEDERAL, MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL E ESTADUAL.

    Por favor, trabalho digno em todo tempo e para todos.

  2. Luiz Fernando disse:

    Quando a empresa fechar e milhares perderem o emprego, vão pedir ajuda a Sesap e MPT.

  3. Cap_Mor disse:

    Pra isso tem polícia.

  4. João Felipe disse:

    Empresa sem o menor respeito com os seus funcionários…e os funcionários lá ajudando a empresa a faturar enquanto ganham uma mixaria.

São Miguel do Gostoso proíbe entrada de visitantes até 30 de abril

Fofo: Reprodução

Um dos locais mais visitados e admirados pelos potiguares e turistas pelo Brasil e mundo, São Miguel do Gostoso, anuncia a proibição da entrada de visitantes até o dia 30 de abril, em decorrência da prevenção ao coroavírus.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Corona disse:

    Os moradores vão passar fome! Decisão absurda!

  2. Berg disse:

    Isso pode Arnaldo??
    E o direito constitucional, de ir e vir, como fica??

  3. Laura disse:

    Um dos melhores lugares do Nordeste.

  4. Adeilton disse:

    Realmente não tem muito atrativo em gostoso mas os hoteleiros é que levantaram gostoso eu não troco pipa ou gostoso

  5. Luíz disse:

    Alguém explique ao Excelentíssimo Senhor Prefeito que os moradores e residentes, que terão livre acesso ao município, também podem transmitir o coronavírus…..

  6. Ricardo lúcido disse:

    Se entrar escondidinho fica mais gostoso !

  7. Mariana disse:

    Lugar horrivel. Perdem nada!

Chanceler russo defende entrada do Brasil no Conselho de Segurança da ONU

Foto: KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, pediu hoje uma mudança nas relações internacionais e a inclusão de Brasil, Índia e algum país africano como membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU.

As declarações de Lavrov foram feitas durante a participação no Raisina Dialogue, um fórum político e econômico organizado pelo governo indiano em Nova Déli, onde o chanceler também se pronunciou contra as “sanções unilaterais” impostas por alguns países potências a outros e contra a construção da ordem mundial baseada na “força bruta”.

“Eu diria que a principal deficiência do Conselho de Segurança é a baixa representação dos países em desenvolvimento. Reiteramos a nossa posição de que Índia e Brasil merecem absolutamente estar no conselho juntamente com um candidato africano”, disse o ministro.

“Nossa posição é que o objetivo da reforma (do Conselho) é assegurar que os países em desenvolvimento sejam melhor tratados no órgão central das Nações Unidas”, acrescentou.

Lavrov especificou que as novas presenças no organismo internacional deveriam ser como membros permanentes, posição atualmente ocupada apenas por cinco países: Rússia, Estados Unidos, China, França e Reino Unido.

Além disso, mais dez países são membros temporários do Conselho, incluindo atualmente Bélgica, Alemanha, Indonésia e África do Sul, entre outros. Lavrov enquadrou a reforma do Conselho de Segurança da ONU entre as novas relações diplomáticas do século 21.

“O século 21 é o tempo em que devemos nos libertar de qualquer método de lidar com as relações internacionais de forma colonial ou neocolonial, e as sanções impostas unilateralmente não vão funcionar, ou seja, não é diplomacia”, disse Lavrov, referindo-se às sanções econômicas que alguns países, como os EUA, impuseram a outros, como Irã e Rússia.

“Acho que não devemos discutir sobre sanções e meios não diplomáticos quando pensamos sobre o futuro do mundo”, argumentou o chanceler.

O ministro russo acrescentou que “a ordem democrática mundial deve ser baseada não no equilíbrio da força bruta, mas construída como um concerto de interesses, modelos de desenvolvimento, culturas (e) tradições”.

Lavrov também sugeriu que os países do Golfo Pérsico “pensem em mecanismos de segurança coletiva” e que comecem a “construir confiança” participando conjuntamente em exercícios militares, diante do recente aumento da tensão no Oriente Médio.

Essa tensão ganhou grandes proporções após os EUA assassinarem o general iraniano Qassim Suleimani no Iraque e continuou com o ataque de mísseis do Irã contra bases com a presença de tropas americanas no território iraquiano.

Lavrov disse ontem, durante uma visita ao Sri Lanka antes de participar do fórum indiano, que a Rússia não pretende intervir no conflito, embora tenha descrito o assassinato de Suleimani como um ato fora das regras de comportamento internacional.

UOL, com EFE

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ricardo Carvalho disse:

    Agora os devotos, seguidores e admiradores do partido que virou quadrilha vão começar a se suicidar! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Bento disse:

    Calma Silvas chega de péssimos .
    O Brasil esta mudando.
    É assim mesmo o processo é lento, mas esta indo de forma firme.
    Toda mudança leva tempo, o Brasil acordou de um pesadelo de 16 anos.
    Ajude o Brasil a se tornar uma realidade

  3. Silva disse:

    Pra quê? se até a Venezuela tira onda com o Brasil. Ainda mais, quem danado vai lutar por um país que só trata com dignidade 10% da população, e os corruptos ladrões são tolerados e suportados, igualzinho a ninhos de ratos convivendo na sala da casa, e tomando a comida das mãos das crianças.

Arábia Saudita convidou o Brasil para entrar na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), diz Bolsonaro

Foto: FAYEZ NURELDINE / FAYEZ NURELDINE/AFP

A Arábia Saudita convidou informalmente o Brasil para se juntar à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) , disse o presidente Jair Bolsonaro . O convite seria um sinal da crescente importância do país como produtor de petróleo e do desafio que impõe à influência do grupo de produtores nos mercados de petróleo.

Bolsonaro recebeu o convite nesta quarta-feira, após realizar reuniões esta semana com autoridades sauditas, incluindo o príncipe herdeiro Mohammed Bin Salman , disse o presidente brasileiro, ao participar da conferência da Iniciativa de Investimento Futuro, em Riad. Na terça-feira, o governo anunciou que a Arábia Saudita investirá até US$ 10 bi em projetos no Brasil .

— É o primeiro passo para talvez implementar essa política no Brasil — disse Bolsonaro.

O presidente acrescentou porém que precisaria consultar a equipe econômica e o Ministério de Minas e Energia antes de concordar em participar. Ele disse em um painel de discussão na conferência que estava ansioso pelo Brasil aceitar o convite.

— Podemos conversar sobre isso. Eu teria que ouvir o meu ministro da Economia e meu ministro também das Minas e Energia para que, uma vez eu anunciando algo nesse sentido, a palavra seja cumprida lá na frente. Eu costumo sempre conversar com os ministros antes de tomar uma decisão. Afinal de contas, é a melhor maneira que nós temos de manter a nossa credibilidade. Mas, particularmente, gostaríamos que integrássemos a Opep. Sim. Temos potencial para isso. Temos reservas de óleo maiores que alguns países que já integram a Opep —, afirmou Bolsonaro, que fez menção ao lmegaleilão de pré-sal, durante seminário de parecerias econômicas.

O Brasil se prepara para se tornar um grande produtor de petróleo, com a entrada em produção de áreas do pré-sal. Na próxima quarta-feira, será realizado o megaleilão de cessão onerosa e, segundo estimativas da Agência Nacional do Petróleo (ANP), a arrecadação de União, estados e municípios com royalties e impostos vai dobrar .

Se ingressar, o Brasil poderá se tornar o terceiro maior produtor da Opep, depois da Arábia Saudita e do Iraque. A crescente produção brasileira está dificultando o esforço da Opep em manter os preços do petróleo no atual patamar diante da crescente oferta dos campos de petróleo não-convencial dos EUA e do enfraquecimento da economia global.

As reservas de petróleo do Brasil são maiores do que as de vários membros da OPEP, disse Bolsonaro. O Brasil e a OPEP poderiam formar “uma grande parceria” ajudando uns aos outros a estabilizar os preços globais de combustíveis fósseis, afirmou o presidente.

O Brasil produziu 2,71 milhões de barris por dia em 2018, segundo a Agência Internacional de Energia (AIE), que prevê que a produção média do país chegue a 2,9 milhões este ano e 3,22 milhões em 2020.

A produção brasileira em agosto subiu 220 mil barris por dia para um recorde de 3,1 milhões, a AIE disse em seu relatório mais recente.

Flerte com Opep

Criada em 1960 em Bagdá, no Iraque, a Opep busca coordenar a oferta de petróleo por países produtores para sustentar preços.

O grupo, que é liderado na prática pela Arábia Saudita e tem 14 membros, incluindo países como Irã, Kuweit e Venezuela, está no momento implementando um pacto de cortes de produção em associação com outros produtores não associados, como a Rússia, em aliança conhecida como Opep+.

O Brasil flertou com o grupo de produtores em algumas ocasiões desde a descoberta de enormes reservas de petróleo em áreas de pré-sal, na década passada.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a afirmar em entrevistas que desejava ver o Brasil como membro da Opep, mas o movimento não se concretizou mesmo após um convite formal do Irã em 2008.

Mais recentemente, no governo de Michel Temer, o Brasil se descolou do discurso da Opep, ao defender uma rápida expansão da produção local em momento em que o cartel buscava aliados para conter a oferta global e sustentar os preços do petróleo.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ems disse:

    O Brasil tendo o reconhecimento que merece !!!

  2. Ivan disse:

    Enquanto isso, no Brasil, com o apoio da Globo/CBN (desesperada por verba oficial), tentam vincular sua imagem a tudo de ruim…A bola da vez é o caso Mariele…Sabatagem chula, porém, antes disso, já tentaram até matá-lo…

FOTOS: Ativistas jogam tinta preta na entrada do Palácio do Planalto; 19 foram detidos, notificados e liberados

Fotos: Carolina Cruz/G1

Ativistas ambientais do Greenpeace jogaram tinta preta na entrada do Palácio do Planalto, em Brasília, na manhã desta quarta-feira (23). O ato simula as manchas de óleo que, desde setembro, atingem o litoral nordestino.

Por volta das 10h30, 19 manifestantes foram detidos. O grupo foi levado para delegacia após o DF Legal – órgão de fiscalização do governo local – notificar os organizadores por descarte irregular de lixo em área pública (entenda abaixo). Os ativistas foram liberados às 13h.

Vestido de preto, o grupo levantou faixas com críticas à “lentidão” do governo federal para conter as manchas nas praias. Os manifestantes posicionaram barris em frente à sede da Presidência da República – simulando recipientes de petróleo – e espalharam areia sobre uma lona azul, para representar o mar. Em seguida, despejaram um líquido preto, mistura de óleo e tinta.

Em nota, a Presidência da República afirmou que não vai comentar o ato. O Ministério do Meio Ambiente disse ao G1 que houve “depredação do patrimônio público”.

“Não bastasse não ajudar no esforço de limpeza das praias, o Greenpeace ainda depreda patrimônio público.”

O protesto

Cerca de 20 pessoas participaram da manifestação. O porta-voz de clima e energia da ONG, Tiago Almeida, afirma que o objetivo é “chamar a atenção das autoridades e da população para a importância da gestão responsável dos recursos ambientais”.

“O governo precisa colocar em prática, de maneira efetiva e correta, o Plano Nacional de Contingência, combater esse óleo e proteger as populações que estão sendo afetadas”, disse. “As pessoas estão colocando a própria saúde em risco.”

“Precisamos encontrar o local de origem desse óleo e entender o que está acontecendo.”

O grupo chegou por volta das 8h e montou um telão próximo à Praça dos Três Poderes. Eles aguardaram o hasteamento da bandeira, que ocorre todos os dias em frente à sede do governo, para iniciar o ato.

Crime ambiental?

Após o ato, a Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística foi chamada para medir o espaço ocupado pela instalação montada pelos ativistas. Ao G1, a equipe técnica do DF Legal informou que o Greenpeace devem responder por “descarte irregular de resíduo em área pública”.

A medição preliminar indicou que a instalação montada nesta quarta (23) pelos ativistas ocupou 4,30 metros quadrados. O valor a ser cobrado ainda será calculado e deve levar em conta o volume e o tipo de lixo.

De acordo com a Policia Militar, equipes vão analisar os tipos dos materiais usados no protesto. “Em princípio, houve a obstrução da via, tem a questão dos crimes de trânsito e aquele material, aquele líquido que foi lançado lá que a gente não sabe o que é “, disse o tenente Faleiros, que participou da abordagem.

Já, segundo o DF Legal, caso o líquido seja considerado tóxico, o grupo pode responder por crime ambiental. A diretora de campanhas do Greenpeace Brasil, Tica Minami, afirma, no entanto, que todo o material usado é orgânico.

“O líquido é uma mistura com óleo de amêndoas e maizena. Não é tóxico.”

“O ato simboliza a destruição que a gente está vendo no patrimônio ambiental e deixamos lá como uma lembrança de que o governo precisa agir. Não faria sentido nenhum tirar depois”, argumenta.

Os manifestantes levados à delegacia não quiseram falar com a imprensa. O advogado que representa o grupo, Bernardo Fenelon, afirmou que os ativistas não resistiram ao comando da PM. “Não houve abuso ou qualquer tipo de coerção”.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Abel disse:

    Bruno, o nome disso é baderna, não protesto.
    Corrijam o texto.

  2. Paulo disse:

    BG
    turminha do pão com mortadela. Um cipó de boi seria bem empregado. Arruaceiros.

  3. joaozinho da escola disse:

    defendem o meio ambiente sujando o meio ambiente com oleo biodegradavel??? Pq nao foram a embaixada da venezuela questionar a origem do oleo cru? ou mesmo da França, ja que foram encontrados embalagens de uma empresa francesa que reconhece que o oleo podem ser deles? Quem financia esse pessoal que suja um predio publico?

  4. Flauberto Wagner disse:

    A qual circo pertencem estes palhaços? será se pelo menos eles sabem por quê estão protestando ?
    são ativistas ou agitadores sem causa definida?
    Acredito, serem mais uma turminha massa de manobra,

  5. paulor disse:

    há uma camada de pau nesses vagabundos … era pra fzer eles liparem com a cara no chão !!

  6. Manoel disse:

    Coloca esses desocupados para limpar a sujeira que fizeram!

Trump reafirma apoio dos EUA à entrada do Brasil na OCDE e chama artigo divulgado pela imprensa de Fake News; secretário de Estado americano, Mike Pompeo, também critica mídia

Reprodução: Twitter

O presidente americano, Donald Trump, declarou nesta quinta-feira 10, no Twitter, que segue apoiando a entrada do Brasil na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), após a divulgação de uma reportagem revelando que os Estados Unidos enviaram uma carta à organização em agosto endossando apenas as candidaturas de Argentina e Romênia.

“A declaração conjunta divulgada com o presidente Bolsonaro em março deixa absolutamente claro que apoio o Brasil no início do processo de adesão plena à OCDE. Os Estados Unidos defendem essa declaração e defendem @jairbolsonaro. Este artigo é NOTÍCIA FALSA!”, escreveu Trump em relação à matéria publicada pela agência Bloomberg.

Um pouco antes, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, negou que Washington tenha retirado seu apoio ao Brasil.

Pompeo usou também o Twitter para explicar que “ao contrário de relatos da mídia”, os Estados Unidos apoiam plenamente o Brasil no processo para ser um membro pleno da organização, relembrando a declaração conjunta feita por Trump e Jair Bolsonaro no dia 19 de março, em Washington.

“Reconhecemos os esforços em curso no Brasil para mais reformas econômicas, melhores práticas e ummarco regulatório que esteja alinhado aos padrões da OCDE”.

“Somos entusiastas apoiadores do ingresso do Brasil nessa importante instituição, e os Estados Unidos vão fazer um forte esforço para apoiar o acesso do Brasil”, escreveu o chefe da diplomacia americana.

Atualmente, na América Latina, apenas Chile e México integram este grupo de países industrializados e em desenvolvimento com práticas pró-mercado.

A embaixada dos Estados Unidos no Brasil emitiu um comunicado informando que Washington apoia uma expansão da OCDE, em um ritmo “moderado” que leve em conta a necessidade de pressionar por reformas de governança.

(Veja, com AFP)

 

“RUÍDO” NÃO SIGNIFICOU DESISTÊNCIA: Apoio dos Estados Unidos à entrada do Brasil na OCDE está mantido, informa assessor presidencial

Foto: Twitter/Jair Bolsonaro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não retirou o apoio à entrada do Brasil na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e vai oficializá-lo à entidade no momento “correto”, segundo um assessor direto do presidente Jair Bolsonaro, que cuida dessas negociações e disse ter falado com autoridades da Casa Branca sobre o assunto.

De acordo com esse assessor, a carta de apoio dos EUA à entrada de Argentina e Romênia na OCDE, divulgada pela imprensa, gerou ruído, como se a ausência do nome do Brasil no documento significasse uma desistência de Donald Trump de manter a promessa feita diretamente ao presidente Jair Bolsonaro.

“O nome do Brasil não consta porque, neste momento, está se tratando dos processos de ingresso da Argentina e Romênia, que já estavam bem adiantados. Além disso, Trump tem interesse em fortalecer o presidente argentino, Mauricio Macri, que busca a reeleição em seu país. Por isso, a oficialização do apoio aos argentinos neste momento”, afirmou.

Em março, durante a visita de Bolsonaro a Trump na Casa Branca, o presidente americano anunciou que apoiaria a entrada do Brasil na OCDE, apoio oficializado depois em maio.

O ingresso na organização, que reúne países desenvolvidos, faz parte da estratégia da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, para que o país ganhe o selo de nação com regras rígidas na área fiscal e com normas amigáveis para o investimento externo.

O assessor presidencial disse ainda ao blog, em caráter reservado, que neste momento o governo Trump trava uma disputa com o comando da OCDE.

“O presidente dos Estados Unidos avalia que a atual direção tem beneficiado mais os países europeus e ele quer uma mudança nessa política. A nossa informação é que, tão logo isso se resolva, o governo norte-americano deve enviar a carta de apoio ao Brasil”, acrescentou.

Blog Valdo Cruz – G1

MPRN recomenda proibição de entrada de organizadas do Santa Cruz em jogo contra ABC

Responsabilidade pela proibição será da Polícia Militar. Os dois times duelam neste sábado (27), no Frasqueirão

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou que as torcidas organizadas do Santa Cruz sejam proibidas de adentrarem ou de se aproximarem do estádio Maria Lamas Farache, o Frasqueirão, neste sábado (27). O time pernambucano vai enfrentar o ABC, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro da Série C.

O acesso do torcedor pernambucano deverá ser permitido apenas para zona mista do estádio (cadeiras), desde que não ostentem qualquer adereço que sinalize ligação com as torcidas organizadas do clube visitante. Na recomendação publicada nesta quarta-feira (24) no Diário Oficial do Estado (DOE), o MPRN reforça que qualquer necessidade de urgência relacionada à segurança do público será de exclusiva responsabilidade da Polícia Militar, que poderá determinar, inclusive, a disposição dos torcedores no estádio.

Para expedir a recomendação, o MPRN levou em consideração o princípio da Proteção Integral do Torcedor, norteador do Estatuto do Torcedor. O MPRN também levou em consideração as informações da PM sugerindo que as torcidas organizadas do Santa Cruz sejam impedidas de adentrar aos estádios de futebol do Rio Grande do Norte “em face dos conhecidos atos de violência, especialmente quando dos jogos contra o ABC, fatos que ganharam bastante repercussão na mídia desportiva”.

O MPRN frisou ainda, que deve ser aplicado o princípio da reciprocidade, em nome da segurança pública, sendo já a praxe adotada em Pernambuco em jogos com “torcidas rivais” de outros Estados.

PT toma vaga em comissão para tentar derrotar Moro: senador do PROS sacado para entrada de Jean Paul Prates

O PT acaba de sacar da comissão mista da MP da reforma administrativa o senador Telmário Mota, do PROS, para garantir mais um voto contra a permanência do Coaf do Ministério da Justiça.

No lugar dele, entrou mais um petista, o senador Jean Paul Prates, voto certo contra Sergio Moro.

Telmário disse a O Antagonista:

“Fui tirado sem ser avisado. Ou me voltam para a comissão agora ou o bloco do PT com o Pros está desfeito. Isso é um absurdo. Eles não podem fazer isso, eu sou o líder do Pros.”

Perguntamos por que ele acha que foi tirado da comissão assim, de última hora e sem aviso.

A resposta:

“Eu já declarei que apoio o Coaf com o Moro. Alguém deve estar com medo de ser preso pelo Moro.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Yuri disse:

    Pense num Senador o RN foi arranjar, mas o povo tem o que merece.

  2. Ivan disse:

    Os bandidos de colarinho branco não irão aceitar um pacote como esse sem espernear…Todos já sabíamos que isso iria acontecer…

  3. Anti-Comunista disse:

    PRA VENEZUELA O PRESENTE E O FUTURO É SOMBRIO E TEM TORCIDA ORGANIZADA PRA MADURO E A DITADURA DE MADURO.

  4. Ana leticia disse:

    A bandidagem toda se organizando e arregimentando forças. Temos que apoiar Moro, é o unico jeito de colocar mais umas duas centenas de politicos corruptos na cadeia e o Brasil sair desse atoleiro sem fim.

  5. #Lula Na Cadeia disse:

    Esses ratos PTralhas querem se proteger

ABC x Sport/PE: Portões abrem às 17h30

Após realizar partida fora de casa, o ABC volta ao Frasqueirão nesta terça-feira (10), para enfrentar o Sport/PE, em partida válida pela 21ª rodada do Brasileirão Série B. A bola volta a rolar a partir das 19h30. Os portões do estádio serão abertos às 17h30.

Sócios Mais ABC, Sócio Mais Alvinegro e torcedores com ingresso de arquibancada terão acesso ao estádio Frasqueirão pelo portão C. Sócio do plano Mais Querido, conselheiros, cessionários de cadeira e camarotes e torcedor com ingresso de cadeira tem acesso pelo portão B. O acesso da torcida visitante será pelo portão A.

Espanhóis também sofrerão para entrar no Brasil como sofrem os brasileiros por lá

Em pouco mais de um mês, os espanhóis que desembarcarem no Brasil serão submetidos a uma rígida lista de exigências, fixada pelo governo, para conseguir a autorização de entrada no país. Procedimento semelhante ocorre na Espanha em relação aos brasileiros que chegam. O Ministério das Relações Exteriores informou que a decisão é baseada no chamado princípio diplomático da adoção de reciprocidade.

A medida ocorre no mesmo momento em que brasileiros são impedidos de entrar na Espanha se não cumprirem uma série de requisitos fixados pelas autoridades. Só em 2007, em um mês, cerca de 250 brasileiros foram barrados em aeroportos espanhóis. A decisão sobre a entrada no Brasil deve passar a valer a partir do dia 2 de abril.

O Itamaraty nega que a medida seja uma retaliação às humilhações sofridas por brasileiros na Espanha, que relatam casos de discriminação e preconceito, além de serem impedidos de se comunicar com autoridades brasileiras. Pelas novas regras, os espanhóis que quiserem entrar no Brasil terão de estar com o passaporte válido por, no mínimo, seis meses.

Também serão exigidos dos espanhóis os comprovantes de passagens de ida e volta. O espanhol que for se hospedar em hotel deverá apresentar o documento de reserva. Caso venha a se hospedar em casa de amigos ou parentes terá de apresentar uma carta-convite. O documento deve conter a assinatura do responsável pela residência na qual o espanhol ficará e um comprovante de residência dessa pessoa.

O último item se refere à renda mínima do espanhol que pretende visitar o Brasil. Ele deve comprovar que tem condições financeiras para arcar com até R$170 de despesas por dia em território brasileiro.

Em junho do ano passado, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, esteve no Congresso Nacional, quando conversou com os parlamentares sobre as constantes queixas dos brasileiros impedidos de entrar na Espanha. Patriota disse ter conversado com a chanceler espanhola, Trinidad Jiménez, lembrando que poderia ser adotado o chamado acordo de reciprocidade.

Na ocasião, Patriota disse ainda que o número de brasileiros na Espanha tem diminuído a cada mês em decorrência do aumento do desemprego no país. No Brasil, porém, ocorre o contrário. Segundo ele, o número de espanhóis em território brasileiro é cada vez maior. O pior momento ocorreu entre 2007 e 2008, quando cerca de 250 brasileiros eram impedidos mensalmente de entrar no país.

Fonte: Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dfdfdf disse:

    Excelente, o Brasil deixando de ser provincia

Midway cobrará taxa para clientes terem acesso ao shopping

Em uma decisão inédita, o Midway Mall decidiu que cobrará pela entrada no shopping. “É um modo de assegurar que quem vai entrar vai consumir. Porque se você paga para entra aqui, você gasta dinheiro com qualquer outra besteira”, disse uma fonte próxima à diretoria do mall.

O shopping também proibirá que as pessoas que circulam por ele tirem fotos na galeria de imagens exibidas ao longo dos corredores do empreendimento. Quem desrespeitar as normas, terá a máquina fotográfica apreendida.

A decisão faz parte de um pacote de medidas que inclui ainda a instalação de guichês no terceiro piso, que deverá ser exclusivo das classes A e B. O shopping emitirá uma carteirinha exclusiva para identificar esse segmento social. Os demais serão marcados com numerações no braço.

Na semana passada, as primeiras medidas entraram em vigor: está proibida a realização de reuniões na praça de alimentação. Alunos do CEI que matam aula no shopping organizam um abaixo-assinado para derrubar a medida.

Especula-se que o próximo passo seja proibir a venda de produtos abaixo de R$ 20,00 na praça de alimentação. Depois disso, será cobrada taxa de R$ 10,00 para ter acesso ao ambiente, além do preço da entrada no shopping, que ainda não foi definido.

A Riachuelo já avisou que vai aderir aos novos pacotes de medidas restringindo a entrada de clientes que não tenham cartão da loja. “Graças a Deus. Não aguentava mais o povo que vinha aqui experimentar as roupas para tirar foto e postar no Facebook”, comentou uma vendedora aflita.

*Todos os textos publicados em Sátira são criações do blog

ass: #humorBG

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. E.Silva disse:

    Perfeiiiito esse textooooo!!! Gente, dá pra perceber que é uma sátira  já de cara!!!! Quem frequenta sabe que a praça de alimentação é utilizada mais para reuniões do que de fato para comer, que na riachuelo eles imploram pra você adquirir o cartão da loja, e que todo mundo malha de quem tira foto naqueles painéis!! Então nada mais interessante que dar um pouco de humor a todas essas situações que realmente acontecem!! Parabéns, texto ótimooo!!

  2. DANI disse:

    SÓ PARA INFORMAR: ESSE TEXTO ESTÁ CIRCULANDO ENTRE OS MEUS COLEGAS DE TRABALHO, DE UMA GRANDE EMPRESA DE NATAL,  COMO SE FOSSE TUDO VERDADE, APENAS NO RODAPÉ DO TEXTO APARECE "BLOG DO BG".
    TODOS FICAM PASSANDO O EMAIL UNS PARA OS OUTROS E TODOS MUITO INDIGNADOS DIZENDO QUE VÃO FAZER BAIXO ASSINADO.
    POR ISSO COLOQUEI O "BLOG DO BG" NO GOOGLE PARA DESCOBRIR DE ONDE SAIU ESSE EMAIL PARA APURAR A VERDADE E VEJO QUE NÃO PASSA DE BRINCADEIRA.

    • Anônimo disse:

      Dani, quando publicamos, deixamos claro várias vezes no twitter que era #Humor. Em todas as chamadas diziam que era humor, em baxio ainda afirma que é um sátira.

  3. Joãozinho disse:

    Quem sabe o que é sátira reconhece um bom texto. Muito bom mesmo. Só para acalmar aos muitos desavisados informo que certa vez ao ser oferecido, por um lobista bicão de nossa cidade, um serviço de segurança e cobrança do estacionamento do Midway, alegando o grande faturamento que teria, o Sr. Nevaldo respondeu: 'Se podesse pagaria para que os clientes entrassem no meu shopping."

  4. Marialima disse:

    A galera tá pensando que é verdade msm kkkkk

  5. Vitoria disse:

    Adorei o texto! Depois do episódio relatado aqui sobre a proibição de permanecer na praça de alimentação sem estar consumindo nada, nada mais interessante que fazer uma critica a tal situação, apesar do exagero.
    Mas o texto ficou bom, na minha opinião… E não duvido nada começar a cobrar pra entrar no shopping, uma vez que não se pode nem ficar sentado na praça de alimentação. Muitos dizem que acharam a atitude correta, pois ficam em pé com bandeja nas mãos, mas será que ficam assim por que querem um lugar naqueles "sofás"? Ou por que as demais mesas estão com bandejas e pratos sujos que a limpeza da referida praça não retirou? Quem não estiver consumindo deveria ficar em que lugar do shopping? Corredores? Sentados nos bancos dos corredores? Ou simplesmente não irem ao shopping?
    Então, a dica é: quer ficar na praça de alimentação? Compre um copo d'água e pronto… Você estará consumindo.

  6. Skytrigo disse:

    É o G17 fazendo escola…

  7. Natanmec disse:

    Muito interessante agente ler até o final e dizer "ufá" porque no começo até pensei que pudesse ter algo de verdade, como cobrar os acesso de veículos, e depois só podia ser pegadinha de 01 de abril,…Mas é só para  fazer impacto, sair do banal, tirar onda com a gente … Mas não tem graça viu ! 
    Valeu fiquem com Deus….

  8. Cara isso foi a coisa mais ridicula do seu blog, sempre leio e não gostei nenhum pouco desse post!! Sério mesmo e não vi nada de humor nele! 

  9. Luis Francisco disse:

    Se seu blog fosse sério até que poderia acreditar….

  10. Bruno Raphael disse:

    Quase acreditei… talvez vc devesse deixar claro que é uma sátira no inicio, e não no final do texto.

    Quem não ler tudo pode espalhar um boato sem necessidade!

    • Anônimo disse:

      Amigo Bruno, na chamado do Twitter antes do post tem dizendo #Humor

  11. Valdenicebrito disse:

    Muito bom! kkkkkkkkkkkkk

  12. Andrelgm2008 disse:

    tu nao tem nada pra fazer e fika colocando bostaa