Judiciário

PDT pede interdição de Bolsonaro por falta de ‘capacidade mental’ para seguir como presidente

Foto: Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo

O PDT protocolou nesta segunda, 8, junto à Procuradoria-Geral da República, um pedido de interdição do presidente Jair Bolsonaro. O partido alega que, durante a pandemia da covid-19, o chefe do Executivo age “na contramão dos atos que uma pessoa em plena saúde mental agiria” e que, portanto, não teria capacidade mental para continuar no cargo.

“(Bolsonaro) tem a finalidade deliberada de causar danos à população brasileira, conduzindo o país ao abismo com as suas condutas negacionistas e obscurantistas em detrimento da ciência”, diz o documento assinado pelo presidente da sigla, Carlos Lupi, e pelo ex-ministro Ciro Gomes.

Comentários de Bolsonaro sobre a vacina e sobre medidas de isolamento social foram usados como argumento para defender a hipótese de que Bolsonaro não tem o discernimento necessário, “nem tampouco capacidades mentais plenas” para seguir como presidente: “(Bolsonaro) continua a incitar a população a voltar à normalidade, a não utilizar máscara e a não seguir as orientações das autoridades sanitárias; (…) diminuiu a importância da vacina; (…) tem apresentado resistência quanto à implementação da política de vacinação.

“Bolsonaro coloca a população brasileira em risco. Já são mais de 260 mil mortes pela Covid e ele segue agindo contra todas as ações de saúde e proteção”, diz Ciro.

O processo de interdição está previsto na seção IX do Código de Processo Civil. Pela lei, a interdição pode ser promovida pelo Ministério Público em caso de doença mental grave. Se acatado, o processo de interdição inclui uma entrevista minuciosa feita por um juiz, que emite parecer sobre a capacidade do possível interditado de praticar atos da vida civil. O juiz pode ouvir pessoas próximas e parentes enquanto é realizada a produção de prova pericial. Só então há uma sentença. A lei não especifica o processo caso a interdição tenha como alvo a autoridade máxima do País.

Juristas ouvidos pelo Estadão acham difícil que a ação do PDT avance. “É remota a possibilidade de êxito da representação do PDT em razão do fato político que está em jogo”, diz o advogado criminalista e constitucionalista Adib Abdouni. “Mas, diante dos evidentes indícios da incapacidade do presidente da República para a prática dos atos da vida civil, o procurador-geral da República tem competência constitucional para propor perante o Supremo Tribunal Federal uma ação judicial objetivando interditar Jair Bolsonaro.”

A ação também tem um percalço de ordem política, na análise da advogada constitucionalista Vera Chemin. “Um processo de interdição não é tão simples quanto pode parecer. Do ponto de vista político, a PGR dificilmente requererá aquela interdição. Quanto à possibilidade legal de iniciar um processo dessa natureza, até pode ser aventado ‘remotamente’, sob o manto da lei nº 8112/1990 (sobre o regime jurídico dos servidores públicos), pois o presidente da República é considerado um agente público e, nesse caso, pode ser enquadrado naquela legislação, tendo como consequência a aposentadoria por invalidez permanente em decorrência de doença grave”.

Em setembro de 2019, uma ação popular enviada à Justiça Federal do Distrito Federal pedia a interdição de Bolsonaro por falas sobre pessoas de região Nordeste, homossexuais e pelo “apoio à ‘revolução’ de 1964”, entre outros temas, mas o pedido foi indeferido.

O pedido do PDT à PGR cita episódios como o de uma viagem a Uberlância em que o presidente afirmou, sobre vacinas: “Tem idiota nas redes sociais, na imprensa, (falando) ‘vai comprar vacina’. Só se for na cada da tua mãe”. Também é citada a frase “Chega de frescura, de mimimi”, utilizada por Bolsonaro para se referir aos protocolos de isolamento social.

“Eu acho que ele é louco e precisa ser interditado antes que mais brasileiros morram por sua loucura”, disse Lupi. “A ação é um caminho constitucional e esperamos que, sendo aceita, vá a julgamento pelo Supremo”. O presidente municipal do PDT em São Paulo, Antônio Neto, acrescentou: “Não é possível que esse cidadão, responsável pela morte de milhares de brasileiros, que incentiva aglomeração em meio à pandemia, combate toda e qualquer proteção da sociedade, que combate a vacinação, bata bem da cachola. É louco e precisa ser interditado.”

Reale Junior já falou em interdição

Um dos autores do pedido de impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff, o jurista Miguel Reale Júnior falou em março de 2020 em uma possível interdição contra Bolsonaro. Ele defendeu que o Ministério Público pedisse que o presidente fosse submetido a uma junta médica para saber se ele teria sanidade mental para o exercício do cargo. “O Ministério Público pode requerer um exame de sanidade mental para o exercício da profissão”, disse em entrevista ao Estadão. Dias antes, Bolsonaro participara de uma manifestação contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF) em Brasília. “Bolsonaro também está sujeito a medidas administrativas e eventualmente criminais. Assumir o risco de expor pessoas a contágio é crime.”

Estadão

Opinião dos leitores

  1. Ehhehehehe!
    Quero saber pra onde vai coroné Ciro com essa do Fachim.
    A esquerda não tem votos pra eleger um candidato vai eleger dois…
    Ciro vai pra Bolsonaro ou pra Moro?
    Pra Lula, se honrar a palavra, ja disse que nunca mais faz campanha junto com o PT, tem uma mágoa grande do Lula porque lula apoiou andrade.
    Kkkkkkkkkkkkkk
    Uma coisa é certa, não será se quer candidato nesse atual cenário se tudo se confirmar como candidatos os três que aparece melhor colocados nas pesquisas, Bolsonaro, Moro e Lula **doria, hulk da globo lixo e mandeta nem falo, três sem votos.
    Vamos aguarda BG.

  2. ESSE PTD É MAIS UMA FACÇÃO CRIMINOSA, SÃO LADRÕES DA MESMA QUADRILHA DO PT. O ROUBOU ACABOU ESSES ESQUERDOPATAS CAVIAR. NÃO TEM MAIS ONDE MAMAR. BOLSONARO 2022.

  3. Bg ,se eu fosse você ,eu tinha era vergonha de publicar uma matéria dessa ,eles estão desesperado , não sabem mais o que fazer !!!

  4. Esse fdp do PR JB está me traindo. Eu usei meu voto com arma e ele como a única bala pra exterminar essa babaquice. Tá esperando o q.PR pra dar um basta.

  5. Jacaré ? está lelé , pode acreditar , PIXU Nsk é psicólogo mas PIXU é um estudioso da mente humana . Os sinais de alterações são patognomônicos ( Gadolândia : há para o dicionário) , PIXU fala difícil .

  6. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Os adoradores de corruptos como zedogado e pixuleco tendo 01 dia de alegria.
    Aguarde o que vem por aí. Do povo nenhum político escapa, principalmente os corruptos.
    Estão puxando demais a corda, vai arrebentar.

  7. Era só o que faltava kkk. Quanta apelação por poder, meu Deus do céu!
    Será que não tem outra coisa pra inventar? PQP kkkk
    Isso é uma vergonha kkkk

    1. Procuram corrupção, não acham, aí haja apelação. E o pior, ocupando a justiça com coisas sem lógica. Esse negócio tinha que ser revertido, quando não tivesse fundamento. Aí essa brincadeirinha de tá entrando com ação com toda merda, acabava. Os caras tão de sacanagem.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Dispersão de aglomeração em rua e interdição de bar na zona Sul marcam terça-feira de Carnaval

Após quatro dias de trabalho intenso da força tarefa entre Prefeitura e Governo do Estado para coibir aglomerações e fazer valer as medidas de combate ao coronavírus em Natal, a terça-feira (16) de Carnaval foi mais tranquila comparada aos outros dias de operação. Foram registradas menos aglomerações, alguns equipamentos de som foram apreendidos, um bar foi interditado no bairro de Candelária e um quiosque da Praia do Meio autuado. As fiscalizações ainda seguem durante toda esta quarta-feira (17) de cinzas.

De acordo com informações do supervisor de plantão da secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Iang Chaves, o dia foi relativamente tranquilo, pois a população percebeu que a força tarefa estava na rua para coibir as irregularidades. Os agentes percorreram os principais pontos onde já havia registro de aglomeração nos outros dias e atenderam mais denúncias da população feitas via 190.

“Não houve grandes aglomerações em nenhum dos pontos de maior concentração de pessoas visitados anteriormente, como Rocas, Redinha e deck da Praia de Ponta Negra, onde apenas uma caixa de som portátil foi apreendida. Somente em Mãe Luiza, as forças de segurança foram atender denúncia de possível festa na rua Camaragibe. No local, havia uma tenda com som montado, mas as pessoas evadiram e nenhum responsável pelo equipamento com várias caixas amplificadas apareceu, o material foi apreendido”, relata Chaves.

Na Praia do Meio um quiosque foi autuado por ausência de licença para música ao vivo e uso irregular de espaço público. Por isso, foi feita a apreensão de equipamento sonoro. E em de Candelária, um bar foi interditado por descumprir o decreto municipal 12.135/2020, que determina as normas de combate a Covid-19 pelo distanciamento entre mesas e cadeiras.

“Os bares do Ponto Sete interditados na segunda (15) cumpriram as interdições e os demais estavam cumprindo os decretos. Na Avenida das Alagoas e na Airton Sena os bares fechados e conveniências que já tinham sido situadas e/ou interditadas estavam sem aglomerações”, acrescenta o supervisor da Semurb.

A operação integrada entre a Semurb com o apoio dos efetivos da Guarda Municipal e da Polícia Militar atende as ocorrências denunciadas pela população informadas diretamente ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) pelo número 190. E conta também com a participação das secretarias de Serviços Urbanos (Semsur), Mobilidade Urbana (STTU), PROCON e Defesa Social (Semdes).

“O sucesso dessa operação se deu pela cooperação entre Estado e Município, trabalhando em prol do bem da população. Com ajuda e mobilização das secretarias municipais e da Polícia Militar. Mas é muito importante a conscientização de todos. A pandemia ainda não acabou”, finaliza Chaves.

https://www.natal.rn.gov.br/news/post/33960

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

OBRAS DO VIADUTO NO GANCHO DE IGAPÓ: DNIT alerta para interdição total, pelos próximos 90 dias, de trecho na BR-101/Norte; veja desvios

Foto: Divulgação/Dnit

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informa que, nesta quinta-feira (05), a partir das 10h, ocorrerá a interdição total de um trecho da BR-101/Norte, coincidente com a BR-406/RN (Av. Tomaz Landim), no sentido Ceará-Mirim/Centro de Natal, no Rio Grande do Norte, na altura do cruzamento com a Rua Vivaldo Pereira.

A previsão é de que a interdição da via tenha a duração de aproximadamente 90 dias para que seja executada mais uma etapa das obras do viaduto que integra o Complexo Viário do Gancho de Igapó.

Dessa forma, os condutores com destino a São Gonçalo do Amarante, bem como os veículos de transporte público, utilizarão o desvio provisório pelo canteiro de obras, de modo que não haverá prejuízo para os usuários da rodovia.

O DNIT agradece a compreensão de todos e solicita aos demais condutores que observem a sinalização e utilizem os desvios oficiais descritos nos croquis que seguem abaixo.

Foto: Divulgação/Dnit

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Pitangui, Muriú, Graçandu e Jacumã: DER interdita nesta manhã e parte de tarde desta sexta rodovia que dá acesso ao litoral norte potiguar

Foto: Quézia Oliveira/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca que o acesso para as praias de Pitangui, Muriú, Graçandu e Jacumã, no litoral norte da região metropolitana de Natal, foi interditado nesta sexta-feira (10) pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Norte (DER-RN).

Segundo a reportagem, a RN-305, conhecida como estrada de Pitangui, passa por um novo serviço de remoção da areia acumulada na rodovia. A interrupção no trânsito começou às 8h e vai durar até às 16h desta sexta.

O DER ainda informa que os motoristas que quiserem chegar à região terão de seguir por uma via alternativa a partir da estrada de Contendas até Barra do Rio ou usar o caminho da estrada de Muriú, em Ceará-Mirim, na Grande Natal.

Opinião dos leitores

  1. Tenho casa aproximadamente 32 anos, e é sempre o mesmo desrespeito. Defino como incompetência ou má vontade de fazer. Pois tanto tempo tiveram para realizarem este serviço. Inclusive com prevenção. Agora, no período de alta estação, é para aparecer, pra dizer que estão trabalhando. A população de moradores, turistas e veranistas, que pagam os impostos ainda tem que suportar uma falta de gestão tamanha. Tanto do governo do estado como da prefeitura de extremoz. Vergonha isso. Digo mais. Se fosse nas praias da zona sul, com certeza já havia sido resolvido o problema.
    Penso assim.
    Pedro Alves.

  2. Mais uma vez á caça correndo atrás do cscador. Em pleno período de veraneio um serviço desse para impedir o acesso as praias fo literal Norte.

  3. Show ! A hora certa de fazer manutenção na via eh exatamente no primeiro fim de semana do ano em plena alta estação! Parabéns aos responsáveis por tamanha competência!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura interditará Rua João Pessoa para o Natal em Natal a partir desta quarta até o dia 7 de janeiro

Foto: Divulgação

Em decorrência dos festejos do Natal em Natal 2019, a Prefeitura do Natal, por meio da STTU e Semsur, realizará interdição da Rua João Pessoa, entre a Rua Felipe Camarão e Avenida Deodoro da Fonseca. O fechamentos da via acontece a partir desta quarta-feira (13/11), em razão da implantação de um túnel luminoso de 100 metros. A área ficará interditada até o dia 7 de janeiro.

Para garantir um melhor trânsito de pessoas e veículos, a Rua José de Alencar, perpendicular a Rua João Pessoa, se tornará mão dupla durante o período da interdição. A Secretária de Mobilidade Urbana informa que o trânsito nesta área (Rua José de Alencar) será permitido apenas entre às 7h e 18h30.

O túnel natalino de Cidade Alta está dentro das ações adotadas pelo Prefeito Álvaro Dias para a valorização do centro de Natal. Através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, o centro histórico da cidade está sendo especialmente decorada para o período natalino.

Além do túnel luminoso, a prefeitura instalou iluminação especial nas igrejas tombadas de Cidade Alta (Igreja do Galo, Nossa Senhora da Apresentação e Nossa Senhora do Rosário dos Pretos), além do Palácio Felipe Camarão e Catedral Metropolitana. Em breve, as peças dos postes e demais ruas serão implantadas no centro.

Opinião dos leitores

  1. Natal sempre em dia com seu atraso. Bela e banguela, perdeu os dentes mas não perdeu a pose… Mas e daí?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

PRF informa interdição da BR-101 entre o Complexo do IV Centenário e a Árvore de Mirassol na tarde e noite desta sexta

A Polícia Rodoviária Federal informa que, devido às manifestações que se realizarão nesta sexta-feira (14/06), haverá reforço operacional para garantir a segurança dos usuários, inclusive dos manifestantes.

A interdição da rodovia BR 101 Sul, que será entre o Complexo do IV Centenário e a Árvore de Mirassol, tem a previsão de ocorrer entre as 17h e 20h.

A PRF sugere que a população planeje seus deslocamentos, evitando a citada rodovia nas imediações entre Potilândia e Mirassol, principalmente nos horários em que os manifestantes deverão ocupar a rodovia.

A Avenida Prudente de Morais, a Rua Jaguarari, a Via Costeira e o Anel Viário do Campus, por exemplo, podem servir de rotas alternativas entre o centro da cidade e a Zona Sul de Natal.

Opinião dos leitores

  1. Só neste país uma rodovia de alto fluxo nacional é interditada pra manifestações. Nem na França, pátria das manifestações, isto acontece. E com "proteção" da polícia!

    É uma casa da mãe Joana, mesmo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

TRÂNSITO: Com interdição de trecho da BR-101 em Natal para protesto no período das 16h às 19h, PRF informa rotas alternativas

A Polícia Rodoviária Federal(PRF) reforça a informação que em razão da manifestação da tarde desta quarta-feira(15), a BR-101 será interditada no sentido Parnamirim/Natal, no período das 16h às 19h.

A PRF então informa que os condutores devem buscar vias alternativas: Via Costeira,Campus,Prudente de Morais e Jaguarari.O sentido Natal/Parnamirim não sofrerá restrição de trânsito

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Justiça nega pedido liminar para interdição de Mercado de Artesanato de Ponta Negra

O juiz Artur Cortez Bonifácio, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Natal, indeferiu pedido de liminar proposto pelo Ministério Público Estadual, contra o Município de Natal e a empresa Potiguar Artesanato e Turismo Ltda. O MP requereu antecipação de tutela para que fosse determinado, já no início da ação, a interdição total do Mercado de Artesanato de Ponta Negra, localizado na Avenida Engenheiro Roberto Freire, nº 3111, esquina com a Rua Altemar Dutra.

O caso

O Ministério Público ingressou com uma Ação Civil Pública contra o empreendimento, alegando, entre outros pontos, a inexistência de Habite-se, licença ambiental de operação expedida pelo órgão ambiental municipal, bem como a falta de estacionamento, de local de embarque e desembarque dentro do lote do imóvel.

O MP também considerou o enorme lucro auferido pela empresa com o desenvolvimento de atividade comercial na sua edificação e apropriação indevida do espaço público do seu entorno. Por isso, requereu que seja aplicada à requerida multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento da liminar, sem prejuízo da execução específica e da responsabilidade penal pelo crime de desobediência.

Decisão

Ao analisar o pedido de antecipação de tutela, o juiz Artur Cortez explicou em sua decisão que, longe de representar um prejulgamento da demanda, a medida liminar é meio acautelatório de possível direito do requerente, tendo em vista a iminência de lesão. Para a concessão da liminar dois são os requisitos necessários: a fumaça do bom direito e o perigo da demora.

Do exame inicial do processo, o magistrado disse que não enxerga cabível, neste momento, o deferimento da liminar requerida, porque, caso a defira, poderá incorrer naquilo que se costuma chamar “periculum in mora reverso”. Ou seja, o atendimento, de plano, da postulação pode gerar uma afronta ao sistema constitucional, na medida em que este prevê, entre os vetores da ordem econômica, a busca do pleno emprego (art. 170, VIII, da CRFB).

“Isto significa que a determinação de interdição total do empreendimento referido gerará, de imediato, centenas de desempregados, em uma quadra de terrível recessão e falta de trabalho a um sem número pais de família neste Estado. Desse modo, entre a urgência e a reparação do que se pede, já com a interdição, e a manutenção do funcionamento, fico com o prejuízo menor, porquanto preservam-se os empregos, negócios e divisas adquiridos com o turismo que orbita àquela área”, destacou o juiz.

O magistrado considerou ainda que não ficou demonstrada, de forma objetiva, por outros fatores, a urgência na prestação jurisdicional, devendo, a seu ver, aguardar-se a regular tramitação do processo, em todas as suas fases, até o julgamento de mérito definitivo, no qual o direito será analisado em todos os seus aspectos. “Isto não significa, entretanto, que haja irrelevância jurídica no que se pede. Isto posto, ausentes os requisitos ensejadores da medida, indefiro a liminar pretendida”, decidiu Artur Cortez Bonifácio.

(Processo nº 0841149-50.2017.8.20.5001)
TJRN

 

Opinião dos leitores

  1. Deviam interditar um monte de laca carros no meio da rua na praia do meio sentido ponte nova praia isso eles não vê de jeito nenhum quando acontecer um grande acidente alguém toma as devidas providências a via é muito estreita para tal atividade acorda povo.

  2. Sensata, correta e, acima de tudo, uma demonstração de grande sensibilidade e humanismo o parecer do Eminente Juiz e Professor da UFRN Dr. Artur Cortez Bonifácio. O Ministério Público, vez por outra, pisa no tomate. Alguns dos seus membros parecem não enxergar o óbvio e não vêm o quanto certas ações podem prejudicar os cidadãos. O que o MP estadual propôs é, realmente, uma afronta constitucional uma vez que naquele espaço trabalham centenas de pessoas que precisam manter suas dignidades. Parabéns Dr. Artur.

  3. É muita falta do que fazer. Faz tanto tempo que funciona. MP se preocupara em fechar o Mercado. Todo mundo lascado, desemprego etc: Se está irregular que procurem regularizar , organizar o que estiver errado. Deve ter uma maneira de regularizar. Não interditar. Vão se preocupar com outras evidencias mais importante. Deixem o povo trabalhar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Juiz determina interdição da penitenciária de Caicó

O juiz José Vieira de Figueiredo Júnior, da Vara Criminal de Caicó, determinou na tarde desta quarta-feira (26) a interdição da Penitenciária Estadual Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, mais conhecida como “Pereirão”. Com a decisão, a unidade prisional fica impedida de receber novos presos.

Segundo a portaria publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE), em caso de descumprimento, fica fixada uma multa de R$ 1 mil por cada preso transferido.

O Pereirão foi palco de brigas de facções criminosas (principalmente PCC e Sindicato do Crime), de rebeliões e de homicídios nos últimos dias. Hoje, a penitenciária se encontra com várias celas depredadas em função do último ataque em que presos dos pavilhões A e B tentaram invadir e assassinar presos do pavilhão E, como forma de vingança de um preso morto anteriormente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Cano da Caern tem vazamento e trecho da Av. Sílvio Pedroza é interditada

Dessa vez nem precisou ter chuva. Uma parte da Avenida Sílvio Pedroza foi interditada na manhã desta terça-feira (5), e deixou o trânsito complicado na Via Costeira. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (Semob), o motivo foi um vazamento em um cano da Caern, que fez com que uma das pistas da avenida fosse interditada. Uma equipe da Caern foi enviada ao local para realizar o reparo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Defesa Civil e a SEMOB interditam Avenida Governador Sílvio Pedroza a partir da Ladeira do Sol

A Defesa Civil e a SEMOB interditam a avenida Governador Sílvio Pedroza  a partir da Ladeira do Sol nos dois sentidos. A medida é cautelar e visa prevenir problemas maiores em caso de novos desabamentos. As informações são do Via Certa Natal.

10456467_608843162557223_5281314078580024571_n10438150_608848715890001_6405011016082774820_n10373635_608844515890421_5110779268399869165_nFotos: Tácio Cavalcanti para o Via Certa Natal

Opinião dos leitores

  1. ALGUMA COISA ESTÁ FORA DA ORDEM…
    Grandiosos acontecimentos anunciam mudanças profundas no RN sem Sorte:
    1- Dilúvio provoca inundação e catástrofes;
    2 – Presença dos Norte Americanos em grande quantidade desde a ocupação na 2ª guerra mundial;
    3 – Copa do Mundo no Brasil depois de 64 anos; entre outras.
    Era o prenúncio de um grande acontecimento: O FIM DO GOVERNO DA ROSA DE MOSSORÓ QUE MURCHOU LITERALMENTE!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Trecho da Av. Prudente de Morais será interditado a partir desta quinta para recapeamento da via

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa que a Av. Prudente de Morais, trecho entre as ruas Miguel Castro e Raimundo Chaves, será fechado para o trânsito nesta quinta-feira (5) para obras de recapeamento da via.

Durante a intervenção, programada até segunda-feira (9), o fluxo de veículos será desviado pela Jaguarari nos dois sentidos. As linhas de ônibus 24 (Planalto/Ribeira, via Prudente de Morais), 35 (Soledade I/Candelária, via Praça/Prudente de Morais) e 43 (Candelária/Praia do Meio, via Alecrim/Prudente de Morais) também sofrerão alterações no itinerário.

No sentido Centro/Bairro, as linhas serão desviadas pela avenida Miguel Castro, rua Jaguarari, Raimundo Chaves, Coronel Joaquim Correia e, Militão Chaves de onde retornarão para a Prudente de Morais e seguirão o itinerário normal. No sentido Bairro/Centro, as linhas seguirão pela Rua Militão Chaves, São José, avenida Amintas Barros e, retornarão para Prudente de Morais de onde seguirão o itinerário normal.

Já os motoristas de veículos particulares poderão usar a mesma opção de desvio ou seguir diretamente pela avenida Jaguarari nos dois sentidos, evitando assim os trechos interditados.

Segundo o chefe do Setor de Intervenção Viária da Semob, Carlos Eugênio toda a operação de desvio dos veículos será orientada pelos agentes de mobilidade que estarão no local.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO(Obras mobilidade): Trecho da Avenida Prudente de Morais será interditado nesta quinta-feira

18993Foto: Argemiro Lima

As obras do Complexo Viário de Natal avançam para conclusão. O viaduto estaiado, principal obra do complexo viário, já está em fase final e nesta semana começa o trabalho de recapeamento da Avenida Prudente de Morais, no trecho compreendido entre os cruzamentos da Miguel Castro e a Rua Raimundo Chaves.   Diante deste cenário, a Secretaria de Mobilidade Urbana irá desviar todo o trânsito de veículos na região para as avenidas Jaguarari e São José a partir desta quinta-feira(8).

De acordo com o Departamento de Planejamento da SEMOB, as linhas de ônibus 24 (Planalto/Ribeira, via Prudente de Morais), 35 (Soledade I/Candelária, via Praça/Prudente de Morais) e 43 (Candelária/Praia do Meio, via Alecrim/Prudente de Morais) também sofrerão alterações no itinerário.

No sentido Centro/Bairro, as linhas serão desviadas pela Av. Miguel Castro, Rua São José, Rua Raimundo Chaves, Rua Coronel Joaquim Correia, Rua Militão Chaves de onde retornarão para Av. Prudente de Morais de onde seguirão o itinerário normal. Já no sentido Bairro/Centro, as linhas seguirão pela Rua Militão Chaves, Rua São José, Av. Amintas Barros, retornarão para Av. Prudente de Morais de onde seguirão o itinerário normal.

Já os motoristas de veículos particulares poderão usar a mesma opção de desvio ou seguir diretamente pela Av. Jaguarari nos dois sentidos, evitando assim os trechos interditados.

Segundo o chefe do Setor de Intervenção Viária da SEMOB, Carlos Eugênio “a intervenção no trecho será de vinte dias” e toda a operação de desvio dos veículos será orientada pelos agentes de mobilidade que estarão no local.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Itep explica interdição de setor, por decorrência da chuva, e disponibilidade de nova sala

A assessoria do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) respondeu ao comunicado do Sinpol-RN Diretoria do SINPOL-RN apura informação de interdição no ITEP, publicado pelo Blog no fim da manhã desta segunda-feira(17). Segundo a comunicação do órgão,o fato se deu em decorrência da forte chuva na noite do sábado. Na ocasião, o forro do teto do setor cedeu. De imediato, a diretora, preocupada com o servidor e o atendimento ao público,  solicitou ao Corpo de Bombeiros que inspecionasse o teto e isolasse o local até a realização dos reparos. Enquanto isso o atendimento está sendo realizado em outra sala que n foi afetada pelas chuvas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Diretoria do SINPOL-RN apura informação de interdição no ITEP

A Diretoria do Sindicato da Polícia Civil e Servidores da Segurança Pública recebeu, através de servidores lotados Coordenadoria de Identificação do ITEP, a informação de que  a estrutura teria sido interditada pelo Corpo de Bombeiros, em virtude das chuvas que caíram em Natal, nos últimos dias. Em virtude disso, a Diretoria foi imediatamente ao órgão, na manhã desta segunda-feira (17).

Os diretores Erivan Fernandes e Kleber Lopes Campelo estiveram na sede do Instituto Técnico-Científico de Polícia e ouviram da subcoordenadora do COID que não houve nenhuma interdição. Já o chefe de gabinete do ITEP, coronel Mendes, informou que um setor do órgão teria sido interditado.

A Diretoria do SINPOL-RN então solicitou o laudo, mas o chefe de gabinete alegou que não estava de posse do documento e que iria providenciar até o final da tarde desta segunda-feira. Caso a cópia não seja fornecida, o Sindicato entrará em contato com o Corpo de Bombeiros e fará uma solicitação do laudo.

A orientação do SINPOL-RN para os servidores lotados no ITEP é que eles têm o direito e dever de cumprir suas jornadas de trabalho, desde que não seja em um prédio interditado e que represente risco à segurança dos trabalhadores.

“Não aceitamos o abuso de se obrigar o servidor público a trabalhar em um local em que ele corra risco de morte, por exemplo”, afirma Erivan Fernandes, secretário-geral do SINPOL-RN.

Sinpol-RN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

TOLERÂNCIA ZERO: Ato de racismo contra Arouca, do Santos, faz FPF interditar estádio do Mogi Mirim

MogiEm decisão publicada no início da tarde desta sexta-feira, a Federação Paulista de Futebol (FPF) interditou o Estádio Romildão, palco da goleada por 5 a 2 do Santos sobre o Mogi Mirim e também de ofensas racistas ao volante santista Arouca. O ocorrido desta quinta-feira não foi registrado pelo árbitro Vinícius Gonçalves Dias na súmula da partida, mas o Santos encaminhou um pedido de abertura de inquérito e o próprio TJD-SP já tomou medidas emergenciais.

“O Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Estado de São Paulo interditou o estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, do Mogi Mirim EC. A ação se tornou necessária considerando que as ações da torcida do Mogi Mirim maculam de forma indelével a disciplina desportiva e também os princípios básicos de civilidade e humanismo. A interdição do estádio será mantida até a decisão final de processo disciplinar instalado para averiguar os fatos ocorridos”, afirmou a FPF em nota oficial publicada no site da entidade.

Rivaldo, presidente de honra do Mogi Mirim, já afirmou por meio de redes sociais que não concorda com possíveis punições esportivas ao clube, como perda de pontos e multa (as penas estão previstas no artigo 243 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva). Odílio Rodrigues, presidente do Santos, no entanto, publicou nota no site do Santos afirmando que buscará as punições aos envolvidos.

Também em nota oficial, a diretoria do Mogi Mirim prometeu apurar as denúncias de racismo contra Arouca, ocorridas logo após o apito final do árbitro Vinicius Gonçalves Dias, que partiram de um grupo de cerca de dez torcedores.

Lancenet

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *