Televisão

De saída da Globo, Faustão fecha contrato de cinco anos com a Band

FOTO: Reprodução/TV Globo

Em contagem regressiva para deixar a Globo, o apresentador Fausto Silva assina na próxima semana contrato de cinco anos com a Band, valendo a partir de 2022. O jornalista e apresentador do Domingão do Faustão, que trabalha desde os 14 anos e completa 71 neste domingo (2), vai apresentar um programa semanal no início das noites de domingo ou um diário, encerrando o horário nobre.

Será o retorno de Faustão, provavelmente o maior salário da TV brasileira nas últimas décadas, à emissora que o projetou nacionalmente nos anos 1980, atraindo o interesse da Globo. Embora tenha estreado na TV Gazeta em 1984 e passado pela Record pré-Igreja Universal, foi na Band que Fausto Silva alcançou todo o país com o lendário Perdidos da Noite (1984-1988), programa que expunha bastidores e erros de produção, um marco para a época.

Quando deixou a Band, em 1988, Faustão comunicou os donos da emissora seis meses antes que estava indo embora. Agora, faz questão de dar o mesmo tratamento à Globo, onde terá trabalhado 33 anos ao final de 2021.

No final de janeiro deste ano, conforme o Notícias da TV antecipou, Fausto Silva decidiu não renovar contrato com a Globo. Ele não aceitou proposta da emissora de migrar para as noites de quintas-feiras, com uma projeção de faturamento menor. Dias antes, a Globo havia lhe informado que vai mudar sua programação dominical em 2022 (com o futebol a partir das 18h) e que o Domingão do Faustão não estaria mais nessa grade.

Na época, o apresentador disse a este site que iria passar uma boa temporada viajando ou se empregar em outra emissora. Um dos profissionais mais prestigiados pela publicidade brasileira, que atrai anunciantes para suas atrações, Fausto imediatamente entrou no radar de Johnny Saad, presidente da Band, de quem é amigo.

O último Domingão do Faustão irá ao ar em 26 de dezembro, com uma edição especial do Troféu Mario Lago, que homenageia quem se destaca nas artes populares. Alcione, Martinho da Vila, Paulinho da Viola, Zeca Pagodinho e Ivete Sangalo já estão confirmados, como informou em primeira mão nesta semana o colunista Flávio Ricco, do portal R7.

Em maio, como programação de despedida, a Globo estreia uma edição especial da Dança dos Famosos, com “todos os melhores da história”. Os primeiros nove participantes serão confirmados no programa de domingo –dois nomes (Paolla Oliveira e Christiane Torloni) já foram antecipados pelo próprio apresentador.

Trajetória de Faustão na Globo

Faustão e Xuxa na estreia do Domingão em 1989

Fausto Silva e o Domingão estrearam na Globo em 1989, mas o apresentador já fazia sucesso com o senso de humor e irreverência no Perdidos na Noite, que passou por Gazeta e Record até chegar na Bandeirantes.

Além de bordões como “oloco meu” e “quem sabe faz ao vivo”, o comunicador trouxe parte da equipe que já trabalhava com ele por trás e na frente das câmeras. O músico Caçulinha e a diretora Lucimara Parisi ajudaram a criar uma identidade para a atração global, que também contava em seus primeiros anos com o câmera Renato Laranjeira –com uma fantasia diferente a cada edição.

Sob influência da aeróbica, que tomava conta dos centros esportivos do país, surgiu a Academia do Faustão, considerada a predecessora do atual balé. Em 1995, foi criado o quadro Melhores do Ano, que premia até hoje o elenco da Globo com categorias que vão da Dramaturgia ao Jornalismo.

Relembre a primeira abertura do Domingão do Faustão:

Fausto se tornou um dos principais nomes da emissora ao frear a audiência do Programa Silvio Santos e se firmar como líder no horário. Em 1997, no entanto, o Domingão passou a rivalizar com o Domingo Legal de Gugu Liberato (1959-2019) –uma guerra que se estendeu até o início dos anos 2000.

Durante uma década, o programa foi gravado no Teatro Fênix, no bairro do Jardim Botânico, na zona sul do Rio de Janeiro, até ser definitivamente transferido com o término da construção do Projac (hoje Estúdios Globo), do outro lado da capital fluminense. A fórmula, no entanto, já estava consagrada graças a quadros como Arquivo Confidencial, Olimpíadas do Faustão e as Videocassetadas.

Faustão também ajudou a popularizar os karaokês com o Videokê, em que famosos soltavam a voz no palco, além de promover concursos como o Caminhão do Faustão e a escolha da “nova morena” do grupo É o Tchan –que consagrou Scheila Carvalho.

Em 2005, a Dança dos Famosos chegou ao palco do Domingão para estancar a fuga de telespectadores para o Pânico na TV (2003-2012). O quadro inspirado no britânico Strictly Come Dancing se tornou um fenômeno, com 17 edições de salão e mais três no gelo.

Entre os sucessos mais recentes estão o Ding Dong e o Show dos Famosos, que reúne famosos para homenagear grandes nomes da música. Os figurinos e caracterização, no entanto, chamam mais a atenção que a própria competição, gerando memes e piadas nas redes sociais.

Perdidos na Noite

Repórter esportivo de rádios como Jovem Pan e Globo nos anos 1970 e 1980, Fausto Silva estreou o Perdidos na Noite em 1984, na Gazeta, tendo como padrinho Goulart de Andrade (1933-2016). Depois, o programa passou pela Record antes de ingressar na Band, em 19 de abril de 1986.

Com estilo anárquico, cenário bagunçado, humoristas e variadas atrações musicais, o programa chamou a atenção do público e da crítica, catapultando a carreira de Faustão.

Em 2004, Datena propôs à direção da Band a volta do Perdidos na Noite. O primeiro piloto foi gravado em julho daquele ano. O apresentador, que já comandava o Brasil Urgente, queria manter o título e o formato.

“Eu quero me divertir”, disse o apresentador à Folha de S.Paulo de 9 de julho de 2004. O novo “Perdidos” seria mais uma tentativa de o jornalista de escapar dos programas policiais –ele esteve em atrações como No Vermelho, na Record, e Quem Fica em Pé e Agora é com Datena, na Band, entre outros.

No entanto, a ideia não deu certo. O piloto não agradou nem ao apresentador, nem à emissora. A Band ainda queria reeditar o programa, mas, para isso, teria que fazer novos testes, com outros artistas. Como se sabe, o projeto não saiu do papel depois disso.

Veja a abertura de Perdidos na Noite:

Notícias da TV – UOL

Opinião dos leitores

  1. Reflexo de duas realidades: a falência da Globo e a entrada de dinheiro chinês no Brasil. A Band já foi “comprada” pelos chineses. Prá mim tanto faz, pois não presto audiência a nenhum dos envolvidos há muito tempo.

    1. Você se matriculou nos cursos de olavo de bostalho, correto?
      Terça livre, esse lixo todo, igual a você.

    2. Bom mesmo é a Record, não é Chinesa nem Lacradora. Só serve para lavar uma graninha.

    3. Revoltados? Tão ganhando cachê? Jabá? Assistam o que quiserem mas a Globo está falindo. Melhor para o Brasil.

  2. Mais um que cairá no esquecimento na inexpressiva TV Band,como o exemplo da senhora Xuxa que foi para TV record/universal,a TV Globo é a
    TV Globo,se a voz do povo è a voz de Deus,por conseguinte,a TV Globo é uma deusa do povo brasileiro,enquanto mais bolsonaristas e a TV récord/igreja universal,band,SBT atacam e batem na TV Globo mais ela cresce como massa de pão,a TV record/igreja universal a sua principal perseguidora e acusadora que mistura política com religião e que só lucram iludindo as suas cobras cegas adeptas na religião que também apoiam e lucram com o atual governo federal que alías só quem lucra com essa falsa TV/religião Record/universal è o seu proprietario que vive na luxuria extrema e também os seus pseudos pastores que participam de forma infima da parte do lucro desse banquete e já os seus credulos e ciegos seguidores pobres ou extremamentes empobrecidos que financiam o banquete dos seus pastores e do patrão dos pastores,esta igreja universal que a principal mantenedora da sua sucursal que a TV récord e a temporaria fonte financiadora o presidente Jair se acostumando,só siento dó dessas cobras criadas que oram e suplicam que pagam dizimos e ofertas a pseuda seita religiosa para conquistarem riquezas financeiras impossiveis para os padrones socioeconómicos do Brasil onde 72% dos brasileiros recebem no maximo até dois salarios mínimos brasileiros,creio que há también uma grande mentira da esquerda brasileira que administrou o Brasil por 14 anos de 2002 até 2014 que propagam a irresistible lorota que colocaram milhões de brasileiros na classe media,onde è que está essa nova classe media?outra execravel mentira dos governos do partido dos trabalhadores,já esse atual governo do Brasil do senhor Jair se acostumando está transformando o país numa nova Venezuela,está que foi a plataforma estratégica de combate ideológico na eleição de 2018 contra o outro candidato Haddad do partido dos trabalhadores,reeleger Jair se acostumando e o Lula/Jararaca do PT,seria a mesma coisa de trocar o sujo pelo mal lavado na vindoura eleição de outubro de 2022.

    1. Ô loco, meu!!!
      Essa fera sabe tudo, bicho! Tanto no pessoal quanto no profissional quem sabe faz ao vivo. Fala mais do que eu.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Bolsonaro assina MPs que abrem caminho para volta do auxílio emergencial

Foto: Eraldo Peres/AP

O presidente Jair Bolsonaro assinou duas medidas provisórias (MPS) que abrem caminho para o pagamento da nova rodada do auxílio emergencial.

O Palácio do Planalto ainda avalia se o presidente irá ao Congresso Nacional pessoalmente, nesta quinta-feira (18), para entregar os textos, como forma de dividir com os parlamentares a criação do novo auxílio.

A primeira MP, com o desenho do novo auxílio, que pode atingir até 46 milhões de brasileiros, foi enviada na noite de quarta-feira ao Palácio do Planalto para assinatura de Bolsonaro. A segunda medida provisória, com a liberação de crédito extraordinário, foi finalizada pela equipe econômica na madrugada desta quinta.

No último dia 8, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o valor da parcela ficará entre R$ 175 e R$ 375. Bolsonaro chegou a afirmar em uma rede social, no mês passado, que serão quatro parcelas.

Medidas provisórias têm força de lei assim que publicadas no “Diário Oficial da União”. Precisam, contudo, de aprovação do Congresso para se tornar leis em definitivo. O prazo para votação é de 120 dias. Se esse limite não for cumprido, a MP perde validade.

Segundo falas recentes do ministro de Guedes, a ideia é iniciar o pagamento da nova rodada no início de abril.

PEC Emergencial

A nova rodada do auxílio foi viabilizada com a promulgação, pelo Congresso Nacional, da proposta de emenda à Constituição conhecida como PEC Emergencial.

A proposta prevê mecanismos para evitar descontrole dos gastos públicos e define que a retomada do auxílio não está submetida às limitações do teto de gastos.

O texto aprovado pelo Congresso Nacional estipulou o valor de R$ 44 bilhões como limite para custeio da nova rodada do auxílio. O valor não é a estimativa de quanto custará o programa, mas um teto de recursos para bancá-lo.

G1

Opinião dos leitores

  1. Governo péssimo ,já deveria já está pagando esse auxílio. Esse auxílio e nosso,sai do nosso bolso. Não é ele que está tirando do bolso dele.

    1. Chupa zangado.
      Zanderrotado!
      Vai enxugar gelo babaca.
      Rsrsrs
      Xau!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministério da Saúde assina contrato de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V

Foto: Maxim Shemetov/Reuters

O Ministério da Saúde assinou nesta sexta-feira (12) um contrato para adquirir 10 milhões de doses da vacina Sputnik V, que serão importadas da Rússia pelo laboratório União Química.

O cronograma da pasta prevê que 400 mil dessas doses cheguem até o final de abril, 2 milhões em maio e o restante, até o fim de junho.

O imunizante ainda não tem registro ou autorização para uso emergencial junto à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Em entrevista coletiva mais cedo, o gerente-geral de medicamentos da agência, Gustavo Mendes, disse que o laboratório não enviou resposta às exigências feitas pelo órgão regulador, mas que a Anvisa segue aberta para discussão.

“A expectativa é que os próximos passos sejam tomados pela empresa”, afirmou ele.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

    1. Imagina os governadores do Nordeste que conseguiram 39 milhões da mesma vacina? Ô buscado de esquerdista bom, ou pelo menos melhor que o palerma do Pazuello.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Bolsonaro assina decreto que obriga postos a informar aos consumidores os preços reais e promocionais dos combustíveis

Foto: © Fernando Frazão/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto que obriga os postos revendedores a informar aos consumidores os preços reais e promocionais dos combustíveis. A medida foi publicada nesta terça-feira (23) no Diário Oficial da União e entra em vigor em 30 dias.

“Os consumidores têm o direito de receber informações corretas, claras, precisas, ostensivas e legíveis sobre os preços dos combustíveis automotivos no território nacional”, diz o decreto.

As informações sobre as estimativas de tributos devem estar em painel afixado em local visível e deverá conter o valor médio regional no produtor ou no importador; o preço de referência para o ICMS, que é um imposto estadual que incide sobre mercadorias e serviços, inclusive combustíveis; o valor do ICMS; o valor das contribuições para o PIS/Pasep e da Cofins, que são impostos federais incidentes sobre os combustíveis; e o valor da Cide, outra contribuição federal sobre a importação e a comercialização de petróleo, gás natural, derivados e álcool etílico combustível.

Atualmente, a Cide está zerada para o óleo diesel. No caso do PIS/Pasep-Cofins, o governo federal anunciou que também pretender cortar temporariamente esses impostos sobre o gás de cozinha e o óleo diesel. Na última semana, o preço dos combustíveis nas refinarias teve novo reajuste. Desde janeiro, a Petrobras já reajustou três vezes o preço do diesel e quatro vezes o da gasolina.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência explicou que a medida dará ao consumidor a “noção sobre o real motivo na variação de preços” dos combustíveis. “Como a oscilação está atrelada aos preços das commodities [produtos primários] no mercado internacional, e suas cotações variam diariamente, o consumidor muitas vezes não compreende o motivo da variação no preço final”, diz a nota.

Aplicativos de fidelização

O decreto assinado por Bolsonaro também obriga os postos a informarem os descontos vinculados ao uso de aplicativos de fidelização. Nesse caso, deverá ser divulgado o preço real, de forma destacada; o preço promocional, vinculado ao uso do aplicativo; e o valor do desconto, que poderá ser pelo valor real ou percentual.

No caso de aplicativos que fazem a devolução de dinheiro ao consumidor, o valor e a forma da devolução deverão ser informados de forma correta, clara, precisa, ostensiva e legível aos consumidores.

A edição do decreto foi proposta ao presidente pelos ministérios da Justiça e Segurança Pública e de Minas e Energia e a Advocacia-Geral da União.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. O que importa não é o extrato fiscal/contábil, mais sim a baixa dos preços absurdos ora praticados.

  2. Collor está muito feliz, pois apareceu um presidente que conseguiu fazer um governo pior que o dele.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Vale assina acordo de R$ 37,68 bilhões para reparar tragédia de Brumadinho

Representantes do governo, da Vale, do TJ e do MPMG e MPF assinam acordo para reparar tragédia de Brumadinho. — Fotos: Danilo Girundi / TV Globo

O governo de Minas Gerais e a Vale assinaram, na manhã desta quinta-feira (4), o acordo bilionário para reparação dos danos provocados pela tragédia de Brumadinho, que aconteceu há dois anos. Após quatro meses de negociações e 200 horas de reuniões, o termo foi assinado com o valor de mais de R$ 37 bilhões (exatos R$ 37.689.767.329,00), como antecipado pelo G1.

As negociações envolveram representantes do governo de Minas, Ministério Público de Minas Gerais, Ministério Público Federal e Defensoria Pública, e o Tribunal de Justiça de Minas, além da mineradora Vale, responsável pela barragem que se rompeu na mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, no dia 25 de janeiro de 2019, matando 270 pessoas.

No entanto, representantes dos atingidos e de familiares das vítimas reclamam desde o início que não foram ouvidos nem chamados para participar das negociações. Eles protestaram em frente ao Tribunal de Justiça durante a audiência.

De acordo com o Executivo estadual, este é o maior acordo já realizado na história do Brasil. Mas, inicialmente, o governo havia pedido cerca de R$ 55 bilhões.

“Este é o maior acordo, em valor, da história do Brasil e o segundo do mundo”, disse o secretário de governo Mateus Simões. Segundo ele, até então, o maior valor era de R$ 7 bilhões.

A audiência começou às 9h, no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), no bairro Serra, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O acordo foi assinado às 10h.

Perguntando sobre quando esses recursos acordados nesta quinta serão recebidos pelo governo, o governador Romeu Zema (Novo) disse que “esses recursos já estão sendo aplicados desde o dia 25 de janeiro de 2019”. Mas que, com a assinatura do termo de reparação, “a partir da próxima semana”, serão abertos editais para diversas obras.

Além disso, o auxílio emergencial, agora chamado de “programa de transferência de renda” já foi renovado, segundo ele. O auxílio deixaria de ser pago a partir de 28 de fevereiro deste ano.

(mais…)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Governo do RN assina acordo de cooperação para criação de forças-tarefas de combate a organizações criminosas

O Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) e da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SEAP), acaba de celebrar um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) que vai permitir a criação de forças-tarefas de combate a organizações criminosas em território potiguar. O documento foi assinado na manhã desta terça-feira (19), em Brasília, pelo titular da SESED, coronel Francisco Araújo Silva, e pelo ministro da Justiça e da Segurança Pública, André Mendonça.

Segundo o coronel Araújo, as forças-tarefas a serem implementadas no Rio Grande do Norte proporcionarão uma integração ainda maior entre as instituições de segurança federais, como a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal, com as forças estaduais, caso da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Instituto Técnico-Científico de Perícia e Polícia Penal, “de forma que a sociedade é quem será a grande beneficiada, pois contará com ações de inteligência, prevenção e de combate cada vez mais eficientes contra o crime organizado”.

Representando o RN, também participaram da cerimônia no Distrito Federal o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Ben-Hur Cirino de Medeiros, e o titular da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio.

Plano de Forças-Tarefas SUSP de Combate ao Crime Organizado

O Plano de Forças-Tarefas SUSP de Combate ao Crime Organizado tem como objetivo reduzir os indicadores de crimes praticados por membros de organizações criminosas, como homicídio, latrocínio, tráfico de drogas, roubos a bancos, cargas e veículos.

Os primeiros estados a aderirem ao plano foram o Rio Grande do Norte e o Ceará, ambos de forma voluntária. “Precisamos avançar e avançar rápido. Por isso a importância da implementação desse plano que carrega o nome do SUSP: o Sistema Único de Segurança Pública, que demanda de todos nós que atuamos na gestão, na operação, no planejamento, na construção de políticas públicas baseadas em quatro princípios: atuação conjunta, coordenada, sistêmica e integrada”, afirmou o ministro durante cerimônia de assinatura dos acordos de cooperação.

As forças-tarefas terão como linha de atuação a busca pelo isolamento de líderes de organizações criminosas no sistema prisional, a prevenção e a repressão da criminalidade violenta praticada por esses grupos, a descapitalização das facções, com foco no bloqueio de bens e valores, além da venda antecipada desses bens.

Pelo plano, o Ministério da Justiça e Segurança Pública vai disponibilizar local apropriado para funcionar como base da Força-Tarefa, além de equipamentos de gestão de dados e informações, e outros necessários ao bom funcionamento dos trabalhos. O custeio das diárias e passagens para atuação das forças policiais também será feito pelo MJSP.

Os quatro eixos de atuação do Plano são: Inteligência de todos os órgãos de segurança pública envolvidos, análise criminal estratégica, policiamento ostensivo de forma especializada e adoção de procedimentos investigativos capazes de dar respostas efetivas e oportunas para a redução e repressão à criminalidade.

Sistema prisional

Ainda durante a celebração do acordo, o secretário da Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte, Pedro Florêncio, apresentou números de investimento federal no estado, por meio do Departamento Penitenciário Nacional, e falou da importância da implantação do Plano. “Podemos dizer que, hoje, com o apoio da inteligência do sistema prisional, nós temos números cada ano menores, que diz que o sistema prisional está seguro, são: homicídios, fugas, rebeliões e motins. Esses números vêm diminuindo ano a ano. Isso mostra que o sistema está mais seguro”, afirmou.

Opinião dos leitores

  1. Uma sugestão as autoridades da segurança pública e dos municípios de SGA e Macaíba, por que não transferem aquele posto da PRE chegando em São Gonçalo, localizado na estrada que liga Macaíba e SGA, colocam ele na rótula de acesso ao aeroporto? faria ali um posto policial moderno e instituía rondas na estrada que liga as duas BRs de Macaíba e Ceará Mirim. Isso já reduziria em muito a criminalidade e melhoraria a segurança dos que buscam os serviços do aeroporto.

    1. Infelizmente vários Partidos apoiam e até tem bandidos em seus quadros. E muitos brasileiros também tem seus bandidos e políticos de estimação.

  2. O véio é bom, o melhor governador do RN de todos os tempos Bolsonaro é duro e sabe fazer com qualidade diferente, honesto e trabalhador.

  3. Esperamos o terceiro curso de formação de policiais penais do RN, estamos alinhados com o governos como mão amiga, acreditamos que até maio o governo e a SEAP fazem esse CF, aguardamos a sensibilidade do MP para tudo ocorrer bem.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Felipe Neto assina acordo com MP após denúncia de Antonia Fontenelle por má conduta no YouTube

Foto: Montagem

Felipe Neto assinou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) durante reunião virtual com representantes da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Infância e Juventude da Capital do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro na última sexta-feira (18/12). Antonia Fontenelle havia denunciado o youtuber por má conduta no YouTube.

Antonia afirmou que está muito feliz com o acordo e que se considera responsável, já que foi a sua denúncia que chamou atenção para o problema. “Se o Felipe assinou o acordo é porque reconheceu implicitamente que sua conduta era inadequada. Agora o que nos resta é ficar de olho para ver se ele vai cumprir com tudo o que se comprometeu”, disse ela.

No TAC, Felipe se compromete a divulgar em seu canal no YouTube vídeos com a temática de Classificação Indicativa para internet, como, por exemplo, explicações sobre as faixas etárias previstas pelo Ministério da Justiça. O youtuber também vai precisar revisar todo o conteúdo de seu canal e autoclassificar a faixa etária indicada no título dos vídeos.

Após a decisão, a apresentadora aproveitou para agradecer aos promotores públicos que atuaram no caso. “Quero parabenizar os promotores Rosana Barbosa, Rodrigo César e Moacir Silva pela atenção dispensada nesse caso. Minha eterna gratidão em nome de todas as Mães do Brasil”.

Leo Dias – Metrópoles

Opinião dos leitores

  1. Bolsombostas são todos iguais ao rei do gado, foi contra as atitudes grosseiras, atitudes de presidente de conselho de bairro, atitudes de líder comunitário , passamos a ser chamados de comunistas quando na verdade nem mesmo sabem falar um pouco do regime , de onde vem, qual ideologia do comunismo, eles apenas repetem o rei do gado e seus filhos bezerrinhos.
    Eu tenho a certeza que o Bozo e seus seguidores não passam de loucos seguidores do capiroto.

    1. Pelo jeito vc vai pular da ponte, pois Bolsonaro vai se reeleger em 22

    2. Baixa a bola a ladrãozinho petralha senão tu não passa do réveillon

    1. O Felipe Neto é tão de esquerda quanto a Antônia Fontenelle tem algo a acrescentar.
      ?Gado é assim: se fala mal do Bozo automaticamente vira comunista.
      "Jênios"

    2. Esse é o uma vergonha para o Brasil. Uma merda dessas querendo ser referência, tá de brincadeira! Tem que levar cadeia!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

TERRA E MAR: Governo assina protocolo para instalação de usina eólica offshore no RN

O Governo do Estado assinou nesta terça-feira, 22, um protocolo de intenções para instalação do primeiro parque de geração de energia eólica no mar (offshore) no litoral do Rio Grande do Norte. A governadora Fátima Bezerra recebeu os diretores da Bi Energia, empresa que está à frente do projeto para produção de 3,1 megawatts/ano numa área de 300 quilômetros quadrados na costa dos municípios de Touros, São Miguel do Gostoso e Pedra Grande.

O projeto prevê a instalação de 52 aerogeradores de 12 megawatts de potência, duas subestações elétricas – uma no mar, para elevação da tensão, e uma em terra. As torres instaladas no mar terão sinalização para evitar colisões com navios e barcos e sinalização luminosa para alertar aviões que não seguem as rotas tradicionais.

O parque eólico marítimo é projetado também para não interferir nas áreas de atuação de comunidades pesqueiras como a Colônia de Pescadores Z – 36 João Baracho Sobrinho e Colônia de Pescadores Cajueiro, e em áreas quilombolas. A Bi Energia atua no estado do Ceará onde desde 2016 opera parque eólico marítimo com 59 torres num investimento de 1 bilhão de euros.

A reunião para assinatura do protocolo contou também com a participação dos secretários de Estado Carlos Eduardo Xavier (Tributação), Gustavo Coelho (Infraestrutura), adjunto da Infraestrutura, Haroldo Azevedo Filho, Luciana Daltro, assessora especial do Governo, Hugo Fonseca (coordenador de desenvolvimento econômico da Sedec) e Benes Leocádio, deputado federal.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo do RN assina termo de cooperação com prefeitura de Parnamirim para abertura de 10 novos leitos

O Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), assinou um termo de cooperação com a prefeitura de Parnamirim para a abertura de cinco leitos de UTI no Hospital Maternidade do Divino Amor e cinco leitos clínicos no Hospital de Campanha do município.

Os leitos financiados pelo Estado serão destinados para atendimento de pacientes com suspeita ou confirmados com Covid-19 da 1ª região de Saúde (composta por 27 cidades do Agreste potiguar). Com a parceria, o Hospital Maternidade do Divino Amor passa a contar com 10 leitos de UTI e o Hospital de Campanha de Parnamirim (HCP), com 40 leitos clínicos. Onze municípios da 1ª região de saúde também construíram parceria para financiamento de cinco leitos clínicos no HCP.

Os recursos liberados pelo Governo do Estado são na ordem de R$ 810 mil, divididos em três parcelas de R$ 270 mil, que serão destinados para manutenção de equipamentos, aquisição de medicamentos e insumos, e contratação de profissionais.

Repasse de equipamentos

Para contribuir na abertura de leitos em Parnamirim, a Sesap já encaminhou nove respiradores, além de mantas, lençóis e toalhas de banho.

Foram enviados ainda equipamentos para compor kits de monitores multiparâmetro, entre eles cabos ECG que dão suporte aos respiradores, sensores de oximetria e três monitores multiparâmetro. Além de aspiradores portáteis, cardioversor desfibrilador, monitores cardíacos e reanimadores manuais adulto.

Também foram encaminhados sistemas fechados (espécie de válvulas para inserir nos respiradores) e filtros HMEF, usados nos respiradores.

Opinião dos leitores

  1. Deve salientar que esse dinheiro foi repassando pelo gonverno federal! Que por sinal a gonvernadora Fátima se escondeu com esse dinheiro e agora depois que muita pessoas perderam suas vidas, ela vem fazer alguma coisa pra dizer que fez… Me engana que eu gosto…

    1. Até que enfim, depois de muitas mortes nas filas, calçadas, das medicações entregues pelo Prefeito, desmando de dinheiro público do RN, diminuição de mortes, a governadora promete alguma coisa. Já passou da hora, mas é alguma esperança. Triste

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro assina proposta da reforma administrativa

FOTO: FÁTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente Jair Bolsonaro assinou a proposta de reforma administrativa, que será enviada ao Congresso somente depois do Carnaval. A proibição ao servidor público de se filiar a partido político foi retirada do texto analisado e referendado por Bolsonaro. O ponto polêmico foi anunciado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ainda no ano passado no início das discussões sobre o tema.

De acordo com interlocutores ouvidos pela reportagem, Bolsonaro resolveu bater o martelo de vez na proposta porque foi convencido por integrantes da equipe econômica da importância e da urgência do tema para a economia do país.

A avaliação é de que a demora no envio da matéria foi uma sinalização ruim para os agentes do mercado, mostrando que a estratégia de continuar com as reformas perdeu ritmo dentro do governo.

Com o envio da matéria, equipe econômica e lideranças do governo no Congresso vão intensificar a articulação política em prol de 12 propostas tidas como prioritárias para a agenda econômica.

A lista foi apresentada a Bolsonaro e inclui, além da reforma administrativa, a reforma tributária, a autonomia do Banco Central, o marco legal de cabotagem, nova lei do gás, privatização da Eletrobrás, PEC do Pacto Federativo, PEC dos Fundos Públicos, PEC Emergencial, marco legal do saneamento, alteração do regime de partilha e o marco legal do setor elétrico.

Desde o ano passado, o governo vinha prometendo enviar aos parlamentares um texto próprio para a reforma administrativa. Neste mês de fevereiro, o governo ameaçou desistir do envio “por falta de clima político”, mas voltou atrás e agora trabalha para entregar a proposta logo depois do carnaval.

Pelo que já foi divulgado do texto que estava em construção, haverá redução no número de carreiras e também no salário inicial, além de mudanças na chamada estabilidade do servidor.

Estadão

Opinião dos leitores

  1. Universal, de Edir Macedo, aumentou repasses a empresa de Wajngarten depois que ele virou ministro
    Escândalo Wajngarten não para. Com uma mão, sua empresa teve um salto de 36% no contrato que tinha com a Igreja Universal; com a outra, aumentou e muito as verbas da Secom destinadas à TV Record.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo do RN assina contratos com a CEF para investir R$ 29 milhões na saúde e segurança hídrica

Fotos: Elisa Elsie

O Governo do Rio Grande do Norte assinou nesta quarta-feira, 22, contratos no valor de R$ 29,2 milhões com a Caixa Econômica Federal (CEF) para execução de obras nas áreas da saúde, recursos hídricos e agropecuária.

Na sala de reuniões da governadoria, em Natal, a governadora Fátima Bezerra recebeu o superintendente regional e diretores da CEF para a assinatura dos 18 contratos no valor de R$ 29,2 milhões. “Estes contratos trazem benefícios à população. Não medimos esforços para contratação de novas obras, para retomar obras paralisadas e dar continuidade às que estão em curso. De nossa parte não faltará empenho para avançarmos na execução e conclusão das obras. Em dois anos pretendemos inaugurar tudo o que foi contratado hoje”, afirmou Fátima Bezerra, para acrescentar que as ações do Governo precisam ter efetividade e beneficiar toda a população”, destacou Fátima.

Dos 18 contratos, 16 são para a Saúde e dois para perfuração de 215 poços – sendo 135 destinados ao consumo humano de água em comunidades difusas e assentamentos, que hoje são precariamente abastecidas por carros pipa, e 80 poços destinados à produção agropecuária nos municípios das regiões Trairi, Central e Seridó.

Guilherme Saldanha, secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, informou que os 80 novos poços “garantirão a produção, o trabalho e o sustento do homem do campo em três regiões que têm vocação para criação de gado e produção de leite e ajudarão a fortalecer a economia local e do Estado”. Os recursos para este investimento são provenientes de emenda ao Orçamento Geral da União (OGU) de autoria do deputado federal Benes Leocádio.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) João Maria Cavalcanti, explicou que “os recursos contratados serão aplicados na perfuração de 135 poços para dar segurança hídrica às populações que hoje são abastecidas por carros pipa”. Serão investidos R$ 2,873 milhões, oriundos de emenda ao Orçamento Geral da União apresentada pelo senador Jean Paul Prates. “Com este investimento, vamos tirar várias comunidades da situação de colapso no abastecimento de água”, registrou João Maria Cavalcanti.

Na área da saúde, os investimentos – explicou o secretário de Saúde do Estado, Cipriano Maia de Vasconcelos – irão promover melhorias em unidades hospitalares. “Estamos investindo em oito hospitais e no laboratório em Mossoró. São obras de reformas em centro cirúrgico, laboratório, setores de nutrição, lavanderias em unidades hospitalares em todo o RN”, informou o secretário.

Os contratos na área de saúde somam R$ 24 milhões e vão beneficiar os hospitais: Walfredo Gurgel (Pronto Socorro Clóvis Sarinho e Centro de Queimados), Santa Catarina, Regional de Caicó, Regional de Currais Novos, Tarcísio Maia (Mossoró), o de Macaíba, de São José de Mipibu, o João Machado e o Laboratório Regional de Mossoró (Larem).

Na reunião, a CEF esteve representada pelo superintendente regional no RN, José Ricardo Gama; gerente executivo de Governo, Sílvio José Conceição; gerente regional no RN, Maria Izabel Cunha; o coordenador e o gerente geral da agência CEF da Ribeira, Rafael Melo e Walter Santana Melo, e Raysse Lucena. Também participaram do ato de assinatura dos contratos o vice-governador Antenor Roberto, os secretários de Estado: Gustavo Coelho (SIN), George Câmara (adjunto do Planejamento) e o presidente da Caern, Roberto Sérgio Linhares.

Opinião dos leitores

  1. Faca de dois gumes para a sociedade; de uma lado o prazer de se ter verba federal aqui para realização de obras e etc.. de outro a canalhice do PT querendo aparecer com essa governadora que vai tentar a reeleição as custas dessas verbas federais que aqui chegam. Abram do Olho !

  2. Emenda do OGU-Orçamento Geral da União. Os Senadores e Deputados foram eleitos com essa prerrogativa parlamentar. E tem mais. Os recursos, todos eles, são públicos, oriundos dos nossos impostos. Graças a Deus Fátima está fazendo o dever de casa bem. E é no Governo Fátima Bezerra que esses contratos estão sendo implementados, geridos.

    Qual o medo de ver essa professora de origem popular gerir bem o poder público?

  3. Governo Federal abarrotando os cofres do governo do RN de grana,Bolsonaro Melhor Presidente do Brasil …….

    1. É verdade!
      Dinheiro do pré sal,
      Viaturas pra polícia novinhas em folha.
      No governo petralha os polícias empurravam pra pegar pra sair pro trabalho.
      Dinheiro pra saúde.
      Barragen de oiticica.
      Reta tabajara.
      Tudo a todo vapor.
      Acabou o roubo, o dinheiro agora rende, tá chegando em todo oBrasil, obras não para mais, ao contrário, se retoma.
      Da lhe MITO!!
      E estamos só iniciando o segundo ano de mandato.
      Ao final dos quatro anos, temos a reeleição em primeiro turno e MORO pra mais oito anos.
      No final do governo MORO, já estamos no primeiro mundo.
      Tchau corruptos canalhas.
      Esquerdopatas nunca mais.
      Kkkkkkkkkk
      Nem de binóculos, lupa, luneta da Nasa, vcs vão enxergar o poder.
      É só peia braba daqui pra frente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Indústria de biscoitos assina protocolo com prefeitura para instalar fábrica em São Gonçalo

Foto: Divulgação

A indústria de biscoitos recheados Vitamassa assinou Protocolo de Intenções com a Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante/RN para implantar uma unidade fabril na cidade. No documento, assinado no último 18 de dezembro, a empresa também requisitou incentivos fiscais e concessão de área no distrito empresarial da prefeitura, localizado no entorno do Aeroporto Internacional Governado Aluízio Alves.

O diretor da Vitamassa, Celso Duarte Junior, destacou que a escolha por São Gonçalo se deu pela proximidade do aeroporto, o que, segundo ele, facilita o acesso ao porto de Natal. O administrador elogiou a expansão de infraestrutura que o município está realizando. “Um plano de investimentos que inclui a nova estrada da produção, que será construída este ano pelo Governo do Estado, infovia, rede de água, esgoto, novas vias expressas e pontilhões”, disse.

De acordo com o prefeito Paulo Emídio, o Paulinho, esses investimentos são necessários para atrair empresas. “Todas essas obras são do Programa de Ações Estruturantes de São Gonçalo do Amarante, o Paes, que será viável através de um financiamento externo. Nossa gestão tem uma estratégia de desenvolvimento muito clara: trocar imposto por emprego. Isso significa estruturar o município, melhorar o ambiente de negócios e oferecer incentivos para atrair empresas e gerar emprego e renda. E a Vitamassa já é um resultado claro de todo esse planejamento”, observou.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Vagner Araújo, aproveitou para enfatizar a intensa articulação que o governo municipal vem mantendo com o setor produtivo, apresentando vantagens comparativas de investir em São Gonçalo. “Temos mantido estreito diálogo com segmentos industriais, logísticos, comerciais e de serviços. Apresentamos São Gonçalo como a cidade do presente e do futuro. Geografia privilegiada, infraestrutura de transporte multimodal, áreas disponíveis, boa oferta de água, energia, infovia e a prefeitura com capacidade de investimento e seriedade pra dar segurança jurídica aos empreendimentos”, pontuou.

Opinião dos leitores

  1. SGA depois do aeroporto esta bombando.
    Agradeçam ao ex-deputado Henrique, vejam SGA antes e depois do aeroporto e tirem suas conclusões.
    Reconhecam, facam uma estátua para o homem em frente ao aeroporto

    1. Realmente um aeroporto que demorou e custou três vezes mais que o previsto, acho que só tem tempo e dinheiro para fazer uma estátua de papelão.

    2. Ah, deixa de ser hipocrita O aeroporto que prejudicou uma cidade inteira pelo deslocamento desnecessário até o “fim do mundo”. Sem dizer os turistas que são roubados entre idas e vindas. Esse aeroporto era de carga, mas quando descobriram que não haveria carga, logo inventaram essa baboseira que só enriqueceu o próprio Henrique Alves. Se fizerem uma estátua ela será cravada de fezes de pombos!!!!

  2. Aos gestores e aos representantes da indústria de biscoitos vitamassa atentem que tem gás natural canalizado farto nas mediações do aeroporto pelo peograma eatatal RN Gás + .

  3. A gestão de SGA está de parabéns. Além de obter o melhor resultado (vale salientar, o melhor município da Grande Natal no IEGM), onde foi referencia em obras, agora mostra como fomentar a economia.

    1. É??
      Mas o senador Jean Poul Apagado Prates e Fernando Lucena e contra a fomentar empresas.
      Olhe o que o vereador meia boca ta dizendo logo aqui em cima.
      E o senador é contra a Havan.
      Dois malucos sem projetos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Bolsonaro assina decreto e salário mínimo será de R$ 1.039 em 2020

Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira (31) o decreto que estabelece o reajuste do salário mínimo, que entrará em vigor em 1º de janeiro. O valor do mínimo será de R$ 1.039, oito reais acima do valor aprovado pelo Congresso no orçamento, que era R$ 1.031.

Em relação ao valor de 2019, o reajuste ficou em 4,1%. Ou seja, foi corrigido pela inflação, sem ganho real.

Inicialmente, o piso nacional para 2020 seria de R$ 1.040. Depois, ele passou para R$ 1.039 e, em novembro, sofreu nova redução chegando a R$ 1.031.

(mais…)

Opinião dos leitores

  1. Vale salientar que se tivesse seguido as regras dos PTralhas, o salário mínimo seria R$ 1.050,89. Mas o que importa é que ele não é ladrão e esses 11 reais retirado dos mais pobres são pra salvar o país de nós, os ricos.

  2. Bolsonaro o tolo, conversador de asneiras, um verdadeiro ogro, conseguiu transformar a vida de muitos em um inferno, cortou muitas mordomias e acabou com muitos esquemas de corrupção, fez a vida de muitos parasitas do dinheiro público virar um inferno, está colecionado inimigos e desafetos como nenhum outro Presidente, fazendo muitas medidas impopulares pensando no futuro, coisa que pode lhe custar sua carreira política, mas mesmo com o risco de seu futuro político continua firme com o seu ideal. Se vai ou não conseguir mudar o rumo do Brasil só o tempo dirá, mas até o presente momento, não vendeu sua alma aos maus elementos que saquearam o Brasil nós últimos anos.

  3. Valeu Bolsonaro!!!! agora vou comprar uma casa na praia kkkkkk com o salário mínimo de Lula e Dilma comprei um Ap de 300 m2 em Natal e um Corola zero kkkkk

    1. Concordo integralmente com vc Bira, imagino como estão sofrendo os brasileiros acostumados com as mamatas dos governos anteriores, para estes, sem dúvida, o pior presidente da história.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Governo assina convênios para investir mais R$ 41 milhões na segurança pública

Fotos de Demis Roussos

A segurança pública continua sendo prioridade do Governo do RN. Nestes dias 23 e 24 foram pactuados e assinados convênios no montante de R$ 41,9 milhões destinados a equipamentos e valorização profissional do sistema de segurança pública do Estado composto pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social – Sesed, Polícia Militar, Polícia Civil, Instituto Técnico e Científico de Perícia – Itep e Corpo de Bombeiros Militar.

Os recursos já estão empenhados no orçamento da Secretaria Nacional de Segurança Pública – SENASP, do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), no valor exato de R$ 41.977.146,67.

Os convênios são resultado de emendas da bancada federal, deputados e senadores, ao Orçamento Geral da União apresentadas no exercício de 2018. A governadora Fátima Bezerra explica que “esses recursos são de emenda de bancada de 2018 para o orçamento de 2019, ainda da minha época enquanto senadora, quando articulei junto à bancada federal do Rio Grande do Norte. Agora é a concretização dos convênios assinados”.

Fátima Bezerra também explica que “o Governo Federal não pode deixar de fazer o repasse dos recursos porque a emenda é impositiva. Os convênios foram assinados agora. Vamos investir cada vez mais na melhoria da segurança pública para a população para melhorar ainda mais os resultados que alcançamos em 2019, como, por exemplo, a redução de assassinatos poupando 500 vidas em nosso Estado”.

O secretário de segurança, coronel Francisco Araújo disse que “os investimentos irão beneficiar as instituições que compõem o sistema, fortalecer o enfrentamento à criminalidade e trazer melhores condições de trabalho aos servidores e policiais. Isto, consequentemente, vai resultar na melhor prestação de serviço à sociedade em todo o Rio Grande do Norte”.

Coronel Araújo destacou que todos os projetos para aplicação dos recursos apresentados pelo Governo do RN foram aprovados pela Senasp. “Atendemos a orientação da governadora Fátima Bezerra, definimos as prioridades e agora teremos atendidas nossas demandas”, registrou.

São oito convênios, sendo quatro de emendas ao orçamento apresentados pelo conjunto da bancada federal e quatro por emendas individuais:

(mais…)

Opinião dos leitores

  1. Se eu entendi é de emendas dela no ano de 2018 no governo Temer, dinheiro federal, ponto! Agora ela alega que as reduções na criminalidade são de 2019 no governo tb del e não consequência das ações do governo federal?!? Estranho, muito estranho!

    1. Então ela tá se apropriando indevidamente da disponibilidade da verba, logo está prevaricando.

  2. Governo do Estado investir 41 milhões!!?? Como, se o dinheiro é federal??? A matéria quer enganar quem?? Os otários???

  3. Lei a matéria ORÇAMENTO DE 2018. Caso queira podemos pedir ao BLOG DO BG para DESENHAR INTELIGENTE.

  4. Esses repasses são GARANTIAS CONSTITUCIONAIS de emendas já existentes . MORO e o BOZO não sonhavam nem ser MINISTRO e PRESIDENTE respectivamente. Esse desgoverno investe tanto no RN e no NORDESTE que fechou todas as operações da PETROBRAS.

    1. A Petrobrás eh uma empresa estatal que, como toda empresa, deve visar o lucro. Então, decidiu vender os poços de exploração aqui pra outras empresas. Na época do governo petista, a Petrobrás foi usada pra mega roubos a base de muita corrupção. Espero que isso tenha acabado e pra garantir, a Petrobrás deveria ser privatizada. O petróleo continua sendo do Brasil, só a exploração seria feita por uma Petrobrás privatizada e sem mais interferência de partidos políticos que a vem como fonte de renda pra corrupção.

    2. O desmonte das operações da Petrobras no RN vem desde Lula.
      Até mesmo pq escolheu PE para instalar a refinaria que tanto queríamos.

    3. Se são garantia constitucionais, ela não poderia em hipótese alguma se autopromover desses investimento, isso é passível de instauração de inquérito contra essa divulgação de se autopromoção. Com a palavra o MP.

  5. Mais dinheiro do governo federal para a segurança do RN. Parabéns Ministro Moro e Presidente Bolsonaro.
    Vergonhosa a manchete desta matéria, que destaca o governo do RN e esconde o governo federal. Tentando retirar os méritos do Ministro e do Presidente e dando-os a quem não os têm, a Governadora.

  6. Parabéns ao governo Bolsonaro por investir 41. 911 milhões e a governadora por divulgar esse investimento, pergunto: o governo pt não vai investir uma pataca? Já tá na hora né governo petralha. Só anistiar dívidas não deveria ser a principal meta

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Federal assina acordo de delação com Sérgio Cabral

Foto: Geraldo Bubniak / Agência O Globo

A Polícia Federal assinou acordo de delação premiada com o ex-governador do Rio Sérgio Cabral e enviou o material para homologação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin. Pelo acordo, mantido sob sigilo, o ex-governador se comprometeu a devolver R$ 380 milhões da propina recebida por ele nos últimos anos. A delação, porém, só terá validade caso seja homologada pelo STF.

O acordo, assinado pela Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF, chegou ao Supremo no início de novembro. A PF pediu que a delação fosse distribuída ao ministro Fachin. Logo em seguida, Fachin pediu uma manifestação do procurador-geral da República Augusto Aras sobre o material. A manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) chegou ao STF nesta segunda-feira. Aras afirmou ser contrário ao acordo de delação, que também havia sido rejeitado anteriormente pela força-tarefa da Lava-Jato do Ministério Público Federal do Rio.

Em sua manifestação, Aras argumentou que o ex-governador ocultou informações e protegeu pessoas durante a negociação do acordo com a Lava-Jato do Rio. Por fim, também alegou que Cabral pode ser considerado o líder da organização criminosa montada no governo do Rio, e, portanto, não poderia se beneficiar de um acordo de colaboração. Diz, portanto, que o acordo da PF com Cabral está fora dos requisitos legais.

Durante dois meses de depoimentos prestados à PF, Cabral citou dezenas de políticos beneficiários do esquema de corrupção montado em seus governos no Rio. Chamou a atenção dos investigadores uma outra frente citada nos seus depoimentos: o Judiciário. Cabral narra nos depoimentos sua relação com ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e com o processo de indicação deles aos seus atuais cargos. É por isso que a delação precisa ser homologada no STF, já que esses ministros possuem foro privilegiado perante a Suprema Corte. Os nomes delatados são mantidos sob sigilo.

Fontes com acesso aos depoimentos afirmam que há poucas provas documentais, mas que o ex-governador fornece caminhos de provas para diversos dos seus relatos. Dizem ainda que as informações prestadas por Cabral sobre o Judiciário seriam suficientes para novas frentes de investigação na Lava-Jato. Preso desde novembro de 2016 e já denunciado 30 vezes pelo Ministério Público Federal, Sérgio Cabral já foi condenado 12 vezes na Lava-Jato e suas penas somadas superam 267 anos.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Na hora que prende, todos são inocentes, nada a declarar. Aí quando vê que ninguém acredita nas conversas é o jeito partir para as delações.
    380 milhões deve ser o que sobrou ou tem guardado. E o que já torrou, fica como?

  2. Devolver $ 380.000.000, imagine quanto essa essa quadrilha roubou da nação junto com sapo barbudo.

  3. Mais combustível pra fogueira do inferno que estão os petralhas. Temos que passar esse país a limpo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

TJRN assina termo de cooperação com instituições para acelerar retirada de carros apreendidos de pátios

Foto: Reprodução

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte assinou, nesta terça-feira (10), um termo de cooperação técnica com a Polícia Civil, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN), a Corregedoria Geral de Justiça e o Ministério Público Estadual, com o objetivo de promover o esvaziamento dos pátios de carros apreendidos, dentro do projeto “Pátio Livre”.

A inciativa cria um conjunto de ações interinstitucionais para que os automóveis apreendidos pelas instituições permaneçam menos tempo nos pátios. “Esse convênio é importante no sentido de ter uma gestão sobre os veículos apreendidos pelos órgãos parceiros e essa gestão dar utilidade, ou através do uso ou através do leilão, desses veículos e limpar os pátios dessas instituições”, explicou o presidente do TJRN, desembargador João Rebouças.

Leia matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *