Governo do Estado estuda com investidores chineses instalação de um novo porto graneleiro na costa potiguar

O Governo do Estado está analisando a possibilidade de instalação de um novo porto graneleiro na costa potiguar. Na última quinta-feira (18), o secretário de desenvolvimento econômico Jaime Calado, acompanhado do secretário adjunto Silvio Torquato e da engenheira Wesya Cristina, visitou uma região no município de Porto do Mangue (litoral norte) onde estão sendo realizados estudos de viabilidade técnica para a construção do novo equipamento.

Horas antes, o secretário se reuniu com empresários do setor salineiro em Mossoró e solicitou que fosse realizado um levantamento do potencial de produção de sal no Rio Grande do Norte. Este é o primeiro passo para a caracterização da demanda para uma estrutura desse porte, exigência de um grupo de investidores chineses que demonstraram interesse em tornar a obra economicamente viável. “Estivemos em reunião com os chineses na governadoria e eles estão empenhados em investir no porto, mas precisamos apresentar o estudo para o licenciamento ambiental e a demanda. Nós temos 3 pesquisas diferentes que apontam a região de Porto do Mangue como a mais viável para receber o porto, e temos uma necessidade grande para podermos escoar ferro, calcário, sal, entre outras riquezas do nosso estado”, informou o secretário.

O representante do Sindicato dos Moedores de Sal, Renato Fernandes, explicou que, para a categoria, a obra traria segurança logística, e colocaria o Rio Grande do Norte, que já é o maior produtor de sal do Brasil, em um novo patamar de exportação.

Um dos principais países interessados no sal potiguar é o dos Estados Unidos, que, apesar de ser o segundo maior produtor de sal do mundo (45 milhões de toneladas), importa 18 milhões de toneladas por ano. O país utiliza o sal produzido no RN principalmente para degelo: por conta de sua alta taxa de pureza (99,88%), o produto potiguar é um grande aliado no derretimento do gelo que cobre as metrópoles americanas no período de inverno.

Renato explicou também que o estado produz 7 milhões de toneladas por ano e esclarece que o número só não é maior, justamente, pela necessidade de infraestrutura para escoamento. Desse montante, 4 milhões de toneladas são consumidas no Brasil e 700 mil toneladas são exportadas (a diferença é armazenada como reserva).

Os empresários irão levar a pauta para discussão em sindicato e se comprometeram a contribuir com os dados necessários. Participaram representantes das empresas Cimsal, Rimsol, Sorel, Repmrsal e Refimosal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mário disse:

    No máximo uma fábrica de Cavaco chinês e olhe lá.

  2. #Vergonha nacional disse:

    Só doido para empreender no RN …veja o exemplo do Hotel Reis Magos , não existe segurança jurídica, veja a MARINA de Natal , nunca saiu do papel , aqui se bobear importe público SECA O MAR

  3. Flauberto Wagner disse:

    Já cheguei a perder as contas de quanto tempo faz essa história da presença dos chineses na combalida economia do RN.
    Vez por outra se tem notícias que eles vão investir pesado aqui em terras de Poti, sendo que com passar o tempo nada de concreto acontece!
    Sei que aqui eles tem uma pequena participação no comércio de produtos de qualidade duvidosa e de marcas cópiadas.
    Outra situação que merece muitas interrogações é que fora o sal o restante de nossa produção de grãos é apenas de subsistência e quando chove por aqui, sendo que em razão disso toda cadeia limentar é feita com produtos agrícolas oriundos do centro-sul do país.

Secretária Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) justifica instalação de semáforos como prioridade da política de mobilidade também ao pedestre

Foto: Reprodução

Em entrevista ao Meio-Dia RN com o BG, na 98 FM, nesta quarta-feira(11), a titular da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU),  Elequicina dos Santos, questionada sobre a implementação do novo semáforo na Avenida Salgado Filho, nas imediações da Igreja Universal, justificou a medida como também uma prioridade da política de mobilidade, tendo o pedestre a mesma importância dos condutores de veículos

Segundo a secretária, em comparação ao exemplo da instalação do semáforo em questão, junto com a faixa de pedestre, dados estatísticos feitos pela STTU, solicitados e apresentados ao Ministério Público, alertam a necessidade de tais medidas em cima de locais de grande fluxo de pessoas.

Elequicina dos Santos informa que o levantamento estatístico com acidentes envolvendo pedestres na capital alerta para registros  proporcionalmente semelhantes ao de motocicletas, e confessou ficar triste com o povo não pensar também como pedestre. A secretária também rebate que o congestionamento no trecho não é de hoje. Veja programa completo clicando aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maia disse:

    TEM QUE FAZER PASSARELAS E TUNEL E VIA ADULTOS.
    E TIRA OS SEMAFLOS NÃO BOTA.

  2. Maia disse:

    BOTA SEMAFLO E UM ATRAZO TEM QUE TIRA.

  3. Maia disse:

    TEM QUE TIRA SEMAFLO NÃO BOTA.

  4. Maia disse:

    BOTA SEMAFRO E UM ATRAZO TEM QUE TIRA.

  5. paulo disse:

    BG
    Natal precisa de alguém como Jaime Lerner de Curitiba que por lá resolveu grande parte dos problemas do transito, mais a secretaria (disse ontem na 98) foi dar aula na Espanha e Argentina sobre transito. Incrível, está se perdendo em Natal.

  6. Dr. Veneno disse:

    A prefalada Secretaria devia está promovendo a mobilidade.
    Mas estamos vendo ela travar a mobilidade em prol de meia dúzia de pessoas q tem tantas outras opções de atravessar a via.

  7. Tarcísio Eimar disse:

    Criando um política de desmobilização viária para os veículos

  8. Felipe disse:

    Como assim priorizar o pedestre se naquela região já existe uma passarela? N sei oq esse pessoal da STTU pensa.

  9. Alexandre disse:

    Essa secretária não explicou nada, tem que tirar esse dois novos sinais e colocar pessoas com capacisade técnica para melhorar o trânaito, não para piorar.

  10. Leonardo disse:

    Natal será a cidade do trabalho remoto, ônibus é caro, tem goteira e baratas, transito lento e cheio, só sai de casa quem realmente tem que sair.

  11. Alex disse:

    Ela ou os assessores estão precisando ler a Resolução 483/2014 do Contran. Sugiro ao Ministério a leitura da norma para fundamentar as medidas judiciais pertinentes contra as instalações absurdas desses semáfaros.

  12. Anderson disse:

    Caro Bruno, vi o programa inteiro, e nenhuma das explicações da secretária me convenceram, como a nenhum natalense que já sofre diariamente com o trânsito caótico dessa cidade! Outro problema que não vem sendo comentado é que os engarrafamentos na Salgado Filho podem comprometer, inclusive, o tráfego de ambulâncias que diariamente têm como destino o Hospital Walfredo Gurgel/Clóvis Sarinho. Isso ninguém diz. Priorizar pedestres, em detrimento do trânsito na cidade, é criar conflitos desnecessários.

  13. Lampejao disse:

    PARA QUE SERVE A STTU????

    • Flavio disse:

      Os guardas, apenas para multar, nada de orientar. Ficam escondidos atrás dos postes só nesperando um vacilo de algum incauto, e tomele multa. Palhaços.

  14. Sérgio Nogueira disse:

    Não existe qualquer hierarquia entre pedestre, carros, ciclista e ônibus.
    Vou além: a faixa exclusiva instituída fere o CTB e quem é multado porque usou um espaço maior que um quarteirão pode recorrer porque a lei NÃO DIZ EM LUGAR ALGUM que existe um espaço máximo que pode ser percorrido nestas faixas.
    Desafio a alguém fornecer esse dado copiando do CTB. Não existe.
    Também é ilegal deixar táxis e van escolar circular por elas. Não existe previsão legal para isso, mais uma invenção dos despreparados que gerenciam o trânsito.

    • José disse:

      Leia o Art. 184, incisos I e II do CTB e terás a sua resposta.

      Pesquise antes de falar o que não sabes.

    • Sérgio Nogueira disse:

      Bom debater com alguém que só porque bajulou um vereador e conseguiu uma vaga na STTU se acha o sábio. Vamos lá, nobre desconhecedor.
      Os incisos que vc citou dizem exatamente isso:
      I – na faixa ou pista da direita, regulamentada como de circulação exclusiva para determinado tipo de veículo, exceto para acesso a imóveis lindeiros ou conversões à direita:
      II – na faixa ou pista da esquerda regulamentada como de circulação exclusiva para determinado tipo de veículo:
      Você leu a limitadora "EXCLUSIVA"?
      Ora, como aqui a faixa é a direita e destinada a ÔNIBUS, VANS ESCOLARES e TÁXIS, como você pode defender que é EXCLUSIVA?
      Exclusiva significa para uma única situação, no caso, ônibus. Se vc libera para outros TIPOS DE VEÍCULOS deixou de se EXCLUSIVA e deixou de ser legal multar alguém por passar por ela.
      Isso nem é questão de trânsito. É de interpretação de texto, mesmo.
      Volte ao MOBRAL e depois conversamos mais.
      Abraço fraterno e minha torcida para que vc melhore.
      PS: mostra aí onde tem a distância máxima que um carro pode percorrer na faixa "exclusiva para vários veículos". Aguardo.

  15. Gregório disse:

    Disse a secretária da STTU: "a medida como também uma prioridade da política de mobilidade, tendo o pedestre a mesma importância dos condutores de veículos". Sério que ela disse isso?
    Quer dizer que 10 pedestres precisam ter a mesma mobilidade e necessidade que 100 carros? Está justificado os erros contínuos na recente colocação dos semáforos e problemas gerados no trânsito com diversos pontos de engarrafamentos. Ficou longe do razoável.
    A STTU não consegue resolver os transtornos no trânsito na zona norte e deu o mesmo tratamento a zona sul, conseguiu deixar tudo engarrafado. entendi, formidável!
    Essa é a justiça social que a STTU faz uso, parabéns!
    Não precisa mais comentários, a insatisfação gerada está na boca de todos e nas fotos que podem ser tiradas a todo tempo. Errando demais a STTU com o aval da prefeitura.
    Que venha a eleição de 2020

Justiça contraria governo e homologa acordo para instalação de 1.140 radares em rodovias federais

Foto: Reprodução/JN

A juíza Diana Wanderley da Silva, da 5ª Vara Federal de Brasília, homologou nesta segunda-feira, 29, um acordo para a instalação de 1.140 radares em rodovias federais. Os aparelhos serão instalados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para cobertura de 2.278 faixas que são consideradas de criticidade média, alta e muita alta de todo o País.

Entre as partes estão o Ministério Público Federal (MPF), a União, o DNIT e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Em sua decisão, a magistrada indica que trata-se do maior acordo judicial da história do DNIT.

A instalação dos dispositivos faz parte da fase inicial do acordo e será realizada em até 60 dias a partir da homologação da sentença. Segundo a juíza, parte dos aparelhos será instalada nas áreas urbanas do País, em faixas de criticidades muito altas, altas e médias, uma vez que trafegam mais pessoas. Já nas áreas rurais, serão instalados radares em faixas com criticidades muito altas e altas.

A segunda etapa do acordo prevê a realização de um novo estudo, realizado por técnicos em engenharia do DNIT, pela Polícia Rodoviária Federal e por assistente técnico a ser indicado pela Procuradoria, indicou a juíza. O trabalho deverá ser concluído em até 120 dias e indicará a necessidade dos radares nas faixas remanescentes, de criticidade baixa e muito baixa. As informações serão posteriormente analisadas pelo juízo.

O acordo foi homologado no âmbito de duas ações ajuizadas contra o DNIT e a União que defendiam a permanência dos radares nas Rodovias Federais. Ações foram interpostas senador Fabiano Contarato (Rede/ES) e pelo Ministério Público Federal para que toda a malha rodoviária federal fosse coberta pelo monitoramento eletrônico.

No texto, a juíza destaca o que técnicos em engenharia de trânsito e a maioria da sociedade reconhecem a importância dos radares “como um dos principais instrumentos de controle de velocidade a salvar vidas, diante da grande imprudência de muitos motoristas no Brasil, e da falta de respeito às velocidades impostas”.

Estadão

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    É nossa justiça posicionando-se contra o cidadão. O lobby da indústria da multa tem força. Pergunta: será que só existe este modo de garantir segurança?

    • Zezinho disse:

      Não. Pode encher de lombada física. Aí os condutores reduzem a velocidade para não quebrar a suspensão dos carros.

    • Antonio Carlos Tiago disse:

      Leva muita multa né? Siga o CTB que resolve seu problema.

FOTOS E VÍDEO: Iminente instalação de semáforo na Salgado Filho é um atentado à mobilidade

Fotos: Reprodução

Quem passa pela Avenida Salgado Filho, sentido centro, já pode perceber um semáforo instalado na calçada lateral da Igreja Universal e, mais cima, o que parece ser um segundo, no arco que cruza uma das vias mais movimentadas da capital. Até o momento, não se conhece um cidadão que consiga entender qual o objetivo desta instalação.

O viaduto do Quarto Centenário, nas proximidades, seguido de obras e alterações de mobilidade urbana, tão importantes, ainda sofrem com o grande fluxo de veículos e trânsito lento, em horários de pico. Imagine então os próximos dias, em que o motorista “contemplado” com o semáforo poderá ter que se acostumar com o pesadelo de uma via travada.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    A prefeitura só pode tá de brincadeira!!! Sinal inútil…Acham pouco os q já temos??? Na Roberto Freire tem um semáforo, em frente ao Armazém Pará que tá causando engarrafamentos homéricos pela manhã…Pense nuns incompetentes!!!!! PQP!!! Prefeito inoperante!!!!

  2. François Cevert disse:

    Engenheiro de trânsito de Natal e uma piada .Será que eles andam em carro próprio ou do governo.

  3. Alicia disse:

    O DNIT faz uma obra de milhões de reais e de dezenas de anos, aí chega o orgãozinho do transito municipal, com sua incompetência tradicional e acaba tudo em algumas horas. Ou terrinha sem dono!

  4. Ricardo Lago disse:

    Absurdo. A STTU que resolver um problema por falta de projetos e criar outros, como o congestionamento que será criado com esse semáforo.

  5. Leonardo disse:

    Em qualquer lugar em desenvolvimento se instalam passarelas, pois elas ajudam o fluxo de automóveis e da segurança ao pedestre, aqui em Natal e o contrário, tem a passarela, agora vai ser desativada! E como se agora simplesmente se arrancassem os viadutos feitos ao longo da BR

  6. Cigano Lulu disse:

    Se em frente a catedral metropolitana há um semáforo, para entrar na rua Jundiaí, por que não poderia haver um na Salgado Filho para dar acesso à tenda de Edir Macedo?

    • Evan Jegue disse:

      Você está comparando o trânsito da salgado filho com o da deodoro? É muita falta de mão para ler.

  7. Bill disse:

    Obrando milagres! Fez surgir um semáforo no meio de uma avenida.

  8. Sérgio Nogueira disse:

    Ou instalava ou perdia o cargo?
    Ninguém minimamente inteligente pode negar que esse sinal é para atendimento de uma igreja evangélica e seus fiéis.
    Agora caberia ao MP promover algum ato que demonstrasse o absurdo dessa medida.

  9. Antonio Turci disse:

    É a ditadura da STTU. A toda poderosa de lá manda em Natal. Desde o tempo do Sr. Carlos Eduardo. Agora a mesma STTU faz gatos e sapatos com o atual Prefeito. E ela fica calado, mesmo vendo e lendo a insatisfação das pessoas. Aliás, será que ele na Salgado Filho?

  10. Wellington disse:

    Até que o motorista perceba e pare, com certeza vai gerar milhares de multas! Será essa a intenção?

  11. Justiceiro disse:

    Deve ser para atender aos que frequentam o Shopping da Fé.

  12. Márcio Silva disse:

    Álvaro Dias acha que está em Caicó e pode colocar semáforo em qualquer lugar. A PRF e o DNIT foram contra a instalação. Próximo ano tem campanha para Prefeito e colocamos um semáforo no voto dele.

  13. Manoel disse:

    O problema aí é burrice mesmo, desmontaram uma passarela que havia no local pra colocarem uma faixa de pedestre com direito a sinal, piorando o trânsito que já é péssimo

  14. Mariano disse:

    Nessa terra de Poti, manda quem tem dinheiro. Esse semáforo vai provocar aumento enorme do engarrafamento da BR nas primeiras horas da manhã. Da mesma forma, a prefeitura de Parnamirim se esquiva de resolver os engarrafamentos na Maria Lacerda, para não desagradar os empresários. Enquanto isso, o povo……

  15. Ricardo disse:

    Um pouco antes desse novo sinal, existe um outro já em funcionamento, interrompendo a a Norton Chaves, no sentido do Batalhão de Engenharia / Estádio das Dunas e vice e versa, que até agora não entendo o por que da instalação.

    • Flavio disse:

      Esse ai faz sentido. Pois ele desafoga o trânsito da salgado filho um vez que os ônibus que trafegam na marginal não precisam passar para a br melhorando o fluxo dos carros que estão na br e precisão acessar a marginal para subir o viaduto. Desta maneira também diminuiu o fluxo de carros no trecho onde a br so tem duas faixas (imediatamente em baixo do viaduto)

  16. Saul Regis disse:

    Parece que foi encomendado pela casa da moeda ao lado.

  17. César disse:

    É para os fiéis, da Universal atravessarem a avenida em segurança. Está errado?

  18. #BOSTA disse:

    Parabém …sempre o poder público atrapalhando o cidadão de bem, essa PRAGA DESGRAÇADA chamada STTU só servem para fazer MERDA …MERDA, esses engenheiros fizeram faculdade no 🇵🇾

  19. Evan Jegue disse:

    Mais 5 minutos de buzão de ida e 5 de volta, pelo resto da existência.

  20. Paulo Vinhedo disse:

    Mais um semáforo sem razão, mas ao lado da maior assembléia de Natal, para dar mobilidade a quem vai até o local tenha passagem segura. Manda quem pode, o povo que fique submetido a vontade dos senhores. Triste RN que entra século sai século, continua nas mãos de pouquíssimos.
    Qual a indústria vem se instalar no RN?
    Qual foi o crescimento do comércio no RN nos últimos 20 anos comparado com os estados vizinhos da PB, PE e CE?

Para evitar suicídios, projeto na Câmara Municipal de Natal quer instalação de proteção em pontes e viadutos

Com a intenção de evitar tentativas de suicídio, a Câmara Municipal de Natal acatou a Lei Ponte para a Vida (PL n° 235/2017) que recomenda a instalação de equipamentos de proteção nas pontes, viadutos e passarelas da capital potiguar. De autoria da vereadora Carla Dickson (PROS), o projeto chega para estabelecer a prevenção como estratégia na diminuição dos casos de suicídio e determina a colocação de equipamentos de proteção contínuos nas laterais dos equipamentos viários, que deverão constar como itens de segurança obrigatórios nas licitações.

De acordo com o texto, o descumprimento da medida implicará, no caso de pontes, passarelas e viadutos administrados por concessionárias, em sanção diária no valor de 2% sobre a arrecadação mensal da operadora responsável. A multa arrecadada deverá ser revertida para a Secretaria Municipal de Saúde a fim de ser investida em campanhas preventivas ao suicídio.

“Há circunstâncias na vida que levam alguns indivíduos a tomar atitudes extremas. As pontes, em especial a Newton Navarro, têm se tornado palco macabro de casos em que pessoas se privam do direito de viver. Os entes públicos que prestam socorro nessas situações teriam seu trabalho atenuado com a instalação de telas de proteção ou aumento de alambrado nas áreas mais críticas e propensas a suicídios. Isso posto, considero dever deste Legislativo proteger os que se encontram momentaneamente instáveis”, justificou a vereadora Carla Dickson.

O motorista Gileno Batista da Silva, de 53 anos, aprovou a iniciativa da Câmara Municipal. “As proteções vão dificultar as primeiras tentativas, podendo gerar, naqueles momentos críticos, a oportunidade para a pessoa refletir sobre a decisão. Isso atrelado aos grupos de apoio que atuam na prevenção ao suicídio, deve ajudar a salvar muitas vidas”, elogiou.

Dois homens sofrem choque elétrico durante instalação de antena em Natal e são socorridos em estado grave

Foto: cedida

O portal G1-RN destaca nesta quinta-feira(13) que dois homens foram eletrocutados enquanto instalavam uma antena em uma casa, na manhã desta quinta-feira (13), em Natal. O caso aconteceu na avenida Boa Sorte, no bairro Nossa Senhora da Apresentação. Eles foram socorridos em estado grave para o Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste. Confira todos os detalhes aqui.

Justiça determina suspensão de instalação de antena de telefonia em Ponta Negra

O juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, determinou que a empresa Phoenix Tower Participações S.A suspenda imediatamente a instalação da antena de radiofusão eletromagnética da Torre de Estação Rádio Base, construída na esquina das ruas Walter Duarte Pereira e Abraham Tahim, no bairro de Capim Macio, em Natal, até o julgamento de mérito da ação. A decisão atende a pedido de concessão de liminar feito por dois particulares.

“Diante da necessidade de instrução do processo para a colheita de elementos probatórios mais específicos acerca da extensão dos possíveis danos a serem causados pela conclusão da obra em sua inteireza, sopesando a reversibilidade da medida ora encampada e consultando os traços da ponderação e da cautela, determino a suspensão da instalação da antena eletromagnética, até que o julgamento de mérito, nesta demanda, seja levado a cabo”, destaca a decisão.

O caso

Os autores alegam, entre outros pontos, que a construção de Estação Rádio Base pode causar danos à saúde, pois a legislação considera que algumas áreas são críticas para esse tipo de equipamento, como perto de hospitais, escolas e asilos. Argumentam que a construção do equipamento na Rua Walter Duarte Pereira deveria ter sido submetida ao processo de licenciamento ambiental, começando-se com a Licença Prévia, após a análise do competente estudo de impacto ambiental, mas que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo “pulou” a etapa da Licença Prévia diretamente para a Licença de Instalação.

Alegam ainda que a Semurb não exigiu do empreendedor o Estudo de Impacto Ambiental cabível, mas apenas um Estudo de Impacto de Vizinhança.

Decisão

Ao analisar o caso, o juiz Bruno Montenegro afirma que é possível verificar que a obra encontra-se inserida em área bastante povoada e residencial. O magistrado observou ainda que o procedimento de licenciamento realizado junto à Semurn demonstrou-se demasiadamente sucinto, não tendo sido realizado ao menos um Estudo de Impacto Ambiental.

“Tais aspectos, é de se dizer, revelam-se fundamentais para a análise do pleito, na medida em que demonstram a necessidade de uma ponderação mais apurada acerca da extensão dos riscos da obra, por parte do órgão público competente, qual seja, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, com o intuito de prevenir a ocorrência de eventuais danos – os quais podem se revelar irreparáveis – à população que reside nas proximidades da torre de telefonia”, anota Bruno Montenegro.

Ao conceder a liminar, o juiz entendeu que a medida encontra amparo nas diretrizes normativas instituídas pelo postulado de direito ambiental denominado “princípio da precaução”, que estabelece que se houver dúvida científica razoável sobre os possíveis impactos ambientais ocasionados por determinado empreendimento, não deve ser conferido seguimento à execução correspondente.

(Processo nº 0879900-72.2018.8.20.5001)
TJRN

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fernando Antonio disse:

    BAIRRO DE CAPIM MACIO NAO E BG? PONTA NEGRA SO APOS O PRAIA SHOPPING(RUA PRAIA DE JENIPABU)

  2. Fernando Antonio disse:

    BAIRRO DE CAPIM MACIO NAO E BG? BAIRRO PONTA NEGRA SO APOS PRAIA SHOPPING OK

  3. Ricardo disse:

    Base científica terraplanista, fosse assim todos que passam mais de 15 minutos na avenida paulista q recebe 700mil vezes mais ondas do que essa torre de Ponta Negra teriam câncer

  4. Engenheiro de Telecomunicações disse:

    Medida tomada sem base científica. Não existe nenhum estudo científica a nível mundial que comprove que a radiação emitida por ondas eletromagnéticas, chamada radiação-não-ionizante ou RNI, cause dano a saúde ou polua o meio ambiente. O maior emissor de radiação ionizante (causa câncer porque altera o DNA) e de radiação não-ionizante é o nosso Sol. Alguém vai cobrar taxa de licenciamento ou controlar isso? A ignorância dos órgãos instituídos (Justiça e MP´s) é lamentável. Qualquer aluno que tenha estudado com atenção a física que é ensinada no ensino médio ou antigo segundo grau, sabe que qualquer campo cai com o quadrado da distância e isso vale para para o campo elétrico e magnético emitido pelas antenas de uma torre de celular, TV, FM, pela força gravitacional, etc.
    Uma torre de celular está em média a 30 metros de altura, ou seja, a intensidade de campo será dividida por 30 elevado ao quadrado.
    Nenhuma pesquisa científica mundial estuda o efeito de RNI oriunda de torres porque o valor é ridículo. Todas as pesquisas são realizadas na emissão da RNI oriunda do aparelho de celular (que tem uma antena interna) sobre a cabeça e corpo humano, pois a distância entre o aparelho celular (smartphone) em relação ao cabeça (usamos colado no ouvido) é praticamente zero. Assim temos um efeito térmico causado pela RNI que é estudado pelos cientistas.
    Só saberemos os efeitos da RNI sobre o ser humano após um mínimo de 3 gerações que nasçam e morram expostas a RNI. Não temos sequer um, pois o celular só começou a ser usado nos idos do ano de 1992. Em suma: um bando de ignorantes e pessoas com interesses mesquinhos e comerciais atrapalhando a vida dos usuários do serviço de telefonia.

    • Sabidao disse:

      Vc não leu a reportagem?
      A medida foi fundamentada na falta de licença prévia e estudo de impacto ambiental, requisitos exigidos pela legislação ambiental.

  5. Junior disse:

    Pergunto a esses dois particulares se eles tem aparelhos celulares em casa ou micro ondas. Todos que fizeram esses processos acham que seus imóveis vão desvalorizar, mas se a operadora tivesse escolhido seus terrenos para instalar e recebido um bom aluguel que no mínimo o contrato exige 5 anos. Essa torre era a coisa mais linda do mundo.

  6. Cigano Lulu disse:

    Depois a mesma "justiça" aparecerá para obrigar a operadora de telefonia a melhorar o sinal de sua transmissão.

FOTOS: Prefeitura de São Gonçalo do Amarante realiza instalação de placas nos acessos ao Aeroporto Internacional

 

PhotoGrid_1399636562974-1 PhotoGrid_1399636619307-1 PhotoGrid_1399636656328-1Fotos: Via Certa Natal

Quem passar pelo gancho de Igapó, Avenidas Tomaz Landim, Firmino Moura, RN 160 e outros trechos de São Gonçalo do Amarante e no entorno do município vai observar a instalação de novas placas indicativas para o Aeroporto Internacional, como orientação tanto pra quem vem visitar o Estado como também para quem se dirige até o terminal de passageiros.

Nesta etapa estão sendo instaladas 20 placas, seguindo o padrão da FIFA, em três idiomas (português, inglês e espanhol), e em diversos sentidos com indicação do aeroporto para quem segue pelo acesso da RN 160 e o acesso norte. Dependendo da localização, as placas também fazem referência a praias do litoral norte e cidades vizinhas.

O trabalho de sinalização está sendo feito pela Prefeitura de São Gonçalo, por meio da Secretaria Municipal de Comunicação e Departamento Municipal de Trânsito (Demutran). De acordo com Paulo Roberto, diretor do Demutran, os próximos passos são instalar as últimas placas no acesso norte, as placas do acesso sul ao aeroporto, providência que depende da construção das vias, e ainda a melhoria da sinalização interna do município.

Com informações do Via Certa Natal

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Octávio disse:

    As placas foram colocadas só para o acesso do lado da zona norte.
    Os moradores e os turistas , que estão situados na zona sul e nas praias tambem do lado sul não terem acesso pela estrada que liga Macaiba a Parnamirim , pelo motivo de não estar pronta.
    Tambem não tem quase nada pronto , mas para a Governadora já estar tudo pronto na sua propaganda , que inclusive deveria ser proibida , pois de mentiras estamos cheios.
    E Ela e a Outra do PT.

  2. Jácome Carlyle disse:

    As placas nem forao feitas pelo mesmo menino que desenhou as de natal que pena nem ficara famozas

    • Sergio Nogueira disse:

      Famoso está ficando você amigo. Seu português açoriano com traços poéticos impressiona. Parabéns.
      Diga-me só uma coisa: você foi aluno de um determinado ex-presidente barbudo?

    • Jácome Carlyle disse:

      Observo que você atenta bastante para a linguística, portanto, não é tão íntimo quanto acha que é… usa-se vírgula quando há vocativo para marcar a intercalação do adjunto adverbial.
      Outro fato relevante: isso é umn simples blog e não uma prova da Academia Brasileira de Letras.
      Meu professor barbudo foi Paulo Freyre.

    • octavio disse:

      Valeu
      as vezes as pessoas escrevem coisas que não acrescenta nada.
      Era melhor só ler e ficar calado , para não dizer asneiras.
      Parabens
      octavio lamartine

    • Sergio Nogueira disse:

      Jácome, estranho que coloquei sua frase no Google e apareceu o mesmo trecho numa página que ensina o uso da vírgula.
      Evidente que a forma como você estupra as palavras ninguém acredita que sua mente tenha como dar a explicação que você deu, mas fica a dica: quando for copiar alguma coisa na internet mude as palavras para não ser descoberto tão facilmente.
      E por fim peço que você não deixe de comentar aqui, serve de exemplo para quem está sendo alfabetizado saber como não se escreve determinadas palavras. Força amigo.

    • Jácome Carlyle disse:

      Claro que copiei isso é bem obivio amigo pois minha memoria já não mais me permite que os tempos alreos do Padre Miguelinho, no próspero governo de Jajá mim deram educação deficiente.

Semarh lança edital para instalação e manutenção de dessalinizadores

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) lançou recentemente um edital de licitação para a contratação de empresa que atuará na instalação e manutenção de sistemas de dessalinização em comunidades rurais do Rio Grande do Norte.

Esta contratação está sendo feita através do Programa Água Doce (PAD). O PAD é responsável pela instalação e recuperação de dessalinizadores em dez Estados Brasileiros, inclusive o RN. Para esta fase do Programa estão sendo investidos recursos no valor de R$ 11 milhões, com contrapartida de R$ 1,1 milhão do Governo do Estado.

Para o Secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Leonardo Rêgo, esta iniciativa ajudará as famílias na convivência com os efeitos da estiagem, proporcionando água de qualidade. “O governo do Estado, através da Semarh, acaba de recuperar 70 dessalinizadores. Através dessa ação, serão mais 68 comunidades beneficiadas em diversos municípios do Estado”, ressaltou Leonardo.

À cargo da empresa vencedora da licitação também ficará a capacitação dos operadores do sistema e a construção e recuperação das obras civis que consistem no abrigo do dessalinizador, caixa d’água, tanque e adutoras que ligam o poço ao sistema. O resultado do processo será divulgado no dia 10 de janeiro de 2014.

As comunidades que receberão os equipamentos foram escolhidas de acordo com critério adotado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), que é o Índice de Condições de Acesso à Água (ICCA). Este índice leva em consideração os seguintes fatores: pluviometria, intensidade de pobreza, taxa de mortalidade infantil e o índice de desenvolvimento Humano (IDH).

De acordo com o Coordenador estadual do Programa Água Doce, Carlos Martins, já estão sendo feitas as primeiras reuniões com as comunidades a serem beneficiadas pelo programa. “A nossa equipe de mobilização social está se reunindo com as famílias para apresentar o programa e detalhar o funcionamento do sistema” disse Martins.

As famílias que recebem o abastecimento por meio de dessalinizador normalmente têm dificuldade em obter água porque os mananciais e poços têm água salobra. Elas moram em comunidades de difícil acesso e dispersas nas zonas rurais dos municípios. A água que chega aos dessalinizadores é oriunda de poços. O dessalinizador é importante por garantir às famílias acesso à água de melhor qualidade, além de promover o uso consciente da água com o gerenciamento da própria comunidade do equipamento dessalinizador.

PROGRAMA ÁGUA DOCE

O Programa Água Doce (PAD) é uma ação do Governo Federal coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente por meio da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e sociedade civil.

O objetivo do Programa é o estabelecimento de uma política pública permanente de acesso à água de boa qualidade para consumo humano, promovendo e disciplinando a implantação, a recuperação e a gestão de sistemas de dessalinização, atendendo prioritariamente as populações de baixa renda em comunidades difusas do semiárido.

CEI dos Contratos será instalada hoje

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) que deverá investigar os contratos da Prefeitura de Natal será oficialmente instalada hoje, após a leitura do requerimento com as assinaturas de oito dos vereadores. A partir de agora o presidente da Câmara Municipal de Natal (CMN), vereador Edivan Martins (PV), terá 72 horas (dias uteis) para indicar os nomes dos cinco membros que comporão a CEI. Já se sabe, de acordo com os termos do acordo celebrado entre a CMN e os manifestantes do coletivo #ForaMicarla, que três vagas pertencerão à bancada governista e duas ao grupo oponente à prefeita Micarla de Sousa (PV). Os cargos de chefia – de presidente e relator – devem ser preenchidos, respectivamente, pela oposição e pela situação. O prazo para que Edivan Martins nomeie os membros da comissão termina na próxima quarta-feira (29). Ele já avisou que o anúncio será feito necessariamente na próxima semana, não especificando data para tal.

A autora do requerimento que solicita a instalação da CEI, Sargento Regina, protocolou o documento ontem. A leitura da matéria não pôde ser feita porque a pauta de votação da casa estava trancada desde a semana retrasada quando o vereador Raniere Barbosa (PRB), numa manobra regimental, pediu adiamento da votação do programa “Farmácia da Gente”, de autoria do executivo. A partir de então os vereadores da oposição passaram a obstruir as sessões em protesto pela forma como a CEI anterior, a dos alugueis, vinha sendo conduzida. Na semana passada, com os manifestantes do coletivo #ForaMicarla instalados nas dependências do legislativo municipal, foi a vez do presidente da casa suspender as sessões.

(mais…)