O Eficiente Rogério Marinho

Como coordenador da bancada do PSDB na Comissão Mista de Orçamento, o deputado federal Rogério Marinho realizou no final da tarde de ontem, uma palestra para toda a bancada tucana na Câmara dos Deputados. O parlamentar potiguar detalhou a nova Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que deve ser votada antes do recesso, previsto para o dia 17 de julho.

Rogério Marinho explicou aos tucanos os avanços conquistados até agora e os objetivos da bancada nos pontos que ainda estão sendo discutidos. Ao lado do líder do PSDB na Câmara, deputado Duarte Nogueira, Rogério Marinho também definiu qual será a estratégia da oposição para obter suas reivindicações dentro da LDO, já que a Comissão de Orçamento só aprova as medidas consensuais.

Entre os pontos que ainda deverão ser alvo de discussões em plenário estão a tentativa do governo em dificultar a paralisação de obras pelo Tribunal de Contas da União (TCU); a retirada de emendas individuais do contingenciamento do governo; e a identificação e transparência das obras relativas a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Rogério também conseguiu aprovar na Comissão de Educação da Câmara o requerimento  para realização de audiência com o ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci. O pedido foi feito em parceria com o também deputado tucano Otávio Leite (PSDB-RJ).

O objetivo é debater projetos de lei, inspirados numa proposta arquivada do próprio petista determinando que informações biográficas de “pessoas de notoriedade pública ou cuja trajetória pessoal ou profissional tenha dimensão pública ou esteja inserida em acontecimentos de interesse da coletividade” poderiam ser publicadas sem a autorização do biografado.

“Se ele aceitar o convite será a chance de termos a condição de conversamos um pouco a respeito das respostas que não foram dadas. Ele deve explicações em relação às suas atividades como coordenador de campanha de Dilma Rousseff e do aumento de seu patrimônio. As denúncias de tráfico de influência não podem ser varridas para debaixo do tapete”, afirmou o deputado.

Dilma, FHC e a Verdade

– O Estado de S.Paulo

A convivência cordial e respeitosa entre líderes, mesmo que adversários, é mostra de civilização e exemplo de inestimável importância a estimular o amadurecimento político da sociedade. Foi o que fez, com elogiável elegância, franqueza e até mesmo coragem, a presidente Dilma Rousseff, em mensagem enviada ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso por ocasião das comemorações de seu octogésimo aniversário. Depois de oito anos em que a tônica das manifestações do então chefe do governo em relação a seu antecessor primaram pela vulgaridade da terminologia e pela falsificação dos conceitos, a mensagem de Dilma a FHC tem o efeito de uma suave aragem sobre a cena política brasileira e sinaliza, num tom irrepreensivelmente digno, que o populismo rasteiro das apelações demagógicas do tipo “herança maldita” pode fazer parte do passado.

Depois de homenagear Fernando Henrique com elogios que se poderiam considerar protocolares numa mensagem de congratulações, Dilma Rousseff escancarou a intenção de restabelecer a verdade dos fatos sempre negada por seu antecessor e por seu partido ao atribuir a FHC a condição de “ministro-arquiteto de um plano duradouro de saída da hiperinflação e o presidente que contribuiu decisivamente para a consolidação da estabilidade econômica”.

Trata-se, verdadeiramente, de uma mudança da água para o vinho na qualidade do relacionamento do governo petista com seus principais opositores e uma demonstração clara de que a presidente da República está suficientemente segura de suas posições e possibilidades à frente do governo para não temer o diálogo civilizado com a oposição: “Não escondo que nos últimos anos tivemos e mantemos opiniões diferentes, mas, justamente por isso, maior é minha admiração pela sua abertura ao confronto franco e respeitoso de ideias”.

(mais…)

Os donos do poder

Esse é o Brasil velho de guerra:

Danile Pizza / Estadao

O caso Palocci, independentemente do desfecho que tenha, deveria ser examinado como mais um exemplo vexaminoso do poder à brasileira. Infelizmente, não foi nem será, já que tudo fica sempre limitado a uma rixa entre petistas e tucanos, sob a noção tácita do “todos temos rabo preso”. A declaração da presidente Dilma Rousseff, depois de vários dias de silêncio, de que Palocci estaria prestando esclarecimentos aos “órgãos de controle”, e pedindo que a questão não seja “politizada”, foi mais um antídoto contra o oba-oba em torno de seu perfil mais discreto que o de Lula (como se alguém pudesse ser menos discreto do que ele). Não é apenas aos órgãos de controle que ele deve prestar esclarecimentos; é à sociedade. E quem politizou a questão foi o próprio governo, ao fazer comparações com outros ex-ministros que prestam consultoria e ao mentir que esses órgãos estariam informados do salto de patrimônio.

O que dizer então da interferência de Lula? Certo, ao ver que o governo tinha feito besteira ao ameaçar o PMDB de perder ministérios em função da crise, a malemolência e popularidade do ex-presidente pareceram úteis. Mas onde estava Dilma até quinta-feira, quando enfim veio a público e tomou a defesa do ministro da Casa Civil? Os termos foram lamentáveis, mas de qualquer forma seu papel como presidente não é ficar quieta diante de acusações desse porte contra o ocupante de um cargo tão fundamental, que ela mesma ocupou antes de sair à sucessão de Lula e depois entregou à sua grande amiga Erenice Guerra, que o converteu em balcão de negócios familiares. Se toda vez que passar por uma crise Dilma tiver de recorrer a Lula, convenhamos, jamais terá autonomia suficiente para fazer as mudanças de rumo necessárias.

(mais…)

O Rombo é deles, mas quem tapa somos nós.

Mais um absurdo, os Brasileiros tem cara de pateta mesmo. Vamos continuar votando ruim que o resultado é dai para pior:
AE – Agência Estado

Os rombos que o ano eleitoral de 2010 deixou nas contas do PT e do PSDB serão integralmente cobertos por recursos públicos em 2011, graças à manobra do Congresso que, em janeiro, elevou em R$ 100 milhões os repasses da União para o Fundo Partidário.

(mais…)

Confirmado, no DEM só vai ficar Rosalba

Do Blog do Noblat:

Em reunião terminada há pouco em Florianópolis, o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, decidiu que vai deixar o DEM para embarcar no PSD.

O encontro contou com a participação de integrantes da bancada dos deputados estaduais e federais.

Colombo leva com ele sete deputados estaduais do DEM e três deputados federais do partido eleitos pelo estado nas últimas eleições.

Dois dos federais, Paulo Bornhausen e João Rodrigues, atualmente são secretários do governo de SC. Já Onofre Santo Agostini mantém o mandato na Câmara.

O ato oficial de ingresso no novo partido deve ocorrer nas próximas duas semanas. Colombo é o mais cotado para ser o presidente do novo partido no estado.

O governador faz parte do grupo do presidente de honra do DEM, Jorge Bornhausen, que, em fevereiro deste ano, foi derrotado com a confirmação do senador Agripino Maia (RN) para a presidência do partido.

A decisão de Colombo pode ser considerada como uma grande baixa no DEM que perde um dos dois governadores eleitos em outubro.

Além de Colombo, o partido conseguiu emplacar para o governo do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, aliada de Agripino Maia.

Na semana passada, Maia chegou a dar o tom do impacto que deve gerar no partido a saída de Colombo ao afirmar que “só com a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, o partido não resiste”.

Além da queda, o coice

Reportagem de Daniele Lima da Folha de São Paulo:

O DEM receberá das mãos do governador Geraldo Alckmin uma Secretaria de Desenvolvimento Social esvaziada. Projetos importantes e com grande volume de recursos serão redirecionados para outras pastas.

O comando da secretaria será dado ao deputado federal Rodrigo Garcia (DEM-SP) como parte do acordo para manter a aliança entre democratas e tucanos no Estado.

Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), que comandava a pasta, passará a chefiar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e levará parte dos programas sociais que desenhou para o novo endereço.

O governo planejava desembolsar, por meio da pasta de Desenvolvimento Social, cerca de R$ 3 bilhões em programas sociais até 2014.

Os investimentos serão mantidos, mas os projetos serão executados por outras estruturas. Por enquanto, só é certo que permaneçam na secretaria que será comandada pelo DEM os programas Viva Leite e Bom Prato.

(mais…)

Classe "C" está podendo

Muita gente acha vaidade o embate pela imprensa entres os Ex- Presidentes FHC e LULA. Pode até ser, mas o alvo está mais em baixo. O que eles estão querendo dizer mesmo é que o PSDB e o PT corram atrás da Classe C, pois hoje representa 45% da nossa população e consome em torno de 35% do que é vendido no Brasil. A renda destas pessoas gira em torno de R$ 960,00 até R$ 2.900,00. Nada desprezível.

Como podemos ver, FHC e LULA de bobos não tem nada. Tudo gira em torno do poder e do dinheiro.

É a massa ou o povão, como queiram interpretar ou criticar alguns, é quem faz o rumo deste País.

Rogério Prefeito

O Deputado Rogério Marinho aproveita a convenção Estadual do PSDB, amanha na Câmara Municipal, a partir das 10 horas, para dar o pontapé da sua candidatura a Prefeito.

Diferentemente de quatro anos atrás, quando puxaram seu tapete, Rogério não depende de ninguém para ser Candidato, já que vai ser reconduzido a Presidência do PSDB Estadual, colocando pessoas de sua confiança nas Presidências dos Diretórios de Natal e, cidades do Interior. O Trabalho de Rogério não será fácil, ele tem desde já que trabalhar sua candidatura pensando na viabilização política e estrutural.

Rogério também precisa se preocupar na Proporcional, que já tem o filho do Vereador Dickson Nasser que será candidato com a eleição praticamente assegurada. Quem serão os outros? Enildo vem para o PSDB?

O Trabalho de Rogério para sua candidatura começa amanhã na convenção, mostrando força e prestígio politico.

O Presidente Nacional do PSDB, Sergio Guerra confirmou presença.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. DEM no governo do RN, PSDB na Prefeitura de Natal, isso é o fim da nossa querida Natal?
    Só para lembrar que o Rosalba, como o Rogério Marinho era da chapa de apoio a atual Prefeita Micarla de Souza.

    Será que a população natalense será enganada novamente pelo os mesmas pessoas? o0