Morre, aos 71 anos, Edmilson Lima, ex-presidente da Câmara Municipal de Natal

A Câmara Municipal de Natal comunica, com profundo pesar, que a recebeu a informação do falecimento do ex-vereador e ex-presidente do Legislativo natalense, Edmilson Lima, aos 71 anos, ocorrido nesta sexta-feira (24).

Vereador por cinco mandatos, Edmilson Lima foi eleito presidente da Casa na 10ª (1985 – 1986) e 11ª (1991-1992) legislaturas, tendo assumido a Prefeitura de Natal por três vezes. Ao longo da sua vida pública, o parlamentar pautou sua conduta com base na ética e respeito à administração pública.

“Neste momento de luto, a Câmara Municipal de Natal, em nome do seu presidente, Paulinho Freire, e de todos os vereadores e servidores da Casa, se solidariza e presta condolências aos seus familiares e amigos”, diz nota da Casa.

 

Morre no Recife o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Severino Cavalcanti, aos 89 anos

FOTO: Foto: Guga Maia/JC Imagem

Faleceu nesta quarta-feira (15), aos 89 anos, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Severino Cavalcanti (PP).

Ainda não foi divulgada a causa da morte. Ele faleceu na sua residência, em Recife, nesta madrugada.

O velório e o sepultamento devem ocorrer ainda nesta quarta (15), no município de João Alfredo, terra natal de Severino Cavalcanti.

História

Severino Cavalcanti ocupou o cargo de presidente da Câmara dos Deputados entre os meses de fevereiro e setembro de 2005, além de ter sido deputado federal por três mandatos e também eleito sete vezes deputado estadual.

Ele deixa a esposa, Dona Amelia, e três filhos, Zé Mauricio, ex-deputado estadual Ana e Catharina.

Jornal do Commercio

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cris disse:

    E o mensalinho?

  2. Ivana Gadelha disse:

    Menos um.

  3. Ex-Pretralha disse:

    O homem do cheque do restaurante de Brasília, gente boa.

    • Lourdes Siqueira disse:

      Mas agora virou santo……não é sempre assim. Morreu, limpa a biografia.

Sarney chega aos 90 anos com festa e autobiografia de 800 páginas

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

José Sarney faz 90 anos no dia 24 de abril e uma série de homenagens estão sendo preparadas para celebrar a data — ele é o mais velho entre os presidentes brasileiros vivos. Depois dele vem Fernando Henrique Cardoso, que completa 89 em junho.

FESTA

O Congresso Nacional fará uma sessão solene. Vai ainda abrigar uma exposição sobre a carreira literária de Sarney, além de exibir um documentário. Ele será homenageado pela Academia Brasileira de Letras e pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

ESTANTE

Dois livros devem ser lançados sobre o ex-presidente: “Sarney: 60 anos de Política”, do cientista político americano Ronald M. Schneider, e “A Receita de Sarney: Recessão Não”, do jornalista José Augusto Ribeiro.

MINHA HISTÓRIA

O próprio ex-presidente tem uma autobiografia pronta, de 800 páginas, chamada “Boa noite, Presidente”. Mas ele não publicou. Diz seguir conselho do ex-presidente Ernesto Geisel, segundo o qual ela não pode ser publicada enquanto o biografado está vivo.

SOBRE TUDO

Ele atualmente escreve um livro sobre a política brasileira, “O Brasil no seu Labirinto”, e um romance, “O Solar dos Tarquínios”.

Via MÔNICA BERGAMO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Enquanto essa família se deu bem.
    Os maranhenses tudo na miséria.
    Acorda povo
    Deixem de serem otários e protejam suas famílias

  2. Araújo disse:

    Eh, Eh, Eh .. os canalhas também envelhecem….

  3. Rui disse:

    Esse tem história pra contar.
    Pena que esqueceram de colocar na página, os roubos e as falcatruas.

  4. Lampejão disse:

    E tá solto???

  5. Jose Lucio de Azevedo disse:

    Será que o congresso vai comemorar outros bandidos que tenha 90 anos?

  6. Ricardo disse:

    Grande filho da PUTA

  7. Vergonha disse:

    Vaso ruim não quebra …essa PRAGA rouba há 90 anos

  8. Ana paula disse:

    O melhor livro sobre nosso grande Presidente é, Honoráveis bandidos. Palmério Dória, mostro nos detalhes a vida de crimes do grande cacique do Maranhão.

  9. natalsofrida disse:

    Bandido dos bandidos. Só no Brasil pra se prestar a uma coisa desse tipo.

  10. Jose de Arimatea Lopes Fernandes disse:

    Com certeza o mais longevo ladrão do País, com isso fica provado que no Brasil o crime compensa.
    Deixou em vida uma família feliz e rica , deixa também uma legião de seguidores de suas práticas desonestas e um País arrasado e viciado.

  11. VTNC disse:

    Este é corrupto raiz , de pai pra filho, o pai carregava a urna debaixo do braço !!!

  12. Ananias disse:

    Entrou na história! Muita gente podia ser milionário na sua gestão. Quem foi dessa época, vai saber do que estou falando…

STJ concede habeas corpus a ex-presidente paraguaio, amigo de Dario Messer, o doleiro dos doleiros

Santiago Armas | Presidência da República do Equador

O ministro Rogério Schietti, do STJ, concedeu um habeas corpus ao ex-presidente paraguaio Horácio Cartes.

Cartes teve mandado de prisão expedido pela Justiça brasileira há duas semanas e foi um dos alvos da operação Patron, da Lava-Jato fluminense, que investigou núcleos ligados a Dario Messer, o doleiros dos doleiros.

Cartes é acusado de ajudar o doleiro brasileiro a esconder no Paraguai. Mais: teria disponibilizado US$ 500 mil a Messer para ajudá-lo em seus tempos como foragido da Justiça brasileira.

Cartes é também dono de uma fabricante de cigarros no Paraguai. É o maior beneficiário do contrabando do produto para o Brasil. Uma das marcas que fabrica, a Eight, entra clandestinamente aqui e, mesmo assim, detém 16% do mercado — é uma das três marcas mais vendidas do país.

Lauro Jardim – O Globo

PF prende ex-presidente do TJ da Bahia em nova fase de operação

Foto: Reprodução / TJ/Bahia

A Polícia Federal prendeu preventivamente na manhã desta sexta-feira a desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, do Tribunal de Justiça da Bahia, em nova fase da Operação Faroeste, que investiga um esquema de corrupção no tribunal.

A ordem de prisão foi expedida pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Og Fernandes, relator do caso, após pedido da Procuradoria-Geral da República. Og também converteu as prisões temporárias cumpridas na semana passada em preventivas — sem prazo para terminar.

Maria do Socorro foi ex-presidente do TJ da Bahia e é suspeita de integrar o esquema de venda de decisões judiciais no tribunal, que permitiu grilagem de terra no oeste da Bahia.

De acordo com a investigação, a desembargadora movimentou cerca de R$ 17 milhões em suas contas entre 2013 e 2019, parte dos valores sem origem comprovada.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cristian disse:

    Veremos se ele vai puxar cadeia, ou se aposentar com proventos integrais.

  2. Zanoni disse:

    Não se trata só dos ganhos ilícitos, mas também das partes que não pagaram propina a essa quadrilha e foram prejudicadas em seus processos. O judiciário, a tábua de salvação do cidadão…

Ex-presidente do Paraguai deu R$ 500 mil para ajudar doleiro foragido

Conversas entre os doleiros Dario e Lucas — Foto: Reprodução

O ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes teria disponibilizado US$ 500 mil para o doleiro Lucas Lucio Meirelles Paredes, sócio da Casa de Câmbio Yrendague. Esse valor seria encaminhado de forma gradual a Dario Messer, considerado o doleiro dos doleiros, e na época já era considerado foragido. A operação está descrita na denúncia feita pelo Ministério Público Federal.

O ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é alvo de mandado de prisão preventiva em um desdobramento da Lava Jato nesta terça-feira (19).

A suspeita é que ele tenha ajudado na fuga de Dario Messer, que está preso desde o fim de julho.

A decisão é do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal fluminense, que determinou a inclusão do nome de Cartes na Difusão Vermelha da Interpol — a lista de procurados distribuída em aeroportos do mundo todo.

A decisão diz que, em junho de 2018, quando estava foragido, Messer mandou uma carta ao ex-presidente do Paraguai pedindo US$ 500 mil para cobrir gastos jurídicos.

A força-tarefa da Lava Jato afirma que Dario Messer é amigo de longa data de Horacio Cartes.

Relação antiga

“O relacionamento da família Messer com a família Cartes se iniciou na década de 80, quando Dario fundou a Cambios Amambay SRL — atual Banco Basa –, tendo como acionista majoritário o pai do ex-presidente”, escreveu Bretas na decisão.

Ainda segundo o Ministério Público (MP) e a Polícia Federal, na década de 90, Horacio e Dario adquiriram uma fazenda juntos.

Em 2016, em um evento público, Horacio — já como presidente — declarou que Dario seria seu “irmão de alma” (“hermano de alma”).

Segundo imagens colhidas no celular de Dario em junho de 2018 — logo após a deflagração da Operação Câmbio Desligo —, o “doleiro dos doleiros” encaminhou uma carta para o “Patrão” solicitando US$ 500 mil para seus gastos iniciais jurídicos, que deveriam ser entregues a Roque.

O MP afirma que “Patrão” é Horacio Cartes. “A carta de fato foi entregue e Roque passou a ser intermediário entre Horacio e Dario”, detalha Bretas.

Nos diálogos, Roque informa que o melhor período, indicado por Horacio, para Dario se entregar às autoridades paraguaias seria após 15 de agosto, quando encerraria o mandato de Horacio.

Já em março de 2019, em conversa com a advogada, Dario assinala que Julio, seu irmão que mora em Nova York, conseguiu falar com seu “hermano de alma” e que as coisas iam ficar mais calmas.

G1

Ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é alvo de mandado de prisão na Lava Jato

Foto: Reuters/Jorge Adorno

O ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é alvo de mandado de prisão preventiva em um desdobramento da Lava Jato nesta terça-feira (19). A suspeita é que ele tenha ajudado na fuga de Dario Messer, considerado o doleiro dos doleiros. Messer está preso desde o fim de julho.

A decisão é do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal fluminense, e Cartes terá o nome inserido na Difusão Vermelha da Interpol — a lista de procurados distribuída em aeroportos do mundo todo.

Até a última atualização desta reportagem, a Polícia Federal havia prendido três pessoas de um total de 19 mandados de prisão.

Myra Athayde, namorada de Dario Messer, presa no Rio;
Najun Azario Flato Turner, doleiro, preso em São Paulo;
Orlando Stedile, preso no Rio.

A Operação Patrón

A operação foi batizada de Patrón e é um desdobramento da Câmbio, Desligo. Em espanhol, a palavra significa “patrão” e é o termo reverencial que Messer se referia a Cartes. O ex-presidente é amigo da família Messer.

Desta vez, a ação tem como alvos pessoas que o ajudaram a fugir ou ocultar seu patrimônio.

A ação visa cumprir 37 mandados judiciais no Rio, em Búzios, em São Paulo e em Ponta Porã (MS), na fronteira com o Paraguai.

16 mandados de prisão preventiva
3 mandados de prisão temporária
18 mandados de busca e apreensão

O G1 não conseguiu contato com as defesas de Cartes e Turner.

Doleiro dos doleiros

Messer estava foragido desde maio de 2018, quando foi deflagrada a Operação Câmbio Desligo. A investigação descobriu que doleiros movimentaram US$ 1,6 bilhões em 52 países.

Na semana passada, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes negou um pedido de liberdade a Messer.

O doleiro responde a inquéritos policiais desde o fim dos anos de 1980. Neste período, movimentou dinheiro de forma suspeita de políticos, empresários e criminosos.

A investigação identificou que ele ocultou US$ 17 milhões em Bahamas e outros US$ 3 milhões pulverizou no Paraguai através de doleiros, casas de câmbio, empresários, políticos e uma advogada.

Cartes deixou o poder em 2018

O ex-presidente paraguaio Horacio Cartes deixou o poder em agosto de 2018 após cinco anos no poder.

O empresário, considerado um dos mais ricos do Paraguai, chegou ao poder em abril de 2013. Sua eleição representou o retorno ao poder do conservador Partido Colorado, que dominou a política local durante 60 anos, incluindo os mais de 30 anos da ditadura de Alfredo Stroessner.

A hegemonia do partido havia sido interrompida em 2008, ano da eleição de Fernando Lugo, deposto do cargo em 2012.

O ex-chefe de estado paraguaio é presidente do Grupo Cartes, um conglomerado de empresas que produzem bebidas, cigarros e charutos, roupas e carnes, além de gerenciar diversos centros médicos.

Ele se associou ao Partido Colorado apenas em 2009. Por isso, quando assumiu a presidência da república, aos 56 anos, ele era considerado novo na política.

Porém, ele já era muito conhecido por sua trajetória empresarial. Após cursar a universidade nos Estados Unidos, ele retornar ao Paraguai para iniciar sua vida no mundo dos negócios, na empresa do pai, Ramón Telmo Cartes Lind.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Isso eh tudo culpa de Moro! Foi inventar de combater a corrupção dos grandes bandidos do continente… Mas Lulaladrao eh o único inocente viu! Kkk

  2. Ivan disse:

    No Paraguai tb tem defensor de bandidos??? Go lavatoooo!!!! Fumos nesses corruptos…

PF pediu busca na casa de Dilma em operação que mirou ex-presidente do STJ

Foto: Presidência da República

Além de ter a prisão solicitada pela PF na investigação sobre propina da JBS para o MDB, Dilma Rousseff teve um pedido de busca e apreensão contra ela na Operação Appius, informa Fabio Leite na Crusoé.

A operação apura se Cesar Asfor Rocha, o presidente do STJ, recebeu propina para paralisar a Operação Castelo de Areia, em 2010.

O MPF, porém, se manifestou contra o pedido da PF por achar ainda frágeis os indícios contra a petista, e a 6ª Vara Criminal de São Paulo negou o pleito.

O Antagonista, com Crusoé

Ex-presidente Michel Temer é solto após seis dias preso

Foto: Reprodução/Record TV

O ex-presidente Michel Temer deixou por volta das 13h30 desta quarta-feira (15) a sede do Batalhão de Choque da Polícia Militar, na região central de São Paulo, local onde estava preso preventivamente.

O político foi beneficiado por uma decisão do STJ (Superior Tribunal Federal) que substituiu a prisão preventiva por medidas cautelares. O alvará de soltura foi expedido no fim da manhã pela juíza federal Caroline Figueiredo.

Ele havia sido preso na última quinta-feira (9), após o TRF2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) revogar um habeas corpus que o mantinha em liberdade — o ex-presidente foi preso anteriormente em 21 de março e solto quatro dias depois.

Temer seguiu em um carro particular com batedores da Polícia Militar direto para a residência dele, no bairro do Alto de Pinheiros, zona oeste, mas não está impedido de sair de casa.

As medidas cautelares impostas pelo STJ para substituir a prisão foram:

• proibição de manter contato com outros investigados sobre os fatos em apuração, que possam interferir na produção probatória, ou seja, contato pessoal, telefônico ou por meio eletrônico ou virtual, enquanto durar a instrução, salvo aqueles que mantêm relação de afinidade ou parentesco entre si;

• proibição de mudança de endereço e de ausentar-se do país sem autorização judicial;

• entrega do passaporte;

• bloqueio dos bens, até o limite de sua responsabilidade, a ser apurada individualmente pelo juízo de origem competente;

• compromisso de comparecimento em juízo, para todos os atos designados pela autoridade competente;

• proibição de participar, diretamente ou por interposta pessoa, de operações com as pessoas jurídicas citadas na denúncia, e de ocupar cargos ou funções públicas, ou quaisquer cargos de direção em órgãos partidários.

O caso

Temer, Lima, a mulher dele (Maria Rita Fratezi), o ex-ministro Wellington Moreira Franco e outras quatro pessoas viraram réus pelo crime de corrupção, no começo de abril, no processo que teve origem a partir da operação Descontaminação, do Ministério Público Federal e da Polícia Federal.

A investigação apura um esquema de pagamento de propina e desvio de recursos públicos em contratos para as obras da usina nuclear de Angra 3, sob responsabilidade da estatal Eletronuclear.

Em março, o juiz federal Marcelo Bretas determinou a prisão preventiva de Temer, Lima e Moreira Franco, alegando risco à ordem pública, o que foi refutado pelos ministros na sessão de hoje.

O Ministério Público Federal afirma que uma empresa do coronel Lima participou de maneira fraudulenta da licitação da obra, tendo sido escolhida, apenas para repassar dinheiro público desviado ao ex-presidente Temer.

Os valores, pouco mais de R$ 1 milhão, sustenta o MPF, teriam sido usados na reforma da casa de uma das filhas de Temer, Maristela, em um bairro nobre de São Paulo.

R7

 

VÍDEO: Confira trecho da entrevista com Lula; ex-presidente preso fala em “farsa montada” e “vontade de desmascarar” Moro

O ex-presidente Lula afirmou nesta sexta (26), em entrevista exclusiva concedida à Folha e ao jornal El País, que o Brasil está sendo governado por “um bando de maluco”.

Assista trecho abaixo.

Via Folha de SP

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Calixto Silva disse:

    As próprias palavras dele, demonstram o que ele é, "Eu decidi ficar preso " ele se acha acima da lei, coisa de megalomaniaco ditador, ele tava mal acostumado com o poder, foi tirado do poder através do povo que votou e escolheu um presidente que realmente quer mudar a política e o país.

  2. Justiceiro disse:

    Um ser superior. Um exemplo de dignidade!!!
    Quantos podem falar que superam o ódio. A mágoa profunda?
    Lula o Brasil lhe espera!!!

    • Santo do Pau Oco disse:

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
      Piadista você?
      Bandido condenado ovacionado pelos asnos!

    • Sérgio Nogueira disse:

      Espera sim. Espera que ele fique preso por muito tempo.

    • Calixto Silva disse:

      Um ser egocêntrico, megalomaníaco que se acha acima da lei. Lula o Brasil espera que vc cumpra as suas penas.

  3. Leitor independente disse:

    Você não sabe o que há escrito nem na primeira página do processo, quanto mais as dezenas de extratos bancários, pouco mais de uma dezena de testemunhos, e outros tantos contratos simulados que apontam para a dissimulação da ocultação. Até o mais neófito no direito consegue chegar ao seu deus – Lula – como sendo o beneficiário. Só você e sua grei, que sequer têm a intenção de consultar o processo, que é público, diga-se de passagem, convencem-se da mentira repetida infinitas vezes por esse sociopata.
    Vocês não são malucos. Vocês são maus mesmo! Não conseguem raciocinar o mínimo e tem medo de ler o processo para não se convencer do contrário. Quantas vezes vários jornais publicaram algumas das provas do processo? Várias vezes! E a defesa do Lula, conseguiu contraditar? Nunca!
    Vocês são maus e precisam de cura!

  4. natalsofrida disse:

    Esse petralhas incubado que usa u pseudo nome de real madrid, tá certo, ele realmente entende de pilantra. Jumento, esse ladrão está preso exatamente por ocultar provas dos seus roubos, ou será que todos os executivos das empreiteiras, tesoureiros do pt, ministros do pt, estão todos contra o ladrão mor? Tú tá comendo o que? Merda?

  5. Giba disse:

    Realmadridepium, faltou nessa sua lista ai o queiroz, os melicianos, a senhora do açaí lá no rio viu kkkk.

  6. Pablo disse:

    Um dela da puta ladrão, vem falar que foi montagem,….onde uma revendedora da Avon se aposenta com 30mil….onde catadores de bostas virão super empresarial e uma justiça podre que está conrropida até o talo….o Brasil fuleiro

  7. PABLO disse:

    ESSE AI VAI SAIR DA CADEIA DIRETO PARA AS NOVELAS DA REDE GLOBO. CADEIA NESSE LADRÃO!!!

  8. Olimpio disse:

    Era pra tá num presídio e não dando entrevista numa sala especial da PF.

  9. Manoel disse:

    Kkkk. Esse Lula eh muito empoderado mesmo! Ele que "decidiu" atender a polícia e ser preso! Eh um deus mesmo! Só pode! Pra ter tantos asseclas da sua seita só pode ser um deus… Lula, o deus da mentira…

  10. paulo disse:

    eu diria que ele é inocente se todos que estivessem na quadrilha dele não tivessem devolvido em torno de 50milhões cada um e não tivessem feito as delacões pra diminuirem as penas, alem do que todos apontaram ele como o chefão, querem mais o quê????

  11. Flávio A. disse:

    Sinceramente o nosso País é uma piada. Presidiário agora pode dar entrevista com o aval do STF e tentar desqualificar quem teve a coragem e ousadia de desmantelar a maior quadrilha da História moderna da Humanidade. O que esse povo desqualificado roubou do Brasil,daria para avançarmos significativamente em diversos marcadores de índices de desenvolvimento humano. Até quando o discurso fácil dessa gente vai enganar os incautos?

    • realmadriddepiumgenerico disse:

      Só falta apresentar uma prova. Uma apenas. Uma gravação, um bilhete, uma carta, um recibo, um cheque, uma nota, uma filmagem, um bunker com 50 milhões, uma conta no exterior em seu nome, de filhos, da mulher, até dos netos e bisnetos, uma mala com 500 mil reais, um helicóptero com coca, um cheque na conta da mulher, um empregado ou assessor miliciano, um depósito feito por miliciano na conta dele ou de algum filho, um cheque depositado por miliciano na conta da mulher dele, uma gravação pedindo propina ou recebendo, querer abrir uma ong para receber bilhões de reais (chama-se isso de lavagem de dinheiro, legal(??), um empréstimo, uma ameaça de matar alguém, patrimônio não compatível com o que ganha. Tem mil maneiras de se apresentar uma prova. Espera-se que se apresente, nem que seja um depósito de 10 centavos, já serve como prova. Agora a justiça mandou a OAS devolver o dinheiro que a D. Marisa pagou pela compra do apartamento. Ué! mas não foi roubado? ou não foi? o dono do sítio pediu a justiça para vender o sítio. Ué! mas não é do Lula? Condenação por atos de ofícios indeterminados é o cacete.

    • Gustavo disse:

      Amigo, vc quer que corrupto emita recibo, é isso? Vc quer transparência nos crimes de ocultação de patrimônio?

    • J. Dantas disse:

      Saíam da caverna tentem enxergar o óbvio… Leitura é essencial: https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/as-provas-da-lava-jato-contra-lula-no-caso-triplex/ … Vejam a quantidade de provas contra esse senhor.

    • Sérgio Nogueira disse:

      Quem se dispôs a ler a sentença e o acórdão do TRF4 teve a certeza inabalável que se tem uma coisa que abunda nestes pronunciamentos são provas.
      Quem é covarde, quem prefere viver na escuridão, quem não quer enfrentar o fato de que foi e é feito de "idiota útil", quem se assume como membro da manada de jumentos, quem é só um defensor de corrupto, fica nesse mimimi de "cadê as provas".
      Não adianta jogar pérolas aos porcos. Não adianta esclarecer quem quer ser manobrado pelo partido.
      Eu só assisto, leio e morro de rir.
      LULA TÁ PRESO BABACA.

Senador Major Olímpio: “Ex presidente do Peru se suicidou ao ser preso. Tomara que está moda pegue no Brasil. Seria uma grande economia para o país”

Major Olimpio (PSL-SP) durante entrevista exclusiva ao UOL. Imagem: 18.jan.2019 – Simon Plestenjak/UOL

Líder do Partido Social Liberal (PSL) no Senado, Major Olímpio afirmou que espera que a “moda” de suicídios de ex-presidentes “pegue no Brasil”. O senador fez referência em seu Twitter ao ex-mandatário do Peru, Alan García, que se suicidou nessa quarta-feira(17) pela manhã após ser alvo de um pedido de prisão temporária por supostos envolvimento em casos de corrupção da Odebrecht.

“O ex presidente do Peru se suicidou ao ser preso. Tomara que está (sic) moda pegue aqui no Brasil. Seria uma grande economia para o pais [sic]”, escreveu Olímpio.

Parte dos seguidores do senador concordou com a opinião. “Concordo com você, Major, ponha ordem naquela bagunça chamada PSL, pelo amor de Deus”, respondeu um dos internautas. Outro foi mais longe: “Seria legal que os aliados do PT também fizessem isso ..principalmente os que se elegeram com votos da direita.”

Outros seguidores, no entanto, consideraram ofensiva a publicação de Olímpio, principalmente por desdenhar de um problema complexo como o suicídio.

“Respeito o senhor Mas uma das bandeiras do governo é a luta contra o suicídio principalmente entre os jovens. Pisou feio na bola hein…”, escreveu um usuário. “Esse povo de Deus a cada mostrando ensinamentos longe do Cristo”, disse outro.

UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Hilzeth e Josemar disse:

    Concordo e super apoio, não t nada haver com apologia a suicídio e sim a gastos e uso de tanta brecha que temos nas nossas leis em defender bandidos, LULA PRESO …

  2. Fagner disse:

    Hipocrisia!

  3. J.Dantas disse:

    A patrulha do mimimi sempre alerta e atuante quando o assunto é o politicamente correto…Distorcendo e criando divisões entre doentes que se dizem de Direita e esquerda….

  4. Véio de Rui disse:

    Perdoa Senhor, ele não sabe o que diz!

    • Jack Johnson disse:

      Falar isso sendo político, espero que ele nunca seja indiciado por nada, pois vão repetir essa frase dele ad nauseaum.

Partido de Alan García culpa MP peruano por morte de ex-presidente

Ex-presidente atirou em si mesmo para evitar prisão. FOTO: REUTERS/Guadalupe Pardo/17.04.2019

Congressistas do Partido Aprista Peruano (PAP), do ex-presidente Alan García, que nesta quarta-feira (17) se suicidou com um tiro na cabeça quando seria detido em cumprimento de uma ordem judicial, culparam o Ministério Público pela tragédia.

O congressista Mauricio Mulder declarou à imprensa que esta tragédia é “a concretização de um mecanismo de perseguição e busca de popularidade doentia por parte de algumas pessoas que se alimentam de poder e que querem ficar na história como carcereiros”.

Por sua vez, o ex-chanceler Luis Gonzales Posada, também militante do PAP, acusou o Ministério Público de querer prender arbitrariamente políticos sem um devido processo.

“É o resultado de um pérfido, malévolo e de uma abusiva violação de um Ministério Público que pode deter quem quiser”, criticou o ex-chanceler.

A ex-ministra do Interior Mercedes Cabanillas também acusou o órgão de abusar de sua autonomia para perseguir personagens como García e “encobrir” outros, como a ex-prefeita de Lima Susana Villarán, também investigada pelo caso Odebrecht no Peru.

“Lamento a atuação da Promotoria. Alan García sempre mostrou disposição a ser investigado”, declarou.

Cabanillas considerou injusta a ordem de detenção decretada contra García por considerar que não há provas.

“Podemos ser investigados, mas desde que nossos direitos sejam respeitados. Por que fazer isso? Me desperta um pouco de suspeita”, questionou o ex-congressista.

Além de García, a Justiça decretou a prisão de Luis Nava, secretário da Presidência durante o governo do líder do PAP, e Miguel Atala, também colaborador do ex-presidente. Ambos são apontados pela investigação como testas de ferro de García.

A Justiça também pediu a prisão do ex-ministro de Transportes, Comunicações, Habitação e Construção Enrique Cornejo, que se entregou às autoridades horas depois.

A situação legal de García se complicou no domingo, quando trechos de uma delação premiada da Odebrecht revelaram que o ex-secretário da Presidência e seu filho, José Antonio Nava, receberam US$ 4 milhões da empresa para a concessão do contrato de construção da linha 1 do metrô de Lima.

R7, com EFE

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Justiceiro disse:

    Lembrem-se da Lei do Retorno. Tudo que se deseja ou se faz, volta-se para si…

  2. Laranja disse:

    Cadê o Queiroz?

  3. ADCL disse:

    O ladrão safado de 9 dedos do PT devia seguir o exemplo deste seu amigo larápio.

  4. PABLO disse:

    Bem que o Lula poderia ter feito o mesmo.

  5. Matarazzo disse:

    Além de exportar corrupção o pt também exporta escola. A escola da cara de pau. Canalhismo é isso, sem tirar nem pôr!

Ex-presidente da Câmara Municipal de Mossoró é condenado por improbidade administrativa

O ex-presidente da Câmara Municipal de Mossoró, João Newton da Escóssia Júnior, foi condenado pela prática de improbidade administrativa consistente na prática de contratação de servidores públicos sem o devido concurso naquela Casa Legislativa, utilizando deste expediente, enquanto presidente daquela casa, como uma forma de se beneficiar, angariando capital político ao distribuir cargos comissionados. A sentença é do Grupo de apoio às Metas do CNJ em atuação perante a 1ª Vara da Fazenda Pública de Mossoró.

Com a condenação, Júnior Escóssia (como é conhecido no meio político) deverá pagar um multa civil no valor de R$ 20 mil, referente a aproximadamente quatro vezes o montante do salário mensal de presidente da Câmara, à época, em razão dos quatro anos nos quais manteve os atos irregulares pelos quais foi condenado. O montante deve ser recolhido em favor da Câmara de Vereadores de Mossoró, e foi determinada, desde já, a intimação do réu para pagar a multa.

Além disso, o ex-presidente CMM também foi condenado à suspensão dos direitos políticos por cinco anos, em virtude da condição de agente público à época dos fatos. O Grupo determinou ainda ao réu a proibição de contratação com o poder público ou de receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

O caso

O Ministério Público Estadual ajuizou Ação Civil Pública em desfavor de Júnior Escóssia, por suposta prática de improbidade administrativa durante a sua gestão como presidente da Câmara Municipal de Mossoró.

Os atos ocorreram no período de 2005 a 2008, especialmente em relação às nomeações em cargos comissionados que teriam se dado ao arrepio da Constituição Federal e de demais instrumentos normativos municipais que regulamentavam o número de cargos públicos de provimento em comissões existentes na Câmara Municipal de Mossoró.

Alegou que, a partir da análise de documentos conseguidos juntos à Câmara Municipal, não houve admissão de qualquer servidor efetivo durante a gestão de Júnior Escóssia (2005, 2006 e 2007), não havendo também, no período, conversão de servidores comissionados ou temporários para condição de efetivo. Disse ainda que os servidores comissionados da Câmara Municipal de Mossoró, durante a gestão do réu, foram nomeados entre os anos de 2005 e 2007.

Haveria ainda, segundo o MP, diversas nomeações no mesmo período que não aparecem em nenhuma das relações de servidores, seja efetivos ou comissionados. Na análise foram detectados, também, alguns nomes que não possuem portaria de nomeação, porém aparecem nas folhas de pagamento ou nas relações de funcionários. Além disso, afirmou que foram encontradas algumas exonerações, sem que tenham ocorrido as respectivas nomeações.

Assim, para o Ministério Público, Júnior Escóssia utilizou a Câmara Municipal de Mossoró durante sua gestão como provável cabide de empregos, promovendo nomeações para cargos públicos sem previsão legal como moeda de troca ao favorecimento de seus interesses políticos, em desacordo com os ditames constitucionais e desrespeitando os instrumentos normativos da Casa Legislativa local que presidia.

Decisão

O Grupo de Apoio às Metas do CNJ verificou indícios de que houve violação de ditames constitucionais indispensáveis no trato da coisa pública e, por isso, considerou como incontestável que as contratações promovidas pelo acusado descortinam irregularidades.

De acordo com o Grupo, no período que se estendeu de 2005 a 2007, o réu promoveu a nomeação de inúmeras pessoas para atuar na Câmara de Vereadores, sem previsão de cargos para criação e muitas vezes sem haver sequer portaria para tanto, com nomes constando diretamente na folha de pagamento daquela Casa Legislativa, burlando, assim, a necessidade de se realizar certame público prévio para a contratação de servidores.

Além disto, não se verifica documentação referente, sequer, à contratação de servidores temporários durante a gestão de Júnior Escóssia na presidência do Poder Legislativo Municipal de Mossoró, ou mesmo sob a égide da lei que regularia a Resolução nº 09/2005.

“Sendo assim, e considerando que o réu, como Presidente da Câmara e gestor da mesma detinha o dever de velar pela higidez das contratações que chancelava, constato que tais contratações ocorreram de forma irregular, já que não precedidas de concurso público”, concluiu.

(Processo nº 0120400-33.2013.8.20.0106)
TJRN

 

Com Odebrecht no “olho do furacão”, Justiça peruana ordena prisão do ex-presidente Pedro Pablo Kuczynski

PPK renunciou à Presidência do Peru há pouco mais de um ano. Foto: Mariana Bazo/Reuters – 21.3.2018

A Justiça do Peru ordenou a detenção preliminar, por dez dias, do ex-presidente Pedro Pablo Kuczynski (2016-2018) por supostos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, em um caso que envolve duas obras públicas com licitações concedidas à Odebrecht, informaram nesta quarta-feira (10) veículos de imprensa locais.

De acordo com a resolução divulgada pelo jornal “El Comercio” e a emissora de rádio “RPP Noticias”, o juiz Jorge Luis Chávez afirma que o Ministério Público apresentou como “fato procedente” os “atos de lavagem de dinheiro” do ex-presidente como consequência de “sua intervenção em supostos atos de corrupção” vinculados a dois projetos que foram concedidos à Odebrecht.

As obras são os trechos 2 e 3 da Rodovia Interoceânica e o projeto de irrigação e hidroenergético de Olmos, que foram licitadas no governo do ex-presidente Alejandro Toledo (2001-2006), que vive nos Estados Unidos e é considerado foragido pela Justiça peruana por ter recebido propinas milionárias da construtora brasileira.

Ex-secretária e assistente presos

A Justiça peruana emitiu a decisão de impor a detenção preliminar contra Kuczynki a pedido do Ministério Público e acrescentou que a mesma medida se estende à sua ex-secretária, Gloria Kisic, e seu assistente, José Luis Bernaola.

Além disso, o juiz expediu um mandado de busca e apreensão nos escritórios e imóveis do ex-presidente, de Glória e de Bernaola.

Kuczynski renunciou à presidência do Peru em março de 2018 devido a seus vínculos com a Odebrecht, durante sua passagem pelo governo Toledo e sua saída deste, através de suas empresas de consultoria financeira.

R7, com EFE

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Roberto disse:

    É gopi 2, quem é o moro 2?, agente do EUA infiltrado no Peru? Kkkkkkkkk lá tem também hipnotizador de idiotas?

Exclusivo: Documentos revelam que Lula e família viajaram 111 vezes a sítio de Atibaia

Lula_Pernambuco115935Relatórios de viagem produzidos pelo Palácio do Planalto revelam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contou com sua segurança pessoal por 111 vezes em Atibaia, entre 2012 e 11 de janeiro deste ano. É nas matas de Atibaia, no interior de São Paulo, que fica o sítio Santa Bárbara, no qual a Odebrecht gastou R$ 700 mil em reformas. No papel, o sítio está em nome de um amigo de Lula e do sócio de um dos filhos dele – Fábio Luís, aquele que enriqueceu graças à parceria empresarial com a telefônica Oi. Lula nega ser dono do sítio e disse, por meio de assessoria, frequentar o local somente em “dias de descanso”. As evidências obtidas por ÉPOCA, porém, confrontam fortemente a versão do ex-presidente. A cada cinco dias, um segurança de Lula era deslocado para Atibaia. Quem visita sítio de amigos com tamanha frequência?

ÉPOCA mapeou os dados a partir das diárias dos sete servidores que fizeram parte da equipe de segurança do ex-presidente. No total, eles receberam 968 diárias da presidência, custando R$ 189 mil. Os dados mostram que, em muitos casos, os seguranças tiveram de alternar turnos em Atibaia, como forma de garantir que assim sempre estivesse alguém na cidade num determinado período. Se, por exemplo, um segurança ficou de segunda-feira a quinta-feira, e outro chegou na quarta-feira e ficou até sábado, ÉPOCA contabilizou apenas uma viagem, de segunda a sábado. O itinerário é quase sempre o mesmo: São Bernardo do Campo (onde Lula mora), Atibaia e retorno para a mesma cidade.

A versão de Lula para o caso do sítio é clara. Segundo a assessoria de imprensa de Lula, “o ex-presidente Lula e também Dona Marisa, frequentam em dias de descanso um sítio de propriedade de amigos da família na cidade de Atibaia”. ÉPOCA questionou o Instituto Lula sobre as viagens dos seguranças a Atibaia, mas a assessoria não fez comentários. Disse que “tentativa de associá-lo a supostos atos ilícitos tem o objetivo mal disfarçado de macular a imagem do ex-presidente”.

Para fazer essas 111 viagens, os seguranças de Lula pernoitaram um total de 283 vezes em Atibaia. O período total dos documentos é de cerca de 1400 dias _ as datas na cidade representam cerca de 20%. Em junho e julho de 2014, por exemplo, os seguranças de Lula passaram seis finais de semanas seguidos na cidade do sítio. há casos em que as idas a Atibaia representam quase a metade de todas as viagens feitas por um segurança de Lula.

Fora do país

Como todo ex-presidente, Lula tem por direito contar com segurança e assessores. A lei, contudo, não estende esse benefício a familiares. ÉPOCA cruzou as viagens dos segurança a Atibaia com dados produzidos pela Polícia Federal sobre entradas e saídas do país por Lula, material que integra a investigação do Ministério Público Federal sobre tráfico de influência internacional.

Em seis datas, os seguranças de Lula estão em Atibaia enquanto o ex-presidente ou estava retornado ou deixando o país. Às 7h57 do dia 13 de março de 2013, a PF registrou a saída de Lula do país. Ele começava ali um tour pela África. Naquele mesmo dia 13, o militar Elias dos Reis deixava São Bernardo, rumo a Atibaia. Recebeu de diária R$ 265, voltando a São Bernardo no dia seguinte. Enquanto Lula estava na África, o Planalto assim registrou a viagem a Atibaia: “Compor a equipe de segurança do Sr Ex-Presidente da República”. O que um segurança do ex-presidente fazia em Atibaia enquanto Lula estava na África?

As diárias estão disponíveis a partir de 2012. A primeira ida registrada é em 30 de março de 2012. Naquele ano, as viagens eram curtas. Em 14 ocasiões, foi apenas um bate volta, sem pernoite. A frequência começa a se intensificar ao longo dos meses, chegando ao auge em julho de 2014 _ era a Copa do Mundo. Lá, os seguranças de Lula estiveram presentes nas partidas contra Chile e Colômbia, na fase final do torneio. Depois, ficaram o maior período no sítio. A partir do dia 17 de julho, por onze dias seguidos algum segurança presidencial esteve presente em Atibaia.

As visitas mais recentes foram no começo do ano. Os seguranças de Lula passaram o réveillon de 2016 em Atibaia e, depois, ficaram por lá de quinta-feira, dia 7, a segunda-feira, dia 11. Nos documentos do Planalto, há casos em que os seguranças tiveram que registrar as viagens depois do ocorrido. Isso porque, segundo os assessores, a viagem foi feita em cima da hora. “O servidor viajou para atender a demanda da agenda do ex-presidente Lula. E devido a urgência no atendimento não foi possível enviar o SCDP [registro] antes da ocorrência da respectiva viagem”, diz um dos registro.

Os dados denotam que a frequência de Lula em Atibaia pode ser maior do que a visita a amigos donos do sítio, como ele já admitiu em nota à imprensa. Os donos do sítio são dois sócios do filho de Lula, Fábio Luís. Segundo a Folha de S. Paulo, fornecedores da obra disseram que o sítio foi reformado pela Odebrecht.

Em nota, a construtora Odebrecht disse que “não identificou relação da empresa com a obra”.

Fonte: Época

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio José disse:

    BJ quantas vezes FHC viajou ao Ap Milionário que ele tem em Paris?

    • Ceará Mundão disse:

      O problema não é "ter". A questão é como isso foi obtido. Os casos que estão aparecendo aos borbotões com o Lula denotam fortíssimo indício de origem desonesta. Tanto é que as versões apresentadas são estapafúrdias e contraditória com os fatos. O conjunto desses fatos fala por si só.

  2. Val Lima disse:

    Ele só foi 111 vezes e dai??!! Rs….

  3. JOAO MARIA disse:

    ele não se lembra, com certeza

  4. Antônio Silva disse:

    Nem Getúlio Vargas foi submetido a uma tentativa de linchamento público de sua história como Lula enfrenta hoje. É ódio, covardia e medo!

    • Pinheiro Dias disse:

      Exato… e os folhetins não cansam de repetir as mentiras da Folha…

    • SURPRESO disse:

      O Rei da amnésia!

    • Alexandre Caldas disse:

      É verdade Antônio e Pinheiro, tudo intriga da zelitis. Frequentar um lugar 111 vezes e não ser dono, fica no mínimo estranho. Gastar dinheiro decorando uma propriedade que não é sua, se torna patético. Vocês fariam isso, frequenta um lugar milhares de vezes sem ter ligação direta? Gastam dinheiro na casa dos outros?
      Então aproveitem o embalo, tire dinheiro do seu bolso, de sua casa, de sua família e vão ajudar o dissimulado José Dirceu, que teve a cara de pau de dizer que passa por dificuldades financeiras, mesmo ostentando imóveis milionários e recebendo por serviços que não prestou. Acreditem nele e nos contos de carochinha que o PT afirma! Não esqueçam de ajudar também o saci pererê, a cuca, e os peixinhos falantes dos riachos iluminados.

    • Anderson disse:

      Exato, nunca antes na história desse País um político zombou tanto da cara do Povo, nunca ninguém pintou e bordou tanto no governo brasileiro, e olhe que os que passaram não foram santos !!!!

    • Antonio José disse:

      O medo que eles têm de Lula é grande!

    • Ceará Mundão disse:

      O fim dos pilantras se aproxima pouco a pouco. E assim é melhor pois potencializa a destruição de suas podres imagens construídas a custa de mentiras e enganação. Só otários ou mal intencionados ainda defendem essa quadrilha que (des) governo o nosso país há 13 anos.

    • Atleta disse:

      É verdade Antonio José…Todo mundo tem medo de marginal!

  5. Silva disse:

    O Lula já disse, eu só fui umas duas ou três vezes. Por tanto o resto só se foi dormindo. Não sabe de nada, é sonâmbulo.
    Rsrsrs

  6. Charles disse:

    Se fosse dele será que ele teria ido tantas vezes?

Ex-presidente da Colônia de Pescadores de Canguaretama é condenado pela JFRN

A Justiça Federal do Rio Grande do Norte condenou o ex-presidente da Colônia de Pescadores de Canguaretama, Manoel Querino do Nascimento, por falsificar carteira de registro de Pescador Profissional com o objetivo de que um terceiro conseguisse benefício previdenciário.

Em sentença proferida em audiência, o Juiz Federal Walter Nunes da Silva Júnior, titular da 2ª Vara Federal, definiu a pena de um ano de prisão. O tempo de reclusão foi convertido em prestação de serviço à comunidade por igual período.

O caso foi flagrado durante processo que tramitou na 3ª Vara da Justiça Federal, quando uma mulher tentava obter benefício previdenciário a partir do fato de ser pescadora. O ilícito constatado foi a falsificação da carteira de registro de Pescador, documento que deveria ter sido emitido pelo Ibama.

“Em que pese a negativa do acusado de ter praticado a conduta a si imputada, conforme visto acima, a análise das provas documentais e dos depoimentos das testemunhas não deixam dúvidas de que ele, na condição de Presidente da Colônia de Pescadores de Canguaretama/RN, foi responsável por falsificar a Carteira de Registro de Pescador Profissional necessária para que Maria da Conceição Gomes da Silva pleiteasse benefício previdenciário junto à 3ª Vara da Justiça Federal da Seção Judiciária do Rio Grande do Norte”, destacou o Juiz Federal Walter Nunes na sentença.

JFRN