“CANCELADO” – VÍDEO: Influenciador digital Carlinhos Maia ganha estátua em cidade de AL que nasceu, mas população impede instalação

Natural de Penedo, em Alagoas, Carlinhos Maia foi homenageado pela Prefeitura da cidade e ganhou uma estátua. A imagem do influenciador digital seria colocada na orla de Penedo, no bairro Barra Vermelho, porém, os moradores do local impediram a instalação.

Um vídeo publicado no Twitter mostra os funcionários da Prefeitura colocando a estátua de volta no caminhão e sendo levada embora depois da pressão popular.

Fotos de Reprodução/Instagram e Reprodução/Facebook

Numa página dedicada ao bairro, criada no Facebook, foi feita uma publicação que critica a homenagem e alega que há outros representantes da cidade que mereciam ser exaltados.

“Hoje, nós deparamos com uma situação engraçada, para não falar outra coisa. Nada contra o Carlinhos Maia, uma pessoa que divulga nossa cidade, leva diversão aos internautas, ajuda muita gente… Porém, acharam de colocar uma estátua dele na nossa orla, nada demais, desde que primeiramente homenageassem aos nossos. Temos tantas pessoas que merecem todo nosso reconhecimento, como por exemplo Sr Toninho Pescador que a pouco tempo recebeu a comenda de Guardião das Águas do Velho Chico”, diz parte do texto.

Carlinhos usou as redes sociais para lamentar as críticas: “Eu não estou com raiva, apenas entristecido e decepcionado. Eu levo o nome da minha cidade todos os dias para onde eu vou. Para onde eu estou levo o nome de Penedo”.

O influenciador ainda disse que pensou em colocar a estátua na orla para atrair mais turistas e reforçou: “Que fique onde a Prefeitura achar melhor”.

Foto: Reprodução

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Vão crê em Deus disse:

    Manda lá para o quintal da mãe dele, idiotas . Só Jesus Cristo é o Senhor o resto é resto . Tudo vai voltar ao pó, até as estátuas . Vão crê em Deus e usar bem o dinheiro público , não fazendo bolão de barros.

  2. Fernando Queiroz disse:

    Uma estátua pra homenagear um Zé Ruela desses? Pqp. O brasileiro só dar valor ao que não presta mesmo. Bando de gente idiota.

  3. Rafael disse:

    Tá de parabéns a população.

  4. Moral dos Santos disse:

    A população mandou o recado: um pescador é muito mais importante que um Youtuber.

  5. Sérgio disse:

    Influenciador digital e bosta é a mesma coisa kkkkk já q está feita, bota essa estátua em um cabaré desses bem fuleira. Era só o que faltava, estátua de influenciador digital. O que s gente vê são essas figuras sendo exemplo de como levar chifre, dar trambique e outras coisas mais.

  6. Erasmo disse:

    Joga a Estátua no fundo do Mar. Cada herói que aparece, a população fez o correto.

STF impede divulgação de vídeo com dinheiro ‘entre nádegas’ de senador

Marcello Casal JrAgência Brasil

Na decisão em que determinou o afastamento do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), o ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), ordenou que apenas um dos vídeos produzidos na ação que encontrou R$ 33.100 na cueca do parlamentar seja juntado aos autos da investigação sobre desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia de covid-19.

A filmagem diz respeito à primeira revista corporal feita no senador na Operção Desvid-19, após os investigadores suspeitarem do ‘grande volume retangular na parte traseira das vestes’ do parlamentar.

No entanto, uma segunda gravação deverá ser mantida em ‘cofre da própria Polícia Federal, em absoluto sigilo’, segundo a determinação de Barroso. A medida se dá em razão de o registro exibir ‘demasiadamente a intimidade do investigado e não produzir acréscimo significativo à investigação’.

“Se comprovada a culpabilidade do investigado, estará justificada a sua punição, mas não sua desnecessária humilhação pública”, ponderou o relator da Desvid-19. A decisão atende pedido da Polícia Federal e diz respeito a uma segunda revista corporal feita no senador.

“Num segundo momento, diante do precedente que se apresentava, a equipe realizou novo registro em vídeo do momento em que a autoridade policial, o Senador e seu advogado se dirigem a uma sala reservada e lá a autoridade solicita ao Senador que retire todas as demais cédulas eventualmente ainda ocultas em seu corpo. Nesse momento, o Senador retira parcialmente sua roupa, deixando à mostra e visíveis ao espectador as partes íntimas do seu corpo e termina a retirada das últimas cédulas de dinheiro”, descreveram os investigadores.

Nessa linha, a PF argumentou que o vídeo ‘exibe a intimidade’ do senador e seu anexo aos autos da investigação ‘não acrescentaria de forma significativa a produção de prova quanto a ocultação de valores.

“Isso posto, buscando resguardar a intimidade do investigado em confronto com a necessidade de produção de prova para a investigação criminal, solicito de Vossa Excelência manifestação quanto a possibilidade de juntada apenas do primeiro vídeo aos autos, mantendo-se o segundo sob custódia e responsabilidade desta Polícia Federal até eventual trânsito em julgado do processo”, ressaltou a PF no pedido a Barroso.

A PF considerou que a tentativa do senador de esconder dinheiro na cueca configurou potencial ocorrência do crime de embaraço a investigação de infração penal que envolva organização criminosa.

“Caso o investigado não titularizasse o mandato de Senador da República, dúvida não haveria acerca da sua imediata prisão em flagrante”, registrou a corporação ao pedir a segregação cautelar de Chico à Barroso. O ministro do STF, no entanto, acolheu apenas o pedido de afastamento do parlamentar.

R7, com Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. DEFENSORES DO INDEFENSÁVEL disse:

    Fico sem acreditar nos comentários sem lógica. Mas a esperança em um Brasil com menos corrupção continua no coração da nação. Que Luladrão é desonesto já sabemos, mas não justifica a desonestidade do cagão amigo de Naro. Kkkkkk.

  2. Cidadão Indignado disse:

    Que merda, mano! Próxima nota de real vai ter a figura do peixe pacu ou baiacu! Políticos de merda!

  3. Marquito disse:

    Se fosse Lula ou do PT já estava passando na desde o bom dia até jornal da noite ……. o engraçado é que nunca encontraram nada na casa de Lula, mais quando vão em outras lugares é dinheiro em malas,caixas ,cuecas e agora inovaram e no toba

    • Manoel disse:

      Marquito e os presentes q Lula levou do Palácio do Planalto pro seu sítio de Atibaia?

    • Fernando disse:

      Flagaram o pedalinho, tava só a cabecinha de fora, o resto tava enterrado no rabo de luladrão, na conta encontraram milhões de reais de origem inexplicáveis.

    • Paulo disse:

      Você já viu mafioso com alguma coisa em nome próprio?

    • Paulo disse:

      Esse senador, com 30 mil reais em casa.
      Peixe pequeno?
      Quanto Lula recebeu da Odebrecht por palestras?
      30 milhões?
      Isso não cabe em cueca nenhuma…

    • Marcos Benício disse:

      Manoel, tu sabe de nada. Só sabe assistir ao Jornal Nacional. Nem leu a matéria toda, vem falar de outra coisa. Esquece Lula. Anda prá frente, macho!

  4. Antônio Soares disse:

    Cofrinho recheado. Kkkkkkk
    O agente, literalmente, pegou em merda. Kkkkk

Bolsonaro sanciona lei que impede corte de água e luz nos fins de semana

Foto: CCO

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou uma lei que impede a interrupção de serviços públicos, como fornecimento de eletricidade, gás e água, em feriados, fins de semana e sextas-feiras.

O texto altera normas editadas em 1995 e em 2017. A sanção foi publicada nesta terça-feira (16/06) no Diário Oficial da União (DOU).

Agora, as empresas deverão comunicar o consumidor de que o serviço será desligado em virtude de inadimplemento, bem como do dia a partir do qual será realizado o desligamento, necessariamente durante horário comercial.

“A taxa de religação de serviços não será devida se houver descumprimento da exigência de notificação prévia ao consumidor, o que ensejará a aplicação de multa à concessionária, conforme regulamentação”, determina o texto.

É vedada a suspensão da prestação de serviço em virtude de inadimplemento por parte do usuário que se inicie na sexta-feira, no sábado ou no domingo, bem como em feriado ou no dia anterior a feriado.”

A interrupção do serviço não poderá iniciar-se na sexta-feira, no sábado ou no domingo, nem em feriado ou no dia anterior a feriado.

Sem corte

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta segunda-feira (15/06) prorrogar até 31 de julho a proibição de cortes no fornecimento de energia elétrica por falta de pagamento dos consumidores.

A suspensão dos cortes foi aprovada em março e valeria inicialmente até 23 de junho. A medida foi adotada em razão da crise na economia provocada pela pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Estão protegidas contra corte do fornecimento todas as residências urbanas e rurais e os serviços considerados essenciais, como hospitais.

Metrópoles

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Mais uma excelente notícia do governo JB sem comentários dos esquerdopatas.

Teleperformancer impede entrada de equipe de fiscalização da Sesap na empresa, destaca reportagem

Foto Ilustrativa  – Denúncia

A Agência de Reportagem Saiba Mais destaca nesta sexta-feira(03) que uma equipe de fiscalização da secretaria estadual de Saúde Pública foi barrada na quinta-feira (2), quando tentava entrar em uma das unidades da empresa de Call Center Teleperformance. O objetivo da visita era verificar se as medidas e condições determinadas pelo Ministério Público do Trabalho e pelo Governo do Estado para a prevenção de contágio pela Covid-19 estavam sendo cumpridas. O episódio aconteceu na Teleperformance de São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal, e a tentativa de acompanhamento presencial da situação se deu pelo recebimento diário de reclamações e denúncias de funcionários da empresa, que continuam trabalhando diante situação de pandemia.

Segundo o Saiba Mais, a vistoria foi executada por equipe do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador da SESAP. A assessoria da pasta informou que após a resposta negativa da empresa, o órgão encaminhou um relatório para o Ministério Público do Trabalho explicando a situação e solicitando providências.

A subcoordenadora do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador da SESAP, Kelly Barros, explicou que as medidas a serem fiscalizadas devem ser cumpridas como forma de cuidado com cada pessoa que circula dentro da empresa.

“Para todas as empresas que estamos fiscalizando é necessário o cumprimento de medidas como a diminuição do efetivo de trabalho dando férias coletivas ou instituindo teletrabalho, medida possível para a empresa Teleperformance. Também é recomendado a afastamento a pessoas que apresentem sintomas de gripe por 14 dias, sem qualquer prejuízo aos salários. Além disso, indicamos que haja a conscientização desses funcionários quanto a importância dos cuidados de prevenção, bem como deve a empresa disponibilizar produtos de higiene de forma ininterrupta”, esclarece a subcoordenadora.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do RN (Sinttel/RN), Iara Martins, a empresa não permite qualquer diálogo conclusivo sobre a situação dos trabalhadores.

“Nós temos recebido reclamações e denúncias diárias e tentamos tratativas com a empresa, que sempre nos dá respostas genéricas, inconclusivas dificultando a resolução desses problemas. Não recebemos qualquer informação sobre o número de funcionários liberados ou que estão cumprindo regime de banco de horas”, relata Iara.

Alguns funcionários de Call Centers do RN denunciaram à Agência Saiba Mais a situação vivida nas empresas.

Veja matéria completa aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. TRABALHO DIGNIFICA O SER disse:

    Quem "manda" é a Teleperformance,, quero ver alguém para-lá!

    MPT?!
    Sindicato?!
    TRT?!
    SUVAG?!
    INSS?!

    Mas há esperança: POLÍCIA FEDERAL, MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL E ESTADUAL.

    Por favor, trabalho digno em todo tempo e para todos.

  2. Luiz Fernando disse:

    Quando a empresa fechar e milhares perderem o emprego, vão pedir ajuda a Sesap e MPT.

  3. Cap_Mor disse:

    Pra isso tem polícia.

  4. João Felipe disse:

    Empresa sem o menor respeito com os seus funcionários…e os funcionários lá ajudando a empresa a faturar enquanto ganham uma mixaria.

STF confirma decisão do TCE que impede vinculação de vencimento de servidores do RN ao salário mínimo

Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, restabeleceu os efeitos de decisão do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE-RN) que impede a indexação ao salário mínimo do vencimento básico de um grupo de servidores da administração pública estadual. O ministro acolheu o pedido formulado na Suspensão de Segurança (SS) 5248, ajuizada pelo TCE contra decisão do Tribunal de Justiça local (TJ-RN) que havia afastado os efeitos do acordão da corte de contas.

Em procedimento de controle externo (Proc. 1366/2018-TC), o TCE-RN verificou que o vencimento básico dos servidores ativos e inativos do Grupo de Nível Operacional havia sido reajustado e indexado ao salário mínimo vigente com efeito cascata sobre as vantagens pessoais que têm o vencimento básico como base de cálculo, em desrespeito às normas estaduais e à Constituição Federal. Ocorre que, em análise de mandado de segurança impetrado pelo Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Rio Grande do Norte, o TJ-RN entendeu que o tribunal de contas, por não ser órgão jurisdicional, não poderia exercer controle de constitucionalidade e negar aplicação a uma norma estadual.

No Supremo, o TCE-RN afirma que a execução da decisão do TJ-RN representa risco à ordem administrativa e à autonomia do estado, pois reduz a sua prerrogativa de exercer o controle externo dos recursos públicos, além de permitir a indexação indevida dos vencimentos ao salário mínimo. A continuidade do pagamento representaria dano anual superior a R$ 8,4 milhões.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silvino disse:

    Só pode haver vinculação de salários, se for a partir de 40 mil reais, e vinculado ao de ministro do stf, o resto dos funcionários públicos só quando o governo organizar as finanças, e mais, já são f***** mesmo, e acostumados em passar nescessidades, logo não tem pra que esse luxo, se não são acostumados. Já quem ganha não pode se privar do que é acostumado. Muito bem petralha tofoli. Igualzinho a decisão de não prender criminoso após 2a instância, essa foi uma ótima decisão.

  2. Ozir disse:

    É sempre assim. Servidor sempre atrás de um jeito para sugar mais um leitinho das tetas do Estado.

    • Luis disse:

      Estude mais um pouco. Talvez, vc passe em algum concurso.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Quem sempre sugou e sempre sugará com força as tetas do Estado são os políticos canalhas, que tem muitos babões para carregá-los nas costas e sustentá-los através dos impostos.

    • Ananias, o ANALFABETO disse:

      Saiba, meu nobre, que você poderia ter serviços públicos de qualidade, mas com 3 folhas atrasadas, você espera o quê?

Liminar impede Petrobras de encerrar atividades na Bahia

Foto: Divulgação/Petrobras

O Ministério Público do Trabalho (MPT) obteve liminar que suspende a desmobilização da Petrobras no estado da Bahia. A decisão saiu na noite dessa quarta-feira (16).

Uma ação cautelar – processo judicial para garantia da proteção da sociedade e dos trabalhadores – foi protocolada na noite dessa terça-feira (15), depois que o MPT encerrou a mediação entre o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro) e a Petrobras.

Com o arquivamento da mediação, o MPT avançou com as investigações, dentro do inquérito, e entrou com ação na Justiça do Trabalho. O processo foi distribuído para a 6ª Vara de Salvador, e o juiz Danilo Gaspar concedeu a liminar. A decisão proíbe a Petrobras de transferir empregados e criar programas de demissão voluntária.

Leia matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    Interessante que quando os PTralhas estavam depenando a Petrobras ninguém da estatal falava nada. Agora tudo é motivo pra protestar.

Justiça impede mulher que sofre bullying por se chamar Dilma de trocar de nome

Foto: Reprodução/ Gazeta do Povo

A Justiça de São Paulo negou a uma mulher chamada Dilma a possibilidade de trocar de nome. Na ação, ela dizia que passou a sofrer “bullying” por ser homônima da ex-presidente do Brasil e queria se chamar Manuela, como a BBC News Brasil noticiou em maio do ano passado .

A advogada de Dilma P., Isabelle Strobel, afirmou que sua cliente vai recorrer da decisão.

Em nova entrevista à reportagem, Dilma P. diz que ficou triste com o desfecho.

“Continuo sofrendo bullying. Sei que o impeachment já aconteceu e a Dilma (Rousseff) aparece menos no noticiário. Mas não posso falar meu nome sem que pessoas deem risada. Não quero mais este nome”, afirma.

Veja detalhes aqui no portal Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco disse:

    Os trans podem mudar de nome, agora uma pessoa normal com um nome de uma imbecil, não pode… Pior é sofrer bullying. Essa petralhada é só trambolhão. Ah raça.

  2. Onaireves Caba de Peia disse:

    Se fosse um barbado querendo se chamar de Dilma (ou Brigitte, ou Ginger, o Merlin) podia, né?

  3. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    Quem irá querer ter um nome de uma IMBECIL DESSAS , DILMA , a doida que queria engarrafar vento, o poste do ladrao condenado Lula

STF impede Bolsonaro de extinguir via decreto conselhos federais criados por lei

Fachada do Supremo Tribunal Federal. Brasilia, 26-10-2018. Foto: Sérgio Lima/Poder 360

Foto: Sérgio Lima/Poder 360

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (13), por 6 votos a 5, impedir que o presidente Jair Bolsonaro extinga, por decreto, conselhos da administração federal que tenham amparo em lei.

A decisão é liminar (provisória) e o tema ainda terá de ser discutido definitivamente pelo plenário da Corte em julgamento ainda sem data marcada.

Esta foi a primeira vez que a Suprema Corte analisou uma ação que contesta ato de Bolsonaro como presidente da República.

O caso começou a ser julgado nesta quarta-feira e foi finalizada na sessão desta quinta, com os votos do presidente Dias Toffoli e do ministro Gilmar Mendes.

A ação julgada, apresentada pelo PT, contesta dois dispositivos do decreto assinado em abril por Bolsonaro nas comemorações dos primeiros 100 dias de governo.

O ato presidencial determinou a extinção, a partir de 28 de junho, de conselhos, comissões, fóruns e outras denominações de colegiados da administração pública.

Durante o julgamento, o plenário se dividiu em duas posições: os que votaram para impedir o presidente de extinguir, por ato unilateral, qualquer conselho da administração pública federal, e os que entenderam que a proibição ficava restrita apenas aos conselhos mencionados em leis.

Com os votos de Gilmar Mendes e Dias Toffoli nesta quinta, aderindo à última corrente, o plenário decidiu por maioria impedir, provisoriamente, Bolsonaro de fechar os colegiados previstos em lei.

“Nenhuma dúvida de que o decreto não poderia extinguir colegiados criados por lei”, afirmou Gilmar Mendes nesta quinta-feira. ”Doutor André (AGU), o Executivo não pode legislar por decreto”, ressaltou o ministro, para quem “norma malfeita causa confusão”.

Gilmar e Toffoli aderiram ao voto do relator, ministro Marco Aurélio Mello, que já havia sido acompanhado por Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski e Luiz Fux.

Os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Cármen Lúcia e Celso de Mello votaram para ampliar a proibição de extinção a todos os conselhos, mas acabaram vencidos.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Não é fácial acabar com cabides de empregos e demais mamatas nesse país…O mecanismo é forte demais e se auto-defende com vigor!!!!Força presidente!!!!!!

    • Amo os Minions disse:

      Minions são engraçados, falam sem compreender o assunto.

    • Fernando disse:

      Verdade, cabide de emprego criada pra alojar baderneiros, sindicalistas e petralhas desocupados. O serviço público já é inchado de tanta gente pra não fazer nada, e ainda querem manter esses vagabundos petralhas.

Padre católico impede batizado ao descobrir que padrinho é gay

Um padre da paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Huelma, no sul da Espanha, impediu a celebração de um batizado quando descobriu que o padrinho era gay. A família levará o caso aos tribunais.

O escolhido para padrinho de uma menina de seis meses é um homossexual que está casado no civil com outro homem, algo permitido pela lei espanhola.

É também ex-catequista, trabalhador da Cáritas (seção de ajuda humanitária da igreja católica), membro de confrarias e se diz católico praticante.

Em declaração à imprensa espanhola, a mãe da criança, Dolores Muñoz, disse que a família e os padrinhos cumpriam todas as normas requeridas pelo sacerdote quando levaram a documentação.

“Perguntaram se pais e padrinhos estavam batizados e confirmados. Depois se todos estávamos casados e respondemos que sim. Nunca pensamos que teríamos que avisar que ele era casado, mas com um homem. As normas, ele cumpria”, explicou ela.

Mas para o padre, Manuel García, a revelação da homossexualidade do padrinho foi motivo para impedir o batismo. No último sábado ele disse à família só batizaria o bebê se escolhessem outro padrinho.

‘Vida congruente’

Os pais da menina enviaram uma carta ao arcebispo da província de Jaén e nesta quinta-feira denunciaram publicamente, com uma associação de homossexuais, o caso que definem como discriminatório.

A polêmica provocou uma resposta pública do arcebispado, que enviou um comunicado apoiando o padre e advertindo que um padrinho católico precisa ter uma vida “congruente”.

A nota cita o Código de Direito Canônico, cânon 874, que descreve os requisitos para os padrinhos de batismo: “deve ser católico, estar confirmado, ter recebido o santíssimo sacramento da Eucaristia e levar uma vida congruente com a fé e a missão que vai assumir”.

Sem usar as expressões gay ou homossexual, a nota do clero diz ainda que não se trata de um caso de discriminação.

“Esclarecemos este tema para evitar os juízos sobre uma suposta discriminação na atuação do sacerdote, que apenas reitera a necessidade de cumprir a normativa eclesiástica universal.”

Para a Associação Colega – Coletivo de Gays, Lésbicas e Transexuais – a decisão da igreja é “uma homofobia sacerdotal”.

O grupo, que apoiará a família num processo contra o arcebispado, também se manifestou numa nota pública, afirmando que “custa entender que um sacerdote persista no discurso de discriminação e ódio, em vez de propagar as mensagens de amor e respeito que anuncia o Evangelho”.

A associação disse ainda que, nos próximos dias, diversos voluntários procurarão o padre de Huelma para entregar-lhe um documento chamado “guia breve de consciências limpas”.

O guia, segundo o coletivo, pretende explicar “que a fé cristã e a homossexualidade são compatíveis” e que os gays compreendem que “o avanço das mentalidades é lento. Na Igreja Católica mais lento ainda do que no resto da sociedade, mas há confiança em que este avanço aconteça.

Fonte: BBC Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dorian Carvalho disse:

    As regras da Igreja são públicas. Também ninguém é obrigado a seguir qualquer religião, sendo a escolha livre. O que não pode é querer adaptar as regras da religião a questões pessoais. Se não concorda com os preceitos de determinada igreja ou religião que procure uma então que esteja de acordo com sua forma particular de viver e ver o mundo. Simples assim.

  2. Danfrefalian disse:

    Aqui no Brasil temos um impedimento parecido que vi há poucos dias.  Somente podem ser padrinhos pessoas "casadas" entre si.