Lançamento do 'Agosto da Alegria' 2012 acontece amanhã

O lançamento do projeto cultural “Agosto da Alegria” 2012 acontece amanhã, durante uma coletiva de imprensa. O  Governo do Estado, por meio da Secretaria Extraordinária de Cultura (Secultrn/FJA), vai apresentar a iniciativa cultural, às 8h, no Restaurante Mangai, na Avenida Amintas Barros.

Entrando em sua segunda edição em 2012, o projeto será realizado de 8 de agosto a 2 de setembro e terá como tema “É Festa para Deífilo”, em homenagem ao poeta e pesquisador Deífilo Gurgel, falecido em abril deste ano. Durante a coletiva, imprensa e empresários do setor turístico irão conhecer detalhes sobre a programação.

O Agosto da Alegria 2012 vai mobilizar cerca de 160 grupos folclóricos e 18 mil participantes. A programação será dividida 11 eixos temáticos e se espalhará por 35 pontos da capital, além de contar com programações nos municípios de Caicó e Mossoró. Serão cerca de 600 eventos divididos entre exposições fotográficas e de artes plásticas, mostras de audiovisual, palestras, peças de teatro, grupos folclóricos e parafolclóricos, lançamento de publicações e apresentações musicais de nomes como Martinho da Vila, Tulipa Ruiz e Khrystal. A ideia é reunir diferentes manifestações culturais e expressões artísticas em uma mesma festa, onde a cultura potiguar é o destaque, ao mesmo tempo em que se alimenta da diversidade de outras linguagens.

O Agosto da Alegria é uma realização do Governo do Estado e conta com parcerias da UFRN, UNP, SEBRAI, SESC, Forró da Lua, FUNARTE e Fundação Joaquim Nabuco.

Sobre o Agosto da Alegria

Criado pelo Governo do Estado e Secultrn/FJA em 2011, o Agosto da Alegria, evidenciou, durante mais de 30 dias de atividades, toda a riqueza e diversidade da cultura popular do Rio Grande do Norte e estados convidados, numa vasta programação, distribuída em linguagens que contemplaram diversas vertentes como apresentações Folclóricas e Parafolclóricas, audiovisual, artes visuais, discussões acadêmicas, música e artesanato. Estima-se que 100 mil pessoas participaram das manifestações culturais da primeira edição do evento.

Fonte: Assessoria Secultrn/FJA

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fla disse:

    Os rosados trazem pra Natal sua forma de administrar.Muita festa pra que o povo fique embriagado e esqueça o desasre de suas administrações.

  2. Karl Leite disse:

    Caro Bruno,
    A FJA e a pseudo Sec  Extraordinaria de Cultura, ainda NÃO pagou a varios fornecedores do Agosto da Alegria, digo do DESgosto de 2011.

Micarla confirma que não é candidata e diz "que não é política profissional e que entrou na política para ajudar a cidade"

Prefeita @micarladesousa faz pronunciamento para imprensa no Hotel Pestana na Via Costeira.Com informações do Panorama Político da competente Ana Ruth Dantas e foto de Canínde Soares:

A prefeita Micarla de Sousa confirmou o que era esperado: não disputará a reeleição. Citando Deus e suposta perseguição por parte de políticos tradicionais, a presidente estadual do PV disse que não irá para a disputa porque precisa se dedicar à própria saúde e à família. A decisão foi comunicada oficialmente durante pronunciamento, na noite desta segunda-feira (25).

Com mais de duas horas de atraso devido a uma crise hipertensiva, Micarla de Sousa falou sobre o período em que esteve à frente da Prefeitura. Ela disse   Para Micarla, todas as atitudes tomadas durante a gestão foram de acordo com o que ela acredita.

“Sei que alguns me criticam duramente pela minha opção de cuidar de gente. Dizem que prefeito é bom é o que calça ruas e maqueia a cidade com florzinhas plantadas nos canteiros. Eles chegam até a comparar. Não me arrependo de nada que fiz, nem decisões que tomei. Troquei asfaltos por escolas, sim. Troquei calçamento por Upas, Ames. Troquei concreto armado por albergue para moradores de rua”, disse Micarla.

Afirmando que é vítima dos “poderosos”, Micarla garantiu que não se rendeu aos chamados “políticos profissionais”. “Continuaria sem me render aos grupos poderosos desta cidade, que foram contrários a esta política de libertar as pessoas através da educação e da melhoria de vida. Os mesmos que como uma verdadeira matilha de lobos famintos querem comer as carnes do nosso povo mais uma vez. Políticos profissionais que nunca tiveram a carteira de trabalho assinada e que agora viram os seus dedos e mão sujas em minha direção”, disparou a prefeita.

Micarla agredeceu a colaboração de auxiliares, citando também o vice-prefeito Paulinho Freire, o vereador Enildo Alves (DEM), o presidente da CMN, Edivan Martins (PV), o deputado estadual Gilson Moura (PV) e o deputado federal Paulo Wagner (PV). Para ela, o momento é de parar temporariamente.

“Agora é hora de parar. Não digo um adeus. Apenas um até breve. Estarei até dezembro me dedicando de corpo e alta a minha cidade amada. A minha família, alegria do meu ser, da minha vida, espero poder retribuir nos próximos anos toda a ausência dos últimos tempos”, disse.

Durante o pronunciamento, Micarla não disse qual será o candidato à Prefeitura do Natal apoiado pelo PV. O ex-deputado Luiz Almir confirmou o convite, mas não aceitou.

Nas últimas pesquisas de opinião divulgadas na cidade, Micarla de Sousa apresentou índice desaprovação superior a 90%.

Operação Vulcano: Delegado aponta indícios comprometedores contra vereadores e empresários

Blog reproduz reportagem do amigo Cezar Alves para o Jornal de Fato, sobre a coletiva na Polícia Federal referente a Operação Vulcano. Segue

O delegado Federal Eduardo Bonfim, que preside a Operação Vulcano, disse que nos cinco meses de investigação, juntou provas e indícios suficientes que, segundo ele, comprovam tecnicamente o envolvimento dos sete empresários e o vereador que foram presos na manhã desta quarta-feira (30), em Mossoró, no crime contra o sistema financeiro, cartelizando a venda de combustíveis.

Acompanhado com o delegado Marinaldo Barbosa de Moura, que o superintendente interino da Polícia Federal do Rio Grande, e os promotores José Augusto Peres e Flávio Corte, o delegado Eduardo Bonfim disse que a investigação teve como base informações técnicos da Agência Nacional do Petróleo, Gas Natural e Biocombustíveis (ANP), Ministério Público Estadual e da Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça.

Estas informações técnicas nortearam a investigação, mas o que fez os trabalhos começar para valer foi à reação da sociedade civil nos meses de novembro e dezembro de 2011. “Recebemos abaixo assinado pedindo investigações sobre caso”, lembra o delegado Marinaldo Barbosa. O promotor Augusto Peres, que atua na Promotoria do Consumidor em Natal, explicou que em casos de Cartel é uma determinação federal que os trabalhos sejam apurados pela Polícia Federal.

Passados os cinco meses de investigação, o delegado Eduardo Bonfim solicitou ao juiz Claudio Mendes Junior, da 3ª Vara Criminal de Mossoró, nove mandatos de prisão provisória de 5 dias contra dois vereadores e sete empresários, além de 20 mandados de busca e apreensão para postos de combustíveis, residências e a sede da Câmara Municipal, que já foi alvo de outra operação da polícia (Sal Grosso) no dia 14 de novembro de 2007. Neste caso, vereadores já foram condenados.

Na Operação Vulcano, que desencadeada às 4h da manhã desta quarta-feira, o delegado Eduardo Bonfim destacou que foram apreendidos computadores e muitos documentos, que ele calcula precisa de pelo menos 30 dias para pericia-los e concluir a investigação. Sobre os indícios de quem foi preso, Bonfim destacou que “são comprometedores”.

Sobre o fato de vários vereadores terem aprovado a mudança no código de postura do município e somente um vereador ter sido conduzido preso, o delegado explicou que isto não quer dizer que a investigação, ao ser concluída, não alcance outros vereadores e inclusive o Poder Executivo. “Os que estão presos provisoriamente já existe indícios comprometedores e demais vamos apurar no decorrer dos próximos dias conforme os documentos apreendidos”, explica o delegado.

Tiveram prisões decretadas
Pedro de Oliveira Mointeiro Filho, dono do posto Mossoró;
Otávio Augusto Ferreira da Silva, da rede Fan;
Claudionor dos Santos, vereador do PMDB;
Francisco José Lima Silveira Júnior, presidente da Câmara (Está no exterior e a PF não confirma);
Pedro Edilson Leite Júnior, dono do posto Santa Luzia;
Robson Paulo Cavalcanti, dono do posto Nacional;
Carlos Otávio Bessa e Melo, do posto Nova Betânia;
Sérgio Leite de Souza, do Posto Olinda;
José Mendes da Silva, dono da rede de postos 30 de Setembro.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Egidio M. Duarte disse:

    Caramba…! A FEDERAL só ver mossoro. Natal tem um VERDADEIRO cartel
    a céu aberto e nimguem  faz NADA

Anestesistas reúnem imprensa nesta sexta para falar de atraso nos pagamentos do SUS

O presidente da Cooperativa dos Anestesiologistas do Rio Grande do Norte, Frederich Marcques Abreu, reúne a imprensa amanhã, sexta-feira, às 8:30, para falar dos atrasos nos pagamentos da prestação de serviços aos pacientes do SUS feitos através de contrato entre a Coopanest/Governo do Estado/Prefeitura de Natal.

Em 2012, os 180 anestesistas que prestam serviço ao  SUS nos  hospitais públicos e privados de Natal só receberam o equivalente a 80% de um único mês trabalhado.

Os repasses estão atrasados desde  janeiro.  A situação se agravou na última semana quando  os  recursos repassados pelo governo do estado para a conta da Prefeitura de Natal foram bloqueados por determinação judicial para pagar dívidas do município com outra instituição da área da saúde. O repasse era referente aos meses de janeiro e fevereiro.

“Nós fomos informados que o dinheiro para pagar os anestesistas foi bloqueado  pela justiça assim que entrou na conta da prefeitura de Natal”, disse o presidente.

Na  última reunião, realizada na sede da Coopanest,  os anestesistas mostraram inquietação diante do atraso dos pagamentos. “ Nós não podemos pedir ao cooperado para ir trabalhar sem perspectiva de receber os honorários”, declarou.

A direção da Cooperativa espera que a Prefeitura de Natal encontre uma solução para evitar a interrupção serviço. Em média são realizados 3.800 procedimentos todos os meses só com as cirurgias eletivas.

Os anestesistas trabalham através da Coopanest em toda a rede pública, nos hospitais privados conveniados com o SUS, no Onofre Lopes e na Maternidade Januário Cicco, todos em Natal.

Entrevista coletiva

Dia: 25 de maio, 8:30

Local: sede da Coopanest. Edifício Lagoa Center, 711, Lagoa Nova

Entidades do setor Agropecuário promovem coletiva hoje para mostrarem o Caos no segmento

Está no Blog do amigo Marcelo Abdon:

Nesta sexta-feira (18), às 16h, os representantes do setor agropecuário do Rio Grande do Norte promovem uma entrevista coletiva para a imprensa onde discutirão os graves problemas enfrentados pela seca no estado e o isolamento do rebanho potiguar por conta da febre aftosa.

O encontro será na sede da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), e será apresentada pelo presidente da Entidade, José Álvares Vieira e pelos representantes da Anorc, Ancoc e Sinproleite.

Na oportunidade, eles irão abordar a crise que afeta o setor rural e também pedirão um posicionamento do Governo estadual.

“Iremos informar a sociedade potiguar sobre os problemas da seca, que está dizimando o nosso gado e acabando com a economia das pequenas cidades, também abordaremos o nosso isolamento com relação aos outros estados, no que toca ao comércio entre animais, por conta da febre aftosa e também abordaremos a questão do preço pago pelo Programa do Leite, entre outros temas”, ressaltou Viera.

Na coletiva, os representantes do setor rural irão pedir uma resposta concreta da administração Rosado. “Espero que com isso, o Governo tome medidas concretas e rápidas para ajudar os produtores e as famílias rurais. Afinal, esse é um problema de todos nós. De toda a sociedade”, finalizou José Vieira.

Bruno Macedo falará sobre saída da Prefeitura e precatórios da Henasa daqui a pouco

O ex-procurador-Geral do Município (PGM) de Natal, Bruno Macedo, vai se reunir com a imprensa logo mais para conceder uma entrevista coletiva. O encontro será realizado na sala de reuniões do Hotel Arituba a partir das 16h30.

Bruno já avisou: vai responder a qualquer questionamento a cerca da sua saída da Prefeitura e a respeito dos precatórios do hotel Henasa.

A saída dele já foi motivada pelo polêmico tema dos precatórios do empreendimento. Depois da nota dos procuradores e de toda a manifestação de órgãos de fiscalização, essa coletiva promete.

Manoel Onofre diz que relatório do TJ está no mesmo caminho que o do MP e TCE

Os relatórios parciais das investigações realizadas pelo próprio Tribunal de Justiça, pelo Tribunal de Contas do Estado e pelo Ministério Público ainda divergem quanto valores. Essa divergência é de milhões, mas o procurador-Geral do Estado (PGE), Manoel Onofre Neto, ressaltou que as investigações estão seguindo os mesmos moldes, o que é um bom sinal.

“Destaco o papel do Poder Judiciário através de sua presidente [desembargadora Judite Nunes] e da comissão destacada para as investigações. Recebemos e pudemos perceber que o relatório do TJ está no mesmo caminho traçado até aqui pelo Ministério Público e TCE”, frisou.

Mesmo com as investigações correndo por caminhos semelhantes, para não dizer iguais, o promotor Flávio Sérgio, da Defesa do Patrimônio Público que acompanha o caso de perto desde o começo, falou da competência da Procurador Geral da República (PGR) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para a continuidade das investigações dos que tem foro privilegiado.

 

O jornalismo de Porta de cadeia anseia pelas explicações de Nicolelis

O hiato entre os cientistas Miguel Nicolelis e Sidarta Ribeiro ainda vai repercutir muito.

Para amanhã (não há hora confirmada e local ainda), o Nicolelis promete coletiva de imprensa na qual vai explicar sua versão do acontecido nas entranhas do Instituto Internacional de Neurociências de Natal. A Folha de São Paulo já deu o aperitivo.

Noticiou o racha na equipe. Nove, de dez cientistas, saíram em debandada. Pegaram os equipamentos da UFRN e foram para o campus, para a Cidade do Cérebro.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo disse:

    Independente de qualquer coisa, é uma pena que cientistas de qualidade e que estão trabalhando em nosso estado estajam brigando e divergindo. Só quem perde é o RN.

  2. Meu caro e inteligente blogueiro: "Nico" NUNCA me enganou. Falastrão, prepotente, midiático e egocêntrico. Como é que um cara que se auto-intitula candidato a um nobel, tem tempo de manejar uma ferramenta tão fútil e macunaímica quanto o twitter ??? Ele é, com sua promessa furada do homem cibernético na copa de 2014 (algo que já foi "pensado" muito antes dele, diga-se de passagem), a "cara" que permeia Natal !!!

  3. Freitas disse:

    Por favor, alguém pergunta aí a este nobre e popular cientista por que é que ele não deixa o seu laboratório nos EUA e vai trabalhar no Nordeste Brasileiro?! Por que ele não divide com os pesquisadores da UFRN as pesquisas feitam por aqui?

  4. Rafael Ferraz disse:

    nicodelis,nicodelis….tsc tsc

Movimento #ForaMicarla "é golpista"

DN Online:
Em entrevista concedida à imprensa, a manhã desta terça-feira (14), no Palácio Felipe Camarão, a prefeita Micarla de Sousa (PV) rebateu às acusações da oposição sobre sua gestão, referentes aos contratos de alugueis firmados pela administração municipal e ainda comentou o movimento intitulado #ForaMicarla.

Em tom incisivo, Micarla deu início a entrevista com 40 minutos de atraso e falou especialmente sobre a instalação da Comissão Especial de Investigação (CEI) dos alugueis. Sobre esse assunto, a prefeita se negou a responder alguns questionamentos, alegando que o assunto é de responsabilidade da Câmara Municipal de Natal (CMN). Disse ainda que a extinção da comissão se deu pelo esvaziamento da oposição.

Micarla disse ainda que em um prazo de 72 horas deve entregar os documentos referentes aos alugueis ao Ministério Público (MP).

Quanto ao movimento intitulado #ForaMicarla, que considerou golpista, a prefeita disse que o movimento não diz a que veio. Disse também que não vê nenhum propósito concreto na manifestação a não ser o de agredi-la. “Não vou permitir que atinjam a minha honra e a minha moral”, desabafou Micarla.

Em tom de irritação, ela desafiou a oposição a entregar qualquer prova que possa ir de encontro a transparência da sua gestão. “se a oposição tiver qualquer documento que possa comprometer a minha administração peço que encaminhe ao Ministério Público”, declarou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. bruno disse:

    Agora só falta ela desmaiar durante uma entrevista, por exemplo, e sussurrar para os que estão ao seu lado: "Eles estão acreditando?"

  2. Pedro disse:

    entendamos então que a péssima administração da atual gestora não atende os requisitos mínimos para continuar em sua posição atual, para tal, usarei 2 das dezenas de argumentos.
    1 – a plataforma utilizada na eleição não teve nem um de seus pontos realizados, pelo contrário, se percebe o descaso da gestora para com as suas promessas de campanha relevante ao aumento da passagem dos transportes públicos e das péssimas condições dos hospitais e postos de saúde em todos os setores da cidade.
    2 – a simples e total incompetência apresentada pela atual gestora na qual em entrevistas a mídias locais, esta mesmo assumia que não tinha consciência da dificuldade de se administrar uma cidade de tal porte, e mesmo assim não consegue se segurar aqui por mais de 15 dias.

A coletiva dos 100 dias de Rosalba …

A coletiva pelos 100 dias da administração da governadora Rosalba começou morna, bem organizada ao extremo com bastante pré-requisitados para blindar a gestora de perguntas específicas que poderiam ser respondidas por secretários.

Rosalba começou em passo lento listando suas ações nestes 100 dias (na verdade hoje são 99 dias), sem atacar e salientando sempre que sua gestão “salvou a Copa do Mundo”.

Anunciando a criação do Samu no Seridó, um novo portal de transparência e o pagamento de R$ 100 milhões de dívidas da gestão passada.

A coletiva, apesar de algumas novidades boas em termos de promessas (veja mais embaixo), foi amarrada por regras determinadas para os jornalistas.

(mais…)