Confira o funcionamento do comércio natalense para o feriado de 7 de setembro

Na data de 07 de setembro (sexta-feira), quando é comemorado o dia da independência do Brasil, o comércio natalense funciona com seu horário diferenciado. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL Natal) informa o funcionamento dos principais pontos comerciais da capital durante a data:

 

COMÉRCIO DE RUA

Alecrim
Lojas fechadas.

Centro da Cidade
A maioria das lojas fecham, mas grandes magazines abrem em horários diferentes, como a Riachuelo (8h às 16h) C&A (8h às 15h) e Lojas Americanas (09h às 15h).

Zona Norte
Abertura facultativa até 12h, mas maioria das lojas fecham.

 

SHOPPINGS CENTERS

Shopping Midway Mall
Praça de Alimentação e lazer: 11h às 22h.
Lojas Âncoras: A partir das 12h às 21h.
Demais lojas: 15h à 21h.

Natal Shopping
Praça de Alimentação e Lazer: 11h às 22h.
Lojas e Quiosques: 14h à 21h.

Norte Shopping
Praça de Alimentação: 11:30h às 22h.
Lojas e Quiosques: 15h à 21h.

Praia Shopping
Praça de Alimentação e Lazer: A partir das 11h.
Lojas e Quiosques: 15h à 21h.

Shopping Cidade Jardim
Praça de Alimentação: A partir das 11h.
Lojas e Quiosques: 14h às 20h.

Shopping Via Direta
Praça de Alimentação e Lazer: 12h às 22h.
Lojas e Quiosques com abertura facultativa das 14h à 20h.

 

SUPERMERCADOS

Grandes redes
Abrem normalmente.

 

BANCOS

Todos
Fechados

Comércio do Alecrim: de tudo, um muito

Reportagem deste domingo na Tribuna do Norte, mostra  o conhecido comércio de rua do Alecrim. São ambulantes, feirantes. Um lugar conhecido por ter de tudo que possa imaginar, além de preços baixos. A 25 de março natalense, está em um dos bairros mais tradicionais da cidade, e que movimenta a economia .

Confira a matéria na íntegra

Alecrim: de tudo, um muito

Por Carla França

“Tem massa de mandioca, batata assada, tem ovo cru. (…) Tem cesto, balaio, corda. Tamanco, gréia, tem cuêi-tatu,  Tem louiça, tem ferro véio, sorvete de raspa que faz jaú, Gelada, cardo de cana, fruta de paima e mandacaru. Bunecos de Vitalino,que são cunhecidos inté no Sul (…)”.

A música de Luiz Gonzaga fala sobre a famosa Feira de Caruaru, em Pernambuco, mas pode ser usada para definir o comércio informal do Alecrim e do Centro de Natal porque de tudo que há no mundo também existe por aqui. Para se ter uma ideia desse universo, somente na capital existem 2.844 comerciantes informais que movimentam por mês, cerca de R$ 2,1 milhões.

Gilvaneide Freire trabalha no comércio informal. Pela manhã ela vende salgados, à tarde é manicure. São homens e mulheres que ‘se viram nos 30’ para conseguir sobreviver. É o caso de Gilvaneide Freire de Assis, que há 20 anos trabalha no comércio informal. Pela manhã ela vende salgados e sucos, a tarde ela trabalha como manicure atendendo às vendedoras e clientes do Alecrim. E entre um horário e outro ela ainda arruma um tempinho para vender CDs e DVDs.

Engana-se quem imagina que ela gostaria de mudar de emprego. “Já me ofereceram trabalho em salão de beleza e em loja de roupa, mas eu não quis. Não quero sair nunca do Alecrim”, diz  Gilvaneide.

Enquanto conversava com a reportagem da TRIBUNA DO NORTE, Gilvaneide fazia as unhas de Glória Fernandes de Oliveira, que há quatro anos tem uma banca de roupas no Alecrim. Ela disse que gosta de trabalhar no bairro, o problema é a falta de estrutura para os comerciantes informais.

“Não tem estrutura nenhuma nem para gente que trabalha, nem para o povo que vem comprar. E isso espanta os clientes, né? Mas eu acho que se os políticos prestassem mais atenção ao Alecrim tudo seria diferente, todo mundo vinha para o Alecrim porque aqui tem tudo”, conta  Glória.

Se a infraestrutura é pouca, a criatividade tem que ser grande para driblar as adversidades. Vale até improvisar um provador no meio da barraca montada na calçada de um dos cruzamentos mais movimentados de Natal (avenida 1 com a avenida 9).

Produtos da China começam a chegar ao RN

O Rio Grande do Norte já tem redes de supermercado recebendo produtos diretamente da China. Os primeiros conteiners, vindos de navio, estão carregados de produtos diversos de bazar – utilidades para o lar. E já há prospecção para, em um segundo momento, avançarem para o setor alimentício, com a importação de congelados. Diante dessa realidade, os organizadores da Exponor-RN 2012 e 24ª Convenção Nordeste de Supermercados,Feira de Equipamentos, Produtos e Serviços, que acontecerá de 20 a 22 de agosto no Centro de Convenções de Natal, elegeram o tema “O Futuro do Varejo e a Influência da China”.

A ideia é deixar os empresários locais, mesmo os menores, preparados para esta realidade. Desta maneira, o evento convidou o economista Cláudio Meirelles, professor de Comércio Exterior na Universidade Paulista e um dos sócios da Baumann Consultancy Network, que possui matriz em São Paulo e escritórios em Pequim (China) e Padova (Itália), que palestrará sobre o tema central. Com a experiência de quem morou por um ano na China, ele mantém há cinco a empresa que foca o comércio internacional, engenharia, serviços técnicos e consultoria internacional, e também realiza missões internacionais para entidades e governo.

Negócios

O evento terá uma feira com a exposição de mais de 10 mil itens, incluindo produtos, sistemas e soluções para o atacado e varejo, que podem gerar e prospectar negócios, ampliando as expectativas já existentes para este setor, que deve gerar R$ 1 bilhão e 800 milhões neste ano no RN. Serão liberadas linhas de financiamento especiais.

Dia dos Pais ajuda a movimentar o setor das vendas diretas

O segmento de venda direta está em franco crescimento no Brasil, constituindo um setor cada vez mais relevante para a economia. É nele que milhões de brasileiros vêem uma oportunidade de trabalho e uma alternativa de renda.

Datas comemorativas, como o ‘Dia dos pais’, movimentam ainda mais o setor. Indústrias e empresas de vendas diretas criam kits de produtos para chamar atenção do consumidor, aquecer as vendas e os lucros dos vendedores autônomos.

A consultora da Natura, Socorro da Silva, 47, sente o crescimento desse mercado de perto.  “Muitas vezes nós temos que correr atrás dos clientes, mas agora eles que nos procuram para fazer pedidos. As vendas estão ótimas este ano, kits com desodorante e creme de barbear são os que têm mais saída”, afirma.

Socorro está no ramo há nove anos e conta que a consultoria reforça o orçamento familiar e a ajuda a se manter no mercado de trabalho. “Eu comecei a trabalhar como consultora depois de ficar desempregada. Uma amiga me convidou para trabalhar com revenda e continuo até hoje”, relata. “Ser consultora já me ajudou a quitar muitas dívidas e comprar muitas coisas para minha casa”, completa.

Números

De acordo com um balanço divulgado pela Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (Abevd), as vendas diretas movimentaram R$ 6,2 bilhões no primeiro trimestre de 2012. O total representa expansão de 7,9% comparada ao mesmo período do ano passado.

Ipem autua estabelecimentos comerciais no interior do RN

O Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem-RN), órgão delegado do Inmetro, realizou uma operação especial de fiscalização em municípios do interior do Estado na última semana. O objetivo era verificar, em ações simultâneas, o funcionamento de bombas de combustível, cronotacógrafos, balanças e sinalizações em padarias e restaurantes por quilo. No total, 48 estabelecimentos foram inspecionados em 18 municípios.

A operação de verificação dos cronotacógrafos, realizada em duas etapas, em Mossoró, contou com a parceria da Polícia Rodoviária Federal e da empresa de transporte de cargas Confiança. Dos 23 veículos verificados, 13 apresentaram irregularidades no instrumento.

Nos postos de combustível, a equipe do Ipem testou 100 bombas medidoras, das quais 80 foram reprovadas. “Verificamos se a vazão está correta, se os lacres estão funcionando adequadamente, se há vazamentos no dispositivo”, explica a metrologista Rosângela Ramalho, que participou da operação.

Já nos restaurantes por quilo, foram feitos testes para verificar se a chamada “tara do prato” equivalia às informações do cartaz, cuja afixação é obrigatória. Dos estabelecimentos visitados, 60% foram reprovados.

E, nas padarias, a fiscalização do Ipem verificou a existência do cartaz com informações sobre o preço do quilograma do pão francês, a adequação das balanças e se o produto estava sendo vendido no peso, conforme determinado por resolução do Inmetro. No total, sete padarias foram autuadas.

O chefe de gabinete do Ipem-RN, Alex Reginaldo, explica que o órgão vem intensificando as operações de fiscalização. “Estamos atuando em todas as regiões do Estado, para garantir cobertura total das ações. E a participação do consumidor também é essencial para o nosso trabalho. Por isso a ouvidoria do Ipem está sempre à disposição”, lembra. O telefone para denúncias de irregularidades é o 0800-281-4054.

Dia dos Pais: Quase 70% dos natalenses vão comprar presentes e média dos gastos deve superar R$ 100

Tida como uma das cinco principais datas de vendas para o comércio, o Dia dos Pais – que será comemorado no próximo dia 12 de agosto – já movimenta o comércio de todo o país. Em Natal, os consumidores se mostram otimistas (66,8% dizem que vão, sim, às compras) e afirmam que pretendem gastar R$ 107,82, em média, com presentes para marcar a data. A maioria (66,4%) deve ir às lojas somente na semana que vem (anterior ao Dia dos Pais). Também é maioria (57,6%) o número de pessoas que afirmam que irão comprar em shopping.  Os números fazem parte de uma pesquisa feita pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN, através do seu Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC), que ouviu 600 pessoas nas quatro regiões da capital.

De acordo com a pesquisa, os pagamentos à vista (em dinheiro ou cartão de débito) terão prioridade. A modalidade foi citada por 58,1% dos entrevistados. A pesquisa também procurou saber dos consumidores, quais ações eventualmente adotadas pelas empresas poderiam atraí-los às compras. Pouco mais de um terço dos entrevistados (36,1%) se disseram atraídos ela oferta de descontos. Os programas de fidelização (que também ofertem descontos) foram citados por outros 35,3%. O atendimento personalizado foi lembrado como diferencial de escolha por 13,3% dos consumidores. 

Itens mais procurados

Roupas, calçados e acessórios serão os itens mais procurados pelos filhos. A pesquisa do IPDC/Fecomércio mostra que 50,1% dos natalenses pretendem presentear o pai com peças de vestuário. Os calçados e acessórios aparecem com 14,6% da preferência. Os perfumes e cosméticos foram citados por 8,6% das pessoas ouvidas.

O levantamento também procurou saber se os entrevistados pretendem levar seus pais a algum local especial para comemorar o domingo dedicado a eles. A maioria prefere algo mais familiar, afirmando que uma boa opção é almoçar ou jantar na casa de familiares (63,6%). Apenas 17,6% disseram que pretendem levar os pais para almoçar ou jantar em restaurantes.

Otimismo

Outro dado da pesquisa IPDC/Fecomércio que ratifica o otimismo dos consumidores natalenses é o fato de que, questionados sobre como avalia o atual momento para compras de produtos, 46,7% responderam que ele é ótimo ou bom. Outros 41,7% afirmaram que o momento é regular e apenas 11,5% disseram que a situação é ruim ou péssima. Quando perguntados como está a sua situação financeira, comparada com a que tinha há um ano,  51,4% dos entrevistados disseram que está melhor, 36,2% afirmaram está igual e apenas 12,4% relataram que a situação financeira piorou.

“Os números da pesquisa nos deixaram bastante otimistas. No plano nacional, o que temos visto é que o comércio aposta em aumento de vendas na casa dos 3% a 3,5%. Pelo que vimos na pesquisa, acho que podemos ser mais otimistas e falar em alta acima dos 6% sobre 2011”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. Pelos números do IBGE, o mês de agosto do ano passado registrou alta de 9,6% sobre 2010. Vale ressaltar que, em 2011, os três últimos dias de agosto foram reforçados com a campanha Liquida Natal.

A íntegra da pesquisa do IPDC/Fecomércio pode também ser conferida no site www.fecomerciorn.com.br.

Comércio potiguar emplaca boa alta de vendas em maio

Os números das vendas do comércio potiguar em maio ficaram dentro das boas perspectivas do empresariado, projetadas em abril. De acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira, 11.07, pelo IBGE, o RN registrou aumentos de 7% e 6,9%, respectivamente para os varejos Restrito e Ampliado, este último que contempla os segmentos de Materiais de Construção e de Automóveis. As médias nacionais ficaram em 8,2% no Restrito e 4,2% no Ampliado.

No acumulado do ano, o Varejo Ampliado potiguar emplaca alta de 3,6%. Já o Varejo Restrito tem um desempenho um pouco melhor, com alta de 4,3% no mesmo período. No caso do Varejo Ampliado, o desempenho do Rio Grande do Norte no mês ficou acima da média nacional e foi o terceiro melhor do Nordeste, atrás apenas do Piauí (13,4%) e Alagoas (9,9%).

“Os números deixam duas coisas bem claras para explicar esta retomada do varejo potiguar. A primeira é que os segmentos de Automóveis e Materiais de Construção, ambos na esteira dos incentivos fiscais – sobretudo a redução de IPI para os carros zero – puxaram o desempenho geral do comércio potiguar para cima. A segunda é que o Dia das Mães continua sendo uma data de grande apelo comercial, já que o Varejo Restrito, no qual se insere o leque de itens mais procurados pelos consumidores naquela data, também teve um desempenho bastante animador em maio. E vale ressaltar que o crescimento que vimos agora se deu sobre uma alta bastante significativa que tivemos em 2011. No ano passado, as vendas de maio, no Varejo Ampliado, cresceram 11,1% no RN, um dos melhores resultados do ano”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz.

O empresário afirma que, para junho, os números devem seguir em alta. “No Nordeste, o mês de junho tem um apelo extra que são as festas juninas, além do Dia dos Namorados. Ambas as datas impactam muito bem no Comércio e também nos Serviços. Além disso, os dados de maio ainda não trazem o reflexo da maior oferta de crédito, frutodas medidas mais recentes do governo federal. Tudo isso deve concorrer para bons números no último mês do primeiro semestre. Com isso, poderemos esperar que a média dos seis primeiros meses de 2012 chegue próxima dos 5% (hoje ela está em 2,9%)”, diz ele.

Já para o segundo semestre, o empresário prefere aguardar um pouco mais antes de fazer qualquer previsão. “Depende de diversos fatores. É preciso acompanhar como vai evoluir a questão da inadimplência, que é uma espécie de efeito colateral da maior oferta de crédito, e também precisamos verificar os números do movimento turístico no estado durante esta meia estação, agora em julho. A efetivação dos investimentos públicos nas obras estruturantes visando a Copa de 2014 também é fundamental para que os números das vendas decolem”, ressalta Queiroz.

[FOTO] Comerciantes de Currais Novos trazem mercadoria do exterior, não declaram e vão presos

Polícia Federal prendeu em flagrante na noite desta terça-feira, 19 de junho, no aeroporto internacional Augusto Severo, em Parnamirim/RN, dois comerciantes potiguares, ambos de 36 anos, acusados de crime de descaminho.

Por volta das 23h30, os policiais realizavam uma fiscalização de rotina no terminal de desembarque doméstico visando combater o comércio ilegal de mercadorias de origem estrangeira, quando tiveram a atenção despertada para dois homens que desembarcaram de um voo procedente de São Paulo, portando cinco grandes malas e demostrando muita pressa em querer sair do aeroporto.

Desconfiados, os policiais seguiram os suspeitos até o estacionamento. Quando eles tentavam acomodar a bagagem em um veículo, foram abordados e, ao serem questionados sobre o que havia no interior das malas, os dois se mostraram surpresos, mas não ofereceram resistência, afirmando que traziam aparelhos eletrônicos, sem nota fiscal, para serem revendidos em Currais Novos/RN, cidade onde residem.

De imediato, receberam voz de prisão em flagrante e foram encaminhados para autuação na sede da Polícia Federal.

Após contabilizada, na bagagem que a dupla trazia, estavam 332 celulares, 100 pen drives, 260 cartões de memória, aparelhos de DVDs, filmadoras, câmeras digitais, dentre outros eletrônicos.

Indiciados no Art. 334, § 1º, “d” e § 3º, do CPB, os  dois acusados, que já possuem antecedentes por outros tipos de crime, encontram-se custodiados, à disposição da justiça, na Superintendência da PF.

Comercio varejista do RN teve pior desempenho do Brasil em abril

Em relação a abril do ano passado, o volume de vendas do comércio varejista só subiu 1% no quarto mês deste ano. Este foi o pior desempenho do país para o período.

Já levando em consideração o primeiro quadrimestre, o RN também registrou o menor crescimento do Nordeste e o segundo menor do país (3,6%).

Os dados  não incluem a venda de materiais de construção e veículos. O levantamento faz parte da Pesquisa Mensal do Comércio divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Comércio e serviços abriram quase quatro mil vagas de emprego este ano no RN

O setor de Comércio e Serviços segue como locomotiva da geração de empregos no Rio Grande do Norte. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego (Caged), em abril o setor emplacou um saldo positivo de 645 novas vagas. No balanço do primeiro quadrimestre – janeiro a abril – o setor ratifica a posição, com 3.851 novas vagas abertas, um desempenho fundamental para reduzir o saldo negativo acumulado pelo estado como um todo no primeiro quadrimestre (-1.262 vagas).

Das novas vagas abertas pelo setor de Comércio e Serviços no primeiro quadrimestre, o setor de serviços foi o que mais pesou, com saldo de 2.754 novas vagas no período. Já o setor de comércio, emplacou um saldo de 1.097 novas vagas no primeiro quadrimestre.

“Mesmo com as vendas não tendo crescido como imaginávamos, o pouco crescimento que houve aliado ao movimento natural deste primeiro quadrimestre no setor turístico, foram fundamentais para manter o nosso setor como líder na geração de empregos”, afirma o presidente em exercício da Fecomércio RN, Gilberto de Andrade Costa. Abaixo, tabelas detalhadas por setores do comportamento do emprego no RN.

Apple quer impedir venda do Samsung Galaxy S III nos EUA

A Samsung disse que vai lutar na Justiça contra a Apple que move um processo nos Estados Unidos para que a sul-coreana pare as vendas do seu mais novo Galaxy S III no último capítulo da batalha sobre propriedade intelectual entre as líderes mundiais do mercado de celulares.

A companhia, que acaba de lançar o S III na Europa com fila nas portas de lojas e operadoras, disse que vai se opor vigorosamente ao pedido da Apple para um tribunal americano banir o aparelho telefônico do país e disse que ainda planeja ir adiante com o lançamento do celular no mercado americano programado para dia 21 de junho. A fabricante sul-coreana afirmou em comunicado que vai “demonstrar ao tribunal que o Galaxy S III é inovador e totalmente diferente do iPhone”.

Na última terça-feira, a Apple – que acusa a Samsung de violar duas patentes – fez o pedido formal a um tribunal dos Estados Unidos para proibir, mesmo que temporariamente, as vendas do smartphone antes do seu lançamento em território americano.

O pedido, se aceito por um tribunal da Califórnia, pode prejudicar a Samsung na sua tentativa de se antecipar às vendas do próximo iPhone. O Galaxy S III começou a ser vendido na Europa em 29 de maio e será oferecido por cerca de 300 operadoras de telefonia móvel em 140 países, da Ásia a América do Norte, incluindo um lançamento para o Brasil. Já a Apple está mantendo segredo total sobre o novo iPhone 5, mas muitos analistas esperam que ele chegue em julho.

Samsung e Apple estão envolvidas em processos de patentes nos Estados Unidos, na Europa e na Ásia desde que a Apple acusou a Samsung de copiar o iPhone e o iPad em abril de 2011. Os presidentes-executivos das duas empresas se reuniram em um tribunal de São Francisco no mês passado para negociar, mas não chegaram a nenhum acordo satisfatório.

Mas em plena batalha judicial, as duas empresas continuam a fazer negócios. A Samsung ainda conta com a Apple como uma de suas maiores compradoras de chips e telas, e a Apple com os componentes da coreana.

Fonte: O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. pessoal e muito disse:

    mds ninguem comeento

Mantida proibição para venda de bebidas próximo a escolas

O juiz Geraldo Antonio da Mota, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, reconheceu a legalidade do ato administrativo do Município de Natal que os proibiu dois comerciantes de comercializarem bebidas alcoólicas e cigarros nas proximidades de estabelecimentos de ensino. Na ação, eles defendiam que o ato viola norma constitucional, especialmente, que trata da livreconcorrência, ou seja, pediam a declaração de inconstitucionalidade do art. 1º da Lei Estadual n. 6.368/1993.

O ato praticado pela Secretária de Serviços Urbanos de Natal proibindo a comercialização de bebidas alcoólicas e cigarros, foi em cumprimento da sentença proferida pelo juízo da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, com fundamento na Lei Municipal n. 5.631/2005, na Lei Estadual n. 6.368/1993 e no Decreto Municipal n. 5.660/1995.

Porém, os comerciantes sustentaram que a decisão judicial, bem assim as legislações de regência, não comportam a proibição imposta, pelo que pleitearam provimento jurisdicional que declare a nulidade do ato administrativo.

O Ministério Público opinou afirmando que “o Poder Público deve, realmente, ser rigoroso com o que pode ser comercializado nos arredores dos estabelecimentos de ensino, para dar cumprimento à Constituição Federal”.

Ao se ater aos fatos dos autos, o magistrado observou que sentença proferida pela mesma 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal impôs ao Município de Natal, dentre outras, as obrigações de “interditar e retirar, com invalidação das licenças eventualmente concedidas, todos os quiosques, bancas, barracas, cigarreiras e feiras que estejam localizadas nas calçadas e a menos de 50 metros de quaisquer escolas públicas estaduais instaladas na circunscrição municipal, e nas escolas municipais”. Ainda determinou a fiscalização em tais estabelecimentos.

O juiz comprovou nos autos que os autores são proprietários dos estabelecimentos comerciais localizados nos arredores da Escola Estadual João Tibúrcio e da Escola Estadual Atheneu. Neste caso, constatou que a atividade comercial desenvolvida por eles, bem assim a localização, estão entre àqueles cuja instalação, nos arredores de escolas públicas, devem ser proibidas; ou no mínimo, fiscalizadas, no tocante à venda de bebida alcoólica e cigarro.

Com efeito, a Lei Estadual nº Estadual n. 6.368/1993 fixa vedação em prol da salubridade de estudantes que ficam expostos, inclusive, às pessoas que fazem uso de bebidas alcoólicas em ambiente que põe risco à salubridade. Ele explicou que a atuação do Poder Público, nesse particular, é perfeitamente possível, e plausível, independentemente de atuação do Poder Judiciário, em razão de sua prerrogativa de autotutela, devendo agir, inclusive, “ex officio”, sempre em prol do interesse público.

Desta forma, decidiu que os autores não possuem direito líquido a ser objeto de proteção, quando se trata de venda de bebida alcoólica e cigarros, nas proximidades de escolas públicas, em pura violação à norma estadual. Quanto à declaração de inconstitucionalidade do art. 1º, da Lei Estadual nº 6.368/93, se declarou ser incompetente para tanto, devendo tal alegação ser questionada junto ao Supremo Tribunal Federal.

 

Confira o funcionamento do comércio nesse feriado de Corpus Christi

O comércio de Natal terá abertura facultativa nesta quinta-feira (7) feriado de Corpus Christi. Os bancos estarão fechados, mas algumas lojas do centro da cidade e o Alecrim vão funcionar.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL Natal), informa que o horário de funcionamento das lojas no feriado depende da orientação de cada empresário.

Confira o horário de funcionamento do comércio:

Alecrim: Abertura facultativa, mas maioria das lojas fecham

Centro da Cidade: A abertura é facultativa, a maioria das lojas fecham e grandes magazines abrem das 08h às 16h, como as Lojas Americanas, C&A , e Riachuelo.

Zona Norte: Abertura facultativa até 12h.

Shopping Midway Mall

Praça de Alimentação e lazer: 11h às 22h.
Lojas: 15h às 21h.

Natal Shopping

Praça de Alimentação e Lazer: 11h às 22h.
Lojas e Quiosques: 14h à 21h.

Praia Shopping

Praça de Alimentação e Lazer: A partir das 11h.
Lojas e Quiosques: 15h à 21h.

Shopping Cidade Jardim

Praça de Alimentação: A partir das 11h.
Lojas e Quiosques: 14h às 20h.

Shopping Via Direta

Praça de Alimentação e Lazer: 12h às 22h.
Lojas e Quiosques: Abertura facultativa das 14h às 20h.

Natal Norte Shopping
Praça de Alimentação e Lazer: 11h30h às 22h.
Lojas e Quiosques: 15h às 21h.

Supermercados: Funcionamento normal das grandes redes.

Bancos: Fechados

Inadimplência no comércio sobe 4,32% no Brasil

A inadimplência do consumidor registrou alta de 4,32% em maio de 2012, na comparação com o mesmo mês de 2011, segundo dados do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito). Essa é a 15º elevação em 16 meses do indicador de dívidas, tendo como base a comparação intra-anual. Apenas em março deste ano houve queda da inadimplência nessa base de comparação, em função da comemoração do Carnaval em fevereiro, e não no mês três, como ocorreu em 2011.

Conforme avaliação da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), a alta da inadimplência em maio é ainda consequência do cenário macroeconômico mais favorável ao consumo em 2012, que combina política fiscal expansionista com afrouxamento monetário. A inflação em aparente controle também reforça esse quadro favorável à demanda interna, trazendo os juros reais para próximo a 2,8% ao ano, o que dá maior poder de compra ao consumidor.

Vale mencionar que a manutenção do consumo das famílias, que permanece como o motor propulsor econômico brasileiro, demonstra descolamento do enfraquecido Produto Interno Bruto (PIB), ainda em fraca recuperação após o tímido resultado de 2011. Nesse sentido, cabe ressaltar que o resultado da inadimplência mais alto em maio é apenas reflexo de duas fotografias diferentes, comparando-se os cenários macroeconômicos apresentados nos cinco primeiros meses de 2011 e no acumulado do ano até maio de 2012.

A avaliação sem ajuste sazonal, que mostra apenas a passagem de abril para maio, reflete, por exemplo, um cenário mais confortável para o endividamento do consumidor, algo que a CNDL já projetava para este início de ano. Entre abril e maio de 2012, segundo dados do SPC Brasil, a inadimplência registrou forte recuo de 8,03%. Com isso, o acumulado do ano já mostra uma desaceleração da inadimplência na comparação intra-anual, com uma queda de 0,53%.

Vendas

Em relação às consultas no SPC Brasil, que refletem em certa medida o nível de atividade no varejo, maio apresentou alta de 4,09% ante o quinto mês de 2011, a décima quarta elevação seguida na mesma base de comparação.

A comparação entre maio e abril, com alta de 13,70% nas vendas a prazo, é mais um indicativo dessa resiliência da demanda interna brasileira, o que reforça o otimismo do varejo para o restante do ano. No acumulado do ano, o indicador já mostra evolução de 4,23%.

Considera-se venda a prazo compras feitas com cheque ou no crediário.

Recuperação de crédito

Os números de cancelamento de registros, que dão medida ao nível de recuperação de crédito no varejo, foram positivos em maio, apresentando alta de 1,70% ante o mesmo mês de 2011. Já a comparação com o mês de abril, sem ajuste sazonal, revelou expansão ainda maior do indicador, de 9,5% nos cancelamentos de registros junto ao SPC Brasil.

No acumulado do ano, a recuperação de crédito registra alta de 2,08%.

Comércio de Natal terá abertura facultativa no feriado de Corpus Christi

O comércio de Natal terá abertura facultativa nesta quinta-feira ,07, feriado de Corpus Christi. Os bancos estarão fechados, mas algumas lojas do centro da cidade e o Alecrim vão funcionar.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL Natal), informa que o horário de funcionamento das lojas no feriado depende da orientação de cada empresário.

Confira o horário de funcionamento do comércio:

Alecrim: Abertura facultativa, mas maioria das lojas fecham

Centro da Cidade: A abertura é facultativa, a maioria das lojas fecham e grandes magazines abrem das 08h às 16h, como as Lojas Americanas, C&A , e Riachuelo.

Zona Norte: Abertura facultativa até 12h.

Shopping Midway Mall

Praça de Alimentação e lazer: 11h às 22h.
Lojas: 15h às 21h.

Natal Shopping

Praça de Alimentação e Lazer: 11h às 22h.
Lojas e Quiosques: 14h à 21h.

Praia Shopping

Praça de Alimentação e Lazer: A partir das 11h.
Lojas e Quiosques: 15h à 21h.

Shopping Cidade Jardim

Praça de Alimentação: A partir das 11h.
Lojas e Quiosques: 14h às 20h.

Shopping Via Direta

Praça de Alimentação e Lazer: 12h às 22h.
Lojas e Quiosques: Abertura facultativa das 14h às 20h.

Natal Norte Shopping
Praça de Alimentação e Lazer: 11h30h às 22h.
Lojas e Quiosques: 15h às 21h.

Supermercados: Funcionamento normal das grandes redes.

Bancos: Fechados

Sabe a maquineta do cartão de crédito? Ela agora vai até sua mesa!

Foto: Ivanizio Ramos

Pleito dos membros da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – ABRASEL-RN – há mais de seis anos, o uso de POS (point of sales) móvel em restaurantes foi normatizado em solenidade na Governadoria, nesta quarta-feira (30). A governadora Rosalba Ciarlini assinou o decreto na presença de líderes e empresários do setor e dos secretários de Estado da Tributação, Desenvolvimento Econômico e Gabinete Civil.

“O Governo do Estado do RN atende, portanto, a uma antiga reivindicação do setor, que reclamava de constrangimento ao submeter seus clientes ao enfrentamento de filas após o consumo, enquanto as outras unidades federadas permitem o uso do POS sem qualquer restrição. O uso do POS era uma tecnologia há muito tempo pedida pelos empresários e nossa equipe finalmente esta atendendo esse pleito”, disse a governadora Rosalba Ciarlini.

Segundo José Airton, Secretário de Estado da Tributação, o Governo do RN através da SET irá promover um credenciamento dos estabelecimentos para autorizar a utilização do POS (point of sales) móvel, promovendo mais conforto ao consumidor nos estabelecimentos descritos no decreto.

Amparado por convênio, o presente decreto permite o credenciamento das empresas interessadas criando ainda em seu estabelecimento os esclarecimentos ao cliente quanto à emissão do cupom fiscal que é obrigação do empresário, com exposição de selo que autoriza o uso do POS.

O Fisco Estadual continuará seu trabalho de vistoria, averiguando a regularidade da emissão do cupom fiscal, inclusive nos estabelecimentos não credenciados os POS estão sujeitos a proibição de uso.

O que é POS Móvel
É o terminal eletrônico de pagamento (maquineta de crédito e débito) sem fio que pode ser levado até a mesa do cliente para pagamento de faturas. O POS (point of sales) Móvel possui as mesmas funções do modelo fixo, porém garante mais conveniência e agilidade para o consumidor.

Além disso, passar o cartão na presença do cliente transmite mais confiança ao portador. O terminal POS Móvel utiliza as redes de telefonia móvel e radiofrequência.

Esse tipo de equipamento é voltado para estabelecimentos comerciais, como bares, restaurantes e postos de gasolina, nos quais o cliente não precisa ir ao caixa para efetuar o pagamento – ele pode pagar sem sair da mesa ou do veículo.

Falta agora só nos postos de gasolina…