Estudo induz resposta imune ao HIV e cria esperança de cura

Anticorpos de células B modificadas se aproximam de uma partícula de HIV (mostrada em azul) para desativá-la. Em um novo estudo, os cientistas descobriram que as células B editadas por genes podem gerar respostas de anticorpos protetores duráveis contra o HIV quando ativadas com uma vacina. (Foto: Ilustração cortesia do laboratório Voss da Scripps Research)

Infelizmente, o HIV é um dos poucos vírus para o qual ainda não há vacina para ser combatido, pois ele evolui muito rapidamente no corpo. Qualquer solução exigiria persuadir o organismo humano para produzir um tipo especial de anticorpo, que atuaria amplamente para derrotar várias cepas do vírus de uma vez. Os cientistas da Scripps Research chegaram mais perto de atingir este resultado, conforme mostra o estudo publicado na revista Nature Communications na terça-feira (17).

Em ratos, pesquisadores induziram com sucesso anticorpos neutralizantes — também chamados de bnabs — que podem prevenir a infecção pelo HIV, segundo o investigador principal James Voss, da Scripps Research. Em 2019, a equipe já havia mostrado que era possível reprogramar os genes de anticorpos das células B do sistema imunológico usando CRISPR para que as células produzissem anticorpos anti-HIV amplamente neutralizantes.

O novo estudo mostra que essas células B modificadas, após serem reintroduzidas no corpo, podem se multiplicar em resposta a uma vacinação, transformando-se em células de memória e células plasmáticas que produzem altos níveis de anticorpos protetores por longos períodos no corpo. Em humanos, as células iniciais para criar a vacina podem ser obtidas facilmente a partir de uma simples coleta de sangue e, então, projetadas em laboratório antes de serem reintroduzidas no paciente.

A equipe também mostrou que os genes modificados podem ser melhorados para produzir anticorpos que são ainda mais eficazes contra o vírus, usando um processo que normalmente ocorre nas células B que estão respondendo à imunização. “Esta é a primeira vez que foi demonstrado que as células B modificadas podem criar uma resposta de anticorpos projetada durável em um modelo animal relevante”, explica Voss, em nota.

O cientista espera que sua abordagem de vacina possa algum dia prevenir novas infecções por HIV e possivelmente oferecer uma cura funcional para aqueles que já vivem com o HIV. O vírus ainda é prevalente em todo o mundo, com cerca de 38 milhões de pessoas infectadas em 2019.

“As pessoas acham que as terapias celulares são muito caras”, diz Voss. “Estamos trabalhando muito para tentar tornar a tecnologia acessível como uma vacina preventiva contra o HIV ou cura funcional que substituiria a terapia antiviral diária.”

Galileu

 

Covid-19: Vacina da Johnson & Johnson induz resposta imune com dose única, indicam resultados preliminares

Foto: MARK RALSTON / AFP

A farmacêutica americana Johnson & Johnson publicou na última sexta-feira na plataforma de pesquisas medRxiv resultados preliminares das fases 1/2 de sua vacina candidata contra a Covid-19, desenvolvida pela sua subsidiaria belga Janssen Pharmaceuticals. De acordo com a pesquisa, submetida ao site ainda sem a revisão de pares, indica que a fórmula foi capaz de induzir resposta imune contra o novo coronavírus e se demonstrou segura no experimento randomizado. Os resultados passarão pelo teste final na terceira etapa dos ensaios, conduzida em vários países, inclusive o Brasil, e envolverá 60 mil voluntários.

Segundo a empresa, 796 pessoas participaram as duas primeiras fases, que foram conduzidas de forma simultânea. O terceiro, composto por 394 voluntários, englobou apenas idosos com mais de 65 anos. Os 402 restantes têm entre 18 e 55 anos e foram avaliadso entre 22 de julho e 24 de agosto. O estudo, do tipo duplo-cego, assegurou que nem os pacientes nem os pesquisadores tinham conhecimento de quem foi administrado com a vacina e quem recebeu o placebo. Diferentemente dos outros imunizantes tidos como líderes da corrida global por uma vacina, o produto da J&J é desenvolvido com base em apenas uma dose.

A companhia americana tem apresentado esse diferencial como um elemento importante na competição com as demais vacinas, uma vez que diminuiria pela metade a logística da distribuição de uma eventual vacina segura e eficaz contra o Sars-CoV-2. Foram testadas diferentes doses e a menor delas foi considerada eficaz, de acordo com os autores da pesquisa. A resposta imune por meio de anticorpos se mostrou estável entre adultos e idosos. Os efeitos colaterais, por sua vez, foram febre, dor de cabeça, dor no corpo e fadiga.

A Johnson & Johnson anunciou no último dia 23 o início dos testes da Fase 3 de sua vacina candidataA companhia informou que espera os resultados desta etapa dos testes até o fim deste ano ou no início de 2021.

Em agosto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já havia autorizado a companhia a desenvolver estudos clínicos no Brasil através de sua subsidiária belga. No país, a empresa deve recrutar sete mil voluntários maiores de 18 anos em sete estados e no Distrito Federal: Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia e Paraná.

O objetivo desta etapa de testes é verificar se a vacina pode prevenir a Covid-19 em estágios moderados e graves após a manipulação de uma única dose, bem como casos mais leves e doenças graves decorrentes da infecção que requerem intervenção médica.

A empresa planeja fabricar até 1 bilhão de doses em 2021 e aumentar a produção nos anos seguintes.

O Globo

Vacina chinesa contra o coronavírus não deu efeito colateral em 94,7% dos voluntários, diz estudo

Governador de São Paulo, João Dória (PSDB), durante coletiva de imprensa para informar as últimas novidades no combate ao coronavírus (Covid-19) — Foto: ANTONIO MOLINA/ZIMEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou na tarde desta quarta-feira (23) que 94,7% dos mais de 50 mil voluntários testados na China não apresentaram nenhum efeito adverso à vacina CoronaVac. O dado faz parte de um estudo divulgado em entrevista coletiva nesta quarta (23).

“Esses resultados comprovam que a Coronavac tem um excelente perfil de segurança e comprova também a manifestação feita pela Organização Mundial da Saúde, indicando a Coronavac como uma das 8 mais promissoras vacinas em desenvolvimento no seu estágio final em todo o mundo”, disse o governador João Doria (PSDB).

A pesquisa testou 50.027 voluntários na China, de acordo com os dados divulgados pela gestão estadual, só foram percebidos efeitos adversos de grau baixo em 5,36% daqueles que foram imunizados, sendo os mais frequentes dores leves no local da aplicação (3,08%), fadiga (1,53%) e febre moderada (0,21%).

“Os resultados dos estudos clínicos realizados na China mostraram um baixo índice de apenas 5,36% de efeitos adversos e de baixa gravidade. A maioria destes casos apresentou apenas do no local da aplicação da vacina. Efeitos adversos de baixa gravidade para uma minoria de pessoas sã comuns em vacinas amplamente utilizadas. A vacina da gripe, por exemplo, produzida aqui pelo Instituto Butantan em São Paulo para todos os brasileiros apresenta efeitos adversos pouco nocivos, como dor no local da aplicação e não mais do que 10% dessas pessoas da totalidade que são vacinados apresentam alguma reação dessa natureza”, disse o governador João Doria (PSDB) nesta quarta-feira (23).

Crianças e Idosos começaram a ser testados em setembro na China. Ainda, segundo o estudo, até o momento foram vacinadas 422 pessoas maiores de 60 anos e a imunização apresentou 97% de eficácia nesse grupo. Já crianças e jovens com idade entre 3 e 17 anos foram vacinados 552 voluntários.

No Brasil, que está na fase 3 de testes da CoronaVac, dos 9 mil voluntários que receberão a vacina ou o placebo durante o estudo, 5.584 voluntários foram contemplados até o dia 21 de setembro. Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, afirma que os testes devem ser ampliados para 13 mil voluntários no país. A expansão para as fases subsequentes, segundo o diretor, já foi aprovada pela Anvisa. Deverão ser incluídos nesses testes grupos considerados de risco, como idosos e crianças.

A vacina é desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Nesta quarta-feira (23) o representante do laboratório Sinovac na América do Sul, Xing Han, participou da entrevista coletiva e disse que daqui a um ou dois meses os resultados finais da fase 3 devem ser divulgados. A declaração, feita em chinês, foi traduzida simultaneamente por um tradutor presente no evento.

Em estudo anterior, com 24 mil voluntários, sendo 421 com mais de 60 anos, o governador João Doria disse que a resposta imunológica dos idosos submetidos aos testes da vacina ficou entre 98% e 99%. Nesta quarta-feira (23) o governador voltou a citar estudo que apontou eficácia da vacina nas fases de testes 1 e 2 na China.

“Além de segura a CoronaVac está se mostrando altamente eficiente. Na China, demostraram que a CoronaVac apresentou 98% de eficiência na imunização das pessoas que foram lá testadas”, disse Doria.

Apesar dos dados do estudo divulgado anteriormente pela gestão estadual, o diretor do instituto Butantan, Dimas Covas, disse ainda que não existem dados disponíveis em relação a eficácia da CoronaVa que só poderá ser concluída na fase 3.

“Além de afirmarmos que não houve efeitos adversos graves, nós ainda não temos os dados disponíveis em relação a eficácia. A eficácia será incluída uma vez que terminada a inclusão dos 9 mil voluntários com duas doses vacinais. A partir do dia 15 de outubro poderemos ter o aparecimento dos dados de eficácia que permitirá o registro da vacina na Anvisa. A Sinovac iniciou também um estudo de fase 3 na Turquia e isso vai corroborar o processo de registro dessa vacina no mundo”, afirmou o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse também nesta quarta-feira (23) que a previsão é a de que a vacinação comece na segunda quinzena de dezembro em médicos e paramédicos.

“Deveremos por óbvio aguardar a finalização desta terceira e última fase de testagem, os seus resultados e obviamente a aprovação da Anvisa. Mas já em dezembro, na segunda quinzena poderemos iniciar a imunização de acordo com os critérios de vacinação adotados pela secretaria da saúde do estado de São Paulo e dentro do protocolo também do ministério da saúde. E os primeiro que receberam a vacina, obviamente serão médicos e paramédicos”, disse Doria.

Na segunda-feira (21) o governador anunciou que toda a população do estado vai receber a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan até fevereiro de 2021.

“Aos brasileiros de São Paulo, sim, garanto que teremos a vacina, a CoronaVac, para atender a totalidade da população de São Paulo, já ao final deste ano e ao longo dos dois primeiros meses de 2021, e vamos imunizá-los”, disse Doria nesta segunda.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. CiÇO disse:

    Da China,Nem papel higiênico !!!!!

  2. Adriano disse:

    1- 50000 chineses não é nada… testaram em um quarteirão só…
    2- FDP! vírus começou lá, morreu quase ninguém, mundo se ferrou, ganharam $ a rodo, vendendo EPIs e vacina inclusive.
    Teoria da conspiração ou foi tudo premeditado? A vacina, já devia tá pronta. Infelizmente não duvido de mais nada.

  3. Guto disse:

    Ela sabe que nada que vem daquele país merece confiança, até pq lá não existe imprensa livre, tudo que é divulgado passa pelo crivo do governo.

  4. Lula na cadeia já disse:

    Eu não confio em NADA que vem da China.

    Essa vacina eu não tomo!

Moro nega ‘segredos ilícitos’ da Lava Jato em resposta a Augusto Aras

Foto: Joédson Alves/EFE – 24.04.2020

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro afirmou desconhecer “segredos ilícitos no âmbito da Lava Jato”, nesta quarta-feira (29), em resposta ao procurador-geral da República, Augusto Aras.

Durante um debate virtual com advogados, na terça-feira (28), o magistrado disse que a operação teria sofrido “desvios” e que o momento era de corrigir os rumos para que o “lavajatismo não perdure”.

“Desconheço segredos ilícitos no âmbito da Lava Jato. Ao contrário, a Operação sempre foi transparente e teve suas decisões confirmadas pelos tribunais de segunda instância e também pelas Cortes superiores, como STJ e STF”, escreveu Moro no Twitter.

Aras criticou ainda o conceito do lavajatismo e pregou o retorno ao combate da corrupção como se fazia antigamente. “O etmo, segundo o qual, o ‘ismo’ significa alguma hipertrofia, um desvio. Então, o lavajatismo já revela que alguma coisa não vai bem nessa figura. E esse conceito lavajatismo há de ser superado pelo natural, bom e antigo enfrentamento à corrupção”, disse.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JATO SUJO disse:

    Estão sujando a ficha da Lava jato e limpando a de Lula. Kkkk. Lula vem em 2022.

  2. Gustav Mahler disse:

    Chega a ser ridículo, risível, se falar em "bom e antigo enfrentamento à corrupção", "como se fazia antigamente". Como se fazia antigamente? Engavetando denúncias, deixando ações prescreverem, investigando mal, sendo conivente com "chicanas jurídicas", etc. As unicas ações penais que puniram a corrupção no Brasil foram as do Mensalão e as do Petrolão. O resto, como antigamente, resultou em impunidade.

  3. Pepe disse:

    Estão querendo tirar MORO do páreo,estâo querendo acabar com a lava jato,estão querendo a volta da impunidade…

  4. Jeilson Nunes disse:

    Tudo isso se chama "medo", o novo engavetador da publicação, está fazendo aquilo que o seu senhor manda, tentar encontrar algo que possa comprometer Sérgio Moro, que é o único que pode derrotar o projeto de Bolsonaro para 2022, basta ver as pesquisas. Além do mais, quando Queiroz começar a falar, ai sim a coisa vai ficar feia!!

    • De olho👀 disse:

      O chefe dele morre de medo de enfrentar Moro nas próximas eleições. Prefere mesmo absolver Lula e o PT, pois os considera adversários mais fáceis.

  5. Observador disse:

    Mais estranho ainda seria se Moro soubesse. Não bastava ser o "orientador" da república de Curitiba, ainda queria saber todos os segredos?

  6. Queiroz disse:

    Nesse briga entre o Moro e o Aras
    eu torço pela briga.

  7. Direita Honesta disse:

    Se não há "segredos ilícitos", por que essa turma da Lava Jato está brigando (foram ao STF) para não apresentar ao Procurador Geral da República (o chefe daquela instituição) os dados referentes às investigações? Ué?

    • Manoel disse:

      Então, você que é da "direita honesta" (como se honestidade tivesse lado!), deve ser contra os trocentos recursos que Flávio Bolsonaro usa para barrar e atrasar as investigações da rachadinha né?! Afinal, se ele e o pai são inocentes, por que usar tantos recursos ? Deixa investigar também?

    • Direita Honesta disse:

      Olha, rapaz, se incomode com sua vida e deixe meu pseudônimo em paz, ok? Crie um prá vc. Quanto ao seu questionamento, não consiga ver a relação que vc está forçando entre os dois casos. O caso do senador tem a ver com direitos individuais tais como direito à privacidade, sigilo bancário e de comunicações, dele e de muitas outras pessoas. No caso referente ao artigo acima, trata-se de uma pendenga envolvendo membros da auto-intitulada Operação Lava Jato e o Procurador Geral da República, onde aqueles estão se negando a entregar ao chefe da instituição à qual pertencem os resultados das investigações que efetuaram. Não estão defendendo nenhum direito fundamental com previsão constitucional, como é o caso do senador. Em outras repartições, tal rebeldia seria tratada como insubordinação. No MP, no entanto, embora não haja relação de subordinação entre seus membros, o chefe desse órgão público tem todo o direito de saber o que se passa na instituição que chefia. Não obstante, os membros "rebeldes" recorreram ao STF para evitar mostrar o que fizeram. Por que tanto medo? O que fizeram de errado que não querem mostrar? A obsessão que pessoas como vc demonstram em atacar o presidente e seus familiares certamente torna muito difícil sua análise dos fatos.

BENÇÃO: Vacina de Oxford é segura e gerou resposta imune contra covid-19; resultados preliminares foram divulgados na revista científica The Lancet na manhã desta segunda-feira

Coronavírus: vacina de Oxford é uma das potenciais contra a doença (Bill Oxford/Getty Images)

A vacina da Universidade de Oxford em parceria com a biofarmacêutica anglo-sueca AstraZeneca teve bons resultados contra o novo coronavírus, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira (20) na revista científica The Lancet. O estudo foi do tipo randômico, com grupo de controle (que recebeu uma vacina de meningite) e cego (no qual os voluntários não sabem qual medicamento foi administrado), e realizado com cerca de 1.077 pessoas saudáveis. Os resultados são das fases 1 e 2 da vacina.

A vacina desenvolvida pela universidade britânica, uma das três opções que estão na versão da fase 3 de testes segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), de acordo com o estudo, pode ser ainda mais efetiva quando uma segunda dose é administrada. A resposta imune chamada de célula T é produzida 14 dias após uma primeira dose e os anticorpos apareceram depois de 28 dias.

Os efeitos colaterais, de acordo com a divulgação, foram pequenos e puderam ser reduzidos quando os pacientes usaram paracetamol.

Outros estudos ainda devem ser feitos, inclusive em idosos, para garantir a segurança da vacina. Apesar de conseguir criar uma resposta imune ao vírus, ainda é preciso descobrir se a vacina pode proteger efetivamente as pessoas de uma infecção. Os pesquisadores acreditam que uma vacina ideal contra o vírus deve ser efetiva após uma ou duas doses, trabalhar em grupos de risco, como adultos e pessoas com condições pré-existentes, garantir uma proteção de, no mínimo, seis meses e reduzir a infecção pelo SARS-CoV-2. O estudo ainda é muito preliminar para saber se a vacina preenche todos os requisitos, mas as fases dois (no Reino Unido) e a fase três de testes (acontecendo no Reino Unido, Brasil e África do Sul) devem garantir a eficácia completa dela.

Os dados foram coletados entre os dias 23 de abril e 29 de maio e os testes ainda estão acontecendo.

A divulgação dos dados acontece após a AstraZeneca ser fortemente pressionada por seus investidores a mostrar resultados positivos. Na quarta passada, quando a empresa anunciou que teria um estudo publicado nesta segunda e a mídia britânica afirmou que a vacina teria obtido sucesso, as ações subiram em 5,2%, o que adicionou cerca de 7,4 bilhões de dólares no valor de mercado da biofarmacêutica. As ações, no entanto, caíram 0,7% em Londres já na quinta-feira.

Quais são as fases de uma vacina?

Para uma vacina ou medicação ser aprovada e distribuída, ela precisa passar por três fases de testes. A fase 1 é a inicial, quando as empresas tentam comprovar a segurança de seus medicamentos em seres humanos; a segunda é a fase que tenta estabelecer que a vacina ou o remédio produz, sim, imunidade contra um vírus, já a fase 3 é a última fase do estudo e tenta demonstrar a eficácia da droga. Uma vacina é finalmente disponibilizada para a população quando essa fase é finalizada e a proteção recebe um registro sanitário. Por fim, na fase 4, a vacina ou o remédio é disponibilizado para a população.

As outras que também estão na na fase três de testes são as versões da americana Moderna e a da chinesa Sinovac, que também será testada no Brasil.

Para a OMS, a vacina britânica é a opção mais avançada no mundo em termos de testagem.

Na última semana, a reitora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Soraia Smaili, em entrevista à GloboNews, afirmou que a vacina de Oxford pode ser distribuída no Brasil em junho de 2021, assim que o registro emergencial dela for aprovado.

A AstraZeneca e Oxford testarão sua vacina em mais de 50.000 pessoas no mundo todo. No Brasil, serão 5.000 voluntários testados em São Paulo, na Bahia e no Rio de Janeiro.

Em junho, o governo brasileiro anunciou uma parceria com Oxford para a produção de 100 milhões de doses quando a aprovação acontecer.

Antes a previsão da empresa anglo-sueca era que a vacina ficaria pronta já neste ano.

A corrida pela cura

Nunca antes foi feito um esforço tão grande para a produção de uma vacina em um prazo tão curto — algumas empresas prometem que até o final do ano ou no máximo no início de 2021 já serão capazes de entregá-la para os países. A vacina do Ebola, considerada uma das mais rápidas em termos de produção, demorou cinco anos para ficar pronta e foi aprovada para uso nos Estados Unidos, por exemplo, somente no ano passado.

Uma pesquisa aponta que as chances de prováveis candidatas para uma vacina dar certo é de 6 a cada 100 e a produção pode levar até 10,7 anos. Para a covid-19, as farmacêuticas e companhias em geral estão literalmente correndo atrás de uma solução rápida.

Nenhum medicamento ou vacina contra a covid-19 foi aprovado até o momento para uso regular, de modo que todos os tratamentos são considerados experimentais.

Exame

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Hermes Dagoberto disse:

    Gostei do assunto de sua divulgação, gostaria de ver se é pertinente para meu site.

    Sds.

  2. Santos disse:

    Mas a Cloroquina num já existe? Pra que vacina? Não estou entendendo mais nada.

  3. Manoel disse:

    Os terraplanista acreditam em ciência, universidades, pesquisas, vacinas….🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔

  4. Cloroquino disse:

    Qual vacina tomar? A do prefeito de Natal, do presidente ou a da Oxford?

  5. Neto disse:

    A petralhada, pode ir tirando o cavalinho da chuva, que essa aí é só pro gado.
    Mito!!
    Mito!!

  6. Pepe disse:

    Nisto eu confio!se viesse para Natal me inscreveria como voluntario.
    Vai resolver o problema da pandemia.

  7. Gibira disse:

    Só não podem deixarem o consórcio Nordeste comprar, se não Tá arriscado não chegar nada kkkk

  8. Gustavo disse:

    A torcida do vírus entra em pânico.

  9. Cabo Silva disse:

    E a cloroquina?????

    A vacina não tem ivermectina???

    Absurdo. Não vou tomar.

Bolsonaro responde tuíte de Ciro Gomes: “Não somos psiquiatras! Parabenizo o Ministro Moro e envolvidos!”

Jair Bolsonaro, acompanhando Sergio Moro, respondeu ao tuíte de Ciro Gomes, que disse que o Ceará é o “seu pior pesadelo”.

“Não somos psiquiatras! Parabenizo o Ministro Moro e envolvidos!”

Mais cedo, Moro afirmou que a crise no Ceará “só foi resolvida pela ação do governo federal, Forças Armadas e Força Nacional, que protegeram a população e garantiram a segurança. Explorar politicamente o episódio, ofender policiais ou atacá-los fisicamente só atrapalharam. Apesar dos Gomes, a crise foi resolvida”.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Justo disse:

    Sob controle!???
    Kkkkkkkkkk

  2. Antônio disse:

    Com certeza essa desgraca DO BOLSONARO nao é psiquiatra…mais nao sai do consultorio fazendo tratamento….PORQUE É LOUCO DE JOGAR PEDRA NA LUA…REVOLTADO PORQUE O PINTO É PEQUENO….SÓ DA NO CU DE GALINHA….COMO ELE ASSUMIU A SATISFAÇÃO DE FAZER…..JOGA SAL GROSSO NESSE VERME ….OH PRESIDENTE XIBATA…AFFF….CAI FORA BOLSOTRALHA

  3. Gui Gui disse:

    Kkkkkkkk
    Nosso herói Sérgio Moro passando a retroescavadeira em cima dos babacas dos Coronéis Ferreira Gomes.
    Pegue!!!
    Bem feito.
    Quem manda serem babacas.
    Kkkkkkk

  4. Ceará-Mundão disse:

    Mais uma vez o governo Bolsonaro ajudando o Ceará, estado governado por uma coalizão de esquerda (o governador, apesar de filiado ao PT, é mais "cirista" do que petista). No início de 2019, já havia ajudado a resolver uma crise nos presídios. Agora, essa da PM. E os malucos "coronéis" Gomes (Ciro e Cid) com suas sandices habituais. Essa da retroescavadeira foi demais até prá esses doidos.

  5. Natalense disse:

    A PeTralhada enlouquece! Parabéns, Ministro Sérgio Moro!

  6. Olavo Pinheiro disse:

    Vejam a mais recente prova da inversão de situações que estamos presenciando no país.
    A PM é responsabilidade do governo estadual, os membros da PM são contratados pelo governo do estado, os salários (soldos) são pagos pelo governo do estado, as promoções são liberadas pelo governo do estado e as decisões dessas corporações passam pelos governadores.
    No Ceará o governo estadual não teve capacidade de enfrentar a crise que saiu totalmente do controle. O que acontece?
    Pedem ajuda do governo federal. Ela vem e resolve a questão.
    Pronto, vamos dar publicidade a inversão:
    – A culpa da crise no Ceará é do governo federal;
    – A solução é foi do governo estadual.
    Agora vem os donos do Ceará, os "coronéis" de sempre fazendo acusações descabidas, como sempre, em ataques desconexos, salivando pelo canto da boca, onde eles são os culpados, foram eles que não tiveram capacidade de resolver, então pedem ajuda ao governo federal que vai ao Ceará e resolve.
    Certo está Bolsonaro, não tem que se trocar com reacionários, deixa isso para os psiquiatras.

    • Higino disse:

      Verdade, agora qualquer greve de funcionários estaduais ou municipais vai ser responsabilidade do governo federal. Muita orquestração, como se a população fossem uns trouxas. Forçam a barra. Hehehe

Texto em resposta a vídeo de Zélia Duncan não foi escrito por Regina Duarte

Foto: Montagem

Circula pelas redes sociais um texto atribuído à atriz Regina Duarte respondendo a um vídeo divulgado pela cantora Zélia Duncan em seu perfil no Instagram, em 21 de janeiro. Na gravação, a artista fala do papel de protagonista de Duarte na série Malu Mulher, dos anos 1980, famosa por ser pioneira na discussão de temas feministas na TV, e critica o apoio dado por ela ao presidente Jair Bolsonaro. Na quarta-feira (29), a atriz aceitou o convite para comandar a Secretaria Especial da Cultura do governo federal. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da ​Lupa​:

“REGINA DUARTE RESPONDE À ZÉLIA DUNCAN

Sigo discordando por mais que eu tente olhar tudo com outros olhos e Zélia, me desculpe, mas vou discordar também de você e das amigas que compartilharam com adoração as suas palavras.

Me parece que agora um grupo de mulheres quer impor que todas pensemos da mesma forma. E se não pensamos, não somos dignas. Se não concordamos com todo o feminismo como um pacote de leis, não merecemos respeito! Se apoiamos o governo que vocês não apoiam, somos idiotas! Se não enxergamos tudo, tudinho como vocês, somos machistas. (…)”

Texto atribuído a Regina Duarte em post no Facebook que, até as 14h30 de 30 de janeiro de 2020, tinha 652 compartilhamentos

FALSO

É falso que Regina Duarte escreveu o texto analisado pela Lupa. A mensagem foi publicada originalmente por Marta Sertã de Paula, em uma publicação fechada no seu perfil pessoal no Facebook. Ela confirmou, por mensagem, ter sido responsável pelo conteúdo. “Ainda meio zonza com a repercussão, pois meu Face era absolutamente fechado para amigos e parentes…Nunca imaginei que ao falar com uma ‘Zélia imaginária’ – distante do meu mundinho pequeno, pudesse chegar à Zélia real… E muito menos que pudessem envolver a Regina Duarte que já tem problemas suficientes para lidar com o novo cargo”, disse.

Pouco depois, Paula escreveu um post público em seu perfil no Facebook explicando que ficou assustada com o tamanho da repercussão. “A rede social tem um lado incrível de conectar pessoas e uni-las, mas é mais confusa que telefone sem fio. E infelizmente é fato que ‘quem conta um conto, aumenta um ponto’…”, afirmou. “Agradeço aos que estão deixando claro que o texto não é da Regina. Não precisa dizer que é meu. Se viralizou é porque o texto agora é de muitos!” Também tornou público o post original, publicado no dia 25 de janeiro.

A versão original da mensagem citava Regina Duarte em dois trechos. Ela chegou a ser compartilhada como comentário em um post do blog Tribuna da Internet, em 29 de janeiro, por um usuário que se dizia amigo da autora e citava o seu nome. O texto, no entanto, foi modificado posteriormente e a parte inicial que citava “Regina Duarte” foi alterada e reescrita em primeira pessoa, para parecer ter sido redigida pela própria atriz. O segundo trecho foi mantido.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Lupa – Revista Piauí – Folha de SP

Auditores informam aumento de R$ 100 milhões em arrecadação no semestre e cobram resposta concreta do Governo do Estado sobre salários

O Governo do Estado aumentou em cerca de R$ 100 milhões sua arrecadação própria entre os meses de janeiro e juljo de 2019 em relação ao mesmo período do ano passado. As informações são dos auditores fiscais do Estado, em reportagem em destaque na Tribuna do Norte. De acordo com a publicação, mesmo com esse aumento, correspondente a 5,6% do orçamento, ainda não há uma solução para o pagamento de salários atrasados, referentes a novembro, dezembro e décimo terceiro de 2018.

Na reportagem, o diretor do Sindicato dos Auditores fiscais do RN(Sindifern), Fernando Carvalho de Freitas, após propor soluções que dependem de uma série de fatores para aprovação, o Governo precisa dar uma resposta concreta aos servidores sobre esses pagamentos, já que houve excesso de arredação no semestre.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Getúlio disse:

    Se eu ganhasse 40 mil como esses reclamantes, não choramigava com salários atrasados, tomava meu vinho gran reserva com charuto cubano, e aguardava tranquilo, sem fazer nada, como sempre, que ninguém é de ferro, aguardando mais 16,80% de aumento.

  2. Fabio disse:

    E desde quando o salário de um auditor está diretamente relacionado com a receita do estado? Trabalhem, trabalhem muito porque vocês ganham muito bem e ainda tem uns que enriquecem sabe-se lá como.

  3. Ivan disse:

    Nesse mesmo período o déficit previdenciário foi de quase 1bi…Mas, nosso estado é rico, não precisa de reforma de previência, deixem isso pros lisos do sul e sudeste!!!!

  4. Manoel disse:

    O que é são 100 milhões face a um déficit de bilhões?

Folha de São Paulo se enrola em “reportagem grotesca”; em resposta com documentos, Deltan Dallagnol só faltou “desenhar”

Foto: Ilustrativa

A Folha de São Paulo dobrou a aposta. E perdeu de novo. A partir das mensagens roubadas por um grupo de estelionatários, especializados em fraudar e forjar documentos, o jornal publicou sua reportagem mais grotesca até agora.

Ela diz:

“Deltan foi pago por palestra em empresa citada na Lava Jato.”

Trata-se da Neoway, do setor de tecnologia.

Quando Deltan Dallagnol deu a palestra, porém, ele ignorava que a empresa havia sido citada pelo delator Jorge Luz.

E sabe o que é mais espantoso? As mensagens roubadas pelos estelionatários e publicadas pela Folha provam que isso é verdade.

Quatro meses depois de dar a palestra, de fato, ele descobriu que a empresa havia sido delatada e escreveu no grupo da Lava Jato:

“Dando uma passada de olhos nos anexos do Luz, vejam o que achei. Empresa de TI que veio apresentar produtos de TI para LJ.”

E também:

“Isso é um pepino pra mim. É uma brecha que pode ser usada para me atacar (e a LJ), porque dei palestra remunerada para a Neoway, que vende tecnologia para compliance e due diligence, jamais imaginando que poderia aparecer ou estaria em alguma delação sendo negociada.”

E o que ele fez depois disso? Afastou-se imediatamente do caso, declarando-se suspeito:

“Quero conversar com Vcs na segunda para ver o que fazer, acho que é o caso de me declarar suspeito e não sei até que ponto isso afeta o trabalho de todos (prov tem que ser redistribuído para colega da PRPR e dai designar todos menos eu para assinar).”

Em seguida, todos os procuradores que tiveram contato com a Neoway imitaram Deltan Dallagnol e se afastaram do caso.

Isso é um pepino, Folha de São Paulo.

Deltan Dallagnol respondeu à grotesca reportagem da Folha, em que as mensagens roubadas por estelionatários ridicularizam a própria reportagem:

A respeito da matéria que a Folha publicou hoje, o procurador Deltan Dallagnol afirma ter atuado com absoluta correção. Ele não reconhece as mensagens que têm sido atribuídas aos integrantes da força-tarefa, que são fruto de crime e não tiveram contexto e veracidade confirmados. Sem entrar no conteúdo das mensagens, é importante esclarecer o que ocorreu. Seguem documentos que explicam o ocorrido. É importante agregar informação sobre a linha do tempo: o procurador Deltan Dallagnol jamais participou de negociação ou ato de negociação do acordo de colaboração mencionado na reportagem, que era de responsabilidade da procuradoria-geral da República. Ele não esteve entre os procuradores da força-tarefa designados para atuar no acordo. Assim que tomou conhecimento da menção da empresa Neoway no acordo, o procurador informou os colegas, em meados de 2018. Após o acordo ser homologado pelo Supremo, o termo de depoimento do colaborador sobre a empresa foi enviado para a força-tarefa em Curitiba. Assim que recebido, o procurador, no início de junho deste ano, declarou-se suspeito e o caso foi redistribuído para procurador de fora da força-tarefa. Além disso, por questão de transparência e prestação de contas, o procurador encaminhou ofício ao corregedor do Ministério Público Federal explicando toda a situação. Isso ocorreu logo após o caso descer para Curitiba e antes da divulgação das supostas mensagens. O corregedor, entendendo não haver nada de errado, arquivou o ofício.

Documentos 

1) o ofício para o corregedor relatando toda a situação. (Veja aqui)

2) decisão da juíza que autoriza o fornecimento do ofício e lamenta a divulgação de fatos sob investigação. (Veja aqui)

3) e-mails que comprovam que o procurador adota cautelas para evitar conflito de interesses, recusando palestras quando se relacionam com empresas investigadas na Lava Jato. (Veja aqui)

É importante esclarecer que essa foi a única situação em que ocorreu conflito e, uma vez identificada, o procurador agiu corretamente, declarando-se suspeito e comunicando a corregedoria de modo espontâneo. E, novamente, a corregedoria arquivou a comunicação por entender adequado o procedimento.

Com informações de O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Murilo Laranjeiras disse:

    Ou menino traquinas esse tal de Dallagnol, né?

  2. Wagner disse:

    Eu só sei que por esse fanatismo por Lula é que até hj a Foice de São Paulo passa vergonha, primeiro foi aquela notícia às vésperas das eleições dizendo que Bolsonaro contratou empresas para espalhar fake news e hj se aproveita de mensagens que são fruto de ilegalidades para recortar mensagens fora de contexto para prejudicar a Lava Jato. A Foice de São Paulo tem que entender que Lula não foi condenado porque havia um suposto conluio não e sim porque houve provas e foram muitas. Chega de certos setores da imprensa serem militantes, tenham responsabilidade com a verdade, a Veja Lula é outra que agora tá perseguindo Moro porque o André Esteves que foi o banqueiro que financiou a compra da Veja Lula pelo novo dono, estava enrolado na Lava Jato e agora tá se utilizando dessa revista para se vingar de Moro.

  3. Rafhael disse:

    A MENTIRA usada como arma contra a justiça se mostra frágil, ineficaz e inconsistente.
    Os diálogos criminalmente obtidos não mostram nada, absolutamente nada de errado na conduta dos magistrados.
    Além do fato que o crime foi cometido contra autoridades públicas, membros da presidência e do judiciário, o que configura crime contra a segurança nacional. Que venha a punição pelos diversos crimes cometidos com as provas de forma exemplar

VÍDEO: “Bom jornalismo é o que faz as perguntas isentas e imparciais, e não o jornalismo inquisitivo”, diz Boris Casoy ao rebater críticas da Globo sobre entrevista com Flávio Bolsonaro

Boris Casoy (Crédito: Reprodução / RedeTV)

Em comentário no “RedeTV! News” exibido na noite dessa segunda-feira (21), o âncora do telejornal, Boris Casoy, respondeu a críticas feitas pela Globo e pela GloboNews ao longo do dia à entrevista que ele fez com o senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-SP).

Exibida na noite de domingo, a conversa de Casoy com Bolsonaro foi mencionada em diferentes telejornais dos dois canais nessa segunda.

Referindo-se também à entrevista feita pela Record, vários apresentadores da Globo repetiram um mesmo texto: “Não foi perguntado ao senador em nenhuma das duas entrevistas, e por isso ele não respondeu, por que optou por fazer 48 depósitos de R$ 2 mil com diferença de minutos em cada operação em vez de depositar o total que recebeu em espécie de uma só vez na agência bancária onde tem conta”.

Casoy rebateu: “Embora a GloboNews tenha dito que nesta entrevista não foram feitas todas as perguntas, a RedeTV! fez um trabalho profissional e isento. Fiz todas as perguntas que o momento requeria, algumas até de forma incisiva.” E concluiu: “Bom jornalismo é o que faz as perguntas isentas e imparciais, e não o jornalismo inquisitivo que almeja obter respostas que gostaria de ouvir do entrevistado”. As informações são do UOL.

Com acréscimo de informações da Isto É

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. eunice marques santos disse:

    Sr Boris Casoy, aqui é o Reginaldo C.Mazzafera, que lhe estima muito e deseja muita saúde, espero que retire todos os tapetes da casa como minha mulher fez, é um perigo…abraço faterno do Mazzafera

  2. João Antônio Dohms disse:

    Boa noite Sr Boris
    Fiquei encantado pela Rede TV mandar embora o jornalista Reinaldo Azevedo!
    Esquerdopata de carteirinha ,arrogantemente arrogante,aquele designer de chapéu dentro do studio (ridiculo)
    Aquelas roupas estranhas ,aquelas joias de gosto duvidoso!

  3. Fagner disse:

    Dando guarida a corrupto!

  4. paulo disse:

    BG
    Boris mais uma vês na frente da tv bobo.

  5. Potiguar disse:

    Bom jornalismo no c. dos outros é refresco!!!

‘Meu país merece mais respeito’, afirma FHC em resposta a artigo de Lula

Em artigo publicado no jornal inglês ‘Financial Times’, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso contesta que o Brasil estava sem direção quando Lula assumiu a Presidência e diz que o petista se faz de vítima

Em artigo publicado nesta terça-feira, 21, pelo jornal inglês Financial Times, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso rebate as afirmações feitas pelo seu sucessor na Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em texto divulgado semana passada no The New York Times, onde o petista condenado e preso pela Operação Lava Jato afirma que há um golpe de direita em andamento no Brasil para que ele não concorra às eleições deste ano. FHC afirma que Lula retrata o País como uma “democracia em ruínas”, na qual a lei foi usada de maneira arbitrária para minar o petista e seu partido, o que não é verdade. “Meu país merece mais respeito”, cobrou o ex-presidente tucano.

No artigo, ex-presidente FHC criticou a maneira como Lula tem se defendido Foto: Financial Times/Divulgação

No artigo, FHC afirma que a visão sobre o Brasil do seu sucessor, Luiz Inácio Lula da Silva, é uma “ficção danosa”. “Meu sucessor como Presidente falsamente se apresenta como vítima de uma conspiração da ‘elite'”, acusou, acrescentando que o retrato pintado pelo petista de que o País conta com uma democracia em ruínas, na qual o Estado de Direito deu lugar a medidas arbitrárias destinadas a enfraquecê-lo e a seu partido, não é verdade.

Em seguida, FHC diz que a visão de Lula “é uma versão peculiar das últimas décadas da história do Brasil, na qual ele, às vezes, aparece como o salvador do povo e, às vezes, como vítima de uma conspiração de “elite”. O ex-presidente escreve ainda que o caso de Lula não é isolado e que, no Brasil, há políticos de todos os partidos na prisão e salienta que a Operação Lava Jato descobriu um esquema de desvio de bilhões de dólares para o Partido dos Trabalhadores (PT), de Lula. “O Brasil está passando por um doloroso, mas necessário processo de reaplicação da sua vida pública, e as ações do Ministério Público Federal e do Poder Judiciário fazem parte disso. Nem sempre me sinto à vontade com a extensão das penas impostas ou com a expansão da prisão preventiva, na qual o acusado é preso antes mesmo de seu primeiro julgamento em um tribunal inferior. É uma grave distorção da realidade, no entanto, dizer que há uma campanha direcionada no Brasil para perseguir indivíduos específicos. Meu País merece mais respeito.”

Em outro trecho, Fernando Henrique também responde à declaração de Lula sobre a situação brasileira em 2003. “Também não é verdade, como Lula afirma, que o Brasil não tinha direção antes de ele assumir a Presidência, em 2003. É preciso lembrar que a estabilização depois de anos de hiperinflação começou com o Plano Real, lançado pelo ex-presidente Itamar Franco, e continuou no meu governo. Esse também foi um período marcado pelo estabelecimento de programas de bem-estar social que Lula posteriormente iria expandir”, ressalta o tucano.

“O impeachment e a destituição da Presidente Dilma Rousseff em 2016 não foram, ao contrário do que Lula afirma, um golpe de Estado. Foi o resultado, entre outras coisas, da violação do seu governo à lei de responsabilidade fiscal do Brasil no período que antecedeu a eleição de 2014”, defendeu.

Para Fernando Henrique Cardoso, o processo de impeachment seguiu todos os trâmites constitucionais sob a supervisão da Suprema Corte brasileira, na qual a maioria dos juízes foi nomeada por Lula e Dilma. “Minha crítica não é motivada pelo antagonismo pessoal. Lula e eu lutamos juntos contra o regime autoritário que governou o Brasil entre 1964 e 1985. Quando, depois, concorremos um contra o outro em eleições democráticas, mantive uma relação construtiva com ele”, relatou.”Lamento que o ex-presidente enfrente acusações de corrupção e lavagem de dinheiro. Mas o fato é que os processos judiciais em que ele esteve envolvido seguiram o devido processo e foram conduzidos de acordo com a Constituição e o estado de direito”, acrescentou.

O caso de Lula não é isolado, segundo o artigo. O autor lembrou que há políticos de todos os partidos na prisão, inclusive membros do PSDB, ao qual é ligado. Ele também citou que a inelegibilidade de Lula para concorrer à Presidência nas próximas eleições é a consequência de uma iniciativa popular que recebeu mais de 1 milhão de assinaturas, foi aprovada pelo Congresso e sancionada pelo próprio ex-Presidente em 2010. FHC ressaltou que a iniciativa foi uma resposta ao escândalo Mensalão, descoberto em 2005, mas que não impediu que outro, ainda maior, fosse perpetrado em algumas das maiores estatais, particularmente a Petrobras.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio Dias disse:

    FHC não é flor que se cheire. Mas, ele fez o certo ao desmentir o maior ladrão e mentiroso que a política brasileira produziu, Lula. Lula pensa que todo mundo acredita nele, só quem acredita são os psicopatas lulistas, como ele.

  2. Flauberto Wagner disse:

    É tudo encenação!! Só para mostrarem que estão em lados opostos.
    É igual aos Alves x Mais aqui no RN, aqui no final eles se entendem e povão ficam a ver navios.
    Tudo farinha do mesmo saco.

  3. Ceará-Mundão disse:

    PT e PSDB são dois lados da mesma moeda. Ambos são esquerda e simulam serem antagônicos, na chamada "teoria das tesouras". O PSDB é o PT de paletó e com mais estudo, mais competência, mais vontade de trabalhar. É o PT que "toma banho". Os dois são corresponsáveis pela situação caótica em que nos encontramos. Já vimos que esse caminho (de esquerda) não funcionou em país nenhum do mundo. O que falta para tomarmos a direção certa, aquela que levou o mundo desenvolvido e civilizado a prosperar?

    • Leo disse:

      Kkkkkk
      Outro poeta. Pense uma figura. Estou imaginando o q acontecerá com essa figura quando o PT vencer a eleição pra presidente e governador do RN.
      Vai faltar tranquilizante no mercado. Kkkkk
      Será q há tb antihipocresite nas farmácias?

  4. Gregório disse:

    Olhe aí, farinhas do mesmo saco entrando em confronto. O velho FHC falou muito bem quando disse que o ex presidente populista bolivariano afirmou que: "ele monta uma ficção danosa. Meu sucessor como Presidente falsamente se apresenta como vítima de uma conspiração da ‘elite'".
    O PT tentou tomar a legislação e substituir pelos "conselhos comunitários", coisa adotada em DITADURAS para rasgar toda lei existente e se submeter a vontade totalitária do partido.
    FHC conseguiu acertar de novo ao dizer que “O Brasil está passando por um doloroso, mas necessário processo de reaplicação da sua vida pública, e as ações do Ministério Público Federal e do Poder Judiciário fazem parte disso" e se baseiam em lei vigente, não em vontades pessoais.
    Mas os petistas não aceitam as leis, eles não respeitam a constituição, são manipuladores e doutrinados a seguir a ordem do líder e nada mais.

  5. Leo disse:

    Esse lesa-patria e representante dos bancos, FHC, calado é um poeta. Apoiou o golpe, apoiou a sustentação e o programa do golpista mor, Temer.

  6. Valdemir disse:

    Brasil tá no que devido esses 2 pilantras, o lula foi desmascarado já esse outro não foi mas, roubou o dinheiro da nação pra votar a sua reeleição, outro escândalo foi bilhões desperdiçado foi o do "banestado", teve bem mais, no entanto tinha abafadores dentro do poder judiciário e, arquivaram todos eles, era valores iguais ou maiores que os 100 bilhões de reais de desvio calculados até agora so pela lava jato. São uns ratos!!!

  7. Lino disse:

    É difícil entender a cabeça desses defensores do poder pelo poder. Ué! Semana passada defendia alianças entre PT e PSDB, como é que agora tá dizendo isso? Vá entender.

Eduardo Campos: Texto do PT é 'ataque covarde'

O governador de Pernambuco e potencial candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB), classificou como um “ataque covarde” o texto publicado na página do Facebook do PT em que é chamado de “tolo”. Campos recorreu à mesma rede social para dizer que segue “firme no debate de alto nível sobre o Brasil e a construção de uma nova política que transforme verdadeiramente a vida das pessoas e do país”. “O resto a gente ignora. Porque, enquanto os cães ladram, a nossa caravana passa. Vamos em frente, pessoal”, escreveu Campos. Ele também reproduziu uma nota do vice-presidente do PSB, deputado Beto Albuquerque (RS), na qual afirma que é “evidente o desespero da direção do Partido dos Trabalhadores” e que o ataque revela “que a parcela que hoje domina o PT perdeu completamente seu espírito republicano, abandonou seu norte político e transformou-se numa seita fundamentalista que ataca qualquer um”.

Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JB Tanco disse:

    O petismo mostra as garras afiadas que estavam escondidas…

Coca-Cola responde a denúncia sobre rato em garrafa: 'o fato alegado não tem fundamento'

A Coca-Cola divulgou, nesta terça-feira, um comunicado em resposta a um consumidor que alega ter encontrado um rato dentro de uma garrafa ainda lacrada. O caso de Wilson Batista Rezende foi registrado em dezembro de 2000 e noticiado há cerca de dez dias na TV Record.

Ele comprou um pacote com seis garrafas no supermercado na cidade de São Paulo, e “sentiu os órgãos queimarem” ao consumir uma delas.

“Ingeri meio gole de uma das seis garrafas de dois litros de Coca-Cola contaminada com restos de rato, e senti corroer meu esôfago, língua e estômago. Foi quando cuspi o restante para fora da boca, desesperado e com a indescritível ardência, literalmente por todo meu aparelho digestivo. Verifico o copo que me servi e percebo pequenos fios de pelos de ratos junto ao líquido”, explica Wilson no perfil dele no Facebook.

coca-cola-0Em resposta, a Coca-Cola afirmou:

“Todos os nossos produtos são seguros e os ingredientes utilizados são aprovados pelos órgãos regulatórios, em um histórico de 127 anos de compromisso e respeito com os consumidores. Os nossos processos de fabricação e rígidos protocolos de controle de qualidade e higiene tornam impossível que um roedor entre em uma garrafa em nossas instalações fabris. Lamentamos o estado de saúde do consumidor, mas reiteramos que o fato alegado não tem fundamento e é totalmente equivocada a associação entre o consumo do produto e o seu estado de saúde”.

Wilson Rezende ficou com sequelas após o incidente, com dificultades motoras e de fala. O consumidor entrou com um processo na Justiça para cobrar uma ação da Coca-Cola. Desde então tenta provar que a bebida foi a responsável pelos problemas de saúde dele. Wilson alega, por meio de atestados de laboratório e médicos, que havia restos de ratos nas garrafas.

Segundo Wilson, um representante da empresa foi até a casa dele e pediu que entregasse as garrafas de Coca-Cola. Ele decidiu manter algumas delas – a garrafa que ele já tinha consumido e a que havia identificado um objeto estranho, que seria uma cabeça de rato. Para conseguir alguma resposta da empresa e da Justiça, Wilson já fez até greve de fome.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos Antonio disse:

    Aqui nesse mundo só não tem jeito para a morte, o resto tudo se dá um jeito, sabe lá , se não fora sabotagem de algum colaborador da época com raiva da empresa para denegrir a imagem da mesma, existem mil possibilidades para o fato ocorrer, ou vocês acham que o cara queria ficar doente daquele, acabou a vida dele, e para a galera que não acredita, entao tomem aquela coca que aquele sr. tomou para vê se ta boa mesmo, facil falar, mas tem que ter coragem para fazer!!!! eu tomava refirgerante em geral e agora não tomo mais.

    • Ribeiro disse:

      tanto é que o caramelo da coloração da coca cola é mais forte aqui no Brasil do que nos outros pais pro que la é primeiro mundo.

  2. Karla disse:

    Conheço um caso que encontraram uma rã. Isso é verídico! Uma idosa que mora em Ponta Negra estava tomando e quando terminou a latinha percebeu que continuava com alguma coisa dentro. Quando abriram a lata, tinha uma rã.

    • global disse:

      já trabalhei em uma fábrica da Coca-Cola na manutenção, inclusive regulando a maquina que evita que este tipo de problema aconteça. e digo que é possível sim este tipo de problema acontecer. As garrafas de vidro são retornáveis e vem da rua com muita porcaria, tanto que é comum processos contra a Coca-Cola por parte de pessoas que encontram bitucas de cigarro ou papéis ou chicletes dentro de garrafas. o que acontece é que para aumentar a produção, o sistema automático de inspeção é burlado ou muitas vezes mal regulado. Já se fosse uma garrafa pet eu diria que é quase impossível que isso aconteça, a não ser em caso de sabotagem. mas como é uma garrafa de vidro retornável é quase certo que a história seja verdadeira.

  3. joao disse:

    Olha ,fizero uma analise e a justica não aceitou,o lacre não foi violado?e como ele tomou o refresco?ele ao abrir a garrafa não viu na hora que havia algo de errado?tenha do,alguém mostrou o laudo?
    Tem gente que acha que só o denunciante tem direito,o denunciado também tem ,eu não to muito confiante nesta historia não.

    • Joao disse:

      Bem,a industria do cigarro fez a mesma coisa,dizendo que o cigarro não faziam mal a saúde. o absurdo é que tribunais deram o parecer a favor da industria do tabaco, e anos depois teve a afirmação que o cigarro tem varias substâncias que viciam e pode causar vários tipos de câncer.A coca-cola é do mesmo jeito que vai morrer negado tal fato,pois assumir seriam o mesmo que fechar as portas, sua substância com auto pode acido ao ponto de ser usado para desentupir pia e tirar a ferrugem e limpar os pinos de bateria de carro gente vamos ser sensato que tipo de refrigerante é esse ou será o multi-uso e além do, mas tem amônia com na maioria do refrigerante ,mas que ela pode causar câncer essa bebida faz muito mal para a saúde com ou sem ratos,chiclete,pitoca de cigarros,dentes,pipoca etc.

  4. erica disse:

    Até parece que a Coca Cola vai admitir que isso aconteceu. Uma das marcas mais renomadas mundialmente admitir que em sua linha de produção foi possível cometer um erro grave desses? Hahaha… Vão esperando, é mais fácil o boi dançar tango na chuva do que essa empresa, mesquinha e desumana, assumir esse erro. Fico perplexa com esse fato, e ainda assim tem gente que acha que o cara tá de má fé, é brincadeira né? Foi feita a perícia na garrafa contendo a cabeça de rato e o consumidor foi avaliado por um médico e ambos os casos foi constatado que há veracidade nos fatos. Acontece que a Coca é uma empresa tão poderosa que consegue o apoio de qualquer um para manipular qualquer ocorrido. Isso tanto é verdade que o ministério público na época tentou fechar a fábrica (a qual fabricou as garrafas), mas a Coca “comprou” o juiz e conseguiu mantê-la funcionando. Se nós soubéssemos o que acontece de fato no chão fabril (digo de qualquer empresa que produz produtos alimentícios) não comeríamos e não beberíamos absolutamente mais nada (já presenciei infelizmente alguns comentários de quem já trabalhou nesse ramo e é inacreditável os ocorridos). A Coca por sua vez tem dinheiro e poder suficientes para manipular qualquer orgão (seja ele público ou não), para que esse tipo de assunto não venha a tona e a sujeira continue embaixo do tapete. E agora, esse coitado que se arrasta por 13 anos literalmente falando, sem nenhuma ajuda dessa empresa, a qual deveria pelo menos ter auxiliado o mesmo e procurar oferecer-lhe uma qualidade de vida melhor. Essas empresas, infelizmente, não estão nem aí para o consumidor, só querem ficar bem na mídia, com as ações em alta, sendo disputada por empresários para patrociná-los e sempre ficarem por cima de qualquer suspeita. Me enoja esse tipo de atitude nada humano. Vergonha disso, é a única coisa que consigo sentir quando leio matérias desse tipo.

  5. HUDSON MEDEIROS disse:

    eu acho um absurdo isso porque pelo que vi na materia fizeram uma analise e a garrafa pet que esta com a cabeça de rato segundo a analise esta com lacre de fabrica e não foi violado. então porque a justiça ainda demora em dar causa ganha para esse coitado o brasil precisa urgentimente de um reforma politica nos orgãos desde municipais até os federais porque um negocio desse ha 13 anos e ainda sem solução é brincadeira. é complicado um simples cidadao contra uma multinacional tao rica. mais fazer o que se a justiça sempre ta do lado de quem tem mais . ACORDA BRASIL ASSIM NÃO PODE FICAR

    • Caroline disse:

      Engracado, corroeu o esofago dele e 13 anos depois a cabeça do rato continua ali??
      nao sabia que rato resistia tanto! ACORDA isso e fraude!

    • Patricia disse:

      Então se a garrafa tava lacrada quando analisaram como é que ele bebeu? E depois de 13 anos o rato continua la… quer dizer corroeu o estomago do cara mais o rato não… Vamos ser realistas neh a coca cola assim como outros refrigerantes são feitos em lote não uma a uma deveria então ter um lote contaminado e muitas pessoas teriam sido prejudicadas …

    • Ricardo disse:

      Acorda Brasil, isso é fraude!!! No youtube tem video tutorial de como fraudar litro pet de refrigerante, e é fácil! Na pericia feita no litro com o possivel rato, esse Wilson, 171 total, não deixou os peritos chegarem perto e nem tocar, foi somente visual, essa info está no processo!

Caso dos remédios no lixo: Carlos Eduardo é derrotado na justiça

A informação vem da equipe de campanha do candidato a prefeito de Natal pelo PMDB e deputado estadual Hermano Morais. O candidato Carlos Eduardo, da coligação União por Natal, teve a sua primeira derrota na atual campanha. O Juiz eleitoral José Dantas julgou improcedente o pedido de direito de resposta do candidato do PDT, contra a inserção do desperdício de oito toneladas de medicamentos e dez milhões de reais, veiculada na propaganda eleitoral da Coligação Natal Merece Respeito. Carlos Alves, alegou que as informações contidas nas inserções de 15 segundos eram inverídicas.

No entanto, o juiz eleitoral entendeu que não houve prejuízo a informação, tendo em vista que os fatos são públicos e constam, inclusive, em processo do Ministério Público que tramita na justiça.

Na sentença, o magistrado conclui: “Entendo que, no caso, não há veiculação de conceito, imagem ou informação caluniosa, difamatória, injuriosa ou sabiamente inverídica a ensejar a concessão de direito de resposta aos representantes. Tais fatos se mostram públicos e notórios”, ratifica a decisão do mérito do juiz eleitoral José Dantas.

Mano não fala em embriaguez e dá sua versão sobre abordagem policial

O técnico da seleção brasileira Mano Menezes publicou em seu site oficial uma nota esclarecendo alguns pontos da abordagem policial que supostamente lhe flagrou embriagado. Na nota, porém, o treinador não cita o item álcool.

Confira

“Na noite desta terça-feira, fui abordado numa blitz no bairro da Gávea (Rio de Janeiro), enquanto retornava de um encontro com amigos, na companhia de minha esposa. Por estar sem a Carteira Nacional de Habilitação, sofri sanções administrativas na forma de multa e perda de pontos na carteira. O documento original estava em outro automóvel. Após apresentar a cópia do documento e um condutor habilitado, meu carro foi liberado. Acima de tudo, quero ressaltar que apoio a conduta dos policiais e agentes que me abordaram na noite de ontem e concordo com as sanções estabelecidas pela lei.”

Paulo Davim nega a existência de funcionários fantasmas no seu gabinete

Senador na vaga aberta devido à nomeação de Garibaldi Filho (PMDB) para o Ministério da Previdência, Paulo Davim (PV) explicou que as contratações “são absolutamente pertinentes e necessárias”.

Para a contratação da médica por seu gabinete, Davim explica que “80% dos seus pronunciamentos no Senado Federal, além de proposições de projetos de Lei, versam sobre a temática da saúde”, o que faz necessária a consultoria da médica. Sobre a permanência do advogado, ele explicou que o profissional presta assessoria na parte legal das proposições parlamentares.

“Todas nossas medidas estão abrigadas pela Lei. A Constituição diz que o profissional médico pode trabalhar até 60 horas em até dois vínculos públicos. Carla Karini é uma profissional autônoma, não tem vínculo público e, portanto obedece a todos os pré-requisitos legais para o assessoramento parlamentar, pela total disponibilidade e competência”, disse Davim.

Sobre a contratação do advogado, Davim também disse que está amparado pela lei. Segundo o senador, o advogado João Henrique Oliveira Sales, lotado no escritório em Natal, faz MBA em Finanças e Administração Pública na Paraíba, mas apenas dois dias por semana.

“A iniciativa de aperfeiçoamento técnico em sua área de atuação também é uma prática absolutamente amparada pela Lei, que permite ao servidor a busca por esse tipo de aprimoramento”.

Fonte: Tribuna do Norte

Do blog: Excelente as explicações do senador Paulo Davim, mas cá pra nós, ele não precisava ter exposto a gente boa Carla Karini a uma situação dessas. Para bom entendedor, meia palavra basta.