Comissão da Alerj aprova continuidade do impeachment de Witzel

Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo

A comissão especial do impeachment da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou por unanimidade o parecer favorável à continuidade do processo de impeachment contra o governador afastado Wilson Witzel. O relatório produzido pelo deputado Rodrigo Bacellar (SDD) recebeu sim dos 24 deputados presentes. O documento defende o andamento do processo e aponta o ato de requalificação da Organização Social (OS) Unir Saúde como um dos principais motivos para o impeachment.

Veja como foi a votação:

Rodrigo Bacellar (SDD), relator: Sim
Alexandre Freitas (Novo): Sim
Bebeto (Podemos): Sim
Brazão (PL): Sim
Carlos Macedo (Republicanos): Sim
Dionísio Lins (Progressistas): Sim
Dr. Deodalto (DEM): Sim
Eliomar Coelho (PSOL): Sim
Enfermeira Rejane (PCdoB): Sim
Gustavo Schmidt (PSL): Sim
João Peixoto (DC): ausente – licenciado
Léo Vieira (PSC): Sim
Luiz Paulo (PSDB): Sim
Márcio Canella (MDB): Sim
Marcos Abrahão (Avante): Sim
Marcus Vinícius (PTB): Sim
Marina Rocha (PMB): Sim
Martha Rocha (PDT): Sim
Renan Ferreirinha (PSB): Sim
Subtenente Bernardo (Pros): Sim
Val Ceasa (Patriota): Sim
Valdecy Da Saúde (PTC): Sim
Waldeck Carneiro (PT): Sim
Welberth Rezende (Cidadania): Sim
Chico Machado (PSD), presidente da comissão: Sim

Inicio da sessão

A sessão, que começou com atraso por problemas nos microfones, é semipresencial, presidida pelo deputado Chico Machado (PSD) de forma remota. O deputado está com Covid-19 e não pode participar da sessão no plenário da Alerj. Participam da reunião 23 dos 25 integrantes da comissão. O deputado João Peixoto (DC) está licenciado, internado com Covid-19. O deputado Marcos Abrahão (Avante) faltou.

Na abertura da reunião, o presidente da comissão, o deputado Chico Machado, lembrou que apenas integrantes da comissão podem participar da reunião de hoje. Alguns parlamentares que não são do grupo estão presentes em plenário: “Temos que cumprir a decisão do STF. Estamos respeitando desde o início o direito de defesa, e todas as determinações judiciais. Recorremos e estamos cumprindo o que a lei determina. Se o relatório for aprovado vamos votar na semana que vem. Nesse momento todos terão direto a falar. Mas hoje estamos restritos aos 25 deputados que representam os partidos”.

Às 11h55, o relator Rodrigo Bacellar iniciou sua fala justificando não estar de máscara, já que seria difícil ler as 77 páginas com o equipamento de proteção. Segundo Bacellar, o caráter político do processo de impeachment deve levar em conta o impacto da decisão na vida da população. Ele afirma ter sofrido ataques por não ter condenado previamente o governador afastado.

O relatório começa com uma descrição da denúncia feita pelos deputados do PSDB. Depois, passa para uma análise sobre atendimento dos requisitos legais para a denúncia, e em seguida destaca informações levantadas pela própria comissão sobre a denúncia, centrada na requalificação da Organização Social Unir Saúde pelo governador em março deste ano. Na parte final o relator pondera as argumentações da defesa e conclui pelo prosseguimento do impeachment.

Ausente durante praticamente toda a reunião, o deputado Marcos Abrahão (Avante) chegou ao plenário pouco antes das 15h e votou.

O que dizem os deputados:

Alexandre Freitas (Novo) citou os indícios de repasses para a primeira dama por empresas investigadas.” Temos condutas que são batom na cueca, que terão que ser investigadas na próxima fase. A discussão sobre a admissibilidade da denúncia, que é o que nos cabe, está encerrada”

Deputado próximo a Witzel, único que se esperava nos bastidores um voto a favor do governador afastado, Dionísio Lins (Progressistas) votou sim. Em discurso por videoconferência com problemas técnicos, lamentou a situação e criticou Witzel: “Como pode um juiz de direito ganhar o governo e a corrupção ao redor dele acontecer e ele não saber de nada?”.

Leo Vieira (PSC), mesmo sendo do mesmo partido do governador afastado, votou positivamente sobre o relatório: “Tenho independência no meu voto e voto a favor do relator”.

Martha Rocha, presidente da comissão especial da Covid da Alerj, destacou que a organização social Iabas recebeu mais de 250 milhões sem ter concluído os hospitais de campanha.

Último a votar, o presidente presidente da comissão, o deputado Chico Machado, salientou: “Fomos eleitos para ser deputados, não juízes, mas a sequência de acontecimentos nos levou a esse papel. Nós íamos dar um salto de qualidade de vida no nosso estado. Fico muito triste de ver a situação que estamos passando. Cada dia mais tenho certeza que fizemos um brilhante serviço”.

O que acontece após votação?

Apos a comissão especial aceitar o relatório, a denúncia será levada para discussão e votação dos 70 deputados em plenário. Para o impeachment ser aprovado, dois terços dos parlamentares precisam ser favoráveis, ou 47 votos. Se isso acontecer, o processo será encaminhado ao Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) para a formação de uma comissão mista de julgamento. Esse grupo, formado por cinco parlamentares escolhidos pela Alerj e cinco desembargadores sorteados, conduzido pelo presidente do TJ-RJ, é que dá a palavra final sobre a cassação de Witzel, o que efetivaria o vice Cláudio Castro no cargo.

O julgamento pela comissão mista tem prazo de até 180 dias para ser concluído. Nesta fase do processo podem acontecer depoimentos de testemunhas de acusação e defesa.

Com O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lula na cadeia já disse:

    Tchau Querido!!!

“Precisamos evitar aglomerações, usar corretamente a máscara e manter o distanciamento social”, enfatiza Secretário estadual de Saúde

Foto: Sandro Menezes/Asseco-RN

Em coletiva de imprensa desta quinta-feira (10), na Escola de Governo, o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, iniciou sua fala enfatizando que a pandemia continua: “Chamamos a atenção de toda a sociedade para a importância de manter a vigilância e o cuidado para a proteção da vida”. Segundo os dados epidemiológicos da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) o isolamento social está em 36% e a taxa de transmissibilidade é de 1. Três Regiões do Rio Grande do Norte apresentam a taxa acima de 1: Alto Oeste (1,09), Oeste (1,12) e Seridó (1,04).

Os casos confirmados somam 64.519, os suspeitos chegam a 28.371 e os descartados, 122.555. Em relação aos óbitos, já foram registrados 2.302 (4 nas últimas 24h, um no dia 07 e dois no dia 08); há 250 mortes em investigação. Ainda de acordo com os dados apresentados, a taxa de ocupação dos leitos de UTI na rede pública é de 49% com 248 pessoas internadas na rede pública e privada, em leitos críticos e clínicos, de saúde no Estado.

A ocupação de leitos está concentrada, por região, no Oeste (51%), Alto Oeste e Mossoró (50%), Metropolitana de Natal (48%), Mato Grande (33%) e Potengi-Trairi (18%). Na região Agreste Sul, todos os leitos covid estão disponíveis. “Tivemos um crescimento no número de leitos ocupados. Precisamos evitar aglomerações, usar corretamente a máscara e manter o distanciamento social. A atitude de cada pessoa contribui para salvar vidas e evitar mortes”, enfatizou o secretário.

Ainda de acordo com Cipriano, “há dialogo com os municípios sobre as ações de reforço a atenção básica de saúde para detectar novos casos bem no início para identificação e monitoramento os casos com ações de vigilância”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Vixe ! Esse negócio de cinco milhões ainda vai render muito, imagina que Robson Cabelinho desapareceu com o pagamento dos funcionarios e essa jovem governadora ainda não descobriu nada, imagine ela dizer alguma coisa que ela botou no mato.

  2. Théo disse:

    É mais com a volta às aulas presenciais das escolas particulares o número de Covid tende a aumentar ( tomara q eu esteja totalmente errado, mas no Amazonas e em São Paulo onde as aulas presenciais voltaram os números subiram assustadoramente. MAS A CULPA SERÁ DE ÁLVARO DIAS.

  3. José de Arimatéia disse:

    Precisamos mais ainda saber quando o estado vai reaver os cinco milhões desviados via Consórcio do Nordeste para a compra dos Respiradores.

TCE homologa TAG para continuidade da obra de restauração do Forte dos Reis Magos

Foto: Canindé Soares

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) homologou, em sessão do Pleno realizada nesta terça-feira (08), o Termo de Ajustamento de Gestão assinado entre o Ministério Público de Contas e a Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças, com o intuito de assegurar a finalização da obra de restauração do Forte dos Reis Magos, em curso no âmbito do Projeto Governo Cidadão

O TAG, assinado no último dia 26 de agosto, foi firmado pelo Procurador Geral do Ministério Público de Contas, Thiago Martins Guterres, pelo procurador do Estado Marcos Antônio Pinto da Silva, pelo Secretário Extraordinário para a Gestão de Projetos e Metas de Governo e Relações Institucionais, Fernando Mineiro, pelo Secretário do Planejamento e das Finanças, José Aldemir Freire, e pelo Secretário Adjunto do Planejamento e das Finanças, Pedro Lima. A relatoria do processo é da conselheira Maria Adélia Sales.

Pelo acordo, o representantes do Governo do Estado deverão, em até 30 dias, celebrar Termo Aditivo ao Contrato no 186/2018 com a empresa contratada PS Construções e Serviços de Engenharia LTDA, reestipulando em 8 meses o prazo de execução da obra do Forte e prorrogando por mais 14 meses o lapso de vigência contratual.

A restauração ficou paralisada por conta de problemas na execução do contrato, dentre os quais controvérsias interpretativas entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, a Procuradoria Geral do Estado e a própria empresa contratada, no que tange à adequada compatibilização entre aspectos específicos da obra de engenharia e as limitações impostas pelo seu status de bem tombado.

O investimento foi financiado pelo Banco Mundial por meio do Acordo de Empréstimo. Sem a prorrogação do contrato, o Estado perderia o auxílio financeiro viabilizado pela entidade internacional e haveria o risco de a obra ficar paralisada por tempo indeterminado tendo em vista a escassez de postulantes habilitados, além da crise fiscal enfrentada pelo Estado do Rio Grande do Norte.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. tacRGN disse:

    Meu sonho é um dia ver algo de futuro nesse forte, de repente algum quiosque, um café ou uma sorveteria estilosa, aos moldes do forte de copacabana, parque Laje e outras construções. Onde o turista e o natalense pudessem ter como referência pra um passeio histórico legal com uma vista bonita, umas mesinhas com sombrinhas naquele espaço superior. Não seria por isso que deixaria de ser patrimônio histórico, Recife, Rio, Belém e Salvador tem grandes exemplos de bom aproveitamento, ambientação e preservação de construções históricas. No RN (contramão do país), pra ser patrimônio histórico e cultural o critério é proibir qualquer intervenção de melhoria, deixar no padrão "ruínas, mofo e abandono". Nem pra copiar exemplos bem sucedidos os administradores desse estado servem…Se não têm capacidade, peçam a ajuda a quem tem …

  2. Cavalcante disse:

    Deviam assumir ea incompetência, e entregar para instituto Brenan cuidar disso, o Brasil ganha.

Zenaide defende consumidores e aprova MP que assegura continuidade de serviços básicos na pandemia

Foto: Divulgação

A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) defendeu que o poder público e as empresas concessionárias de áreas essenciais, como energia elétrica, água e telecomunicações, priorizem as necessidades dos consumidores e não suspendam o fornecimento desses serviços enquanto durar a crise econômica, agravada pela pandemia. “É o olhar humano que deve prevalecer. Não se pode cortar água, luz ou internet no momento em que milhões estão desempregados ou tiveram queda na renda”, avaliou Zenaide, que falou pela liderança do Pros e defendeu a aprovação de uma emenda apresentada à Medida Provisória 926 (PLV 25/2020) pelo senador Paulo Rocha (PT-PA), que tinha, justamente, o objetivo de assegurar a continuidade na prestação de serviços essenciais durante a pandemia, mesmo em caso de inadimplência. “Imagine cortar a água de uma família, como fica a prevenção à Covid-19 e outras doenças? Ou a energia de quem tem equipamentos de saúde domiciliar para seus doentes, idosos ou pessoas com deficiência? Ou, ainda, cortar a internet para um estudante, um professor?”, ponderou a senadora.

Os senadores reconheceram o mérito da emenda e do destaque defendido pela parlamentar, mas o entendimento geral foi o de que qualquer modificação do projeto pelo Senado obrigaria o texto a voltar à Câmara dos Deputados, o que faria a Medida Provisória “caducar”, pois não haveria tempo hábil para uma nova votação antes do término de sua vigência, nesta sexta, 17 de julho. Zenaide Maia, o autor da emenda, Paulo Rocha, e o relator do projeto, senador Wellington Fagundes (PL-MT), lamentaram que a MP tenha chegado ao Senado com um prazo tão exíguo para a sua devida apreciação. A Medida Provisória 926 trata dos procedimentos para aquisição de bens, serviços e insumos durante a pandemia.

COVID-19 NO RN: “A orientação do Governo é ainda que as pessoas só devem sair se necessário e tomar todas as cautelas”

FOTO: SANDRO MENEZES / ASSECOM/RN

O início da segunda fração da primeira fase e da primeira fração da segunda etapa do Plano de Retomada Gradual das Atividades Econômicas no RN nesta quarta-feira, 15, não é momento de relaxamento das medidas protetivas para evitar a Covid-19. A subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Alessandra Luchessi, considera como de muito cuidado. “Os efeitos do reinício das atividades econômicas no comportamento da pandemia serão mensurados nos próximos 15 dias. Hoje temos tendência de queda, mas a população deve continuar tomando todas as precauções”, afirmou na entrevista coletiva para atualização dos dados epidemiológicos e prestação de contas das ações do Governo.

Lucchesi ainda destacou que na perspectiva de melhoria de processos de trabalho e de acompanhamento dos indicadores, a equipe de Vigilância Epidemiológica da Sesap passa a atuar mais fortemente junto aos municípios. “Nós sabemos que vamos conviver com a Covid-19 por um tempo e, portanto, continuaremos atuando de forma ativa com os municípios. Temos projetos estratégicos de apoio às regionais de saúde, nossas equipes avaliam processos de trabalho de cada local, reorganizam se necessário e buscam fazer esse acompanhamento, para que os processos possam e continuem a dar uma resposta efetiva ao combate e monitoramento do vírus”, disse.

Em outra frente de ação, o Governo do RN, através do Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (CEREST) atua para garantir medidas sanitárias e de biossegurança nos estabelecimentos que voltam à atividade. “Não é suficiente apenas dispor de álcool, água e sabão e usar máscara. “É preciso evitar que o ambiente de trabalho seja causador da transmissão do novo coronavírus”, frisou a coordenadora do CEREST, Kelly Lima.

Neste sentido o CEREST está emitindo nota de recomendação aos empregados e empregadores com as medidas sanitárias e de biossegurança. A nota orienta a aferição da temperatura, que os casos sintomáticos, e de quem teve contato com o infectado, sejam afastados do trabalho por até 14 dias, investigação para constatar se há transmissão dentro do ambiente, teletrabalho ou cumprir tarefas sem contato com público para idosos e pessoas com comorbidades. “O empregador deve garantir os meios para a segurança do empregado. E o afastamento não deve ser motivo para ônus no salário do funcionário”, informou Kelly Lima.

ENTREGA DE MÁSCARAS

Ainda no combate à Covid-19, o Governo do RN realizou esta manhã uma ação em Natal para distribuir à população cerca de 20 mil máscaras de tecido. Quinze equipes coordenadas pela Defesa Civil estadual e integrada pelo Corpo de Bombeiros Militar, Cruz Vermelha e servidores estaduais – que reuniu mais de 50 colaboradores – foram a locais como a Feira do Carrasco, Terminal Rodoviário, Ceasa, Relógio do Alecrim, Parada Metropolitana e Centro de Natal para realizarem a entrega.

De acordo com o titular da Controladoria Geral do Estado (Control), Pedro Lopes, este trabalho terá continuidade e a partir de amanhã serão distribuídas mais 10 mil máscaras. “Estamos em um trabalho diuturno para proteger a população do RN”, disse Pedro Lopes ao acrescentar que “a orientação do Governo é ainda que as pessoas só devem sair se necessário e tomar todas as cautelas. As pessoas devem cuidar do distanciamento social, evitar aglomeração, usar máscara e desinfectar as mãos constantemente. Só assim teremos uma retomada segura, estável e sem retrocessos”, concluiu.

DADOS

Os registros da Sesap nesta quarta-feira contabilizam em toda a rede hospitalar 662 pacientes internados em consequência da Covid-19, sendo 343 em leitos críticos e 319 em leitos clínicos. Três pacientes estão em fila para UTI, 10 para leitos clínicos e 24 aguardam transporte sanitário.

A taxa geral de ocupação de leitos críticos é de 86,3%. Nas regionais, a ocupação em Pau dos Ferros é de 50%, na região Oeste 92%, Metropolitana de Natal 86 %, Mato Grande 100% e Seridó 83%.

Os casos confirmados são 40.606, casos suspeitos 54.421, descartados 63.158, óbitos 1.473 (13 nas últimas 24 horas), 221 óbitos em investigação.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cavalão disse:

    Que conversa é essa?! Tá aberto geral, povo na rua, Alecrim bombando, clínicas de Tirol lotadas, Coronavírus só passeando de pulmão em pulmão. Aguarde a conta.

  2. Irany Gomes disse:

    O governo tem sua parte de culpa pela sua ineficiência, mas o povo como se vê, não está nem aí, é só sair às ruas para comprovar! O corona agradece…⚰⚰⚰⚰⚰

  3. Charles Darwin disse:

    Ignorem o governo e saiam deliberadamente às ruas! Tenho uma teoria para atestar.

COVID-19: “Se houver incompreensão da sociedade e descompromisso dos prefeitos e empresários, a flexibilização poderá ter retrocesso”, alerta secretário adjunto da Sesap

FOTO: ASSECOM/RN

O início da primeira etapa do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica nesta quarta-feira, 01, foi calculado pelo Comitê Científico de especialistas que assessora o Governo do RN na pandemia da Covid-19. Os estabelecimentos autorizados a funcionar e toda a população devem continuar cumprindo rigorosamente as regras de proteção, uso de máscaras, distanciamento e isolamento social para evitar o aumento das taxas de transmissibilidade e de ocupação de leitos.

Na entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (1º) na Escola de Governo, em Natal, o secretário adjunto de saúde do Estado, Petrônio Spinelli, destacou durante a apresentação dos dados da Covid-19, que “é uma ilusão as pessoas acharem que vão tomar um remédio que previne a doença e poderão sair às ruas”.

Spinelli, que é médico infectologista, afirmou: “Não há outras medidas para evitar contrair o vírus, internamento em UTI e sofrer risco de morte a não ser o isolamento social e obedecer as medidas sanitárias e de higiene”.

Ele também reforçou a importância da sociedade como um todo assumir a responsabilidade pela contenção da pandemia. “Quem está autorizado a funcionar deve puxar para si a responsabilidade. As próximas fases da flexibilização dependem da sociedade cumprir as orientações científicas que foram dadas e estão espelhadas no decreto do Governo. O decreto é para ser cumprido. Se houver incompreensão da sociedade e descompromisso dos prefeitos e empresários, a flexibilização poderá ter retrocesso e não vai evoluir para as fases 2 e 3. O Governo pode muito, mas não pode tudo, e precisa das pessoas, dos empresários, dos prefeitos para que não ocorra aumento da transmissibilidade e demanda por UTIs”.

DADOS COVID 

A taxa geral de ocupação de leitos nesta quarta-feira é de 93,3%. Na região Oeste a ocupação é de 100%; 93,9% em Natal e região metropolitana; 90% em Pau dos Ferros; 82,7% no Seridó e 66,6% em Guamaré. 730 pessoas internadas, 383 em leitos críticos. Os casos confirmados 31.740, suspeitos 43.500, descartados 50.700, 1.067 óbitos (6 nas últimas 24 horas), 156 óbitos em investigação.

A fila de regulação tem 47 pessoas precisando de leitos críticos e 24 aguardando transporte sanitário. O Governo do RN está contratando empresa para fazer o transporte por ambulâncias para os locais de tratamento.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tome disse:

    QUEM FALA MAL DO GOVERNO DE FATIMA , DEVERIA OLHAR MAIS PARA OS BABACAS DO GOVERNO DO DEBILOIDE BOSTANARO, DESPREPARADOS E SEM NOÇÃO…NEM MINISTRO OFICIAL DA SAÚDE TEM…UNS TONTOS…

  2. Agamenon disse:

    Mas é claro que vai haver incompreensão! Daqui a uns dias fecha tudo de novo.

  3. Rodrigo disse:

    Tá!!!!
    E os respiradores???
    E os 5.000, milhoes???
    A culpa é de quem???
    Kkkķkkkkk
    Pede pra sair, incompetente.
    Querer responsabilizar os outros é facil.
    É imoral!!

    • Deise disse:

      Quem tem q pedir para sair é o miliciano e o criminoso desse presidente! O govwrno do RN está levando a sério a pandemia e fazendo o q é possivel para gerenciar essa situaçāo de calanidade.

  4. Cavaludo disse:

    Retrocesso do retrocesso. Essa equipe #mitou. Cambada de conversador de besteira.

  5. Sei disse:

    Retrocesso. So reabriremos a economia, quando a taxa de ocupação de leitos UTI estiver abaixo 70 por cento. Muda. Outro decreto. O que é retrocesso?

  6. Flávio disse:

    Medida correta, a decisão está em nossas mãos.
    Mas também o governo deve fazer a parte dele, não somente jogar a responsabilidade nas mãos das pessoas. Se cada um fizer sua parte, todoa ganharemos.

  7. Tulio disse:

    Se prepare Secretário Adjunto, você e a Governadora serão responsabilizados pela abertura do comércio com 95% de ocupação dos leitos críticos.

  8. ricardo disse:

    Esse adjunto aí doido pra proibir a ivermectina, política ciumenta e nojenta do governo do estado

Após entendimento com Alvaro Dias, George Antunes continua à frente da saúde municipal

Após apresentar a sua carta de demissão ao prefeito Alvaro Dias, por discordâncias quanto a flexibilização do comércio, o secretário de saúde de Natal, George Antunes, vai permanecer à frente da pasta.

A polêmica sobre a sua possível saída se deu após entrevista à InterTV Cabugi, em que não poupou críticas aos governantes, inclusive, prefeitos, alertando sobre o aumento de casos de covid-19 e necessidade de reavaliação da abertura de determinados segmentos.

Nesta manhã não chegou a um consenso com o prefeito, e voltou a sua residência, para aguardar um desfecho sobre o caso. No decorrer das horas, emissários da Prefeitura foram enviados para convencê-lo da decisão. Chegaram a um acordo – ainda sem detalhes.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. TARCÍSIO TEIXEIRA MARINHO disse:

    O secretário retrucou sua demissão em menos de 24 horas. A população, ainda temerosa com as declarações, merece um melhor esclarecimento.

  2. Fátima Melo disse:

    Parabéns ao Secretário, feliz por saber que ainda tem pessoa do bem, que não coloca seu cargo acima de tudo, e pensa no próximo.

  3. Gilson disse:

    Vão ao calçadão de ponta negra à noite, ao alecrim durante o dia, aí dá pra perceber que o mínimo que se podia fazer era usar um máscara, não é tudo mas ameniza, mas a demonstração é de uma normalidade.

  4. Davi disse:

    Parabéns, secretário! Que o prefeito não siga o mal exemplo do PR.

  5. Ida santos disse:

    O secretário está coberto de razão 👏👏👏👏 Temos que ficar em casa mesmo.Só sair em caso extremo.

  6. Sol disse:

    O secretário está certíssimo!!! Próximo aos meados de j7nho é que existe uma grande probabilidade de está no pico da pandemia. Não é hora de flexibilização Senhor prefeito, como médico e gestor, deve saber tem disso. Fique em casa!!!

  7. Ida santos disse:

    O secretário está coberto de razão 👏👏👏👏

  8. Vânia gurgel disse:

    Graças a Deus , excelente secretário , competente . Deve fazer seu trabalho que ele faz muito bem , não entrar na onda dos secretários do estado , que pelo que estamos assistindo o governo não fez nada , o negócio é manter tudo fechado .

OMS não fala sobre acusações de Trump, destaca “generosidade” dos EUA e pede que “colaboração continue”

Foto: Salvatore Di Nolfi / EFE – EPA

O diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), Tedros Adhanon, se pronunciou de forma diplomática, nesta segunda-feira (1º), sobre o rompimento oficial dos Estados Unidos com a organização, anunciado na sexta-feira (29) pelo presidente Donald Trump.

Tedros disse que o mundo se beneficiou da ajuda financeira dos EUA durante anos, já que o país era o maior doador individual para a organização até março, quando Trump decidiu suspender as doações.

“A contribuição e generosidade dos EUA pela saúde global por muitas décadas tem sido imensa e fez uma grande diferença no sistema público de saúde pelo mundo. É um desejo da OMS que essa colaboração continue”, disse Tedros.

Na sexta-feira (19), Trump rompeu oficialmente com a OMS acusando a organização de ser manipulada pela China e ter sido comprado pelos chineses, cuja contribuição financeira não chega perto da dos EUA, segundo o presidente.

Tedros não comentou sobre as acusações.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcio disse:

    OMS com o 🧵 na mão. Eu sabia q a OMS era um agente político……que bom q agora todo mundo sabe.

  2. Cidadão pagador de impostos disse:

    Trump tá louco por um bode expiatório p o desastre do seu governo no combate à Covid

Covid-19: Governo do Estado dá continuidade à instalação de novos leitos críticos; 300 casos confirmados nas últimas 24 horas

Fotos: Elisa Elsie

O Governo do RN deve abrir ainda nesta terça-feira, 19, dez novos leitos de UTI para os pacientes com Covid-19. Os municípios de Natal e Mossoró passarão por essa expansão diante das taxas de ocupação de UTI com respectivamente 97% e 94%. Em Pau dos Ferros, que atualmente tem 4 leitos críticos, todos ocupados, a ampliação deve chegar aos 10 leitos, até a próxima semana.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) também trabalha para instalar leitos – em média 5 por regional – de estabilização no interior, que permitirá que os pacientes aguardem em melhores condições por uma UTI. Nas redes públicas e privada, o Rio Grande do Norte tem atualmente 395 pessoas internadas em leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva. Está sendo providenciada a instalação de 20 UTIs no Hospital João Machado em Natal, 10 UTIs no Hospital Regional de Macaíba e 20 na Liga Norte-rio-grandense contra o Câncer.

O secretário adjunto da saúde do Estado, Petrônio Spinelli informou que os novos 30 leitos do João Machado e em Macaíba devem entrar em funcionamento em até 10 dias. “O número de leitos cresce, mas é insuficiente para atender o aumento dos casos motivado pelo baixo índice de isolamento social”, afirmou Spinelli. Nesta segunda-feira, 18, o isolamento social continuou muito baixo, em apenas 47,93%, ainda distante do mínimo necessário de 60%.

Além da dificuldade para adquirir equipamentos como respiradores para ampliação dos leitos críticos, também há falta de pessoal especializado. “Na região Oeste falta pessoal especializado para administração e assistência hospitalar. Não tem atalho: o isolamento é única maneira de controlar o contágio”, insiste Spinelli.

INTERNAÇÕES

As redes de hospitais públicos e privados do RN nesta terça-feira, 19, têm 395 pessoas internadas com casos de Covid-19 confirmados e suspeitos. Na fila da regulação hoje há 4 pacientes com prioridade 1 (UTI), 10 pacientes com prioridade 2 (UTI e semi-uti) e 44 pacientes com prioridade 3 (enfermaria).

Estes números levam à superlotação dos leitos Covid em Natal, Mossoró e Pau dos Ferros, que no final da noite de ontem tinham taxa de ocupação de 97%, 94% e 100%, respectivamente. No Seridó, no Hospital Regional de Caicó a taxa é de 61%. Chama atenção as ocorrências em Pau dos Ferros onde, por cinco dias consecutivos, os quatro leitos de UTI estavam desocupados, mas lotaram, em apenas 24 horas.

Sobre o fechamento temporário do pronto-socorro do Hospital Giselda Trigueiro, Spinelli explica que a ação ocorreu para abrir espaço para novos leitos Covid. Mais uma vez o secretário adjunto informou que as pessoas com sintomas de contaminação pelo coronavírus devem inicialmente procurar o atendimento médico nas unidades de saúde nos bairros e UPAs. “As pessoas devem procurar as portas municipais e regionais do serviço de saúde. Lá serão atendidas e estabilizadas. Se for o caso serão encaminhadas pela equipe médica para os hospitais de atendimento exclusivo Covid”.

A atualização dos dados mostra que há 10.699 suspeitos, 3.483 confirmados( 300 nas últimas 24 horas), 7.988 descartados, 992 recuperados, 160 óbitos confirmados, (sendo os mais recentes em Riacho da Cruz, Ceará Mirim – 2, Mossoró, Natal – 2, Parnamirim, Santo Antônio e Afonso Bezerra) e 52 óbitos em investigação.

VEJA MAIS: RN registra 3.483 casos de covid-19, mais de 10 mil suspeitos, 7.988 descartados, 992 recuperados e 160 mortes; nas últimas 24 horas, doze óbitos confirmados

SISTEMA PRISIONAL

O sistema prisional no RN tem um caso de interno confirmado com Covid-19. O preso está isolado, recebendo atendimento médico diário e passa bem, apresentando apenas sinais de tosse seca. Os outros apenados com quem ele dividia cela foram testados e os resultados deram negativos. Por medida de segurança, todos estão em isolamento, segundo informou o secretário de Estado da Administração Penitenciária (SEAP), Pedro Florêncio, durante a coletiva de imprensa desta terça-feira.

O titular da Seap informou também que 74 policiais penais estão afastados. Catorze foram diagnosticados com Covid e os demais são suspeitos ou estão em teletrabalho por pertencerem aos grupos de risco. As escalas de trabalho estão sendo cumpridas regularmente com o pagamento de diárias operacionais.

Florêncio explicou que os presos que chegam todos os dias são encaminhados para Ceará Mirim onde foi reservada uma ala exclusiva. “Ao chegar eles tomam banho, têm o cabelo cortado, recebem uniforme e fazem exame de saúde. Ficam em quarentena sem contato com os presos antigos para reduzir a possibilidade de contágio”.

A SEAP consultou o Comitê de Especialistas para verificar a possibilidade de os presos receberem visitas de advogados e familiares em parlatórios fechados com comunicação via aparelho telefônico. A Secretaria também está implantando teleatendimento e televisita por videoconferência. “A lei prevê o contato com advogados e familiares e há tensão no sistema porque os presos e familiares estão sem contato há quase 70 dias “.

As medidas protetivas também são cumpridas. Policiais e detentos usam máscaras nos deslocamentos, os corredores e celas são constantemente desinfectadas, o banho de sol tem maior duração e os colchões também são expostos ao sol.

Sem data para reinício, Conmebol diz que Libertadores e da Copa Sul-Americana serão disputadas até o final

Foto: © REUTERS/Henry Romero/direitos reservados

A Confederação Sul Americana de Futebol (Conmebol) realizou uma reunião por videoconferência nesta sexta (17) na qual avaliou o impacto da pandemia do novo coronavírus (covid-19) no futebol continental.

Na conversa, realizada por membros do conselho da Conmebol e por presidentes das associações membro, foi definido que as atuais edições da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana serão disputadas até o final, mas ainda sem a definição de data para o reinício das partidas.

Já em relação às Eliminatórias para a Copa de 2022, no Catar, a entidade disse que “esta é uma competição da Federação Internacional de Futebol (Fifa) e por isso compete ao organismo máximo do futebol mundial estabelecer a data de realização destes jogos classificatórios. Até o momento, a data de início estabelecida para a disputa é de 4 a 8 de setembro de 2020 em formato previamente estabelecido”.

Além disso, foi confirmado que a realição da próxima edição da Copa América será nos meses de junho e julho de 2021, assim como anunciado há algumas semanas.

Agência Brasil

São Gonçalo do Amarante continuará com supermercados, padarias e comércios essenciais abertos

São Gonçalo do Amarante seguirá prefeituras de Natal, Mossoró e Parnamirim. O município, como ente público autônomo, desde o dia 25 de março expediu o Decreto Municipal que disciplina o funcionamento de atividades essenciais tais como supermercados, padarias, farmácias, entre outros. Por enquanto o município não alterará esse decreto que disciplina essas atividades.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lirinho disse:

    Show Prefeito.

  2. Ysacson disse:

    Corretíssima posição do Poder Executivo Municipal de São Gonçalo do Amarante- RN. Inclusive o município se preparou melhor que SESAP-RN. Tem uma unidade especial só para tratar pessoal com COVID-19 Esperando apenas a ajuda do governo do Estado do RN., na pessoa da governadora e SESAP-RN. Parabéns ao município de SGA-RN. Aliás o Prefeito Paulinho tem trabalhado muito, inclusive o mesmo foi acometido da COVID-19, mas, não baixou aguarda! DEUS nos abençoe!

  3. Francisco disse:

    Tome, bocus. Kkkk

    • Chicó disse:

      Fátima é um desastre ! Acho que pegou umas dicas com a ex-presidenta !!!

Governo e ministério discutem continuidade da operação do Aeroporto de São Gonçalo

Fotos: Edson Leite e Ricardo Borges

O Governo do Estado acertou com o Ministério da Infraestrutura a participação de um membro da gestão estadual no grupo de trabalho que vai acompanhar o processo para a nova licitação do Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante.

A requisição para integrar o grupo foi feita diretamente pela governadora Fátima Bezerra ao ministro Tarcísio Gomes de Freitas e ao secretário nacional de Aviação Civil Ronei Saggioro Glanzmann durante reunião em Brasília-DF, na manhã desta quarta-feira (11). O nome indicado para compor o grupo de trabalho foi o do presidente da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), Bruno Reis.

A reunião contou com a presença da bancada potiguar no Congresso Nacional, representada pelos senadores Jean-Paul Prates e Zenaide Maia e os deputados federais Natália Bonavides, João Maia, Benes Leocádio, Beto Rosado, Walter Alves, Fábio Faria e General Girão. Também participaram o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio, os secretários de Estado Gustavo Coelho (Infraestrutura) e Ana Maria Costa (Turismo), o procurador geral do Estado, Luiz Antônio Marinho, e o adjunto, José Santana, além da subsecretária do Gabinete Civil, Laíssa da Costa.

A governadora voltou a destacar que o processo para substituição da Inframérica na gestão do aeroporto será monitorado de perto pelo Governo do Estado. “Vamos ficar 24 horas por dia acompanhando todo o processo. O ministro Tarcísio reiterou que a legislação obriga a concessionária a manter os serviços até que seja feita a transição. Nosso papel é acompanhar a manutenção dos serviços e dos empregos”, afirmou Fátima Bezerra.

O processo de relicitação da gestão do terminal aeroportuário, segundo o ministro da Infraestrutura, será tranquilo e sem prejuízos para quem chega ou sai do Rio Grande do Norte pelos ares. “Será feito um termo aditivo ao contrato da concessionária para que ela cumpra os requisitos de operação, mantenha o serviço de excelência dentro dos padrões internacionais até que seja feita a transição. De antemão, digo à população que há interesse concreto no equipamento. Teremos um bom operador, que com certeza vai trazer novos voos e novas oportunidades para aproveitar o grande potencial que o estado tem”, ressaltou Tarcísio Gomes de Freitas.

O Governo do Estado foi informado oficialmente pelo grupo argentino Inframérica no dia 5 de março sobre a desistência da operação do aeroporto, que foi licitada em 2011 como a primeira operação totalmente privada do setor no Brasil. Durante reunião, o vice-presidente do grupo, Jean Dedjeian, ressaltou os esforços do Governo do Estado para o crescimento do fluxo de voos e consequente incremento na atividade turística. O executivo também isentou a gestão estadual e a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante pela quebra de contrato, justificada pela empresa por seguidos prejuízos e dificuldades com a rigidez dos contratos e do marco regulatório da aviação.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    De que forma um estado literalmente quebrado pode influir em uma operação econômico-administrativa privativa do governo federal (do qual é inimigo político) com agentes do mercado? Conta outra lorota, Fatão GD, eu adoro.

  2. Lourdes Siqueira disse:

    Se o povo não engoliu esse aeroporto não tem ministro, governadora, deputados, facção nenhuma que dê jeito. O povo vem de avião para João Pessoa e vai com agência paraibana para Pipa e de lá visita os poucos lugares que estão de pé no RN. Até de Fortaleza vão para PB, bem mais barato, ainda passeia na bela JP.

    Deveriam fazer um plebiscito pra ver e aproveita lacra o ASG com Riquinho preso dentro.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    Faltou convidar os responsáveis por esse aeroporto, Henrique Alves e Jaime Calado.

  4. vilanir.gurgel disse:

    Deveriam convidar Henrique Alves para esse grupo de trabalho

  5. Fernando disse:

    Cadê o Deputado que tanto critica a governadora e diz defender o Estado?

Sesed aponta continuidade na redução no número de homicídios em 2019; Natal registra a maior diminuição desde 2015

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) divulgou, nesta sexta-feira (02), a continuidade na redução dos números de Condutas Violentas Letais e Intencionais (CVLIs) ao longo dos meses em 2019. Dessa vez, os dados apontam um início de segundo semestre com diminuição nas estatísticas, quando comparado aos números de 2018.

Os dados, divulgados pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análise Criminal (Coine), apontam uma redução significativa nas estatísticas de CVLIs até o mês de julho. Comparado ao ano anterior, as estatísticas da Sesed apontam um número de 383 vidas poupadas.

Entre os indicadores, a Secretaria destaca a redução em ocorrências diretas contra a juventude, faixa segmentada entre 16 e 29 anos. De janeiro a julho de 2019, em comparação ao mesmo período do ano anterior, houve uma diminuição total de 34,1%. O período etário que apresentou a maior subtração foi entre 16 e 17 anos, quando o estado saiu de 89 casos em 2019, para 49 registros em 2019, 44,9% de redução.

Outro importante quesito de redução ocorreu em municípios considerados polos no Rio Grande do Norte, são eles Natal, Mossoró e Parnamirim. Na capital potiguar, a maior diminuição desde 2015, com índice 45,7% casos a menos. Em 2018, foram 322 ocorrências, 147 a mais do que em 2019, quando foram registradas 175. De acordo com a Coine, Natal ficou, ainda, oito dias sem nenhuma ocorrência de CVLI durante o mês de julho. Além de Natal, Mossoró reduziu em 26,2% as suas ocorrências na comparação entre 2018 e 2019, dado semelhante ao registrado em Parnamirim, com uma redução de 27,9%.

Em relação aos tipos de ocorrências com melhores índices de redução, os dados de homicídio doloso obtiveram destaque, com 35,3%, assim como de lesão corporal seguida de morte, que apontou uma diminuição de 28,1% nos registros, e as estatísticas de latrocínio ficaram em 37,3% de redução.

De acordo com o Secretário da Sesed, Coronel Francisco Araújo, as significativas reduções em 2019 têm relação com alguns fatores. “Melhor planejamento e integração das forcas policiais, tanto as estaduais, municipais, quanto federais que atuam no RN (PF, PRF e ABIN), Guardas Municipais, além das Forças Armadas, maior apoio do Poder Judiciário e do Ministério Público Estadual, maior controle do sistema prisional e o apoio inconteste do Governo do Estado a todas as ações dos órgãos do sistema de segurança pública”, aponta Araújo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. WASHINGTON disse:

    PRECISA REDUZIR A QUANTIDADE DE ASSALTO , TA ENORME , NÃO COSTA NOS REGISTROS POR QUE AS PESSOAS NÃO FAZ MAIS O BO , POIS NÃO DA EM NADA. É ASSALTO A ONIBUS, E ASSALTOS NAS RUAS E PARADAS , PEQUENOS COMERCIOS E RESIDENCIA. PRECISA ACABAR COM ISSO.

  2. Ted disse:

    Se a bandidagem souber que o cara tem uma arma, cai ainda mais, vão com medo, pensa duas vezes antes de enfrentar.
    Quem tem C… tem medo. Né mesmo???

Operação Lei Seca tem continuidade nesta quinta na zona sul e em abordagens diferentes em pontos da capital

A Operação da Lei Seca, desenvolvida pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) em parceria com o Comando da Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), terá continuidade na noite desta quinta-feira (20). As blitzen vão acontecer na Zona Sul de Natal envolvendo as avenidas Roberto Freire, Ayrton Senna, Via Costeira, Rota do Sol e outras áreas e terá um caráter móvel, com abordagens em diferentes pontos da capital.

Segundo o chefe de gabinete do Detran, Manuel Ferreira, o objetivo é evitar a ocorrência de acidentes de trânsito envolvendo condutores alcoolizados. “Esperamos alcançar o que ocorreu em momentos anteriores, quando não aconteceram ocorrências no momento em que a operação estava sendo realizada. Se você for beber eleja o motorista da rodada ou volte de táxi. Você resguarda a sua vida, a dos amigos e a dos pedestres de uma forma geral”, alertou.

De janeiro a setembro deste ano a Coordenadoria de Educação e Fiscalização de Trânsito do Detran/RN autuou 2.541 motorista nas barreiras da Lei Seca. Deste total, 12,04% não portavam a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no momento da abordagem ou não possuíam o documento que permite dirigir veículo automotor.

Já 24,67% dos condutores advertidos, além das punições administrativas previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), vão responder a processo criminal por ser averiguado que o índice de álcool por litro de sangue no organismo era igual ou superior 0,34 mg/l, o que configura crime de trânsito.

As equipes do Detran e do CPRE contam também com apoio de uma Delegacia Móvel, que é deslocada para os locais de realização das barreiras. A Polícia Civil vem participando da Operação com um grupo composto por delegado, agentes e escrivães.

Assessoria Detran RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. NETO disse:

    e nós da Zona Norte, sempre escapando,. como é bom morar por aqui!
    a gente bebe numa legal e não tem ninguém pra perturbar. BELEZA!

Greve dos rodoviários segue em Natal e população desabafa nas redes sociais

Terminou sem acordo a audiência no TRT na manhã desta quarta-feira(18) entre sindicato dos rodoviários e empresários, com isso, a paralisação da categoria segue causando prejuízo ao usuário e diversos segmentos da cidade. O encontro em porta fechada contou com a participação de representantes da Prefeitura do Natal e Advocacia Geral da União (AGU). O que se sabe até o momento é que o desembargador Carlos Newton Pinto sugeriu reajuste superior à inflação e o sindicato patronal disse que não tem condições de acatar. Segundo informações da Tribuna do Norte, a sugestão apresentada pelo desembargador foi que o Seturn concedesse o reajuste com base na inflação e 1,5% a mais, o que resultaria em um reajuste de aproximadamente 7,3% nos salários atuais dos motoristas e cobradores. O Seturn, por outro lado, disse que não havia a possibilidade de conceder o benefício sem que houvesse desoneração tributária ou reajuste na tarifa.

Untitled-3 Untitled-4Reprodução: Twitter

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Afra Andrade disse:

    Acho legítimas as GREVES já que o poder público mostra-se, ao meu ver, NEGLIGENTE. Somos a sétima maior potência econômica do planeta, então baixem os salários e exclua as bonanças da miserável classe política e sobrará dinheiro para valorizar os servidores e serviços públicos. TOME GREVE! CADA POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE! EU ACHO É POUCO! É PEIA! TOMEM CHÁ!

  2. Michel disse:

    Por que o governo do estado não estuda a possibilidade de termos um metrõ, ao inves disso temos que sofrer com essa greve.

Carlos Eduardo muda de ideia e mantém Secretaria da Mulher

Após a polêmica provocada em torno da extinção da Secretaria Municipal da Mulher, o prefeito Carlos Eduardo (PDT) mudou de ideia e resolveu manter a pasta.

Em reunião na manhã de hoje com as vereadoras Eudiane Macedo (SDD), Eleika Bezerra (PSDC) e Júlia Arruda (PSB) e os vereadores Júlio Protásio (PSB) e Hugo Manso (PT), além da deputada Fátima Bezerra (PT), o prefeito prometeu rever o posicionamento.

Em vez de extinguir a autarquia, Carlos transformará em Secretaria Especial da Mulher, que funcionará nas dependências da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Na prática, vai diminuir os custos com aluguel de prédio próprio e reduzir a estrutura, mas a Secretaria continuará tendo representante. A pasta será subordinada ao Gabinete Civil.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Dias disse:

    Agradecem os Vereadores e suas pencas de ASPONES cujos salários dependiam da existência dessa nulidade.

  2. paulo kasinsk disse:

    Menos mau, prefeito Dom Carlos Eduardo Alves. Fui um dos que apontaram o que seria um erro desta administração. Rever conceitos é uma forma de inteligência, só quem não muda é poste. Em nome da boa coerência, só me resta lhe enviar esta raridade: parabéns!